Na linha de tiro

“Uma delação, fora da Lava-Jato e à espera de homologação, vai complicar Ricardo Barros. Dono da Construtora Valor, Eduardo de Souza conta que pagou propina a um cunhado do ministro, por exigência de Barros”.

. Radar (Veja)

Sem categoria

2 comentários sobre “Na linha de tiro

  1. maso 12 de agosto de 2017 17:45

    Veio um relampago de lembranca na minha amnesica cabeca. Um dia Lula declarou= ”Se alguem pediu dinheiro em meu nome, nao sei, e nada tenho com isso!” Nesse caso Ricardo pode reusar esta resposta. Terceirar a parte suja do negocio vem de muito tempo. Lula tinha Palocci e mais uns par de acessor. Temer . o Rocha Loures, e assim funciona. Mas la nos EUA, os capones sao pegos no crescimento do patrimonio, que bandidagem nao da recibo, nem no trafico, nem nas propinas publicas, em nada!. La nos EUA, se um deputado comprar uma area de terra por 53 milhoes, e nao ter a origem do dinheiro, o cara estara em maus lencois. Mas em Banania, com uma receita federal sem vergonha, que fica atras de soeveteiro, tudo acontece

  2. Valdir 13 de agosto de 2017 21:53

    Vamos esperar as provas. Tomara que venham.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.