Mês: dezembro 2013



Duas apostas ganhadoras da Mega da Virada são do Paraná

Pelo menos em quatro cidades brasileiras a virada do ano tem motivos para festas ainda maiores, já que algumas pessoas ficaram verdadeiramente milionárias ao acertarem as seis dezenas da Mega-Sena da Virada, sorteadas nesta terça-feira pela Caixa Econômica Federal.

granaAs dezenas sorteadas foram 30 – 47 – 53 – 38 – 20 – 36.

Os acertadores do concurso 1.560, que vão dividir a bolada de R$ 224,6 milhões, são de Curitiba, Palotina, ambas no Paraná, Maceió (AL) e Teofilândia (BA).

Cada uma das quatro apostas vai receber R$ 56.169.465,02, sendo que uma dessas apostas foi um bolão de 10 cotas (Palotina-PR). No caso do bolão, cada participante vai receber R$ 5.616.946, 50.

Na segunda faixa de premiação, 1.147 apostadores acertaram cinco dezenas e vão levar R$ 38.701,20 cada, e 90.376 apostadores acertaram quatro dezenas, e vão receber R$ 701,67 cada.

Sem categoria
1 Comentário


Iniciado o velório de Guará; sepultamento será nesta quarta-feira

Guará viajava no banco de trás do carro dirigido por Sérgio, ao lado do neto Matheus

Guará viajava no banco de trás do carro dirigido por Sérgio, ao lado do neto Matheus

O pioneiro e comerciante Guaracy Lins Aymoré, o Guará, morto em um acidente na BR-376 no último sábado, será sepultado nesta quarta-feira, 1. de janeiro, às 16h30 no Cemitério Municipal.

O corpo está sendo velado na capela 3 do Prever. A razão da demora para o início do velório e sepultamento foi uma decisão da família, já que a única filha de Guará, a professora Cláudia Aymoré Novicki, e o único neto, Matheus, estavam em Curitiba, onde Matheus foi operado após o acidente.

No acidente morreu também a professora aposentada Geanete Novicki, mãe do professor Sérgio Novicki, do Colégio Sapiens, marido de Cláudia. Sérgio também se feriu no acidente e está internado em um hospital de Apucarana.

Guará era morador antigo de Maringá e por muitos anos teve uma lanchonete ao lado da Universidade Estadual de Maringá (UEM). Ultimamente, a Guará Petiscos e Bagadiê está na Avenida Humaitá e é administrada por Sérgio e Cláudia. Guará era o comandante da feijoada dos sábados, uns de seus prazeres.

Veja informações sobre o acidente

Sem categoria
Comente aqui


Tragédia na estrada atinge família maringaense e mata o comerciante Guará

Um acidente envolvendo três veículos na BR-376, entre Ortigueira e Ponta Grossa, matou o comerciante maringaense Guaracy Lins Aymoré, 70 anos, proprietário da Guará Petiscos e Bagadiê – bar instalado na Avenida Humaitá -, e Geanete Medeiros Novicki ,79.

Guará viajava no banco de trás do carro dirigido por Sérgio, ao lado do neto Matheus

Guará viajava no banco de trás do carro dirigido por Sérgio, ao lado do neto Matheus

O professor Sérgio Henrique Medeiros Novicki, 40, genro de Aymoré e filho de Geanete, está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Providência, em Apucarana. Matheus, 9, neto de Aymoré, passou por cirurgia e, até a tarde de ontem, estava internado em um hospital de Curitiba.
Outros membros da família ficaram feridos, receberam atendimento médico e já foram liberados.

O acidente aconteceu por volta das 17 horas de sábado, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal. Os familiares haviam passado o Natal em São Mateus do Sul, na região de Curitiba, na casa dos Novicki, e retornavam para o Réveillon em Maringá, acompanhados de Geanete e Marília Novicki, irmã de Sérgio.
O grupo viajava em dois carros, um Nissan Livina, dirigido por Sérgio; e um Nissan Tiida, dirigido por Marília. As informações da Polícia Rodoviária dão conta de que em um momento em que chovia muito, em um trecho de estrada reta, uma caminhonete D-20 que trafegava em sentido contrário rodou, invadiu a pista contrária e bateu nos dois carros onde estavam as famílias.

