Carlos Roberto Ferreira Júnior



Crianças de Marialva aprendem sobre sustentabilidade na BsBios

Sustentabilidade é a palavra-chave para o equilíbrio entre preservação ambiental, desenvolvimento social e crescimento econômico. Promover essa reflexão é o objetivo das atividades desenvolvidas pela BsBios com estudantes do 4º ano, do ensino fundamental. De segunda a quarta-feira a empresa desenvolveu o projeto “Sementinhas do Futuro”, recebendo na sede da BsBios, em Marialva, aproximadamente 600 alunos de 11 escolas do município.

Este é o segundo ano que a empresa desenvolve o projeto no município, sendo a quinta edição que a empresa realiza. “Queremos oportunizar as crianças a disseminação de conhecimento sobre o que é o biodiesel e como ele é feito, mas também enfatizar a importância da preservação consciente da natureza,” destacou Erasmo Carlos Battistella, Presidente da BsBios destacando que os estudantes serão multiplicadores de conhecimento, “com orientação vamos ter adultos mais conscientes e responsáveis e, como resultado um mundo mais limpo e acolhedor,” pontuou.

A professora da Escola Municipal São Miguel do Cambuí, Josilene Caselato Ceron, destaca que a atividade é muito importante para que eles visualizem na prática as ações de preservação da natureza. “É uma experiência muito positiva, são sementinhas que estamos plantando, como diz o nome do projeto. Aqui eles estão aprendendo e desenvolvendo o conhecimento, uma excelente maneira de eles despertarem para o que está acontecendo com o nosso planeta,” afirmou Josilene ressaltando que os alunos adoraram participar do projeto.

O gerente geral da Unidade de Marialva, Carlos Roberto Ferreira Júnior, ressalta que esse projeto proporciona às crianças a entender na prática, de uma forma simples e objetiva, o significado de palavras que são muito comuns no dia a dia de aprendizado delas, como sustentabilidade, energia renovável, cuidado com o meio ambiente, mas que nem sempre se torna fácil de visualizar, de entender. “Ver o brilho nos olhos delas quando falamos, quando explicamos, a interação com a atividade lúdica do teatro, quando visualizam nossas plantas industriais, nos faz ter ainda mais certeza de que esse projeto dá muito certo. Para nós de Marialva é uma alegria poder estar contribuindo pela segunda vez no projeto interagindo com nossa sociedade, mostrando a importância de nossa empresa não só como um negócio que traz empregos e oportunidades, mas como parte da construção de um mundo melhor, mais sustentável,” frisou Júnior desejando que não faltem “campos férteis” para que essas sementinhas plantadas durante essa semana possam germinar e dar bons frutos em um futuro próximo.

Comente aqui