Contingenciamentos criminosos

Ouvi hoje de manhã  em uma entrevista à  CBN  que o governo cortou à metade o orçamento da Polícia Rodoviária Federal. Por conta disso, na região de Maringá, por exemplo, a fiscalização foi praticamente desativada e os policiais só estão atendendo  acidentes na  BR-376 sob sua jurisdição.

As conseqüências do tal contingenciamento ocorrem nas rodovias federais de todo o país, onde , praticamente sem fiscalização, os motoristas irresponsáveis deitam e rolam e o transporte de drogas e veículos roubados pode ser feito livremente.

Quer dizer, por conta do corte indiscriminado de gastos essenciais  no setor público, a população fica ainda mais exposta à violência nas estradas. Enquanto isso, o governo gasta bilhões para adoçar a boca de deputados famintos para que votem em projetos que retiram direitos dos trabalhadores e em processos que tiram  o pescoço do presidente Temer da mira do STF.

Em tempo de contingenciamentos criminosos, que afetam diretamente a segurança e a saúde dos brasileiros, uma comissão especial da Câmara aprova na calada da noite o comprometimento de R$ 3,6 bilhões para os partidos políticos gastarem na campanha do ano que vem.

A pouca vergonha vai mais longe: aprovaram o tal de “distritão”, para facilitar a reeleição dos atuais parlamentares e dificultar a possibilidade de renovação do parlamento brasileiro.

 

Sem categoria

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.