Mês: setembro 2016



Ré por corrupção, Gleisi acusa STF e Lava Jato de agentes do “estado de exceção”

Em entrevista à Gazeta do Povo*, a senadora petista Gleisi Hoffmann se disse vítima de “um estado de exceção”, posto em prática pela Procuradoria-Geral da República e STF, e acusou os investigadores da Lava Jato de agirem ilegalmente.

Gleisi foi tornada ré essa semana por decisão unânime do STF – ela e o companheiro conjugal Paulo Bernardo são acusados de usar R$ 1 milhão desviado da Petrobras para financiar a campanha dela ao Senado.

Sobre a PGR: “Se voê pegar minha denúncia, ela é muito pesada. Forçaram muito a mão”

Sobre o STF: “È surreal. Em condições de normalidade política e institucional, o STF não aceitaria essa denúncia”.

Sobre a Lava Jato: “Não pode ter um regime de exceção por causa de uma operação como essa (…) E eles não estão atuando na legalidade. Eles não são justiceiros. Eles têm que respeitar o Estado Democrático de Direito”.

As afirmações da senadora-ré dispensam comentário e, mais uma vez, confirmam sua simbiose com a mais ousada organização criminosa de que se tem notícia, da qual é ardorosa defensora.

* O jornal não disponibilizou a entrevista em sua edição digital.

Sem categoria
Comente aqui


Londrina: o segundo turno bate à porta

Termina hoje a propaganda da campanha eleitoral do primeiro turno mais curta e insípida dos últimos tempos (do milênio talvez…). E os londrinenses como eu chegam à reta final sem uma pesquisa esclarecedora, já que a prevista para ser divulgada ontem foi barrada por causa de um erro técnico, que, no entanto, não comprometeria seu resultado. O veterano Instituto Multicultural merece confiança.

Essa lacuna não impede, no entanto, prognosticar – com base na última pesquisa Ibope, da semana passada – que teremos o segundo turno entre o deputado federal e ex-vereador Marcelo Belinati (PP), que lidera a corrida desde a largada, e o tucano Valter Orsi. O novato Orsi começou na rabeira e disparou como um foguete. O bloqueio da pesquisa prevista para ontem, a pedido de um candidato que atua como amigo secreto (pero no mucho) de Belinati, induz a crer que Orsi diminuiu ainda mais a diferença em relação ao líder.

O segundo turno é tudo o que Belinati mais temia. Pois, na eleição anterior, os números apontavam que venceria com folga já no primeiro turno, mas na reta final teve os planos frustrados por outro que começou lá embaixo, Alexandre Kireeff – o resto da história é conhecido. Desta vez, e novamente com base na pesquisa Ibope, a diferença dele com o segundo colocado tende a ser menor. Em relação a Kireeff, foi de 20 pontos. Aritmeticamente, portanto, suas perspectivas não são boas.

Outro complicador para Belinati: Kireff encerra o mandato com aprovação de 65%, uma façanha nacional, e está pedindo votos para Orsi.

Bem-vindo seja – se assim acontecer – o segundo turno. Pois teremos a oportunidade de confrontar o currículo, o perfil e as propostas de Belinati e Orsi e tomar a decisão. O futuro nos espreita.

Sem categoria
Comente aqui


Lewandoeski tira a máscara e se revela petista

Se alguém tinha dúvida sobre a afinidade ideológica do ex-presidente do STF Ricardo Lewandowski(na montagem ao lado) com o PT, pode enterrar essa dúvida: o maior defensor de petistas em TODOS os casos que chegaram ao tribunal tirou a máscara de vez. Em palestra na USP, disse que o impeachment de Dilma foi “um tropeço da democracia”. Ele ecoa, assim, o mentiroso mantra petista.

Ele, logo ele, que comandou o processo no Senado, processo que seguiu o ordenamento legal eao rito parlamentar estabelecido pelo próprio STF em dezembro do ano passado!

Ele, logo ele, que articulou o “fatiamento” da votação sobre Dilma, do qual resultou uma aberração jurídica: a “presidenta inocenta” foi punida com a perda do mandato, mas conservou, em flagrante violação da Constituição, os direitos políticos – isso, sim, um “tropeço da democracia”, como bem apontou seu colega de tribunal Gilmar Mendes.