Cláudia, única filha de Guará, com o marido Sérgio Novicki e o filho Matheus

Cláudia, única filha de Guará, com o marido Sérgio Novicki e o filho Matheus

Ainda de acordo com a polícia, Geanete morreu no local. Guará, como Aymoré era conhecido, foi encaminhado para um hospital de Ponta Grossa, mas não resistiu e morreu ainda na noite de sábado. Segundo os médicos do hospital de Apucarana, o caso de Sérgio inspira cuidados, pois ele sofreu traumatismo craniano, além de fratura exposta em um dos braços.

A professora Cláudia Machado Aymoré Novicki, filha única de Guará e mulher de Sérgio, sofreu fratura em uma das mãos e está em Curitiba acompanhando o filho Matheus. Marília sofreu fratura nos dois braços, e Hélia Machado Aymoré, mulher de Guará, teve ferimentos leves.

A morte de Guará e Geanete consternou parte da população maringaense, já que os envolvidos no acidente são pessoas bastante conhecidas.
Guaracy chegou à cidade há mais de 40 anos, foi representante comercial e, por muito tempo, manteve uma lanchonete na Rua Ardinal Ribas, ao lado da Universidade Estadual de Maringá (UEM). Depois de aposentado, a filha e o genro montaram a Guará Petiscos e Bagadiê, na Zona 4.

Segundo o sobrinho Eraldo Padilha Machado Filho, Guará tinha facilidade para fazer amigos, era muito respeitado e brincalhão. Depois que se aposentou, seus prazeres eram fazer feijoadas aos sábados, pescar com amigos e curtir o único neto, Matheus.

Geanete Novicki foi professora em Ivaiporã e São Mateus do Sul

Geanete Novicki foi professora em Ivaiporã e São Mateus do Sul

O corpo de Geanete Novicki foi sepultado no domingo, e o de Guará permanece no Prever, mas o velório e o sepultamento só deve ser realizado depois que a filha Cláudia e o neto Matheus voltarem a Maringá e o genro Sérgio deixar a UTI.

1 Comentário


Pastor bate no pai com cabo de velocímetro

Um pastor evangélico, que é também funcionário da prefeitura de Mamborê, está sendo acusado de agredir o próprio pai, um homem de 72 anos, com um cabo de aço. Os golpes foram tão fortes que chegaram a cortar a camiseta que era usada pelo idoso.

Com as costas e braços cortados pelo cabo de velocímetro, o homem foi encaminhado para um hospital e registrou queixa na polícia.

Segundo o relato, o idoso estava na própria casa, na cidade de Farol, almoçando com a mulher quando o pastor entrou na casa e, sem falar nada, derrubou o pai, pressionando-o contra o chão com o joelho sobre a barriga, e começou a bater.

Sem categoria
19 Comentários


ModaMaringá sofre apagão e deixa o Canoas virar o jogo

Final

O ModaMaringá continuou apresentando os mesmos erros dos jogos anteriores, não conseguiu se concentrar e se desorganizou em quadra, perdendo de virada para o Kappesberg Canoas por 3 sets a 1 na noite deste sábado no ginásio La Salle, em Canoas, Rio Grande do Sul. As parciais foram 18/21, 21/19, 21/12 e 22/20.

O jogo válido pela segunda rodada do returno da Superliga masculina 13/14 teve ginásio lotado e temperatura de 37 graus.

O primeiro set foi bem disputado, mas o time comandado por Ricardinho e Lorena manteve-se o tempo todo na frente e fechou com vitória de 21 a 18. Mas, a aparente tranquilidade do primeiro set não continuou. O time maringaense parece ter sofrido um apagão, com erro atrás de erro, permitindo que o time gaúcho dominasse de vencesse o set.

O terceiro set foi de domínio total do Canoas, que chegou a abrir 9 pontos de vantagem e a manteve até o final.

O time maringaense melhorou no quarto set, chegou a passar à frente, mas os erros continuaram ao passo que o adversário explorava bem os erros e fechou o set com vitória de 22 a 20.

O ponteiro Bozko entrou durante a partida e, depois de ajudar o time gaúcho a conseguir a vitória, foi eleito o melhor jogador da partida. Outro destaque do Kappesberg Canoas ficou por conta do oposto Dennis. O cubano foi decisivo no ataque e terminou a partida como maior pontuador ao marcar 17 pontos.

