Realizadores de eventos dão dicas em videoaula

A gestão de eventos de grande porte não é tarefa para amadores e nem mesmo para profissionais de pouca capacidade. A boa novidade é que é possível aprender a realizar com eficiência. E o que é melhor: aprender com os melhores, com profissionais experimentados em grandes eventos no Brasil e em outros países. E mais: tudo pode ser aprendido sem a necessidade de sair de casa.

 

O Global Meetings Management (Gerenciando Eventos Globais), grupo de especialistas em eventos que tem como objetivo disseminar conhecimentos sobre gestão de projetos de eventos nacionais e internacionais, depois de sete anos realizando cursos em todo o Brasil, converteu o que antes era só presencial em ensino a distância.

 

Julio Cesar Urban

“Nos nossos cursos presenciais contamos com palestrantes brasileiros e estrangeiros de alto nível e é o mesmo que estamos oferecendo agora no curso pela Internet”, diz Julio Cesar Urban, CEO do Portal MICEonline.

 

Segundo ele, organizar e gerenciar grandes eventos não é matéria de escolas, tampouco é transmitido com fidelidade em livros. Porém, os palestrantes do curso falam da própria experiência, das dificuldades que surgem e das soluções que aplicaram.

 

O GMM nasceu como um encontro latino americano itinerante e que buscava, com o conceito de imersão completa dos participantes, gerar um avançado conhecimento, network e monitoramento das mais avançadas sistemáticas de captação e gestão de eventos internacionais.

 

“Os cursos presenciais têm alcançado ótimos resultados, mas através dos vídeos a qualidade é a mesma e o participante ainda terá a vantagem de ter todo o material consigo, para assistir novamente quando quiser”, explica Urban.

 

As dicas práticas dos profissionais de MICE, ambiente de mercado dos eventos, como convencionou-se chamar a industria dos eventos no mundo, somam 45 aulas. O pacote completo custa R$ 387 e pode ser parcelado em até 12 vezes.

 

Sem categoria
Comente aqui


Giga, que fornece equipamentos para eventos, se filia ao Convention

A Giga, empresa de Curitiba com filiais em São Paulo, Brasília, Florianópolis, Joinville e Balneário Camboriú, agora está presente também em Maringá e região oferecendo soluções que vão do pré-evento, execução e pós-evento. A gama de serviços prestados pela empresa atende desde a estrutura, como dropbox, palco, unifila, bem como sistema de credenciamento, equipamentos para filmagem, vídeo conferência, áudio conferência.

.
Neste ano, a Giga foi a responsável pela locação dos equipamentos que estão sendo utilizados no Festival de Danças de Joinville, um dos maiores eventos do gênero na América do Sul.

 

Na região de Maringá a Giga será representada por Flávio Augusto Cola, formado em Eletrônica e com experiência como gerente técnico operacional em grandes empresas. Uma de suas primeiras ações foi filiar a Giga no Maringá e Região Convention & Visitors Bureau.

 

“Percebemos que Maringá oferece uma ampla área para atuação da Giga por tratar-se de uma das cidades em que acontecem eventos de grande porte. Os organizadores precisam do suporte de uma empresa conceituada, com grande experiência e com técnicos habilitados para oferecer um atendimento de alto nível”, diz Flávio Cola. Segundo ele, “a Giga vai oferecer toda a cobertura necessária para que o realizador se concentre somente no que é necessário”.

 

Por que o Convention?

Flávio Cola disse que já é comum para a Giga associar-se ao Convention Bureau nas cidades em que tem atuação forte. Recentemente, por exemplo, filiou-se ao Convention de Brasília e agora ao de Maringá.

 

“O turismo e eventos de negócios se fortalecem e têm peso na economia dos municípios. O Convention Bureau de Maringá atua na área de eventos fornecendo o apoio necessário para os realizadores, fomentando o número de turistas e negócios para parceiros comerciais. O relacionamento com a entidade oferece mais opções e diferenciais no mercado de eventos”, explicou.