Antes tarde do que nunca, Lewandowski revelou-se. Antes tarde do que nunca, está na iminência de se aposentar, livrando o Brasil de sua presença pernóstica no STF, uma das instituições que o PT aparelhou em seu benefício.

Tchauzowski, Lewandowski!

Sem categoria
Comente aqui


Campanha de Haddad veta Lula. É o fim do milagreiro das urnas

Não apenas as pesquisas quantitativas – como as feitas em Recife e Fortaleza – comprovam que a aparição de Lula ao lado de candidatos do PT prejudica em vez de ajudar. Pesquisa qualitativa feita pela equipe do candidato à reeleição para a prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, desaconselharam a veiculação da mensagem gravada por Lula, derradeira esperança de levar o petista – que amarga a quarta colocação – ao segundo turno.
A propaganda eleitoral acaba hoje.

O encanto de Lula já era. O poder do Rei Midas acabou. Não só os postes que acendeu – Dilma e Haddad – submergiram na escuridão: a luz de Lula (que agora deu de se comparar a Cristo) apagou para sempre.

Para o consolo dele e de seus seguidores (cada vez mais cegos), resta o consolo de atribuir a uma “conspiração”, materializada pela Lava Jato, o fim da liderança política de Lula.

Sem categoria
Comente aqui


Temer fecha a fonte de financiamento dos canalhas da PesTapo

Secou a fonte, cambada da PesTapo – Patrulha Especial de Truculência Aos que Protestam contra a OniPotência. Em outras palavras, a subdivisão que operava na internet da organização criminosa disfarçada de partido político, o PT
.
A fartura de recursos proporcionada pelos governos Lula e Dilma fez dessa gangue – pois encontrou reciprocidade em seus caráteres – os mais servis e abomináveis agentes de comunicação da história recente do país. Para esse lixo da comunicação, não importava a verdade – importava apenas e exclusivamente defender seus patronos, defesa que incluía o aniquilamento de reputações dos opositores da organização criminosa instalada no Palácio do Planalto.

O governo Temer fechou a torneira. É o fim, canalhas! Recorram agora a seus companheiros petistas instalados em centrais sindicais que, durante os 13 anos e quatro meses que o PT esteve no poder, agiram como instrumentos para a ampliação do poder dos bandidos do Planalto e intimidação de seus adversários. Mas sejam rápidos, pois o tempo e as circunstâncias conspiram contra vocês.

Trechos da reportagem da Folha de S.Paulo sobre o tema:

“De janeiro a dezembro de 2015, o conjunto desses sites e blogs havia recebido das mesmas fontes R$ 5,1 milhões. Entre janeiro e junho de 2016, o valor foi de R$ 1,54 milhão. Após esse período, nada foi liberado.

Na lista estão o Blog do Luís Nassif (R$ 746 mil), o Brasil 247 (R$ 732 mil), o Diário do Centro do Mundo (R$ 194 mil) e o Conversa Afiada (R$ 333 mil), do jornalista Paulo Henrique Amorim.

Os valores totais podem ser maiores, pois a Petrobras e a Caixa não forneceram os números divididos por recebedor, apenas o total.

O Banco do Brasil, por exemplo, pagou R$ 500 mil ao Blog do Nassif em 2015 e R$ 113 mil de janeiro a maio deste ano. Para o Brasil 247, foram R$ 491 mil no ano passado e mais R$ 120 mil nos cinco primeiros meses de 2016. O Conversa Afiada recebeu R$ 199 mil em 2015 e R$ 44 mil neste ano.

Desde maio, o BB não fez mais pagamentos.”

Sem categoria
Comente aqui


Ode ao ex-“casal mais poderoso da República”

A senadora petista Gleisi Hoffmann e seu companheiro conjugal Paulo Bernardo tornaram-se hoje, por decisão unânime da 2ª Turma do STF, réus da Lava Jato, suspeitos de usarem R$ 1 milhão desviados da Petrobras, a pedido dele, para irrigar a campanha que a elegeu senadora, em 2010. Acusação: corrupção e lavagem de dinheiro.

