Mês: agosto 2011



Entidades de Mandaguari procuram como enfrentar o aumento da criminalidade

Vereadores, prefeito, delegado de polícia, comandante da Polícia Militar e presidentes de entidades do município se reuniram na Câmara de Mandaguari (a 39 quilômetros de Maringá) nesta terça-feira para discutir ações de repressão à criminalidade. A reunião foi uma iniciativa da Câmara motivada pelo aumento no número de furtos e roubos registrados na cidade nos últimos dias.

De acordo com o presidente da Câmara, vereador Alécio Bento da Silva Filho, a população está preocupada com essa situação e cobra que o poder público tome atitudes para resolver o problema. “Precisamos dar uma resposta para a sociedade”, afirmou.

Segundo o prefeito Cyllêneo Junior (PP), a questão da segurança pública é responsabilidade do Estado, mesmo assim o município dá sua contribuição cedendo funcionários para a delegacia e o pelotão da PM e apoiando financeiramente o trabalho do Conselho de Segurança.

A vereadora Adenise Batista Rodrigues salientou que, mesmo segurança pública sendo um dever o Estado, as autoridades municipais não podem se omitir. Para ela é preciso fazer um trabalho em conjunto com a sociedade para implantar novas ações que melhorem a segurança da população.

Presentes na reunião, os comandos das polícias Civil e Militar da cidade destacaram que os índices de criminalidade em Mandaguari estão abaixo da média registrada em outras cidades do mesmo porte. Mesmo assim eles reconhecem que há um problema a ser combatido e disseram que já estão realizando um intenso trabalho de investigação para identificar e prender os responsáveis por essa onde de assaltos e arrombamentos. As rondas nas regiões e horários onde esses crimes acontecem com mais frequência também foram intensificadas. Tanto a Polícia Civil, quanto a Militar, se mostraram otimistas com os resultados e afirmaram que estão prestes a solucionar esses casos.

Ações futuras

Na reunião também foram discutidas novas ações que poderão ser desenvolvidas em prol da segurança. De imediato, estão sendo instaladas câmeras de monitoramento em alguns pontos da avenida Amazonas e, segundo o presidente da Associação Comercial, existe a possibilidade de dentro de um ou dois anos estender esse monitoramento para outros pontos da cidade, principalmente nas regiões das escolas.

Outra necessidade do município é o aumento do efetivo das polícias Civil e Militar. As autoridades presentes disseram que pelo projetos apresentados pelo atual governador isso tem grandes chances de se tornar realidade. Para tanto, deve ser iniciado um movimento para começar desde já a reivindicar junto aos deputados e ao governador esse benefício para a cidade.

Outra medida discutida foi a criação da guarda municipal. Segundo o comandante da Polícia Militar, Tenente Mauri de Camargo, essa guarnição seria responsável, entre outras coisas, por fiscalizar e atender as ocorrências de trânsito, dando mais condições para a PM fazer o trabalho preventivo contra o crime. Um projeto para criação dessa guarda chegou a ser apresentado na Câmara pelos vereadores Alécio e Adenise, mas foi arquivado por ser considerado inconstitucional. Isso porque sua criação trará impactos financeiros ao município e legalmente a Câmara não tem competência para legislar sobre matérias financeiras. O prefeito afirmou que nas condições atuais o município sozinho não tem condições de montar e, principalmente custear o funcionamento de uma guarda municipal.

Cópias do projeto foram distribuídas aos participantes para que junto com os membros das entidades que representam tentem encontrar alternativas para viabilizar a implantação e o funcionamento desse projeto.

 

Sem categoria
Comente aqui


Sarandi ganha mais seis novas salas de aula

O prefeito de Sarandi, Carlos Alberto de Paula Júnior, está neste momento na Secretaria de Estado da Educação, em Curitiba, para assinar um convênio para a construção de 12 novas salas de aula em Sarandi.

Serão seis salas na Escola Helena Colodi e outras seis na Cora Coralina.

Além desses 12 salas, Sarandi vai ganhar uma escola com 12 salas de aula próxima ao ginásio de esportes Coelhão, cuja ordem de serviço já foi assinada pelo governador Beto Richa.