Comente aqui


Comunidade japonesa inicia comemorações pelos 110 anos da imigração

Um desfile que mostra a influência japonesa na moda brasileira, a partir das 19 horas no pavilhão azul do Parque de Exposições Francisco Feio Ribeiro, em Maringá, dá início à programação do IMIN 110, que festeja os 110 anos do início da imigração japonesa para o Brasil.

As comemorações acontecem sempre de 10 em 10 anos e desta vez foi escolhida Maringá para sediar os principais eventos por tratar-se de uma cidade cuja história está intimamente ligada à colônia japonesa. Os japoneses estavam entre os desbravadores que chegaram à região nas décadas de 1930 e 1940.

A Aliança Cultural Brasil – Japão do Paraná e o Instituto Brasil – Japão são os promotores do IMIN 110 e contam com a parceria de várias instituições ligadas à cultura japonesa e do Maringá e Região Convention & Visitors Bureau, que definiram uma programação oriental, estrategicamente planejada para agradar tanto aos descendentes de japoneses quanto os de outros povos, de todas as faixas etárias, como shows artísticos, espaço gastronômico, área de jogos eletrônicos e exposição das principais marcas japonesas de motos, carros, caminhões e implementos agrícolas.

É esperado um público em torno de 50 mil pessoas durante os quatro dias do IMIN 110 e a expectativa é de um impacto considerável na economia do município.  “Trata-se de um evento estadual e autoridades, representantes da colônia nipônica de vários municípios, expositores e outros virão a Maringá para participar, deverão se hospedar, frequentar restaurantes e lanchonetes e isto impacta a economia local”, diz o empresário Dirceu Luiz Gambini, conselheiro do Convention Bureau de Maringá.

Além dos visitantes, o evento movimentará milhares de pessoas que, de uma forma ou de outra, estarão trabalhando pelo sucesso da festa. Só cantores que participarão dos shows e das competições musicais serão em torno de 750, mas há dezenas de grupos participando do Doyo Kesho, Yoshen, dança folclórica e do e-Sports, a nova mania dos jovens ligados em tecnologia.

“A festa é para comemorar a chegada dos primeiros japoneses, mas ela é de todos”, enfatiza.  Segundo ele, a programação foi elaborada de modo a agradar qualquer pessoa, independentemente da origem familiar. “A presença japonesa ainda é distinta porque trata-se de um povo preocupado em conservar seus traços culturais esteja em que país estiver. Os restaurantes japoneses, os esportes populares no oriente, a dança, a música, a literatura. O festival nipo-brasileiro, que não é mais só dos descendentes de japoneses mas de toda Maringá e região, é o segundo maior evento anual do noroeste do Paraná, atraindo turistas, movimentando a economia e, principalmente, divulgando a cultura japonesa, que não se perde apesar de tantos anos fora do país de origem”.

 

Princesa

A princesa Mako será recebida pela colônia, a exemplo do que aconteceu com seus avós, Akihito e Michiko, que hoje são os imperadores do Japão

Embora a festa comece nesta quinta-feira, a abertura oficial será na sexta-feira às 17 horas, na arena coberta do parque, com a presença da representante da Japão, a princesa Mako Akishino, a neta mais velha do imperador Akihito e da imperatriz Michiko, que estiveram em Maringá em 1978. A governadora Cida Borghetti e outras autoridades também estarão presentes, entre elas o deputado federal Luiz Nishimori, que teve participação na atração de patrocinadores internacionais.

Comente aqui


Economia de Maringá já sente os efeitos do IMIN110

Além do aprendizado que trará à comunidade maringaense e o fortalecimento do intercâmbio entre a cidade e um país desenvolvido como o Japão, o IMIN110 é também importante para a promoção do turismo. Segundo o presidente do Maringá e Região Convention & Visitors Bureau, Alysson Thomasi, o setor hoteleiro da cidade já sente reflexos da aproximação do evento com o aumento na reserva de aposentos.

