Geral



Projeto Maringá enCantada é apresentado ao Convention

Diretores do Maringá e Região Convention & Visitors Bureau realizaram mais uma reunião de trabalho, nesta terça-feira (dia 18 de junho), na sede da entidade. Na pauta, foi apresentado o projeto “Maringá encantada”, ação da Prefeitura de Maringá que irá ampliar a decoração e programação de Natal para os bairros da cidade e que ajudará a fomentar a vinda de turistas para a cidade.

A proposta contempla um conceito integral do Natal como produto turístico, unindo os eixos norte, sul, leste e oeste do município, inclusive os distritos de Floriano e Iguatemi. O projeto apresenta famosas canções natalinas retratadas na decoração de cada eixo, formando a união do Natal na cidade e distritos. Em cada região será inserido o nome de uma canção tradicional natalina.

A apresentação do projeto aos diretores do Convention foi feita pelo diretor-executivo do Instituto Cultural Ingá (ICI), Miguel Fernando, que coordenará a direção artística em parceria com a Associação Cultural Lirius, que atua no espetáculo da Paixão de Cristo.

“O Convention contribuirá com este projeto, que se espelha no Natal de Gramado, e com certeza movimentará o turismo maringaense”, afirmou o presidente do Convention, José Roberto Mattos.

Geral
Comente aqui


Vice do CVB apresenta informativo “Portão de Embarque”

Informações úteis sobre turismo, viagens e assuntos relacionados. Esse é o conteúdo do informativo “Portão de Embarque”, apresentado na CBN Maringá por Luiz Bernava, vice-presidente para assuntos de apoio a eventos do Maringá e Região Convention & Visitors Bureau.

Os boletins têm duração de um minuto, com veiculação às terças, quintas e sábados, em duas edições diárias. Para conferir, sintonize 95,5 FM em seu rádio ou acesse www.cbnmaringa.com.br.

Geral
Comente aqui


Maringá FM comemora 36 anos

Entre o grupo de locutores da primeira emissora de rádio de Maringá, a Rádio Cultura AM, fundada em 1950, estava a voz de um de um dos pioneiros nas rádios maringaenses, Aloysio Raphael Barros, também conhecido como Barrinhos. Anos mais tarde, depois de consolidar sua carreira na emissora, Barrinhos decidiu empreender na comunicação e usou sua experiência para fundar em 1981 a Maringá FM.

A proposta da rádio era inovadora para época, a intenção era atrair os jovens maringaenses e fugir do modelo tradicional, de músicas clássicas ou orquestradas, que era comum a época. Para Alexandre Barros, atual diretor do Grupo Maringá de Comunicação, conglomerado em que estão as rádios Maringá FM, Mix e CBN Maringá, a experiência de seu pai, Barrinhos, foi essencial para o crescimento da nova emissora.

“As rádios eram muito clássicas, sem interação com o público e direcionada aos adultos de boa classe econômica. A Maringá FM nasceu para atingir ouvintes que não eram contemplados por aqui, apenas em grandes centros da comunicação, como o Rio de Janeiro”, recorda.

A programação era composta por músicas do rock e do pop. Ao mesmo tempo, a rádio investiu em uma nova frente de atuação junto ao público jovem, a promoção de eventos, como shows com os artistas de sucesso, para interagir e se comunicar ainda mais com seus ouvintes. Em seu primeiro ano de fundação, a rádio realizou um show com o grupo Paralamas do Sucesso. Estratégia esta que até hoje faz parte dos negócios da emissora. Entre os principais eventos realizados pela Maringá FM estão o Show de Aniversário, a Barraca Universitária e o Passeio Ciclístico da Primavera.

Show de aniversário
Para comemorar seus 36 anos, a rádio promove mais uma edição do Show Solidário de Aniversário, no dia 12 de fevereiro, a partir das 15, no Parque de Exposições. Estão confirmadas a presença de Zé Neto e Cristiano, Maria Cecilia e Rodolfo, Loubet, Henrique e Diego, Sorriso Maroto, Matogrosso e Mathias, Bruninho e Davi, Naiara Azevedo, Felipe Araujo, João Bosco e Vinicius, Israel e Rodolffo, Gustavo Mioto, Guilherme e Santiago, Jefferson Moraes, Pedro Paulo e Alex e mais dez atrações regionais.