Comente aqui


Ação do governo atende mais de 34 mil pessoas em Sarandi

Mais de 34 mil pessoas foram atendidas no Paraná em Ação, realizado na cidade de Sarandi nos dias 26, 27 e 28 de agosto. O evento foi promovido pela Secretaria de Relações com a Comunidade do Estado do Paraná em parceria com a prefeitura de Sarandi. A Subseção de Maringá participou por meio do Cejuscon e prestou atendimento à população sobre benefícios previdenciários e ações cíveis.

O principal objetivo do programa é a promoção da cidadania e a inclusão social da população, oferecendo serviços como confecção de documentos, casamentos coletivos, divórcios, exames e orientações na área de saúde, atendimentos do Detran, INSS, Procon e do Poder Judiciário.

Sem categoria
Comente aqui


Empresários opinam sobre aumento de vereadores em Paiçandu

Diretores da Associação Comercial de Paiçandu se reúnem hoje à noite com vereadores que integram a Comissão de Justiça e Redação para debater o projeto que altera a Lei Orgânica do Município para aumentar – ou não – o número de vereadores a partir da próxima eleição municipal.

A ideia do presidente da comissão, Eduardo Pioneiro, é ouvir representantes de vários setores, mas sempre em grupos pequenos. A partir dessas reuniões os vereadores pretendem conhecer a opinião pública sobre o aumento de cadeiras na Câmara. Atualmente Paiçandu tem 9 vereadores e está autorizado por Lei a aumentar até 13.

A julgar pelo que já expressaram alguns diretores da Associação Comercial, a opinião pública prefere que a cidade continue com o número atual de vereadores, levando em consideração que na cidade “está tudo abandonado, não tem nem varredor de rua ou vigia para o cemitério, logo, a única categoria que não tem motivos para ser aumentada é a de vereador.

Comente aqui


Servidores de Paiçandu vão protestar contra projeto que beneficia CCs

O projeto de Lei que autoriza a prefeitura de Paiçandu a promover a reestruturação dos cargos comissionados, que foi retirado de pauta na sessão da semana passada, pode entrar em votação hoje à noite na Câmara de Vereadores, porém, servidores municipais estão se organizando para impedir a aprovação por entenderem que o projeto beneficia protegidos políticos em detrimento dos servidores de carreira, aqueles devidamente concursados.

Os servidores estão com dificuldade para organizar um protesto porque muitos se confessam com medo de serem perseguidos depois de serem vistos na Câmara, porém acreditam que também populares irão à sessão para pressionar os vereadores a não aprovarem “um projeto injusto com a categoria”.

O projeto estava na pauta da sessão da semana passada, mas foi retirado a pedido da vereadores Eliana Fuzari (PTB) pediu a retirada até que a prefeitura encaminhasse à Câmara uma relação completa de todos os ocupados de cargos comissionados e seus devidos salários. Até há poucos minutos, porém, a prefeitura ainda não tinha enviado a resposta.

Fuzari apresentou vários exemplos em que servidores que assumiram cargos na prefeitura por terem participado da campanha do atual prefeito serem beneficiados com aumentos consideráveis em seus ganhos. Um ocupante da Assessoria Jurídica, por exemplo, sairia da categoria C4, onde recebe R$ 1.627 por mês, para a C1, com mais de R$ 1 mil de aumento. Com isso, o assessor vai ganhar mais de R$ 1 mil a mais do que os advogados de carreira da prefeitura. Há casos também de C10 que muda para C6, passando de R$ 1.109 para R$ 1.405 por mês.

Comente aqui


Magrão faz seu gol mais importante 20 anos depois de sair de campo

Não é de hoje que considero o ex-meio campista Sócrates um dos melhores caráteres dentre os desportistas brasileiros, mas acho que neste domingo ele marcou um de seus mais belos gols ao admitir diante de milhões de pessoas que assistiam ao “Fantástico”, da Globo, que é um alcoólatra e que o álcool tornou-se um problema (grave) em sua vida.

O Magrão deu trabalho a seus marcadores quando passou pelo Botafogo de Ribeirão Preto, virou ídolo no Corinthians e fez parte da histórica seleção de Telê Santana, mas foi clamorosamente derrotado pelo alcoolismo, que já era evidente (menos para ele) desde os tempos em que liderou a Democracia Corintiana, quando participou do movimento das Diretas Já e em tantos outros momentos em que sempre aparecia com um copo na mão.

