UEM



Organização do Encontro de Ictiologia comemora sucesso do evento

Maringá recebeu entre os dias 27 de janeiro a 1º de fevereiro, na Universidade Estadual de Maringá (UEM), o XX Encontro Brasileiro de Ictiologia (EBI). De acordo com a Dra. Carla Simone Pavanelli, presidente da Comissão organizadora do evento e coordenadora científica do Nupélia, o evento foi um sucesso.

Entre os destaques, Carla ressalta a programação científica de alto nível, com muitos palestrantes de renome internacional, incluindo estrangeiros, alguns deles que nunca tinham vindo ao Brasil e que atraíram pessoas de diferentes regiões para assisti-los. “A organização e a receptividade da equipe de Maringá, assim como a própria cidade, encantaram os visitantes”, afirma.

Um dos beneficiados foi a rede hoteleira, já que a presença do público superou as estimativas dos organizadores. “Mais de 1.200 pessoas compareceram ao EBI, sendo que 90% não eram de Maringá”, completa Carla.

O presidente do Maringá e Região Convention & Visitors Bureau (MRC&VB) ressalta a importância do EBI para turismo local.

“O encontro ganhou repercussão internacional e inseriu Maringá mais uma vez na rota dos eventos de grande impacto, o que é positivo para a promoção de nossa cidade como destino turístico”, diz.

O EBI teve apoio de captação do MRC&VB e após se destacar em Maringá, já tem data e local definidos para a próxima edição: será realizado em 2015, em Recife.

Comente aqui


Encontro Brasileiro de Ictiologia

O XX Encontro Brasileiro de Ictiologia (estudo dos peixes), que reunirá especialistas internacionais no câmpus da Universidade Estadual de Maringá, teve início no domingo e segue até o dia 1º de fevereiro.

Um dos objetivos do encontro é promover o debate de estratégias frente as ameaças à conservação da diversidade das espécies de peixes, como o uso indiscriminado da água, poluição, alterações climáticas e dos habitats aquáticos.

O XX Encontro Brasileiro de Ictiologia também irá comemorar os 30 anos de fundação do Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura (Nupélia) da UEM e é promovido pela Sociedade Brasileira de Ictiologia (SBI) e Nupélia. O Maringá e Região Convention & Visitors Bureau (MRC&VB) é um dos apoiadores do evento;

 Serviço:

Programação e mais informações através do site ebi2013.sbi.bio.br/ebi.aspx

Comente aqui


Encontro de Ictiologia acontece em janeiro

Maringá irá sediar entre 27 de janeiro e 1º de fevereiro, na da Universidade Estadual de Maringá (UEM), o XX Encontro Brasileiro de Ictiologia. Mais de 1.500 participantes do Brasil e do exterior são esperados para o evento que tem como foco o estudo dos peixes.

O Maringá e Região Convention & Visitors Bureau (MRC&VB) apoiou as ações para trazer o evento para Maringá, em uma parceira com Nupélia (Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura) da UEM, Prefeitura Municipal e Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (CODEM).

Comente aqui


Prêmio CONSEQ 2012 será entregue dia 30

A Consultoria e Soluções em Engenharia Química Júnior (CONSEQ), que é filiada ao Maringá e Região Convention & Visitors Bureau (MRC&VB), entregará no próximo dia 30, no Anfiteatro Nupélia da Universidade Estadual de Maringá (UEM), o Prêmio CONSEQ 2012.

Comente aqui


Orquestra de Flautas da UEM se apresenta sábado

Orquestra de Flautas da UEM realiza concerto em homenagem ao grande flautista Altamiro Carrilho, no sábado (dia 24 de novembro) às 20h 30, no Salão Nobre do Sesc Maringá. O evento contará com a participação especial do flautista Sérgio Morais do Clube do Choro de Brasília, que executará os chorinhos de Altamiro Carrilho, acompanhado pelo Grupo de Choro Regional Enxó de Bainha de Maringá. O flautista também virá com a flauta contrabaixo, para tocar com a Orquestra. A entrada é gratuita.

A Orquestra de Flautas da Universidade Estadual de Maringá, iniciou suas atividades em setembro de 2009. Na coordenação do prof. Bernhard Fuchs e regência do prof. Paulo Lopes e do acadêmico Natanael Calefi Pereira, a Orquestra de Flautas é integrada por acadêmicos do Bacharelado e da Licenciatura da classe de Flauta Transversal do Curso de Música, alunos do Curso Técnico da Escola de Música e participantes da comunidade externa.

A Orquestra tem objetivos didáticos e artísticos, possibilitando o acesso a um ambiente de desenvolvimento profissional para seus integrantes, ampliando sua formação musical e preparando-os para o mercado de trabalho na área musical.

Em atividade desde dezembro de 2009, a Orquestra participa de diversos eventos promovidos pela Universidade na comemoração dos seus 40 anos, nas extensões de Cianorte, de Diamante do Norte, de Goioerê e de Umuarama, no projeto Música e Saúde no Hospital Universitário, no X Festival Internacional de Flautistas realizado na cidade de Campinas, no I Festival de Flautas de Curitiba e, por ocasião da realização do I Festival Intercultural de Maringá realizou o concerto de encerramento, com a participação de diversos flautistas convidados.

No programa, obras do compositor francês J.B.Boismortier, Marcha da Suíte Quebra Nozes de Tchaikovsky; de Celdo Braga – Cantos da Floresta; de Pixinguinha – Carinhoso (com arranjo de Severino Araújo); de Waldir Azevedo – Camundongo; e de Altamiro Carrilho: Aeroporto do Galeão; Bem Brasil; Deixa o Breque pra mim; Pé na Tábua; Doce de Coco.

Realização: Universidade Estadual de Maringá/Departamento de Música/Escola de Música e Serviço Social do Comercio Sesc PR Maringá. Apoio JR Stand (uma empresa filiada ao Maringá e Região Convention & Visitors Bureau) e Centro Musical Villa-Lobos. Coordenação: prof. Me. Bernhard Fuchs; Regência prof. Me. Paulo Lopes e acadêmico Natanael Calefi Pereira; Flauta 1: Wellington Eleutério Alves; Marcelo Bastos Pereira; Flauta 2: Antonio Dimas, Carolina Cardoso e Luana Meri Noda; Flauta 3: Paulo Rogério Baptistelli, Eduardo H. Campos, Diogo Wasilinski; Flauta 4: Aline Clissiano, Nivaldo Elói e Vitor Grabski Gomes.Flauta Contralto: Renato S. de Moraes; Flauta Baixo: Prof. Bernhard Fuchs. Flauta Contrabaixo: Sérgio Morais.

Comente aqui