Mês: novembro 2010



PF quer saber sobre compra de unidade móvel de Sarandi

A Polícia Federal baixou na prefeitura de Sarandi nesta semana e quer todos os documentos relativos à compra de uma unidade móvel de saúde comprada há sete anos, durante a administração Cido Spada.

A tal unidade móvel é um ônibus onde estão instalados dois gabinetes odontológicos que, apesar de ter sido comprado há sete anos, nunca serviu para extrair ou tratar um dente sequer.

E o que é pior: ônibus com gabinetes estão jogados em um canto do pátio de máquinas da prefeitura, a lataria apodreceu, choveu dentro e os gabinetes dentários foram depenados. Levaram o que puderam.

Até agora ninguém explicou direito o porquê de tal unidade móvel não ter sido usada e, ainda por cima, ficou abandonada, mas parece que o rolo tem algo a ver com a famosa Máfia das Sanguessugas, que resultou na CPI das Ambulâncias, que mandou mais de 50 deputados para o ostracismo.

O que se sabe é que a prefeitura de Sarandi e a empresa que vendeu os equipamentos constam do relatório final da CPMI das Ambulâncias.

Comente aqui


Ex-prefeito cansou de apanhar e vai reagir

O prefeito cassado de Paranapoema, Hélio de Souza Ramalho, cansou de apanhar quieto e agora vai dar o troco, que além de tirá-lo da prefeitura parecem empenhados em riscar seu nome do mapa.

Além de recorrer na Justiça contra a decisão da Câmara que o cassou, Ramalho está disposto a processar qualquer um que fizer afirmações infundadas sobre sua pessoa ou sua administração.

O ex-prefeito, que acredita que foi cassado simplesmente por birra política de seus adversários, garante que não cometeu nenhum crime e ainda foi vítima de armações feitas por pessoas que ele julgava amigas.

Comente aqui


Memória curta ou falta de compromisso?

Pelo menos um em cada cinco brasileiros não sabe mais em quem votou para deputado há menos de dois meses. Daqui a mais dois meses serão dois em cada cinco e a tendência é o número de esquecidinhos crescer na medida em que os meses vão passando.

Pesquisa divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com 2 mil entrevistas, mostrou a situação de esquecimento dos eleitores brasileiros com relação àqueles em quem votou.

O esquecimento dos entrevistados foi maior em relação aos cargos de deputado estadual, no qual 23% dos eleitores não lembraram o candidato escolhido na hora do voto.

Na sequência, aparecem o cargo de deputado federal (21,7% de eleitores “esquecidos”) e senador (20,6%). A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos, segundo o TSE.

Sem categoria
Comente aqui


Vigilância e MP fecham farmácia de manipulação

O Ministério Público e a Vigilância Sanitária fecharam ontem temporariamente uma farmácia de manipulação de medicamentos em Paranavaí.
De acordo com o promotor Vilmar Antonio Fonseca, foram encontradas várias irregularidades, entre elas substâncias e medicamentos com prazo de validade vencido. Além disso, segundo o promotor, no local era praticada a associação de substâncias, o que é proibido pela Anvisa..
Foram apreendidos computadores e documentos e os funcionários da farmácia foram encaminhados à polícia para depoimentos e depois liberados. Um médico e duas enfermeiras também prestaram depoimento.
Sem categoria
Comente aqui


Nomes de ruas serão pintados nos postes

Pintura do nome da rua nos postes pode ser criativa para não enfeiar a cidadeA Copel autorizou a prefeitura de Mandaguari a utilizar os postes da rede elétrica para sinalizar os nomes das ruas e demais logradouros do município. A ideia de colocar os nomes nos postes foi dos vereadores Jorge do Alambique e Renaldinho da Farmácia.

No do documento que foi enviado ao secretário de Desenvolvimento Econômico, Agricultura, Meio Ambiente e Turismo, Odeval Sofia, a estatal informa que este tipo de sinalização foi padronizada e para ser feita exige que seja firmado um convênio entre o município e a concessionária de energia. O documento informa ainda como deve ser feita a pintura, quais as dimensões e o padrão de cores a ser utilizado.

A colocação dos nomes das ruas nos postes é comum em várias cidades brasileiras. Em Cianorte, por exemplo, ela ocorre principalmente nos bairros.

A ideia pode ser útil para quem procura algum endereço, mas é preciso criatividade na pintura para que ela não enfeie a cidade.

Comente aqui


Em Sarandi banana é vendida a R$ 400 a dúzia

Vencedores do leilão exibem a preciosa prenda (Foto: Hilário Gomes)

Comprar qualquer coisa a preço de banana não significa que custe pouco. Pelo menos em Sarandi. É que neste domingo, um cacho de banana que não era nem tão grande assim e além de tudo as pencas ainda estavam verdes, custou nada menos do que 4 mil reais.

Isso mesmo: 4 mil por um cacho de mais ou menos 10 dúzias.

Mas vamos explicar. Não é que a banana em Sarandi seja vendida a preço de ouro, mas esse cacho especificamente foi arrematado em um leilão para ajudar a igreja da cidade.

No calor da disputa, o valor foi subindo, subindo, subindo até chegar a R$ 400 a dúzia.

O lance mais elevado foi dado pelos empresários Walter Volpato , Orfeu Casagrande e o delegado Jacovós.