Bernardo é réu em outro processo, o que investiga a contratação de uma empresa pelo Ministério do Planejamento quando o chefiava para administrar o crédito consignado a servidores federais da ativa e aposentados. A empresa superfaturou seus serviços – onerando, assim, os servidores – para compensar Bernardo, o PT e outros agentes públicos, o que lhes rendeu, segundo a acusação, R$ 100 milhões. Ele já esteve preso preventivamente por isso, foi solto, mas a Procuradoria-Geral da República pede que volte para o xilindró.

Há evidências de que parte do dinheiro surrupiado dos servidores também financiou a campanha de Gleisi e suas despesas pessoais como senadora.

Quando Gleisi foi nomeada chefe da Casa Civil de Dilma Rousseff, Bernardo era o ministro das Comunicações, levando a Istoé a dedicar-lhes reportagem de capa sob o título de “O casal mais poderoso da República”. Pelo andar da carruagem, eles são fortes candidatos a se tornarem o casal mais duvidoso da República de Curitiba…

Gleisi & Bernardo
Nossa, que petardo!
Cinco a zero assim no ato
E vão os dois pra Lava Jato

Ontem o mais poderoso
Casal da República (petista)
Hoje, que vexaminoso!
São tidos por vigaristas

Acusados de roubar
Para fazê-la senadora
– ó, que traidora! –
Até dos aposentados

Não deu rima desta vez
Não tem importância!
O casal da petulância
Do Moro virou freguês

Defensora intransigente de Lula, de Dilma – a “presidenta inocenta” –, de todos os desvios e desmandos do PT e acusadora – esganiçada – de todos os que acusam os petistas, a nobre senadora vai ver só:

Seu narizinho empinado
Seu sotaque lei-te-quen-te
Já foram condenados
Pelo povo que é decente

E sem dó!

O poder de outrora
Câdê? Foi pro beleléu
Chegou, finalmente, a hora:
Gleisi & Bernardo, réus!

Sem categoria
Comente aqui


Morre Sombra. Mas a sombra de Celso Daniel continua a pairar sobre o PT

Morreu ontem, vítima de câncer, Sérgio Gomes da Silva, o Sombra (foto), acusado de ter ordenado a morte do ex-prefeito de Santo André Celso Daniel, que se preparava para coordenar a quarta campanha de Lula à presidência – e na qual ele venceu, para infelicidade geral da nação. A morte aconteceu em 2002.

Todo mundo conhece a história, o que me dispensa de repeti-la.

Lembro apenas que uma penca de assassinos confessos ou não foi condenada, outra penca – de testemunhas – morreu misteriosamente e Sombra – cujo julgamento, que o condenou, foi anulado pelo STF – morreu jurando inocência.

O PT fez o que pôde para embaralhar as investigações – já que Daniel foi apontado como cúmplice de um esquema de propina para abastecer os cofres do partido, então chefiado por José Dirceu –, mas o caso continua a ter desdobramentos. O mais recente deles foi a condenação de José Carlos Bumlai, amigão de Lula, intermediário de um empréstimo fraudulento para que o PT pudesse calar a boca de um empresário que ameaçava dar com a língua nos dentes sobre o episódio.

Sombra se foi. Mas a sombra da morte de Celso Daniel continua a pairar sobre o PT e seus líderes.

Sem categoria
Comente aqui


Incrível: petista pede para não votarem nele…

Por essa eu não esperava: o candidato do PT à Prefeitura de Londrina, Odarlone Orente, afirmou ontem, em seu cada vez mais lúgubre programa eleitoral na tevê, que “não podemos e não devemos voltar ao passado que tanto nos envergonha”.

Ora, o PT venceu três vezes a eleição para prefeito em Londrina (1992, 2000 e 2004), deixando um legado nefasto por incompetência administrativa e projetando nacionalmente sumidades como Gleisi Hoffmann, André Vargas e Paulo Bernardo – e o grande aliado de todas as horas José Janene e seu fiel escudeiro Alberto Youssef.

