O mundo vê Lula como vítima de Lawfare

Trata-se de um fenômeno mundial que , a grosso modo, nada mais é do que a manipulação das leis para a eliminação, inclusive via linchamento moral, de inimigos ideológicos.
Não por outra razão, advogados e professores de Direito do mundo inteiro vem interpretando a condenação (e prisão)  de Lula como uma prática explícita de lawfare.
Vamos lembrar que foi criado recentemente um instituto internacional chamado Instituto Laefare. O lançamento foi no início de dezembro em Londres, na University Of London. No conselho consultivo, juristas da Europa, Estados Unidos e América Latina. Entre eles, destaque para John Coaroff (Universidade de Harvard) , Sidney Chalhoub (Harvard) e James Naylor Gree (Brown Universitu).
Há neste instituto, a convicção de que o ex-presidente do Brasil, Luis Inácio Lula da Silva, está sendo vítima de lawfare. Com base nessa crença é que tem surgido protestos em várias partes do mundo, caso do registrado ontem em Nova York e manifestações de apoio de ex-governantes europeus, como esse que reuniu seis importantes líderes , que defendem a libertação e o direito de Lula disputar as eleições de outubro. A saber: François Holande (ex-presidente da França), Luis Zapatero (ex-primeiro ministro da Espanha), Elio Di Rupo (ex-primeiro ministro da Bélgica) e Massimo D´Alema, Romano Prodi e Enrico Letta (ex-primeiro-ministros da Itália).
Os seis estadistas assinaram esta nota de apoio e solidariedade a Lula:
“O precipitado encarceramento do presidente Lula, ardente artesão da redução das desigualdades no Brasil, defensor dos pobres de seu país, só pode despertar nossa emoção.
A demissão de Dilma Rousseff, eleita democraticamente por seu povo e da qual ninguém jamais contestou a probidade, já era uma preocupação séria. A luta legítima e necessária contra a corrupção não pode justificar uma operação que ponha em causa os princípios da democracia e o direito dos povos a escolher os seus governantes”.

Sem categoria

29 comentários sobre “O mundo vê Lula como vítima de Lawfare

  1. Hudson 16 de maio de 2018 9:25

    Depois de prender Lula sem provas, Moro está em NY junto com Dória e Parente. Depois da foto onde se mostrou muito amigo de Aécio, o juiz perdeu qualquer tipo de constrangimento em ser fotografado ao lado de seus colegas de partido.

    • Sérgio 16 de maio de 2018 11:32

      Lawfare só eles entendem isso, prá nós tupiniquins isso é bandidagem mesmo

    • Luís Roberto 16 de maio de 2018 13:59

      Moro é cria do PSDB.

  2. Ana M. 16 de maio de 2018 9:42

    Uma parte do mundo ve isso Messias, países reconhecidamente comunistas/socialistas veem isso ai Messias!

    O lado que entende de Leis sabe que Lula está preso por comandar a maior quadrilha de ladrões da história do mundo, tanto políticos corruptos como empresários corruptos!

    • Joao Maria 16 de maio de 2018 12:34

      A midia bandida escreve o triplex “atribuido” a ……. foi vendido. So prestar atençao pra onde vai o dinheiro. Sera OAS?

      • Ana M. 16 de maio de 2018 17:15

        O dinheiro da venda do Triplex será revertido a vítima da corrupção, próprio governo e Petrobrás!

        achei que vc fosse um pouco mais inteligente J. Maria!

        • Joao Maria 16 de maio de 2018 19:26

          Ser inteligente é caluniar uma só pessoa, no imenso universo de politicos corruptos. Me inclua fora dessa.

    • Ana M. 17 de maio de 2018 9:29

      Na minha visão (e na visão se pessoas que seguem a lógica) não ser inteligente é acreditar que um político condenado em duas instâncias e respondendo a diversos processos por corrupção seja a alma mais honesta do mundo…

      Quanto a mim.. creio que vc não anda lendo, destila seu ódio só aí ver a menção do meu nome…

      Nunca caluniei ninguém em meus comentários… apenas dou o nome certo as pessoas certas… Lula/cunha etc… xorruptos (condenado por isso)… Aécio enrolado com a justiça, Beto Richa idem…

  3. Wilson 16 de maio de 2018 10:18

    Lula é inocente, o povo brasileiro e mundial sabe disso.