Segundo o jornalista Hilário Gomes postou em seu blog, o leilão foi bastante disputado e entre os que deram lances altos estavam o ex-prefeito Cido Spada e o prefeito atual, Carlos de Paula, dizem que fizeram um parceria para comprar o cacho por R$ 3.000.

Mas os empresários e o delegado não deixaram por menos e levaram as bananas de ouro.

Comente aqui


MP propõe ação contra ex-prefeitos e ex-vereadores de Engenheiro Beltrão

A Promotoria de Justiça de Engenheiro Beltrão apresentou ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra os ex-prefeitos da cidade, Euclides Saqueti (2001/2004) e José Dalpont (2005/2008), e os ex-presidentes da Câmara Municipal de Vereadores, Luiz Tavares Rosa (2001/2003) e José Martins de Oliveira (2003/2005). De acordo com investigação do Ministério Público, eles teriam participação direta em um esquema de desvio de verba do Fundo de Previdência Municipal de Engenheiro Beltrão.

Em valores não corrigidos, o desfalque passa de R$ 1 milhão. O MP-PR também apresentou denúncia criminal contra todos os envolvidos pelo crime de apropriação indébita previdenciária. A ação e a denúncia, propostas na última semana, são assinadas pelo promotor de Justiça José Pereira Pio de Abreu Neto.

Sem categoria
Comente aqui


Aumento de pessoas on-line pode esgotar o número de IPs

O aumento contínuo de pessoas se conectando a internet está esgotando o número de Protocolos de Internet (IPs) – que servem para identificar cada terminal conectado à rede mundial de computadores – disponíveis.

A notícia foi dada durante debate na 16ª reunião do Grupo de Trabalho em Segurança de Redes, realizado no Rio Grande do Sul, pelo Gerente Recursos de Numeração do Núcleo de Informação e Comunicação do Ponto Br (Nic.br), Ricardo Patara. Segundo ele, isso pode influenciar o crescimento da internet.

Sem categoria
1 Comentário


Sem graça e sem audiência, “Casseta” cai fora

O programa Casseta e Planeta Urgente, que quase 20 anos atrás era considerado uma revolução no humor televisivo, será retirado do ar de maneira melancólica, sem graça e, para os padrões da Rede Globo, um fracasso de audiência. O site oficial do grupo e os twitters dos humoristas mencionam “ferias coletivas”, mas a Central Globo de Comunicações assinala o fim definitivo do programa das noites de terça-feira. O último episódio vai ar no dia 21 de dezembro.

Nos bons tempos em que Bussunda era a estrela do grupo, os índices de audiência do Casseta eram os melhores entre os programas humorísticos e muitas pessoas deixavam outros compromissos para rir das sátiras. Após a morte de Bussunda, há quatro anos, o programa entrou em Parafuso. Três anos atrás ainda chegava a 37 pontos de audiência – o que para a Globo não é dos melhores índices – mas neste ano a média do programa está em 23 pontos

Desgastada, a atração estava no ar há quase duas décadas e, de 2006 para cá, perdeu 14 pontos no Ibope da Grande São Paulo e continua caindo. Segundo a Globo, “o grupo sentiu necessidade de pensar num novo formato e pediu para esticar as férias e trabalhar nisso, pois os compromissos de um programa semanal comprometem essa tarefa”.

Em entrevista à Folha de S. Paulo, o empresário do grupo, Manfredo Barreto, revelou como os integrantes do programa resolveram parar. “Foi uma decisão em conjunto, mas até eles precisam de um tempo para digerir a ideia”. O esgotamento não é apenas do formato, mas também pessoal. “Sabe o que são 20 anos no ar, com um mês de férias aqui, outro ali? Eles estão precisando desse tempo para descansar, repensar o que querem fazer na TV. Será uma espécie de período sabático”.

Agora, os humoristas farão trabalhos independentes e longe da televisão. Já foi confirmado que Hubert e Marcelo Madureira estarão no longa-metragem “Agamenon”, com filmagens programadas para os primeiros meses do próximo ano.

Mas há planos de retornar para a telinha no segundo semestre de 2011, quando os humoristas apresentarão um novo projeto, que pode ou não ser aproveitado pela emissora carioca.

Pelo twitter, o casseta Hélio de la Peña disse que “o grupo Casseta & Planeta permanece unido e coeso em torno dos mesmos ideais e retornará (…) siliconado”.

Sem categoria
Comente aqui


Compra exagerada de canetas gera desconfiança em Paranapoema

O novo prefeito de Paranapoema, Jocelino Francisco da Costa, está até agora sem conseguir entender os cuidados que o ex-prefeito Hélio de Souza Ramalho, que teve o mandato cassado há exatamente um mês, tem com a educação da cidade.

Ele não entende se é realmente cuidado ou apenas exagero.

Um levantamento nas licitações realizadas pelo prefeito cassado mostrou que em uma compra de materiais para a Educação, Ramalho comprou 350 mil folhas para serem usadas pelas crianças durante o ano letivo, o que dá a cada aluno o direito de gastar 6 folhas todos os dias.

Mas, o mais estranho foi a compra de canetas. De acordo com o que foi levantado, a administração Ramalho comprou 240 caixas de canetas esferográficas, cada uma com 50 unidades.

Considerando que Paranapoema tem apenas 230 estudantes matriculados,  cada um receberia durante o ano 17 canetas azuis, 17 vermelhas e 18 pretas, ou seja, mais de 50 canetas durante o ano letivo.

2 Comentários