A comemoração do aniversário é solidária, para cada ingresso vendido, a Maringá FM doa o valor correspondente à um quilo de alimento em cartões de ‘vale-compras’ do Cooper Card, que são destinados ao Provopar, responsável por fazer o repasse as entidades assistenciais de Maringá e região.

“Desta forma, as entidades utilizarão as doações da forma que for necessária e quando for. Cada entidade terá a liberdade de comprar os alimentos e materiais de higiene, por exemplo. Assim, não correremos o risco de alimentos se estragarem e as doações poderão ser utilizadas durante todo este ano”, explica a diretora artística da Maringá FM, Jany Lima.

Pontos de venda
Os ingressos estão sendo comercializados por setores. A Arena Coberta do Parque de Exposições estará dividida entre Arquibancada, Área VIP, mais próxima do palco dos artistas, e Backstage, com open bar, sem bebida alcoólica, e open food.

Em Maringá, os ingressos estão disponíveis nos estúdios da Rádio Maringá FM, na Farmácia São Paulo de Manipulação e nas Farmácias São Paulo 24h. Em Arapongas e Apucarana na Stop Jeans, em Astorga no Donny Eventos, em Santa Fé na Farmácia Drogamais Campos, em Nova Esperança na WR Country, em Colorado na Stop Cowboy, em Jaguapitã na Onen Modas e em Santo Inácio na Auto Peças Ronere. O público também pode adquirir seus convites pelo site www.inovaingressos.com.br .

Geral
Comente aqui


Gastronomia acessível e diferenciada

Requinte e bom gosto para agradar os mais exigentes paladares e atender com qualidade as diferentes ocasiões. Essas são características dos restaurantes e churrascarias do Grupo Pavan, em Maringá, do empresário Genir Pavan, e que são filiados ao Maringá e Região Convention & Visitors Bureau.

A Pavan Churrascaria é uma casa especializada em churrasco no sistema de rodízio. O cardápio é completo, com mais de 25 variedades de carnes, buffet contendo 60 tipos de saladas, guarnições, molhos, além das opções da cozinha oriental, como o sushi, por exemplo. As sobremesas também não deixam a desejar, pois são dezenas de doces como tortas de limão e maçã e a ambrosia.

Outro empreendimento do grupo é o Pavan Grill. O espaço foi pensado com uma proposta simples: oferecer aos clientes todos os serviços de uma churrascaria de alto padrão, porém, com preço acessível a todos os públicos. No almoço é servido um diversificado buffet de pratos quentes e frios e carnes grelhadas, enquanto o jantar reserva refeições “a Lá Carte”. O restaurante funciona no segundo piso do Shopping Avenida Center e também no Shopping Catuaí.

Uma equipe nos trilhos e a todo vapor para atender sua clientela da melhor maneira possível é o lema do Estação 44, uma choperia gastronômica localizada onde costumava ser a antiga estação ferroviária de Maringá. O conceito foi unido ao número 44 – código de área da região – para nomeá-la. Juntamente com o uniforme dos garçons, uma réplica dos usados pelos maquinistas da época, a sofisticada decoração em estilo rústico traz à vida uma verdadeira estação ferroviária da década de 50. No menu podem ser encontrados espetinhos, porções generosas, opções de peixe, camarão, frango, carne suína, cordeiro, saladas e uma seleção de pratos especiais da casa, além da deliciosa batata suíça e das sobremesas.

Mais um grande destaque do Grupo Pavan é o Baco. O charmoso e sofisticado restaurante vai se reapresentar em 2017 de cara nova, com o Baco Espaço Gastronômico, que ficará na Avenida São Paulo 1.880. A inauguração está marcada para 1º de fevereiro. Em breve mais informações sobre essa novidade serão divulgadas.

Visite os estabelecimentos do Grupo Pavan filiados ao Maringá Convention e passeie por um roteiro prazeroso e inesquecível de sabores.

