Feira de Aviação não deve acontecer, mas promoção já foi paga pela prefeitura

A prefeitura gasta cerca de R$ 350 mil na infraestrutura do local da festa

A verdade é que existe na prefeitura de Maringá uma séria desconfiança de que a empresa promotora das feiras de aeronáutica que acontecem sempre em setembro está prestes a dar uma de esquecida e não realizar o evento neste ano e, talvez, nunca mais.

A data (que nem foi marcada) se aproxima e até agora a empresa não fez qualquer contato com a prefeitura, que, em tese, seria parceira.

A feira foi realizada três vezes durante a administração Pupin, mas o que preocupa não é simplesmente ela não acontecer, mas sim o fato de que a promotora já embolsou R$ 1,5 milhão, pagos pela prefeitura de Maringá para realizar o evento por 20 anos.

Na edição desta quinta-feira o jornal O Diário traz uma matéria sobre o caso. Na prefeitura ninguém fala abertamente de desconfiança, mas o prefeito já mandou seu Jurídico cobrar uma posição da empresa.

Vamos à matéria de O Diário;

A Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico (Seide) da prefeitura de Maringá, juntamente com a Procuradoria Jurídica, deve cobrar ainda nesta semana uma manifestação da empresa Expo Air Exposição e Eventos sobre a realização da quarta edição da Feira Internacional de Aviação EAB Air Show, um dos maiores eventos aeronáuticos do Brasil. Apesar de o evento ser realizado em parceria com a prefeitura, faltando apenas quatro meses para a realização os organizadores ainda não mantiveram contato com a prefeitura.

Segundo o chefe de Gabinete da prefeitura, jornalista Domingos Trevisan Filho, a prefeitura se preocupa porque foram feitos investimentos públicos na realização da feira para que ela seja realizada por 20 edições, além de todos os anos o município investir entre R$ 300 mil e R$ 350 na infraestrutura do evento. Para a realização deste ano, o dinheiro já está previsto no orçamento do município aprovado no ano passado.

De acordo com Trevisan, a administração Ulisses Maia quer saber qual a programação para a edição deste ano, quais as empresas já confirmaram exposição e o que caberá à prefeitura na estruturação do local. Em anos anteriores estas informações são repassado à prefeitura com vários meses de antecedência, mas neste ano a impressão é de que a feira não será realizada.

A reportagem de O Diário tentou contato com a empresa promotora, mas não obteve confirmação da realização da feira porque o diretor estaria fora, mas foi informado que ele deve manter contato com o prefeito Ulisses Maia (PDT) nos próximos dias.

Em cada uma das edições anteriores a EAB Air Show reuniu acima de 100 empresas expositoras, representando 184 empresas nacionais e de outros 15 países, mostrou acima de 80 aeronaves novas ou usadas, várias delas oferecidas a venda e envolveu aproximadamente 300 pessoas na organização. O evento ofereceu também serviço exclusivo de compra e venda de aeronaves usadas, apresentou shows de acrobacias aéreas e apresentação da Esquadrilha da Fumaça.

Na edição do ano passado, 28 mil visitantes, entre profissionais do setor da aviação e público, passaram pela feira realizada ao lado do aeroporto. Apesar da cobrança de ingressos – R$ 20 por pessoa e R$ 10 por meia entrada para estudantes -, e por estacionamento de veículos – R$ 50 por ônibus, R$ 30 por automóveis e R$ 10 por cada motocicleta – a edição do ano passado teria terminado com prejuízo, segundo a prefeitura de Maringá.

 

R$ 1,5 milhão

foi o valor do repasse feito pela prefeitura em 2013, com autorização da Câmara, aos organizadores da feira para a realização por 20 anos

2 comentários sobre “Feira de Aviação não deve acontecer, mas promoção já foi paga pela prefeitura

  1. Daniel 20 de abril de 2017 13:16

    a verdade é que maringa nao deu nada pra feira…..essa cidade nao tem tradiçoes aeronauticas…e acontecer num aeroporto operaciona, cheio de restricoes nao vale a pena…aqui so da gente quandoo portao abre pra todo mundo entrar de graca

  2. Daniel 20 de abril de 2017 13:17

    e so serve pros figuroes da cidade se promoverem num verdadeiro efeito palanque

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.