Há poucos dias, o calcanhar de ouro do futebol brasileiro foi internado em estado grave, foi parar na UTI e familiares chegaram a achar que sua vida estava acabando. Ele tem cirrose que lhe acabou com o fígado. A causa? Ora, aquele copo que aparecia em todas as fotos do Magrão.

Neste domingo à noite ele admitiu abertamente que o alcoolismo que o acompanha é a causa de sua doença e é aí que devemos tirar o chapéu para ele. Não é qualquer um que tem tanta coragem, principalmente em se tratando de um ídolo do quilate dele.

Médico de formação e cronista esportivo dos melhores, Sócrates sabe do peso de suas declarações, mas acima de tudo mostrou eu sabe que não é alcoólatra por culpa ou por negligência. Ele sabe que o alcoolismo não é nenhuma falta-de-vergonha e sim de uma doença, grave e fatal, e, acima de tudo, uma doença lotérica, que pode atingir qualquer um, seja pobre, rico, preto, branco, macho, gay, homem, mulher, um desconhecido ou alguém superadmirado como Sócrates.

Sócrates

Sócrates admitiu seu alcoolismo diante de milhares de espectadores do "Fantástico"

Vejam o que ele disse ao sair do hospital:

– Eu pago pelo problema. Bebia um pouquinho de manhã, depois à tarde… Trabalhando, eu tomava uma garrafa de vinho o dia todo. Se não tivesse a               garrafa, não mudaria nada pra mim, mas era um hábito. Era a minha companhia, como o cigarro. Eu sou dependente de cigarro, do hábito de fumar –             conta Sócrates, em entrevista exclusiva ao “Fantástico”.

1 Comentário


Roberto Carlos vai cantar até em hebraico em Jerusalem

Bandeirolas com o rosto de Roberto Carlos enfeitam os postes na entrada de Jerusalém, onde o cantor se apresenta, em show único, no dia 7 de setembro, para um público estimado em 5,5 mil pessoas num anfiteatro colado às muralhas da Cidade Velha.

A menos de duas semanas da apresentação – que será gravada em tecnologia 3D e transmitida pela TV Globo no dia 10 de setembro, além de gerar um DVD -, o entusiasmo não para de crescer entre os produtores, os 300 técnicos brasileiros e locais, os cerca de 1,5 mil fãs que vão à Terra Santa só para o evento – a empreitada incluía levar 3 mil, mas não havia logística possível – e a comunidade de 15 mil brasileiros em Israel.

Afinal, não é todo dia que o autor da música “Jesus Cristo” canta na cidade onde o próprio viveu e morreu.

Comente aqui


Cruzeiro do Sul inicia retorno à Amusep

O município de Cruzeiro do Sul, cravado entre Nova Esperança e Paranacity, está a um passo de voltar a fazer parte da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep), centralizada por Maringá.

Recentemente o prefeito Ailton Buzo (PT) pediu à Amusep o direito de sua área de saúde fazer parte do Cisamusep, o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Amusep, e os prefeitos atenderam prontamente por entenderem que esse pode ser um passo decisivo para que Cruzeiro volte à associação.

1 Comentário


Arns e De Paula negociam sede nova para Apae de Sarandi

Ex-senador e atual vice-governador, Flávio Arns entrou na política pelo trabalho que realizou à frente da Federação das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) e parece que continua envolvido com o trabalho em prol dos excepcionais.

Na condição do governador em exercício, Arns esteve nesta sexta-feira em Sarandi para presidir a abertura da programação do Paraná em Ação e em alguns minutos conseguiu conversar com o prefeito Carlos Alberto de Paula Júnior sobre a reestruturação da Apae local. Ele mostrou interesse em ajudar a construir uma nova sede e o prefeito, que parece não gostar de perder oportunidades, na hora garantiu a doação de um terreno de 7 mil metros quadrados para a Apae.

1 Comentário


Marialva presta orientação no Dia do Aleitamento Materno

Várias atividades estão sendo realizadas hoje em Marialva em alusão ao Dia do Aleitamento Materno. A Secretaria de Saúde montou uma tenda na Avenida Colombo, próximo à Casa União, para oferecer ações básicas que incentivem o aleitamento materno exclusivo, garantindo a assistência ao binômio mãe e filho.

A tenda permanecerá montada até às 17 horas e quem passar por lá receberá orientações sobre a importância do Aleitamento Materno e outras informações.

Sem categoria
Comente aqui