CHURRASCARIA PAVAN
Rodovia PR 317 – Km 03; Saída para Campo Mourão
Fone: (44) 3266-1500
Site: www.pavanchurrascaria.com.br

PAVAN FAST GRILL
Av. São Paulo, 458 – Shopping Av. Center 2° Piso
Fone: (44) 3226-9910
Site: www.pavangrill.com.br

PAVAN GRILL E CHOPERIA
Avenida Colombo, 9161 – Catuaí Shopping Maringá
Fone: (44) 3123-5404
Site: www.pavangrill.com.br

ESTAÇÃO 44
Av. São Paulo, 458 – Shopping Av. Center 2° Piso
Fone: (44) 3029-0044
Site: www.estacao44.com.br

BACO
Avenida São Paulo 1.880
Telefone: (44) 3026-2500
Site www.bacorestaurante.com.br

Geral
Comente aqui


Maringá Convention no Road Show

O Maringá e Região Convention & Visitors Bureau participou entre segunda (dia 29 de agosto) e quinta-feira (1º de setembro) do Road Show “Paraná Destino de Experiências Incríveis”. O evento divulgou os destinos paranaenses para agentes e promotores de viagem em quatro cidades paulistas: Ribeirão Preto, Campinas, Sorocaba e São Paulo.

O Road Show foi promovido pelo Paraná Convention & Visitors Bureaux (PR CVBx), com apoio do Sebrae e Fecomércio. O Convention de Maringá foi representado pelo seu vice-presidente para assuntos de comunicação, Fábio Barros, que elogiou a iniciativa.

“O projeto tem um formato muito interessante. Esperamos que existam outros eventos como este e com foco no turismo de eventos e negócios, que é a vocação de nossa cidade. Foi uma oportunidade muito boa para divulgarmos os destinos do estado e, claro, trocar informações e experiências com profissionais e lideranças do setor”, comentou.

O Hotel Internacional, Golden Ingá, e Termas de Jurema também participaram do Road Show por meio do Maringá Convention.

Sobre o Road Show

A ação marca o primeiro ano de gestão do Paraná CVBx, entidade com a missão de representar, fortalecer, integrar e gerar negócios para as organizações de destino do Paraná através da captação de eventos, melhoria dos atrativos turísticos e a capacitação dos profissionais ligados ao turismo. Formado por Curitiba, Região e Litoral; Foz do Iguaçu (Iguassu), Maringá e Região; Londrina; Ponta Grossa Campos Gerais e Cascavel CVB, o PR CVBx possui um plano de ação dividido em quatro eixos: Organização e gestão, comunicação e marketing, negócios, relacionamentos institucionais e comerciais.

Comente aqui


Unicoob oferece seguro para eventos em Maringá

O sucesso de um evento passa pelo cuidado de seus realizadores e promotores com a segurança do público. É de olho neste objetivo que os seguros de eventos são cada vez mais requisitados. Entre as empresas que atuam no ramo em Maringá está a Unicoob Corretora de Seguros, que é vinculada ao Sicoob, instituidor do Maringá e região Convention & Visitors Bureau.

A apólice de seguro de Responsabilidade Civil para a Promoção de Eventos realiza cobertura por danos corporais e/ou materiais causados a terceiros, nos locais especificados na apólice, onde são promovidos pelo segurado eventos artísticos, esportivos e similares no período de duração destes eventos e desde que os danos decorram exclusivamente dos riscos cobertos. Veja abaixo quais são:

  • Incêndio e/ou explosão, quando provocados pelo segurado, durante o exercício de suas atividades;
  • Queda, lançamento ou deslocamento de quaisquer objetos;
  • Desabamento, total ou parcial, inclusive de arquibancadas, palcos, cenários e de quaisquer adaptações efetuadas e/ou autorizadas pelo segurado naqueles locais;
  • Acidentes causados por ações necessárias às atividades do segurado, mesmo que realizadas apenas eventualmente;
  • Acidentes causados por defeito de funcionamento de máquinas, veículos, aparelhos, equipamentos e instalações utilizados pelo segurado, ainda que não lhe pertencentes;
  • Acidentes causados por erro humano na operação de máquinas, veículos, aparelhos, equipamentos e instalações utilizados pelo segurado, ainda que não lhe pertencentes;
  • Acidentes ocorridos durante a realização de serviços de conservação e/ou manutenção, efetuados em máquinas, veículos, aparelhos, equipamentos e instalações utilizados pelo segurado, ainda que não lhe pertencentes;
  • Atos de vandalismo, praticados por empregados, prepostos e/ou terceiros contratados;
  • Acidentes causados por veículos terrestres de propriedade do segurado, ou por ele alugados, arrendados ou administrados;
  • TUMULTOS ocorridos entre os espectadores;
  • Estão cobertas também as despesas emergenciais realizadas pelo segurado para evitar e/ou minorar os danos aludidos acima, nos termos das condições gerais.