Pelo time maringaense, Ricardinho foi sempre eficiente e Lorena o grande pontuador, porém errando muito.

A competição agora dá uma pausa para as festas de ano novo e as duas equipes voltam à quadra no dia 7 de janeiro. O Moda/Maringá jogará em casa, às 20h, contra o Montes Claros Vôlei (MG). O Kappesberg Canoas irá a Campinas e enfrentará o Brasil Kirin (SP), às 21h30, com transmissão do canal SporTV.

EQUIPES

MODA/MARINGÁ – Ricardinho, Lorena, Rafael, Acácio, Renato e Quiroga. Líbero – Dusty

Entraram – Najari, Gelinski, Orestes, Felizardo e Renan

Técnico: Douglas Chiarotti

KAPPESBERG CANOAS – Murilo, Dennis, Gustavo, Salsa, Temponi e Minuzzi. Líbero – Jeff

Entraram – Enrico, Rafinha e Bozko

Técnico: Marcelinho Ramos

 

Outros resultados

Sesi-SP 3 x 0 UFJF (MG) (21/13, 21/17 e 21/15)
LOCAL/HORÁRIO: ginásio Vila Leopoldina, em São Paulo (SP), às 17h
TEMPO DE JOGO: 1h10
TROFÉU VIVAVÔLEI: Renan (Sesi-SP)
MAIOR PONTUADOR: Lucão (Sesi-SP), com 11 pontos

RJ Vôlei (RJ) 3 x 0 Montes Claros Vôlei (MG) (29/27, 26/24 e 21/19)
LOCAL/HORÁRIO: ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ), às 18h
TEMPO DE JOGO: 1h40
TROFÉU VIVAVÔLEI: Mário Jr. (RJ Vôlei)
MAIOR PONTUADOR: Wanderson (Montes Claros Vôlei), com 18 pontos

Funvic/Taubaté (SP) 3 x 2 Sada Cruzeiro (MG) (21/18, 21/15, 20/22, 19/21 e 17/15)
LOCAL/HORÁRIO: ginásio do Abaetê, em Taubaté (SP), às 18h
TEMPO DE JOGO: 2h15
TROFÉU VIVAVÔLEI: Diego (Funvic/Taubaté)
MAIOR PONTUADOR: Wallace (Sada Cruzeiro), com 20 pontos

22h53

A equipe maringaense sofreu um apagão no início do terceiro set e permitiu que o Kappesberg abrisse 9 pontos de vantagem (15 a 6). A equipe comandada por Ricardinho tinha dificuldades para se concentrar e conseguir se recompor, até que, durante um tempo técnico, Lorena soltou o verbo, apontando que a equipe estava errando muito.

A partir daí, Renato começou a fazer pontos seguidos, mas mesmo assim os erros continuaram e o time gaúcho continuou dominando e venceu o set mais rápido da partida por 21 a 12.

 

22h30

Com uma temperatura ambiente em Canoas, no Rio Grande do Sul, em 37 graus e o ginásio La Salle lotado pela torcida do Kappesberg, o ModaMaringá perdeu o segundo set por 21 a 19.

A equipe maringaense chegou a abrir 4 pontos de vantagem, mas sofreu um apagão e permitiu que o time de Canoas passasse à frente. Mas, recomposto, o Moda conseguiu passar novamente à frente, mas não resistiu e permitir que o time gaúcho vencesse o set.

O Canoas teve 4 pontos de bloqueio e o Maringá teve 10 erros.

Lorena, maior pontuador do jogo, com 12 pontos, foi o maior também no segundo set.

 

21h59

A experiência de Ricardinho e a força de Lorena fazem a diferença no jogo e o ModaMaringá fecha o primeiro set vencendo por 21 a 18 no jogo contra o Kappesberg, em Canoas, Rio Grande do Sul.

A partida é válida pela segunda rodada do retorno da Superliga masculina 13/14 de voleibol.

O primeiro set durou 27 minutos.

 

21h30 –

Moda Canoas1Está começando no ginásio La Salle, em Canoas (RS), o confronto entre o time local, o Kappesberg Canoas, e o ModaMaringá, válido pela segunda rodada do returno da Superliga masculina 13/14.

