Ave Marisa, cheia de álibis

Ave Marisa
Cheia de álibis
O Lula é convosco
Bendita sois vós entre os petistas
Bendito é o fruto do vosso ventre:
(ai, Jesus!)

Santa Marisa
Intercedei por nós
Caluniados
Agora e na hora
Da nossa prisão
Amém!

Não me interpretem mal, por favor. Não é blasfêmia o que escrevi acima (assim espero), mas paródia inspirada na utilização por Lula da finada esposa para seus objetivos pessoais.

Marisa cedeu-lhe o caixão como palanque para o mais funéreo e desrespeitoso discurso de um líder político. Ao lado do corpo da esposa, Lula responsabilizou a Lava Jato por sua morte ao acusá-la de cumplicidade com os crimes atribuídos a ele (e confirmados por Sergio Moro, que o condenou à prisão no caso do tríplex por corrupção e lavagem de dinheiro).

Marisa morreu há pouco mais de um ano em decorrência de um AVC. Era hipertensa, fumante e sedentária.

Ao depor ao juiz, Lula atribuiu a Marisa a responsabilidade pelo interesse no tríplex e pela reforma e mobiliário sob medida providenciados pela OAS (e processou a Veja por estampar na capa esta torpeza, perdendo na Justiça). E sua defesa alegou, ao entregar intempestivamente os “recibos de aluguel” de um apartamento em São Bernardo atribuído a Lula, que estavam entre as coisas da finada, esquecidas em algum desvão.

E agora, com a prisão decretada, Lula negociou sua detenção para depois de uma missa, arranjada de última hora, em homenagem à data de nascimento da finada.

Assim, Santa Marisa opera o milagre de retardar sua entrada no xilindró.

Ave, Marisa
Cheia de álibis…

Sem categoria

Um comentário sobre “Ave Marisa, cheia de álibis

  1. Wanderley Gomes Caldeira 8 de abril de 2018 8:43

    que pena dos brasileiros que acreditou nestes canalhas do pt todos vagabundos, por quem apoia canalhas canalhas é, mas não é só o pt o MDB é outro partido de canalha que no Paraná tem Roberto Requião como chefe foi e é tão responsável pelos roubo do pt , Foi quem deu sustentação para os roubos no Brasil.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.