    • Sérgio 16 de maio de 2018 14:03

      É eu também sou inocente

  4. Thiago 16 de maio de 2018 10:31

    PT tem que seguir com Lula firme e forte.
    A candidatura de Lula é, em si, o desafio ao golpe. Ou seja, é preciso chegar o momento de saber até onde irão nossas instituições. Não há como fugir disso. Vão impedir mesmo o maior líder político do Brasil, a partir de um processo fraudulento? Vão querer queimar pontes com países civilizados enterrando de vez nossa democracia? Se assim fizerem talvez seja o momento de ruptura crucial e necessária para que o povo finalmente sair do marasmo e tome os rumos de sua própria nação. #LulaLivre #LulaPresidente

    • Sérgio 16 de maio de 2018 11:36

      Sim ele vai ficar livre em 2030 talvez vai depender dos processos do sítio e dos jatos suecos,se for condenado aí é prisão perpétua mesmo

  5. Justiceiro 16 de maio de 2018 10:42

    pesquisa CNT/MDA divulgada nesta segunda (14) é um rolo compressor. O povo quer Lula e mais ninguém. O golpe fracassou em seu projeto de uma nova hegemonia e os estrategistas do “realismo” no campo progressista estão sendo atropelados pelo povo. Os números desmentem todas as projeções que se fizeram sobre a queda de Lula nas preferências de voto depois de sua prisão. Disseram que ele estaria liquidado como líder político quando foi acusado no caso do apartamento; depois, quando foi condenado por Moro; mais uma vez quando o TRF-4 confirmou e ampliou a sentença; quando foi preso, comemoraram sua “morte” política; declararam-no fora do páreo depois que o STF recusou dos recursos de sua defesa. Foram mais de dois anos de linchamento nas mídias de massa sem direito a defesa. Nada. O homem é amado pelo povo.
    Lula tem quase o dobro de Bolsonaro, o segundo colocado: 32,4% a 16,7%. Todos os demais candidatos comem poeira; nenhum deles chega perto de 10% das intenções de voto.
    No campo da direita, Marina tem 7,6%, Alckmin despencou de 6,4 para 4%, Álvaro Dias está com 2,5% e os demais sequer chegam a 1% -Temer, o odiado, tem 0,95. Apenas juntando todo o rebotalho da direita, de Marina para baixo, eles conseguem um pouco mais que meio Lula.
    No campo progressista, Lula ocupa todo o espaço. Ciro tem 5,4%, Boulos e Manuela têm 0,5% cada um.
    Nas projeções de segundo turno, o país é de Lula. Veja em números absolutos os cenários:
    Lula 63,8% x 36,2% Bolsonaro
    Lula 67,9% x 32,1% Marina
    Lula 69,6% x 30,4% Alckmin
    Lula 77,9% x 22,1% Meirelles
    Lula 85,1% x 14,9% Temer
    O povo só quer Lula e mais ninguém. Com ele candidato, nulos e indecisos somam 25%. Sem ele, são quase 65 milhões de eleitores e eleitoras, incríveis 45%.
    As pessoas não engoliram a farsa da Lava Jato e nem a conversa fiada das elites de que o Judiciário estaria “passando o país a limpo”: mais de 90% consideram que a Justiça trata as pessoas de maneira desigual; 89% dizem que o Judiciário é pouco confiável ou “nada confiável”; menos de 9% avaliam o Judiciário como ótimo ou bom. Registre-se: esta é a opinião das pessoas sobre o Judiciário que condenou Lula.

  6. Hudson 16 de maio de 2018 11:14

    O mundo vê e os brasileiros também. Qualquer pessoa com o mínimo de raciocínio, os principais artistas, intelectuais e muita gente do meio jurídico. os principais líderes mundiais e etc. Quem está sustentando essa farsa é a Globo, o MP e o juiz que viaja com Dória, além é claro dos retardados de sempre.

  7. Sérgio 16 de maio de 2018 11:33

    Lawfare só eles entendem isso, prá nós tupiniquins isso é bandidagem mesmo

  8. maso 16 de maio de 2018 12:29

    Quase chorei lendo a postagem tua, Messias. Ainda leremos uma novela cheia de paixoes e intrigas de sua autoria.. 60 mortadelinhas protestando em New York. devem ter ganhado um x-burg, uma coca, e 30 dolares. 6 ex-ministros perebas assinaram o que ainda nao li n midia oficial. Deve ter saido no site tijolaco, e esse instituto ai, lafarios, faltou o SA no inicio.
    E conforme outros processos, mais recheados de barbaridades e provas forem julgados, Lula vai perder apoio e sobrara as mortadelas fanaticas na seita.

    • Ana M. 16 de maio de 2018 17:17

      Nosso caríssimo Blogueiro nega as vezes, mas é petista e Lulista roxo… sempre que pode, faz defesa explícita ou velada aos partícipes das malandragens da esquerda e principalmente ao Lula, e muita vezes faz críticas, veladas ou explícitas a qualquer um que vá contra o PT.