Interessados em contratar um seguro para eventos ou obter mais informações sobre o assunto podem entrar em contato com Francielle Pile Galego pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone (44) 3027-6980.

Comente aqui


Revista destacará infraestrutura para eventos

Apresentar de maneira arrojada e em uma revista de alto padrão a infraestrutura para eventos disponível na cidade. Esse é o objetivo da revista que será resultado da parceria entre o Maringá e Região Convention & Visitors Bureau realiza e a Maringá Magazine.

Interessados em conhecer o projeto, anunciar ou obter outras informações podem entrar em contato pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone (44) 3037-6003.

Geral
Comente aqui


Licença ambiental: já precisou de uma?

Com tantas modernizações para aprimorar os setores alimentícios, industriais e principalmente tecnológicos é cada vez mais recorrente a preocupação com o meio ambiente, seja com relação ao desgaste já causado ou a degradação que pode ser gerada. Você já teve essa preocupação? Será que você está fazendo sua parte para minimizar os impactos ambientais?

Umas das formas legislativas para garantir o cuidado com o ecossistema se dá pela Licença Ambiental. Antes de saber como funciona essa licença, temos que conhecer um pouco mais sobre a legislação brasileira.

LEGISLAÇÃO

Desde 1981, o Brasil possui Política Nacional do Meio Ambiente e seu próprio Sistema Nacional do Meio Ambiente (SISNAMA), para assegurar a proteção e melhoria da qualidade ambiental por meio da Lei nº6938.

Em decorrência dessa lei, é exigido prévio licenciamento ambiental para os empreendimentos utilizadores de recursos ambientais e/ou possíveis causadores de poluição. Pelo Art. 10: “para a construção, instalação, ampliação e funcionamento de estabelecimentos e atividades utilizadores de recursos ambientais, efetiva ou potencialmente poluidores ou capazes de causar degradação ambiental dependerão de análise prévia pelos órgãos ambientais competentes”.

Sem a existência dessa licença os projetos são embargados e um fato recente que exemplifica essa consequência são as obras das Olímpiadas 2016. A construção da arena de voleibol da Praia de Copacabana teve suas atividades interrompidas pois a empresa responsável não fez o licenciamento ambiental a tempo. As obras só foram retomadas após a entrega dos documentos necessários na Secretaria Municipal do Meio Ambiente do Rio de Janeiro.

• Saiba mais sobre a Lei que definiu a Política Nacional do Meio Ambiente a Lei 6.938/81
• Quer saber mais sobre as Olimpíadas 2016 e o licenciamento ambiental? Acesse: http://olimpiadas.uol.com.br/noticias/redacao/2016/07/14/rio-reduz-exigencias-para-aprovacao-de-arenas-da-rio-2016-crea-rj-ve-risco.htm

TIPOS DE LICENÇA AMBIENTAL

O licenciamento ambiental é um procedimento realizado pelo órgão ambiental competente para verificar a satisfação das condições legais e técnicas, antes de ser liberado uma licença. No caso do Paraná, cabe ao Instituto Ambiental do Paraná (IAP) a autorização com as devidas com condições, restrições e medidas de controle ambiental para que os empreendimentos citados no item anterior possam operar sem inconvenientes.

No Brasil o licenciamento ambiental é caracterizado por três licenças que podem ser emitidas isoladamente ou sucessivamente.