O Convention, juntamente com o Conselho Municipal de Turismo, promoveu o lançamento do IMIN 110 nesta sexta-feira com um café da manhã no Hotel Deville, com a presença de autoridades, representantes de entidades que promovem a cultura japonesa e a imprensa. O evento começa na próxima quinta-feira, dia 19, e prossegue até domingo com competições musicais, esportes orientais, work shops de culinária, cosplay e campeonatos de jogos eletrônicos. O ponto alto será a abertura oficial, no dia 20, sexta-feira, com a presença da princesa Mako, neta do imperador Akihito, do Japão, além de autoridades japonesas e brasileiras.

O IMIN comemora o aniversário do início da imigração japonesa para o Brasil e é marcado por um evento de grande porte de 10 em 10 anos. Neste, quando o início da imigração completa 110 anos, a cidade escolhida para sediar a festa foi Maringá devido à estrutura oferecida.

Dirceu Gambini, conselheiro do Convention Bureau de Maringá

O empresário Dirceu Luiz Gambini, presidente do Conselho Curador do Convention Bureau, todo o Paraná estará presente na festa do IMIN, com suas autoridades, grupos representativos da cultura nipônica e empresas. “Pessoas vindo para Maringá certamente vão circular pela cidade, pegar táxis, frequentar restaurantes, lanchonetes, shoppings, pernoitando nos hotéis, comprando em lojas, fazendo despesas no comércio local e movimentando a economia. O setor da hotelaria é o primeiro a sentir os efeitos do IMIN, mas depois também os demais segmentos serão beneficiados”.

Comente aqui


IMIN 110 espera 50 mil visitantes e injetará R$ 2 milhões na economia local

Representantes de todas as instituições ligadas à cultura japonesa comparecem ao lançamento do IMIN110

O IMIN110, que começa na próxima quinta-feira, dia 19, no Parque de Exposição Francisco Feio Ribeiro, em Maringá, e prossegue até domingo em comemoração ao 110º. aniversário do início da imigração japonesa para o Brasil, deve receber cerca de 50 mil visitantes nos quatro dias e injetar cerca de R$ 2 milhões em pagamentos por prestação de serviços.

A previsão é da comissão organizadora do evento, apresentada nesta sexta-feira durante café da manhã com a imprensa no Hotel Deville, promovido pelo Maringá e Região Convention & Visitors Bureau e Conselho Municipal de Turismo. Segundo o desportista Douglas Mattos, que falou pela comissão, a expectativa é que somente na sexta-feira, quando acontece a abertura oficial do evento com a presença da princesa Mako representante a família imperial japonesa, cerca de 20 mil pessoas compareçam ao parque de exposições.

“Há dois anos várias pessoas estão trabalhando na preparação do IMIN, que deverá ser um dos maiores eventos deste ano em Maringá, já incluído no calendário turístico do Paraná por decreto governamental”, disse. Mais de 200 reuniões, encontros, visitas a autoridades e parceiros aconteceram neste período.

Mas, além dos visitantes, o IMIN110 movimentará milhares de pessoas que, de uma forma ou de outra, estarão trabalhando pelo sucesso da festa. Só cantores que participarão dos shows e das competições musicais serão em torno de 750, mas há dezenas de grupos participando do Doyo Kesho, Yoshen, dança folclórica e do e-Sports, a nova mania dos jovens ligados em tecnologia.

 

Dinheiro novo

Pelos cálculos da comissão organizadora, cerca de R$ 2 milhões serão injetados na economia maringaense em forma de pagamentos a pessoas que trabalharão na montagem das dependências para shows, estandes, segurança e outras pessoas que serão contratadas.

A festa contará com autoridades, empresários, expositores e patrocinadores que virão do Japão, além de um dos mais tradicionais grupos japoneses de taiko. “Estas pessoas permanecerão em Maringá, vão circular pela cidade, terão gastos em hospedagem, alimentação e farão outras despesas, deixando dinheiro no comércio local”, adiantou Douglas Mattos.

