Reitero meu apoio e solidariedade aos colegas jornalistas do O Diário

O Sindicato dos Jornalistas do Norte do Paraná tem feito manifestações freqüentes em favor dos colegas jornalistas do O Diário, em greve , não por reajustes, mas pelo direito de receber seus salários em dia. Não é pedir demais, é? A gente sabe da situação difícil porque passa a empresa, mas ninguém pode ignorar que mais difícil ainda é a dos empregados do jornal. Nenhum trabalhador, muito menos jornalista, vive de brisa, de elogios ou só do prazer que a profissão lhes proporciona.

Torço muito para que o Frank consiga resolver essa pendenga e que o jornal volte a ser o que sempre foi: uma empresa sólida , editando um jornal sólido, que tem peso na cidade e região. Mas na condição de jornalista e ex-diretor do Sindicato dos Jornalistas (fui presidente da seccional Maringá), reitero mais uma vez a minha irrestrita solidariedade ao movimento paredista dos colegas. Faço isso em manifestações pessoais, no meu face e agora nesse espaço aqui, que aliás, pertence ao jornal O Diário. Sei dos riscos que corro de perder o blog, mas se isso ocorrer vou lamentar, mas me arrepender, jamais.

Sem categoria

9 comentários sobre “Reitero meu apoio e solidariedade aos colegas jornalistas do O Diário

  1. Ademar 10 de fevereiro de 2018 10:37

    Pelego. Um leão com o capitalismo, um gatinho com o amigo

  2. maso 10 de fevereiro de 2018 11:23

    O Frank tem muita gordura pra derreter, mas muita mesmo! Da pra pagar o pessoal que faz o jornal. A quebradeira e geral, e alem da crise da recessao, este setor de jornais, se nao inovar, some. Muitos jornais estao a evaporar, isso e fato!
    Mas ha muita inteligencia, que segue alem da redacao, no O Diario. Que saidas, mudancas, inovacoes, isso pode ajudar o jornal. Talvez…. bem…. nao levem a mal……mas mudanca de gestores, isso e salutar para empresas doentes. Ou o O Diario acha um novo rumo, algo diferente, ou termina como a Playboy, Mansao de Pedra, Gazeta do Povo, Fabrica de ferraduras, alfaiataria, …………….

    • maso 10 de fevereiro de 2018 11:25

      Ah! a Mansao de pedra acabou com a aids. Virou igreja crente e o rufiao virou pastor.

      • Antonio 10 de fevereiro de 2018 18:36

        KKKKKKKKKKKKK.

  3. Antonio 10 de fevereiro de 2018 11:41

    Todo apoio aos funcionários de O Diário.

  4. Domingos Aparecido 10 de fevereiro de 2018 12:26

    NOTÍCIAS QUE NOS ENTRISTECE.
    Conheço o Frank Silva desde a época da Folha do Norte, sempre tive admiração pelo seu trabalho. Maringá deve muito a esse homem arrojado e empreendedor. A vida é mesmo assim. Sempre que eu encontro um amigo em dificuldade financeira eu aconselho a olhar o exemplo de Jó que, apesar de tudo nunca negou a sua fé.

    • maso 10 de fevereiro de 2018 22:50

      Falando em exemplo de Jo. Uns 35 anos atras li e reli um livro interessante. Acho que o titulo era Viver Sem Tensao, o autor era um tal Malgo, e o livro contava a historia do livro de Jo, mas por uma visao cabalistica da historia. Que dizem que tudo que escreve ele conta duas historias. Muito bom conhecer essa visao desse Malgo sobre o Jo.

  5. maso 10 de fevereiro de 2018 14:51

    sem falar que no messenger e no facebook corre noticia ruim no passa e repassa. recebi faz uns 5 dias um protesto veiculado por Londrina, do SJP. Bom que o proprio jornal faca materia sobre seu problema. A imprensa escrita passa por um periodo ruim em geral.

  6. Hudson 12 de fevereiro de 2018 8:26

    Cadê os políticos maringaenses e da região que sempre agraciaram o pasquim com jabá ?

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.