Mês: março 2013



PSC truca o PT

O PSC emparedou o PT, que está na linha de frentre contra a continuidade do pastor Marco Feliciano na presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara.

 

O PSC exige, para que defenestre Feliciano da função, que o PT faça o mesmo com os deputados João Cunha e José Genoino, membros da Comissão de Constituição e Justiça.

 

O argumento do PSC é forte: ambos foram condenados pelo STF, em processo que tramitiu em julgado, e vão para o xilindró, queiram ou não queiram, apesar do recurso que seus advogados ainda têm direito de apresentar. Recurso que, na melhor das hipóteses, conseguirá atenuar a pena a que estão sujeitos.

 

Feliciano, por sua vez, está sendo linchado por suas convicções, consideradas por seus adversários como homofóbicas e racistas.

 

Ora, ora. A Constituição permite a liberdade de expressão, por mais que ela distoe do consenso geral.

 

Feliciano, portanto, tem o direito de dizer o que pensa.

 

A Câmara, por sua vez, não tem o direito de manter, na comissão que deveria zelar pela Constituição e Justiça – pelas leis e seu cumprimento, portanto – dois condenados à prisão por violar essas leis.

 

Truco!

Política
2 Comentários


Paulo Bernardo antecipa campanha eleitoral no PR

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, acusou segunda-feria, em visita à Assembleia Legislativa, o govenador Beto Richa de ser injusto com o governo federal.

Beto criticou na semana passada, em encontro com governadores em São Paulo, a disparidade de recursos liberados para o Paraná em relação a outros Estados.

Para Bernardo, Beto teria “antecipado a campanha eleitoral”, daí a crítica.

Vamos por ordem na  casa, ressalvando que deixo aos técnicos discutir os números. Atenho-me ao aspecto político.

Em primeiro lugar, o que estava fazendo no Paraná um ministro de Estado em plena segunda-feira, dia de expediente normal?

Deveria estar em Brasília, trabalhando. Fazendo jus ao salário generoso que recebe.

Sua “visita” à Assembleia, onde estão a postos dúzias de jornalistas, não teve caráter oficial.  Bernardo gazeteou o trabalho, portanto.

Em segundo lugar, a acusação não foi acompanhada sequer de um indício. Como, quando e onde Beto estaria “antecipando a campanha”?

Denúncia, portanto, vazia. Comportamento incompatível com um ministro de Estado, do qual se espera um mínimo de decoro.

Em segundo lugar, Bernardo é marido de Gleisi Hoffman, ministra da Casa Civil, candidata em potencial ao governo do Paraná em 2014.

Gleisi tem percorrido o interior do Paraná, com frequência, nos finais de semana.

E as viagens não têm nada a ver com sua função na Casa Civil. O que ela estaria fazendo, então, se não sedimentando sua candidatura?

A ida de Bernardo à Assembleia, onde ele pode destilar veneno contra o adversário em potencial da mulher, não faria parte do esforço dela em emplacar seu nome como candidata?

Bernardo, com este gesto e palavras (financiados pelo contribuinte) antecipou a campanha eleitoral no Paraná.

Fez exatamente o que acusa o adversário de fazer (é o modus operandi clássico dos petistas).

Em terceiro lugar: Bernardo integra um governo que está sendo mobilizado despudoramente para a reeleição de Dilma Rousseff, cuja campanha antecipada corre solta – e apoiada na fabulosa máquina de propaganda do Estado.

Bernardo não deu sequer um pio contra essa vergonha.

 

 

Política
Comente aqui


Testemunho de uma vida que valeu a pena ser vivida

Lia Mendonça (*)

 

Luto na Medicina de Londrina: morre o médico e docente Altair Jacob Mocelin (foto), da equipe pioneira dos transplantes renais no Paraná que começaram a ser feitos aqui na terrinha.

Um homem que rejeitou convite para lecionar em Harvard, era visto dominicalmente com a esposa Teresa, também médica, fazendo a feira, carregando sacolas.

 

Era nobre, mas humilde.

Tive o prazer de conviver com ele e sua equipe e me orgulho de ter feito uma das últimas entrevistas de Egidio Ramazotti, publicada no Jornal da UEL.

Ele foi o primeiro transplantado pela equipe integrada por Mocelin e chegou a viver 30 anos após a cirurgia.

Morre o homem, permanece sua obra, seus grandes feitos pela saúde dos renais crônicos.

Mocelin não só tratava os pacientes como envolvia-se emocionalmente com eles, a tal ponto de sofrer com a morte de qualquer um deles.

Vai Dr. Altair Jacob Mocelin. Seus feitos, seu jeito, seu estilo, sua humildade, seu exemplo de vida jamais serão esquecidos.

 

(*) Lia Mendonça é jornalista

 

Nota da UEL sobre a morte do dr. Mocelin:

 

Faleceu na manhã desta terça-feira, dia 26 de março, em São Paulo, onde realizava tratamento de saúde, o médico e professor Altair Jacob Mocelin, pioneiro do curso de Medicina da UEL e integrante da equipe que fez o 1º transplante de rim do Paraná, realizado no HU, em 10 de junho de 1973, e fez de Londrina um centro de referência nesta especialidade médica.

O professor Mocelin entrou na UEL antes mesmo dela ser criada. Em 15 de março de 1969 ele foi admitido pela então Faculdade de Medicina do Norte do Paraná, criada em 1965 e incorporada a UEL em 1970. Trabalhou no Departamento de Clínica Médica do Centro de Ciências da Saúde até dia 3 de junho de 2009, quando se aposentou como professor Associado.