Comente aqui


Quem vai sair do país precisa certificado de vacina, alerta Anvisa

Pessoas que pretendem viajar para outros países, seja a turismo ou a trabalho, devem antes realizar o cadastro e o agendamento no site da Agência Nacional de Saúde (Anvisa) para que estejam habilitadas para emitir o Certificado Internacional de Vacinação.

A informação está sendo repassada às agências de turismo pela Anvisa. Na região de Maringá, o chefe do Posto de Vigilância em Portos, Aeroportos e Fronteiras, Evandro da Mota Marques, informa que, de acordo com a orientação disponibilizada no site www.viajante.anvisa.gov.br/viajante, para que o viajante possa emitir o certificado é necessário realizar o cadastro e o agendamento pelo site, onde também estão disponíveis todas as informações necessárias para que o viajante possa consultar os países que exigem o certificado de acordo com a lista da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Também estão disponibilizadas orientações para facilitar ao viajante a emissão do certificado como o cadastro e agendamento. De acordo com Marques, é importante adotar tais procedimentos para que a emissão possa ser realizada de forma organizada e em menor tempo de espera ao viajante.

Comente aqui


Universidade oferece cursos de violão, viola e violino

A Diretoria de Cultura (DCU) da Universidade Estadual de Maringá (UEM) promove mais uma edição do curso de violão, violino e viola. Os interessados em participar das turmas da edição de 2018 poderão realizar a inscrição entre os dias 6 e 8 de agosto.

Para se matricular, o candidato deve ter no mínimo 12 anos, possuir o instrumento musical e ser aprovado na entrevista da seleção. Não há exigência de nível de conhecimento porque as aulas são individuais, o que permite o aprendizado de acordo com o conhecimento do aluno. Estão disponíveis até 50 vagas, que serão ministradas pelos professores Jairo Jose Botelho Cavalcanti, Marcos Watanabe de Godoy, Roberto Aparecido Baldassi e Salomão Guarnieri.

A mensalidade é de R$ 56,00 para acadêmicos da UEM e R$ 80,00 para comunidade externa. As inscrições serão realizadas por meio do preenchimento de formulário na APC (Divisão de Artes Plásticas e Cênicas), que fica no Bloco A34, sala 8, no câmpus sede. O horário de funcionamento da secretaira é das 8h às 11h e 13h30 às 17h. O telefone de contato é 3011-5945 e o e-mail [email protected].

Comente aqui


Arnaldo Jabor faz palestra em Maringá na abertura do Encontro Técnico Avícola

O comentarista da Rede Globo e Rádio CBN vai apresentar uma análise do momento da economia brasileira

A 9ª edição do Encontro Técnico Avícola, de 24 a 26 deste mês no Vivaro Centro de Eventos em Maringá (PR), vai ser aberta com uma palestra do cineasta e comentarista da Rádio CBN Arnaldo Jabor sobre o tema Contexto Econômico Brasileiro.

 

Realizado a cada dois anos pela Integra e o Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar), o Encontro espera reunir cerca de 800 participantes de todo o Estado e outras regiões do país – entre dirigentes e profissionais de empresas e cooperativas que atuam no segmento, lideranças, autoridades, acadêmicos e representantes de empresas fornecedoras.

 

A agenda de palestras e debates inicia às 9h no dia 24, uma terça-feira, seguindo nos dias 25 e 26 com programação das 9 às 18h30, que terá a presença de especialistas de renome nacional e internacional.

 

As inscrições podem ser feitas até o próximo dia 17 no site do evento (www.integra.agr.br/encontrotecnico) onde podem ser conhecidos também os temas, os respectivos palestrantes e demais atividades. Após o dia 17, os interessados devem inscrever-se no local do evento.

 

FEIRA

Em espaço anexo à plenária, haverá uma feira com exposição de produtos e serviços para o setor, com a participação de mais de 30 empresas.

 

A importância da avicultura para a economia pode ser avaliada pelos números obtidos no ano passado, quando o Paraná respondeu por 36% das exportações de carne de frango do Brasil. Segundo o Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), as receitas em exportações aumentaram 8,4%, somando US$ 2,51 bilhões, ante US$ 2,32 bilhões de 2016. Ao todo, 1,57 milhão de toneladas da proteína foram destinadas ao mercado internacional em 2017.

