Guia prático para a escolha do seu candidato a presidente

O tempo passa, e alguns nomes se consolidam como prováveis candidatos à presidência da República.

Para ajudar meus leitores a escolher – ou apegar-se ainda mais ao escolhildo, ou rejeitar todos -, apresento abaixo os lemas de campanha que os candidatos em potencial poderiam utilizar para resumir seu pensamento e trajetória. Com fidelidade.

Incluo Lula, apesar de ele estar inviabilizado pela condenação em segunda instância. Como o que proponho é uma ficção, uma a mais não fará diferença.

Alckmin
Devagar, devagar, devagar. E no muro

Alvaro
Dias melhores prometo que virão

Amoêdo
Novo e em busca de um enredo

Bolsonaro
Prendo e arrebento. E estupro, se merecer.

Barbosa
(enquanto se mantinha a expectativa de sua candidatura:)
Sim, não, talvez, por que sim? por que não? Seja o que for, não vote em branco!

(após o anúncio de sua desistência:)
Fui sem jamais ter sido

Boulos
Ocupar, bloquear, incendiar

Lula
O honesto mais corrupto da história deste país

Manoela
Bonitinha, mas revolucionária. Viva Fidel!

Marina
Sustentabilidade e transversalidade das relações Intercognitivas e perenes para fins sociais, de produtividade, comunicabilidade e dialéticos no sentido da cristalização da política como instrumento de autoascensão individual e coletiva, recuperação histórica e consolidação da realidade na perspectiva da construção sólida e harmoniosa do futuro como antítese do pretérito.

Temer
Eleição sem Temer é golpe!

Sem categoria

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.