Bala de prata?

“O “pacto de sangue” relatado por Palocci entre o PT e a Odebrecht movido a propinas é a bala de prata do juiz Sergio Moro, a uma semana do segundo depoimento de Lula em Curitiba, marcado para o próximo dia 13″.

. Ricardo Kotscho

Kotscho foi assessor direto de Lula no primeiro governo dele e continua amigo do ex-presidente. É um dos jornalistas políticos mais equilibrados que temos na blogosfera.

Sem categoria

11 comentários sobre “Bala de prata?

  1. maso 9 de setembro de 2017 8:05

    Se a delacao do Palocci coincidir com as do Marcelo Odebresh, ai ja era. E claro que as palestras de 200 mil sao apenas fachada de propina. Que que uma empresa vai ficar pagando pra um bronco alcoolizado falar de tao interessante. Quero ver um capitalista soltar dinheiro por humanidade ou vocacao social nesta cultura portuguesa. E exclusivamente para Lula, con tanta gente pra ensinar alguma coisa.

  2. Domingos Aparecido 9 de setembro de 2017 8:16

    PACTO DE GELATINA
    Existe muitas maneiras de fazer pacto, muitos artistas, jogadores de futebol e empresários fazem pacto com o Diabo afim de terem sucesso; eu acho que os deputados fizeram pacto de gelatina e agora não querem fazer “reforma tributária” permitindo assim que os laranjas, doleiros e agiotas tenham o caminho livre. Se você quiser fazer um pacto pelo progresso do Brasil? compareça dia 12/09/17. às 18:30hs, na Câmara Municipal de Sarandi e assine o abaixo assinado para a implantação do IMPOSTO ÚNICO.
    Facebook: Associação Natureza Vibrante

  3. Carlos 9 de setembro de 2017 15:09

    Perseguição à Lula, Presidenta Dilma e ao Partido dos Trabalhadores continua através do juizeco moro. São ‘favas contadas’.

  4. Ulisses 9 de setembro de 2017 15:29

    Amigo do Lula? Grande atestado de idoneidade kkkkkk

  5. João Antonio 10 de setembro de 2017 8:35

    Usou uma biografia pessoal, construída pela amizade e confiança do Lula, para atingí-lo. Não estou discutindo aqui se falou ou não a verdade. O pior é que o cara se ofereceu para fazer esse depoimento de maneira voluntária e servil, mesmo sabendo que dava munição a um processo que objetiva punir Lula a qualquer preço. Fez isso, como ele mesmo declarou, para ver se consegue o benefício da delação premiada, que até agora não foi aceita. Sabia que a senha para conseguir isso, era envolver o Lula. Tudo bem que, segundo seus amigos, Palocci estava desesperado com sua situação na Guantánamo de Curitiba. Já está preso a mais de dois anos e sua família o estava pressionando. Já havia mudado seus depoimentos várias vezes, e a saída era fazer o que todo mundo estava fazendo para não morrer na cadeia e conseguir a liberdade: delatar o Lula. Este, já havia duvidado que poderia ser delatado por quem a ele tudo deve, mesmo sabendo que o cara trai até a própria mãe para deixar a cadeia. Como escreveu o blogueiro Fernando Morais, o depoimento desse traíra, lembra os “arrependidos” ou “desbundados”, da luta contra a ditadura militar, de triste memória. Gente que em troca da redução da pena, ou até mesmo da libertação imediata, aceitava ir à televisão entregar antigos companheiros, fazer “um mea culpa” política e abjurar suas antigas convicções.

  6. Alemão 10 de setembro de 2017 9:08

    Palocci enredou-se numa trama de mentiras para salvar seu próprio pescoço. Aceitou o jogo sujo das delações orquestradas a um preço que em breve virá a público.

  7. Ana 10 de setembro de 2017 9:59

    Grande novidade de Palocci!!! Delatou. Não trouxe prova nenhuma. Até bêbado pode delatar. E um político preso na Lava Jato não precisa ter nenhum compromisso com a verdade. É só seguir o instinto de Moro.

  8. Tiago 10 de setembro de 2017 10:08

    Moro com voz de robô, não conseguiu convencer nas delações de Palocci. Terá que se reunir diversas vezes a partir de hoje com Palocci para as acusações serem convincentes. O IMPORTANTE PARA MORO É INCRIMINAR LULA, CUSTE O QUE CUSTAR.
    Provas contra Aecio, Serra, Temer existem aos montes como conta secreta, malas, vídeos e gravações telefônicas, já contra o Lula é só blá blá blá e se blá blá blá fosse prova, papagaio teria poltrona cativa no Tribunal do Juri.

  9. Lucio 10 de setembro de 2017 10:50

    Eu e minha familia votamos em Lula. Lula deveria fazer como Jesus fez com Herodes e ficar calado na frente de Sergio Imparcial Moro. Ainda iremos nos decepcionar com este judiciario tendencioso.

  10. Hudson 11 de setembro de 2017 10:13

    Pelos termos, pela submissão, pela burrice e pelo mau caratismo a imprensa brasileira é a mais repugnante, de todo o mundo em todos os tempos. bala de prata, coisa de imbecil mesmo. Como se tratasse apenas de uma briguinha entre o maior líder popular brasileiro e um juiz de primeira instância, (que ganha o dobro do teto constitucional, todo mês). Isso não é uma briguinha imbecilizada como nossa mídia, é um golpe que vem retirando direitos dos mais pobres e vendendo nosso país a quem interessar possa.

  11. GGF 12 de setembro de 2017 15:36

    Até pouco tempo atrás o Palocci era companheiro injustiçado, assim como o líder da quadrilha. Agora que resolveu abrir a boca e falar a verdade não presta mais. Vai entender a cabecinha desse povo.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.