Moral da história: até o candidato petista – que tem vergonha do símbolo do partido, a estrela, por isso se apropriou do pé-vermelho, patrimônio imaterial da cidade, como marca de sua candidatura -, recomenda aos eleitores que não repitam o erro!

Odarlone, óxente, : obrigado pela sinceridade!

(A quem interessar possa: o vídeo está postado na página do candidato no Facebook.)

Sem categoria
Comente aqui


… e se insurge contra ordem de Lula

”Como em time de futebol eu vou beijar [a camiseta do PT] e quero dizer a quem não gosta do PT, a quem odeia o PT, que daqui para frente, cada petista nesse país tem que começar a andar de camisa vermelha.”

A ordem é de Lula e foi dada duas semanas atrás, durante o pronunciamento dele sobre a denúncia da Lava Jato de corrupção e lavagem de dinheiro e de ser o “comandante máximo” da organização criminosa que saqueou o país.

Brasil afora, os petistas – temerosos do resultado das urnas diante da enxurrada de acusações (merecidas) contra o partido – estão dissimulando sua filiação partidária. O vermelho foi trocado por um arco-íris de cores e a estrela, outrora a “luz” do partido, apagou-se. Pior fez o candidato petista à Prefeitura de Londrina, Odarlone Orente, e os candidatos a vereador, que se apropriaram do pé-vermelho, patrimônio imaterial da cidade, como símbolo da campanha.

Campanha que chega ao fim, demonstrando que Lula, apontado pelas pesquisas como o improvável candidato à presidência em 2018 mais rejeitado pelo eleitor; que tem tirado ao invés de colocar votos para os petistas que tem apoiado; que o Lula que elegia postes agora é evitado até peloso candidatos do partido.

Prova disso: o candidato petista de Londrina anunciou publicamente que não acataria a ordem de Lula. Disse isso em entrevista à Folha de Londrina de 20 de setembro. Reproduzo a pergunta do repórter (em itálico) e a resposta do candidato:

Em nota, a direção nacional do PT pediu que filiados defendam o ex-presidente Lula, denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por corrupção. Como o senhor vai fazer isso na sua campanha?

Sou do Partido dos Trabalhadores desde 1999 e já estamos fazendo isso. Ao defender aquilo que o presidente Lula efetivou no País, a inclusão social e políticas públicas que deram garantia de direitos às pessoas que mais precisam de governo, já é uma demonstração de que estamos, sim, defendendo o legado e o fortalecimento da democracia. É isso que vamos continuar fazendo, a defesa dos direitos e conquistas que as pessoas, nos últimos 13 anos, conseguiram, muitas delas implementadas no governo do presidente Lula. Esse é o maior sinal de defesa, não só do partido mas do legado dos nossos líderes.

Comento: Odarlone, Óxente, nem isso você fez!

Sem categoria
Comente aqui


Lula se revela o Rei Midas às avessas

Em seu derradeiro esforço para mostrar que ainda tem a capacidade de transferir votos – derradeiro porque será abatido pela Justiça e não poderá disputar a reeleição em 2018 -, Lula foi ao Nordeste na semana passada, a região do país que ainda conserva algum apego ao PT, ajudar a companheirada.

Esteve em Fortaleza e Recife.

O que aconteceu? O Datafolha descobriu:

Em Fortaleza (anotei nesta postagem), a petista Luizianne Lins, que ocupa a terceira colocação, oscilou negativamente de 16% para 15% das intenções de voto. Em Recife, João Paulo caiu de 29% para 26%, 12 pontos abaixo que o líder Geraldo Júlio (PSB).

O sinal mais pressago para Lula ocorre em sua cidade natal, Garanhuns, agreste pernambucano: Izaías Régis (PTB) tenta a reeleição aliado ao PT, mas, prevenido, evita usar a imagem do ex-presidente na campanha.

É o fim!

Triste e merecido fim!

Lula – quem diria! – elegia postes
Transformava em ouro (eleitoral)
Nulidades para aumentar seu curral
Hoje, bem feito! surge como Iscariotes!
Um Rei Midas às avessas:
Não faz mais nossas cabeças
O que toca vira bosta
E o povo lhe dá as costas!

Sem categoria
Comente aqui