O que foi pior: o 7 a 1 ou o 4 a 3?

Hélio Fernandes, o mais longevo dos jornalistas brasileiros, compara a derrota que o Brasil sofreu no TSE por 4 a 3 aos 7 a 1 que tomamos da Alemanha. E cita Juca Kfouri para dizer que os 4 a 3 foi um placar pior que os 7 a 1, porque pelo menos a derrota para a seleção alemã mandou o Felipão para a China, quem sabe , para nunca mais voltar ao futebol brasileiro.

Porém “a derrota  de agora é  lancinante e com uma agravante: Gilmar que comprou um apartamento em Portugal e diz que vai morar lá, continua aqui e participando para destruir a credibilidade da nossa justiça”.

Sem categoria

3 comentários sobre “O que foi pior: o 7 a 1 ou o 4 a 3?

  1. Domingos Aparecido 13 de junho de 2017 17:03

    PIOR QUE O 7X1 É O QUE VAI ACONTECER.
    O Mestre Taquara Rachada, anda dizendo por aí, que, em 2018 o Brasil perderá mais de 400 bilhões com corrupção, só a Lei Kandir permitirá que mais de 100 bilhões escorram pelo ralo, a Zona Franca de Manaus consumirá mais de 200 bilhões em subsídios fiscais.
    Enquanto isso… a nação continuará na rabeira mundial do placar da ONU no quesito IDH.
    Participe da campanha:
    https://secure.avaaz.org/po/petition/Congresso_Nacional_Votacao_imediata_da_PEC_47401_Imposto_Unico/?trPjdmb

  2. Antonio 14 de junho de 2017 7:52

    Janot vai denunciar o Temeroso no congresso e ai vai a votação, Temer vai se safar pois seus amigos corruptos do congresso estão com ele, e pensar que tiraram a Dilma por causa de pedaladas fiscais enquanto Temeroso está atolado em corrupção.

  3. Márcio 14 de junho de 2017 12:20

    Não é difícil imaginar que o ministro Gilmar atua em prol de determinados grupos políticos e empresariais. Verdadeiro representante dos interesses de alguns poderosos. Passou o tempo de rever a capacidade dele para tal cargo.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.