A que ponto chegamos

A professora Tânia Tait,  uma mulher que merece respeito, conta que chegou agora há pouco na Câmara Municipal de Maringá e  foi abordada por um policial . Olha só a pergunta que o PM fez a ela: “A senhora é petista ou patriota?”.

A resposta foi óbvia, a mesma que qualquer pessoa daria: “Ué, por ser petista eu não posso ser patriota?”.

Sem categoria

7 comentários sobre “A que ponto chegamos

  1. Dalva Noella 13 de janeiro de 2018 9:46

    Bobinha ela né!!?? Pelo contexto ela não conseguiu entender que o policial se referia às alas de manifestantes que estavam pela região???

    De mais a mais, me desculpe, mas na real petista não é patriota. Petista é somente petista. Preocupado e ocupado em defender os seus agentes que saquearam o país. Ser patriota é muito mais do que ser um mero petista.

    • JURANDIR 14 de janeiro de 2018 8:47

      TÃO BOBINHA QUE É UMA PROFESSORA DE TERCEIRO GRAU COM PÓS DOC,E UM CURRÍCULO IRREPREENSIVEL,QUEM É MESMO A BOBINHA?

    • Hudson 16 de janeiro de 2018 11:51

      Patriotas são os fascistas com camisetas da nike que toleram a corrupção da direita, esse sim são patriotas, ou seria patos idiotas ?

  2. Ulisses 13 de janeiro de 2018 9:55

    Pelas atitudes dos petistas de defenderem réus condenados ao invés do Brasil, com certeza patriotas não são.

  3. JOSÉ MARCOS BADDINI 13 de janeiro de 2018 10:18

    Correto o policial: petista é uma coisa, patriota é outra totalmente diferente. É simples a explicação: no ato de hoje o PT defende apenas o Lula e não o Brasil. Portanto há sim a separação entre petista e patriota.

    • Joao Maria 13 de janeiro de 2018 14:57

      Direitopatas dividem o povo…… e depois vem com historia, que foi Lula quem dividiu o Brasil. Lula uniu o Brasil, olhando para os mais pobres.

  4. Antonio 13 de janeiro de 2018 11:03

    O policial errou feio, os maiores patriotas são os petistas que defendem todo o povo brasileiro e não meia duzia de banqueiros e latifundiários.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.