Delazari, mais um fantasma no caminho de Osmar

Se não bastassem os fantasmas de Lula, Dilma, Gleisi, Paulo Bernardo, André Vargas – do exército de petistas encalacrados com a justiça, enfim, aos quais Osmar Dias se alinhou nos últimos anos – eis que surge outro a ameaçar seu projeto de conquistar o Palácio Iguaçu: Fernando Delazari
.
O ex-secretário de (in)Segurança Pública do Paraná – o título é inspirado no desastre que foi sua presença no comando da Pasta na administração Requião– é o espectro que o senador Roberto Requião quer como vice de Osmar caso o pedetista resolva rumar para o patíbulo, que é a aliança com o MDB.

Delazari bateu de frente com as polícias civil e militar, teve a demissão exigida pela Assembleia Legislativa (foi preservado por obstinação do então governador) e, como era promotor público, desafiou determinação do Conselho Nacional da categoria para afastar-se da Secretaria de (in)Segurança. Por isso, foi exonerado. Em 2010. o sucessor de Requião, Orlando Pessuti, o demitiu. Seu padrinho o acolhe desde então em seu escritório político.

Quando disputou o governo do Paraná em 2010, sendo derrotado por Requião por dez mil votos, Osmar provou o sabor amargo de um vice complicado. Sua derrota é atribuída ao companheiro de chapa Deril Donin, ex-prefeito de Toledo, que acumulava processos na Justiça.

Se disser não a Delazari, vai para o vinagre a aliança com o MDB – ruim por um lado, por somar à rejeição de Osmar e seus companheiros petista a de Requião; boa por outro, por agregar tempo de rádio e tevê, grana e uma coligação proporcional robusta.

Para Requião, a presença do ex-secretário e advogado particular na chapa de Osmar é a garantia de que o pedetista será vigiado de perto – e cobrado – para manter os acordos que permitirão a eventual aliança eleitoral. Mais do que um vice, portanto, Delazari será o fiscal das ações de Osmar. Um buldogue treinado para morder seu pescoço a um simples comando de Requião.

Que presente de grego!

Sem categoria

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.