1. Licença prévia (LP): Primeira etapa do licenciamento, deve ser concedida na fase preliminar do planejamento do empreendimento/ atividade. Ocorre uma análise da localização e concepção do projeto, verificando a viabilidade ambiental e estabelecendo os requisitos básicos e condicionantes que devem ser cumpridas nas próximas fases de implementação.

2. Licença de instalação (LI): A segunda fase do licenciamento ocorre após a análise a provação dos projetos de controle de poluição segundo as especificações constantes presentes nos planos, programas e projetos aprovados. Com isso é autorizada a instalação do empreendimento permitindo movimentação de terra, construção de vias, implantação de canteiro de obras.

3. Licença de operação (LO): A última etapa libera a operação da atividade em questão, após comprovar a efetivação implementação do que é constado nas licenças anteriores.

Dependendo do porte da atividade há outras duas licenças que podem ser concedidas:

• Licença Ambiental Simplificada (LAS)
Quando a obra é de pequeno porte e/ou possui baixo potencial de degradação/poluição, é possível retirar a LAS. Por ela ficam aprovados a localização, concepção, instalação e operação do empreendimento, desde que seja declarada sua viabilidade ambiental e estabelecidos os requisitos básicos a serem atendidos.

• Autorização ambiental:
Tal qual a LAS, a autorização ambiental também autoriza a localização, instalação, operação e/ou implementação de atividade. Neste caso é a respeito de empreendimentos que possam gerar alterações ao meio ambiente por curto, ou ainda execução obras que não caracterizem instalações permanentes, sempre respeitando as especificações existentes medidas de controle ambientais determinadas pelo IAP.

Mas e se eu não tenho potencial poluidor? Como sei qual licença devo tirar?

Caso você não se encaixe nos empreendimentos citados anteriormente existe uma outra forma de respeitar o licenciamento ambiental. Por causa da possibilidade de atividades terem um potencial poluidor/degradador muito reduzido, foi elaborada a DLAE – Dispensa de Licenciamento Ambiental Estadual.

É uma dispensa concedida para atividades cujo licenciamento ambiental não compete ao órgão ambiental estadual, como por exemplo:
• Os empreendimentos industriais e/ou artesanais;
• Avicultura;
• Piscicultura;
• Suinocultura;
• Saneamento;
• Os empreendimentos comerciais e de serviços;
• Os empreendimentos de serviços de saúde;
• As estações comerciais emissoras de campos eletromagnéticos;
• Os projetos de irrigação.
• Qualquer construção, reforma ou ampliação de edificações;
• Apicultura em geral.

Para ter mais detalhes sobre os empreendimentos que podem utilizar a DLAE acesse http://www.iap.pr.gov.br/pagina-440.html

Ainda com dúvidas sobre o licenciamento? Veja esse exemplo real

Em junho de 2016, a presidente da Associação dos Docentes da Universidade Estadual de Maringá (ADUEM) procurou a CONSEQ – Consultoria e Soluções em Engenharia Química Júnior – por causa de um problema no projeto de ampliação energética da sede da associação. O projeto estava em andamento até ser necessário um documento para comprovar o impacto ambiental que o mesmo poderia causar a comunidade circunvizinha, sem a documentação correta não seria possível dar continuidade a ampliação.

Como o empreendimento não traz um impacto ambiental relevante, o documento correspondente é o DLAE. Numa pesquisa realizada pela equipe do projeto encontrou-se dois métodos de preenchido da DLAE, o virtual e o manual. Para garantir o procedimento correto, a equipe entrou em contato com IAP a fim definir o método mais adequado para nosso cliente, então tivemos conhecimento que apenas o DLAE virtual é realizado atualmente.
Para obter o DLAE, a CONSEQ auxiliou a Elaine, presidente da ADUEM, durante todo o processo para conseguir todos os documentos necessários, como segue:
• Cadastro de Usuário Ambiental, documento de registro para utilizar os serviços do IAP;
• Requerimento de Licença Ambiental (RLA), documento que formaliza o pedido para solicitar qualquer licença ambiental;
• Cadastro de empreendimento Comercial e de Serviços (CCS), documento para cadastrar os empreendimentos comerciais e de serviços para qualquer modalidade de licenciamento;
• Taxa ambiental, taxa cobrada para retirada de licenças ambientais.

