Uma banana para o funcionalismo

“Primeiro projeto de lei de Cida Borghetti ratifica reajuste zero a servidores em 2019”, estampa em manchete o portal da Gazeta do Povo. Candidata a governadora, a vice que assumiu no lugar de Beto Richa para terminar o desastrado segundo mandato do tucano, Cida simplesmente deu uma banana ao funcionalismo estadual, que há três anos não recebe nem a reposição da inflação . Não significa que a governadora vá reduzir gastos nesse curto período em que estará ocupando o principal gabinete do Palácio Iguaçu. Segundo a Gazeta, o texto que ela enviou para a Assembleia Legislativa prevê aumento de 6,26% nas despesas. O troco, diz uma professora, virá nas urnas.

Sem categoria

14 comentários sobre “Uma banana para o funcionalismo

  1. nelson aida 17 de abril de 2018 8:48

    A torcida é para que o eleitor não se esqueça desses detalhes que cometem contra o funcionalismo público estadual, além é claro, daquele malfadado 29/04/2015, onde nós paranaenses pudemos ver professoras quase sexagenárias com rostos atingidos por balas de borracha num horrendo script que marcará a gestão do malsucedido governo Richa e um legislativo vergonhoso e sem razão de existir, salvo raríssimas excessões.

    • Passig 17 de abril de 2018 10:50

      Me desculpe… Não quero generalizar… Mas muitos que se dizem professores? Não o são… defendem suas causas próprias causas e não a coletividade… Que é ensinar… a pensar e não a doutrinar… Pensem nisso…Até hoje admiro meus professores… vou citar alguns, os outros me perdoem, mas não consigo lembrar o nome de todos, Nilda Santos(guedes) a primeira!!!! Dna Senhorinha…. Betsy, Eligio, Bere,

      • Alemão 17 de abril de 2018 20:14

        VC. Passig pelo jeito não sabe a realidade da educação do Paraná que esta um caos.

    • João Carlos Silva 17 de abril de 2018 14:00

      Cida terá uma votação pífia.

  2. Jotinha 17 de abril de 2018 9:22

    Não é porque vai ficar somente 9 meses no Governo, que vai dilapidar as contas do Estado, né … todo mundo quer ganhar bem, ganhar mais, mas tem de pensar nas contas publicas, senão daqui a pouco não terá nem dinheiro pra pagar as aposentadorias … aí alguém vem e fala que roubam, que … aí é outra coisa pra se discutir e que tem de ser repensado …

  3. Fernando. 17 de abril de 2018 10:25

    Só existe funcionário público no estado do Paraná… não tem outra coisa além dos funcionalismo, parem de se vitimizar, vcs tem estabilidade e ótimos salários (só dar uma olhada no portal do servidor público no site do governo), professor ganhando mais de R$ 10.000,00. O estado tem outras coisas para fazer, não sou contra a reposição, mas funcionário público ganha muito bem e trabalha muito pouco. Só a raça vermelha comunista não vê isso.

    • Alemão 17 de abril de 2018 20:16

      Vai ler um livro cara kkkkkkkk.

  4. Jotinha 17 de abril de 2018 14:27

    Os morcegos dos funcionários públicos deveriam comemorar pois são morcegos vagabundos e o certo era diminuir o salário em 50%.

    • Jotinha 17 de abril de 2018 19:18

      Tanto nome pra você escolher, vai usar o meu? deve ser uma merda de um petista …

  5. Jurandir Soares 17 de abril de 2018 17:19

    É o que os trolhas do funcionalismo merecem.
    São representados por braços do PT (sindicatos) e pode dar o que você der a eles que eles sempre estarão armando para derrubar o governo.
    O governo deve endurecer mesmo com eles. No ano de 2015 receberam reajuste real de slários e depois armaram aquela baderna no Centro Cívico travestidos de coitadinhos, mas acompanhados até pelo MST e por contrabandista de armas no protesto.
    Se eles querem moleza que “tentem” eleger um governado do PT, PSOL ou PCdoB. Enquanto isso não acontece, uma banana para eles mesmo.

    • Alemão 17 de abril de 2018 20:17

      Quanta alienação do cozinham kkkk.

  6. Hugo 17 de abril de 2018 19:23

    Beto massacrou os servidores.

  7. Alemão 17 de abril de 2018 19:39

    No primeiro projeto enviado à Assembleia Legislativa como governadora do Paraná, Cida Borghetti (PP) não prevê pagamento de reajuste salarial aos servidores estaduais no ano que vem. A exemplo de 2017 e 2018, a suspensão da data-base do funcionalismo consta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2019. Dessa forma, os servidores completarão três anos sem receber sequer a reposição da inflação, Beto foi um péssimo governador e cida continua ruim.

  8. Carlos 18 de abril de 2018 0:03

    APARECIDA, QUER É SE APARECER JUNTAMENTE COM FAMÍLIA. SEM CHANCES!

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.