O corpo do professor será velado até as 11 horas desta quarta-feira, dia 27, no Hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo, e depois seguirá para o Crematório da Vila Alpina, também em São Paulo.

 

Política
5 Comentários
 

Sírio-Libanês desmente câncer de Lula

A jornalista Maria Tereza, da Assessoria de Imprensa do Hospital Sírio Libanês, afirma que a notícia sobre um novo câncer do ex-presidente Lula não é verdadeira. “Não procede, não é verdadeira”, disse ela.

 

A informação é do jornalista Júlio Fernandes, do jornal Paraná Oeste, que divulgou a notícia.

Política
Comente aqui
 

Meu Deus!

Essa foto foi tirada hoje durante encontro do PSDB paulista, que teve como “estrela” o senador mineiro Aécio Neves.

 

À direita dele está o governador Geraldo Alckmin, que, segundo os tucanos, declarou-se engajado na pretensão de Aécio de disputar a presidência da República.

 

Pela cara de Alckmin e do ex-presidente FHC, do outro lado de Aécio, eles não parecem muito animados para a batalha que os espera.

 

E a expressão de Aécio vai, com certeza, ser disseminada pelos blogueiros a serviço do PT.

 

Que ficarão eternamente gratos à “imprensa golpista”, o que jamais reconhecerão, pois esta foto foi distribuída pela Agência Globo.

 

É a imagem mais idiota que um candidato a presidente poderia produzir.

 

Dispensa qualquer efeito especial.

 

 

Política
5 Comentários


Minha casa, meu espanto

Não poderia haver homenagem mais irônica à memória de Zilda Arns, fundadora da Pastoral da Criança e indicada três vezes para o Nobel da Paz, do que dar o nome dela ao conjunto habitacional, financiado pelo Minha Casa, Minha Vida, aos desabrigados do temporal de Petrópolis de dois anos atrás.

Zilda morreu soterrada durante o terremoto que sacudiu Porto Príncipe, Haiti, em janeiro de 2010.

 

Do estadao.com:

 

A demolição do primeiro bloco, com 40 unidades habitacionais, do conjunto residencial Zilda Arns II, construído com recursos do Programa Minha Casa Minha Vida e destinado a famílias desabrigadas e vítimas dos deslizamentos de 2010 em Niterói, deve ser concluída ainda nesta segunda-feira, informou a Caixa Econômica Federal. Também com 40 apartamentos, outro prédio deve ser derrubado até a sexta-feira (29).

Um laudo técnico será concluído em até 15 dias para identificar os fatores que levaram às falhas estruturais. Com o laudo, será definido quem arcará com a reconstrução dos prédios, se a construtora ou a seguradora.

 Parte das famílias que ocuparão os conjuntos Zilda Arns I e II está abrigada desde os deslizamentos de 2010 no 3º Batalhão de Infantaria em São Gonçalo (RJ).

 O valor total contratado para o empreendimento Zilda Arns II é de quase R$ 21,9 milhões. Do montante, foram liberados perto de R$ 19 milhões e o índice de conclusão da obra é de 88,68%.

Política
2 Comentários


Lula, doente de novo? Duvide

Está bombando na internet – e com repercussões em jornais de pouca circulação (e credibilidade idem) – informação de que o ex-presidente Lula está tratando de câncer no pulmão, no Sírio-libanês de São Paulo, onde teria feito duas sessões de quimioterapia durante a madrugada.

 

A informação é atribuída a José Serrão, blogueiro com ligações com a ala radical dos militares de pijama.

 

Para os que desejam a Lula o mesmo fim que seu colega Hugo Chávez, advirto: guardem os rojões, pois a informação não tem credibilidade alguma.

 

Política
6 Comentários


Kireeff vai cancelar área para Arco Norte

O prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff, vai revogar o decreto que declarou de utilidade pública terreno destinado à implantação do Arco Norte.

 

O Ministério Público pediu, o procurador jurídico deu o OK, e o prefeito deve anunciar nesta segunda-feira, quando vence o ultimato da procuradora Solange Vicentin, que o município não tem mais interesse – pelo menos por enquanto – naquela área.

 

A informação foi dada pelo próprio Kireeff em sua página no Facebook. Está nas entrelinhas, mas para meio entendedor…fica muito claro o pito que ele dá aos defensores do projeto.

 

Disse ele:

 

 

“Que tal um cronograma desta forma: estudo de viabilidade econômica, estudo de impacto ambiental, licença ambiental, decretação de área de utilidade pública de área com aptidão e na dimensão exata do empreendimento, desapropriações, obras de engenharia e de acesso e, finalmente, início das atividades?”

 

Matou o pau e mostrou a cobra!

 

Pois, por mais ambicioso e necessário que possa vir a ser o Arco Norte, não se concebe que a primeira ação do empreendimento tenha sido a declaração de utilidade pública de um terreno ao lado de uma área de proteção ambiental – Mata dos Godoy, última reserva contínua de Mata Atlântica do Norte do Paraná.

 

O decreto atropelou a legislação ambiental e, o mais patético, sequer há um estudo sobre a viabilidade econômica do empreendimento.

 

Ou seja, gasta-se saliva em algo que não se sabe se é viável. Nem útil.

 

Arquive-se.

Política
Comente aqui