Com apenas três semanas de projeto, a DLAE já estava em posse de nossa cliente, podendo dar continuidade a ampliação energética da associação.

Está precisando de um licença ambiental ou quer saber mais sobre a DLAE? Entre em contato em contato com a CONSEQ 44-3011-4263 e acompanhe nosso site http://www.conseqconsultoria.com.br/.

A CONSEQ é filiada ao Maringá e Região Convention & Visitors Bureau.

Geral
Comente aqui


Feira de Aviação e trade turístico

A edição de 2016 da EAB Air Show – Feira Internacional de Aviação será em Maringá entre os dias 21 e 24 de setembro no Aeroporto Regional de Maringá Silvio Name Júnior. O evento deverá injetar mais de R$ 1 milhão no trade turístico local.

A projeção é de Malu Corrêa, responsável pelo departamento comercial da feira, feita a pedido do Maringá e Região Convention & Visitors Bureau. Segundo ela, são inúmeros os setores da economia impactados com a realização do evento. “Nessa lista podemos incluir hotéis, restaurantes, lojas, supermercados, empresas de serviços como de segurança, limpeza, montadoras, elétrica e telefonia, além de bancos, postos combustíveis, food trucks, locação de carros, estacionamentos, entre outros”, pontua.

De acordo com Malu, são esperados para os quatro dias de feira, entre 20 e 25 mil visitantes, que poderão conferir de perto produtos ou serviços oferecidos por até 90 empresas. “O evento é direcionado, por exemplo, a empresários ligados direta ou indiretamente ao setor, à cadeia produtiva, entusiastas, pilotos e proprietários de aeronaves, empresários da agroindústria.”

O presidente do Convention, Dirceu Gambini, ressalta ainda a importância da EAB Air Show para divulgar Maringá como destino. “Esse evento ajuda a consolidar nossa cidade como local apto para a realização de grandes e eventos, além de mostrar ao Brasil e fora dele que Maringá está no mapa do turismo de negócios e eventos”, frisa.

A EAB Air Show terá na programação voos de demonstração, espaço para a compra e venda de aeronaves usadas, o Auditório Ozires Silva (para debate do futuro do setor aeroespacial), convenções de fabricantes, rodadas de negócios, fóruns, e shows aéreos.

Mais atrações da feira, além de informações para visitantes e interessados em ser um expositor estão disponíveis no eabairshow.com.br.

Geral
Comente aqui


Livro Marketing de Destinos

Durante o no 2º UneCongresso e o Lamec, evento da Meetings Professionals International (MPI) para a América Latina realizados esta semana, no Expo Center Norte, em São Paulo (SP), foi lançado o livro Marketing de Destinos – Particularidades e Oportunidades para os Convention & Visitors Bureaus Brasileiros. A obra é assinada por Vaniza Schuler e Graziela Padoin.

Toni Sando de Oliveira é presidente executivo do São Paulo Convention & Visitors Bureau e vice-presidente de informação e conteúdo da A União Nacional dos CVBx e Entidades de Destinos (UneDestinos). Ele destaca a importância da publicação para o turismo.

“Estou impressionado pelo esforço em consolidar tanta informações e história que sem dúvida servirão de base para os atuais e as próximas gerações de bureaus. Que seja a primeira publicação de várias outras contribuições editoriais da biblioteca MiceBusiness”, afirmou.

Promovido pela União Nacional dos CVBx e Entidades de Destinos – Unedestinos, o Unecongresso teve como objetivo contribuir para o profissionalismo e crescimento do mercado de eventos e turismo. Na programação, houve espaço para palestras, painéis, debates e workshops, que abordaram temas de hospitalidade, eventos, negócios, tecnologia e cases de sucesso.

O Maringá e Região Convention & Visitors Bureau esteve representado pela superintendente executiva, Yara Linschoten. “A Vaniza Schuler e a Graziela Padoin estão de parabéns pela iniciativa. Com certeza este livro norteará e embasará ações dos bureaus, inclusive o de Maringá”, pontuou.

Eventos, Geral
Comente aqui