Comente aqui


Congresso em Maringá debate os novos caminhos da aviação agrícola

Empresários, pilotos, produtores rurais e pesquisadores de vários Estados brasileiros e países vizinhos são esperados em Maringá para o Congresso da Aviação Agrícola do Brasil 2018, que acontece de 6 a 9 de agosto no Parque de Exposições Francisco Feio Ribeiro, promovido pelo Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag).

 

Momento da edição do ano passado do Congresso de Aviação Agrícola, na Serra Gaúcha Foto: Castor Becker Júnior/Sindag/Divulgação

Mais de 100 de empresas reservaram espaço para expor aviões, máquinas e equipamentos, além de divulgar novas tecnologias e oferecerem serviços, entre elas a Embraer e algumas que são referência em tecnologias embarcadas e sistemas, desde monitoramento até trato de lavouras. A empresa norte-americana Air Tractor, maior fabricante mundial de aviões agrícolas, e a canadense Pratt & Whitney, fabricante de motores, confirmaram participação no evento.
Crescimento

“São pelo menos seis novos expositores vindos dos Estados Unidos, em comparação ao último evento aeroagrícola do ano passado”, comenta o diretor-executivo do Sindag, Gabriel Colle. “A edição 2017 foi em Canela, na Serra Gaúcha, e já havia sido recordista, apesar de 30% menor do que está sendo previsto para Maringá”, completa.

Além de conhecerem as novidades do mercado e acompanharem palestras sobre demandas e perspectivas para o setor, pilotos poderão participar de uma aula prática que acontecerá no primeiro dia no Aeródromo Recanto das Águias, próximo ao Ody Park Aquático e Resort. Ali acontecerão apresentações práticas de aviões, drones e equipamentos.

Programação

DIA 07 – Terça-feira
10h – Palestra “Programa CAS de cara nova”
10h – Palestra “Manutenção de Aeronaves” Unicesumar
10h – Seminário PWC “Práticas de manutenção e operação dos motores PT6A” Marcelo Feitosa (sala externa)
14h – Palestra “Ambientalismo: novo colonialismo” Lorenzo Carrasco
16h – Abertura Oficial
17h – Palestra Syngenta: “Aplicação Aérea de Defensivos Agrícolas: Impactos econômicos e sociais do banimento da atividade” Elvino de Carvalho Mendonça

DIA 08 – Quarta-feira
10h – Palestra “Conhecendo a Aviação Agrícola” Marcelo Drescher (especial para estudantes)
10h – Palestra SNA “Histórico e Atualidade” Ondino Dutra Cavalheiro Neto
10h – “Momento exclusivo para Associados SINDAG”
11h – Palestra SNA “Atuação do SNA nas demandas dos pilotos agrícolas” Marcelo Ceriotti
11h – Palestra “Atualização das planilhas USDA-ARS para a previsão da qualidade das pulverizações aéreas” José Carlos Christofoleti
11h – Palestra AirTractor
11h – Encontro de operadores do IPANEMA” EMBRAER (sala externa)
14h – Palestra SNA “Atuação do SNA nas demandas dos pilotos agrícolas” Marcelo Ceriotti
14h – Palestra Embraer “Testes avaliativos da aeronave Ipanema 203: largura de faixa e qualidade de deposição – Saiba mais sobre os testes realizados e os resultados alcançados pela aeronave.
15h – Palestra “Perfil Empreendedor dos Profissionais ligados à Aviação Agrícola” Junior Oliveira
15h – Palestra AVEX “Eficiência em lubrificação agrícola” Renan Costa Figueiredo
15h – Programação especial para pilotos (SNA)
16h – Palestra “Desvendando o seu DGPS – Como resolver problemas técnicos em campo” Francisco Galindo
17h – Happy Hour

