Expoingá começa nesta quinta com a missão de mostrar força do agronegócio

Um dos maiores eventos do segmento agropecuário do Brasil, com grande importância para o Paraná e a região, a 46ª Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá, 23ª edição internacional, começa nesta quinta-feira (3) com uma excelente perspectiva de movimentação financeira e público. Com o tema “Forte e Dinâmica como o Agro”, a Expoingá terá doze dias de duração, estendendo-se até 14 de maio, no Parque Internacional de Exposições Francisco Feio Ribeiro.

Na avaliação de Maria Iraclézia de Araújo, presidente da Sociedade Rural de Maringá (SRM), realizadora do evento, a boa safra deste ano, a recuperação dos preços das commodities e os produtores mais capitalizados devem refletir no volume de negócios durante a exposição. A SRM é filiada ao Maringá e Região Convention & Visitors Bureau, onde Maria Iraclézia ocupa a vice-presidência para assuntos de Relações Institucionais.

Os organizadores têm uma perspectiva de movimentação financeira cerca de 20% superior à do ano passado. Dentro dessa projeção, a comercialização, entre negócios efetivados e prospectados, pode ficar próximo de R$ 550 milhões. Já o público esperado é de aproximadamente 600 mil pessoas.

Maria Iraclézia lembra que os resultados de 2017 foram recordes, mas acredita na superação dos números. Um dos fatores que deve contribuir é a melhoria dos índices econômicos do País. “Há setores da economia, principalmente a indústria, reagindo e nós acreditamos num estímulo maior para os negócios na feira”, diz a presidente da SRM.

Mais de 1,3 mil expositores estão presentes na exposição agropecuária. “O clima de otimismo pode ser confirmado pela adesão também de novas marcas e empresas, trazendo produtos inovadores pela primeira vez à Expoingá”, comenta o diretor de Indústria e Comércio da Sociedade Rural, Daniel Moleirinho Feio Ribeiro, lembrando que cem por cento dos espaços do parque de exposições foram comercializados.

O setor de máquinas e implementos agrícolas é um dos que deve movimentar maior volume financeiro. As principais marcas do segmento estão presentes com os últimos lançamentos em tratores com piloto automático, pulverizadores autoprotelidos, plantadeiras e colheitadeiras de alto potencial tecnológico. Além desses, há a forte presença do segmento automobilístico, náutico e a exposição de cerca de 7.500 animais, entre bovinos, ovinos, caprinos, suínos, equinos e pequenos.

Atrações

Entre as principais novidades para o produtor rural, está a Unidade Demonstrativa de ILPF (Integração Lavoura-Pecuária-Floresta) e o 1º Fórum Brasileiro de ILPF, com a presença dos principais especialistas brasileiros da área. O intuito é disseminar conhecimentos sobre a técnica, considerada a mais recomendada na atualidade para uma produção sustentável e rentável no campo.

As mulheres empreendedoras do segmento da agropecuária vão deixar sua contribuição ao participarem do II Encontro Nacional de Mulheres que Fazem a Diferença no Agronegócio. Dezenas delas, de diversas partes do País vão estar presentes para repassar suas experiências à frente dos negócios na área.

Na esfera tecnológica, o “ I Hackathon Inova Agro” promete apontar soluções digitais para o segmento do agronegócio, com 15 equipes inscritas no desafio.

Já na parte técnica, serão mais de 60 eventos para públicos diversificados. Desde  seminários, encontros, palestras, oficinas, workshops e cursos voltados ao homem do campo, profissionais e estudantes da área, ao 14º Fórum de Negócios Internacionais, que abordará as exportações do agronegócio.

No setor da agropecuária tem ainda o Espaço da Carne Gourmet, demonstrando o processo de produção de carnes nobres e certificadas. E também se destacam as exposições nacionais de duas raças de ovinos e uma de bovino, fortalecendo o segmento no Paraná.

Diversidade

Fortes instituições financeiras, parque de diversões, mais de 70 apresentações culturais, nove shows com grandes artistas nacionais, provas e julgamentos de animais de elite, montarias em touro, feira de artesanato internacional e regional, Museu do Videogame Itinerante, agroindústria familiar, pequenos animais e a tradicional Fazendinha estão presentes na 46ª Expoingá.

Além disso, a feira mais uma vez é marcada pela solidariedade. A população terá dois dias de portões abertos (3 e 14) e dois shows gratuitos (Pe. Reginaldo Manzotti e a dupla Bruno e Marrone), podendo contribuir com a doação de alimentos, produtos de higiene pessoal e agasalhos.

SERVIÇO

Ingressos para o Parque de Exposições: R$ 12,00 (inteiro) e R$ 6,00 (meio-ingresso).

Horário de abertura portaria: 14 às 24h (segunda a sexta); 10h às 24h (sábados, domingos e feriado)

Sem categoria

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.