As duas equipes têm campanhas bem parecidas. O Kappesberg aparece na quinta colocação na classificação geral, com 18 pontos, e o time maringaense está na sétima, com 17 pontos. No confronto do primeiro turno o ModaMaringá de Ricardinho, Lorena e companhia levou a melhor e venceu por 3 sets a 0.

Na última rodada, as duas equipes conseguiram vitórias importantes. O time maringaense foi ao Rio de Janeiro e derrotou o RJ por 3 sets a 2 e o time de Canoas passou pelo Voltaço, também do Rio de Janeiro, por 3 sets a 2.

Sem categoria
3 Comentários


Morre no hospital mulher que sofreu acidente na PR-323 na semana passada

Morreu nesta sexta-feira em um hospital de Maringá Viviane Rodrigues Kantarutt, que estava em uma caminhonete Hilux que envolveu-se em um acidente há 10 dias na PR-323, entre Doutor Camargo e a ponte sobre o Rio Ivaí.

Viviane tinha 33 anos. O corpo está sendo velado na Capela do Prever do Cemitério Parque e será sepultado às 10 horas deste sábado.

A Hilux dirigida por José Edilson Campana, 37 anos, realizava uma ultrapassagem quando bateu de frente com o caminhão, com placas de Eldorado (MS). Com o impacto, a caminhonete capotou.

2 Comentários


Lenda do rock Carlos Santana reencontra antigo amigo que virou sem-teto

No reencontro, Santana chama o sem-teto de amigo e "O magnífico Malone"

No reencontro, Santana chama o sem-teto de amigo e “O magnífico Malone”

A foto postada no Santana no Facebook mostra os dois ensaiando junto na década de 60

A foto postada por Santana no Facebook mostra os dois ensaiando juntos na década de 60

Um canal de TV de São Francisco, nos Estados Unidos, apresentou como seu milagre de Natal um reencontro entre a lenda do rock Carlos Santana e um antigo companheiro de banda, que vive como sem-teto.

Santana, que está entre os melhores guitarristas do mundo há uns 50 anos, e Marcus Malone, tocaram juntos na Santana Blues Band nos anos 60.

O encontro foi organizado pelo repórter Stanley Roberts, da KRON-TV. Há algum tempo o jornalista produziu uma reportagem sobre um despejo ilegal, quando, em conversa com um sem-teto, ouviu o dizer que tinha sido amigo de Carlos Santana. Roberts não divulgou nada, mas fez uma profunda pesquisa e descobriu que realmente Malone tinha tocado com Santana e tinha sido grande amigo do músico, tendo sido amigo também da família do guitarrista.

O encontro promovido por Roberts, mostrado pela TV americana, você pode conferir clicando AQUI.

 

Comente aqui
 

Sortudo vai passar o Natal com R$ 51,5 milhões da Mega-Sena

Apenas uma aposta vai levar os R$ 51,5 milhões da Mega-Sena acumulada por sete semanas. O ganhador do concurso 1.559, sorteado na noite deste sábado em Siqueira Campos (PR), é da cidade de Olímpia, São Paulo, e acertou as dezenas  08 – 12- 16- 29- 37- 58.

O sortudo vai passar o Natal com R$ 51.491.466 no bolso. Como consolo, 317 pessoas acertaram a quina e receberão R$11.729,76 cada. Já a quadra foi feita por 16.431 pessoas com prêmio de R$323,28.

Sem categoria
Comente aqui


Ciclistas circulam pelados no centro da cidade para protestar

Foto do G1

Foto do G1

Taí um tipo de protesto que realmente chama a atenção. Um grupo de cerca de 200 ciclistas circulou pelas ruas do centro de Porto Alegre na tarde deste sábado, alguns totalmente pelados, outros com o mínimo de roupas, para por um trânsito mais seguro e divulgar o naturismo.

A Pedalada Pelada foi pacífica, acompanhada pela Polícia Militar e por olhos muito curiosos, outros cobiçosos. Alguns homens pelados reclamaram da dureza do selim, mas as mulheres, que geralmente têm mais estofo na parte traseira, ficaram bem à vontade.

Sem categoria
Comente aqui