DIA 09 – Quinta-feira
10h – Palestra “Apresentação de planilha para gestão de custos em empresas de Aviação Agrícola” Marcone Hahan
10h – Palestra “Gestão empresarial” Sebrae
11h – Palestra “Viabilidade e Redução dos volumes aplicados com uso da pulverização eletrostática na cana de açúcar” Jefferson Gitirana Neto
11h – Palestra “Clínica de Aeronaves – o elo entre rendimento e qualidade” Henrique Borges Neves Campos
14h – Palestra SISVAG “Regulamentação da Aviação Agrícola” Cleria Mossmann
14h – Palestra MAPA “Ações do Mapa frente à Aviação Agrícola no Brasil” Luis Gustavo Asp Pacheco
14h – Debate Técnico sobre o “Dia de Demonstrações Práticas” Coordenador: Marcelo Drescher
15h – Palestra ANAC
19h – Jantar da Aviação Agrícola

Comente aqui


e-Commerce Now debate como crescer com lucro no mundo digital

A primeira edição do e-Commerce Now aconteceu em outubro do ano passado

A segunda edição do e-Commerce Now, considerado o maior evento de comércio eletrônico do Paraná, acontece em Maringá na próxima quarta-feira, dia 18, a partir das 13 horas no Auditório Dona Etevelvina, no bloco 7 do Unicesumar, com a proposta de abordar todos os pontos para uma operação online lucrativa.

Desta vez, entre os palestrantes estará o ganhador de vários prêmios de e-commerce, Samuel Gonzales, especialista em Omnichannel, e o gerente de Contas de Educação do Google, Rafael Iapequino, especialista em gerenciamento de equipes de mídia digital, desenvolvimento de estratégias digitais, negociação de planos de mídia, otimização de campanhas online e análise de resultados.

O e-Commerce Now é promovido pela Nação Digital e o e-Núcleo – Núcleo Digital de E-Commerce da Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim), com apoio do Maringá e Região Convention & Visitors Bureau e patrocínio de bis2bis, Sicoob, Com School, Moip, AnyMarket.

De acordo com Rodrigo Martucci, managing partner da Nação Digital, o desafio do momento do e-commerce no Brasil “é crescer dando lucro”. Segundo ele, acontece muito de grandes empresas terem crescimentos absurdos, mas que não estão dando lucro real porque têm investimentos por trás. “No e-Commerce Now queremos abordar os vários pontos para que a operação seja lucrativa”.

Segundo ele, o e-Commerce Now, que teve sua primeira edição em Maringá em outubro do ano passado, foi criado para mobilizar o mercado local, com o intuito de despertar lojas que já estão no mercado há mais de um ano e que querem crescer no âmbito nacional.

 

PROGRAMAÇÃO:

– 13h00 – 14h00 – Recepção / Inscrição – Credenciamento.

– 14h00 – 14h10 – Agradecimentos e apresentação do evento.

– 14h10 – 14h20 – Agradecimento e apresentação do E-Nucleo e Associação, por André Silva.

– 14h20 – 14h30 – Panorama sobre o E-commerce no Brasil, por Rodrigo Martucci – Nação Digital.

– 14h35 – 15h35 – Como a Gestão Logística se tornou um diferencial competitivo, por Samuel Gonzales – Millennium Network.

– 15h40 – 16h40 – Case Ikesaki Cosméticos, por Edilaine Godoi.

– 16h40 – 17h10 – Coffee break.

– 17h15 – 18h15 – Gestão de Equipe para Alta Performance, por Gustavo Daher – Divvino / Angeloni.

– 18h20 – 19h20 – Como inovar para aumentar a conversão no seu e-commerce, por Márcio Kogut – Kogut Labs / 20startups.

– 19h55 – 20h55 – Achatamento da Cadeia – A indústria vendendo direto para o consumidor final, por Guilherme Eiras (Yuze), Fabiano Santos (Grupo Osmoze) e André Silva (World Impostados).

– 21h00 – 22h00 – Insights e Soluções Google, por Rafael Iapequino – Google

Sem categoria
Comente aqui