  9. Alaor 16 de maio de 2018 12:38

    Todos os lugares onde passa, ele é ovacionado pelo povo que grita: “Lula, guerreiro, do povo brasileiro!”

    • Sérgio 16 de maio de 2018 21:05

      Só quem recebe 30 reais mais um sanduíche de mortadela

  10. Wilson 16 de maio de 2018 13:13

    1) Reduziu a inflação de 12,5% (2002) para 4,3% (2009) ao ano; a taxa média anual de inflação no governo Lula (6% ao ano) é menos da metade da que tivemos no governo FHC (12,5% ao ano);

    2) Aumentou o salário mínimo para o seu maior patamar em 40 anos, com um aumento real de 74% entre 2003/2010;

    3) Reduziu a relação dívida/PIB de 51,3% (2002) para 36% do PIB(2008);

    4) Acumulou um superávit comercial de US$ 252 Bilhões (2003/2010);

    5) Pagou toda a dívida com o FMI e com o Clube de Paris e o Brasil se tornou credor do FMI, algo inédito na história do país, para quem emprestou US$ 10 Bilhões; Hoje, a dívida externa líquida é negativa em US$ 65 bilhões;

    6) Reduziu o déficit público nominal de 4% do PIB (2002) para 1,9% do PIB (2008);

    7) Ampliou a capacidade de investimento do Estado; Os investimentos do governo federal e das estatais para 2009 estão previstos em R$ 90 Bilhões; Em 2010 eles estão programados para chegar a R$ 119 bilhões;

    8) Aumentou as exportações de US$ 60 Bilhões/ano (2002) para US$ 198 bilhões/ano (2008) acumulando um crescimento de 230% em 6 anos; Em 2010, as exportações deverão superar os US$ 200 bilhões, o que acontecerá pela primeira vez na história do Brasil.

    9) Aumentou as reservas internacionais líquidas de US$ 16 Bilhões (2002) para US$ 285 Bilhões (Novembro de 2010);

    10) Ampliou o Pronaf de R$ 2,5 Bilhões/ano (2002) para R$ 16 Bilhões/ano (2010);

    11) A concentração de renda e as desigualdades sociais diminuíram sensivelmente; o índice de Gini atingiu o menor patamar da História;

    12) Gerou 15 milhões de empregos formais entre 2003/2010;

    13) Reduziu o percentual da população brasileira que vive abaixo da linha de pobreza de 28% (2002) para 19% (2006), segundo o IPEA;

    14) Elevou os gastos sociais públicos para 21% do PIB;

    15) O BNDES emprestou R$ 137 Bilhões em 2009 para o setor produtivo, contra cerca de R$ 22 Bilhões em 2002;

    16) Fez o Brasil se tornar credor externo, com um saldo positivo de US$ 65 Bilhões, algo inédito na História do país;

    17) Criou programas sociais inclusivos, como o Bolsa-Família, ProUni, Brasil Sorridente, Farmácia Popular, Luz Para Todos, entre outros, que beneficiaram aos pobres e miseráveis e contribuíram para melhorar a distribuição de renda;

    18) Iniciou novas grandes obras de infra-estrutura (rodovias, ferrovias, usinas hidrelétricas, etc) financiadas tanto com recursos públicos como privados. Exemplos: Usinas do Rio Madeira, Transnordestina, Ferrovia Norte-Sul, recuperação das rodovias federais, duplicação de milhares de quilômetros de rodovias;

    19) Anulou portaria do governo FHC que proibia a construção de escolas técnicas federais e iniciou a construção de dezenas de novas unidades e que foram transformadas em Institutos Superiores de Educação Tecnológica (são 214 novas escolas técnicas federais construídas entre 2003/2010);

    20) Criou o Reuni, que iniciou um novo processo de expansão das universidades públicas, aumentando consideravelmente o número de universidades, de campus e de vagas nas mesmas;

    21) Os lucros do setor produtivo cresceram quase 200% no primeiro mandato em relação ao governo FHC;

    22) Fez o Estado voltar a atuar como importante investidor da economia. Exemplos disso: a criação da BrOI, que têm 49% do seu capital nas mãos do Estado; a compra e incorporação de bancos estaduais pelo Banco do Brasil (da Nossa Caixa, do Piauí, Santa Catarina e Espírito Santo) evitando que fossem privatizados; a participação da Petrobras em 2 grandes petroquímicas nacionais (a Braskem, com 30% do capital nas mãos da Petrobras; a Ultra, com 40% do capital nas mãos da Petrobras); o aumento da participação dos bancos públicos (BNDES, CEF, BB, BNB) no fornecimento de crédito para a economia do país;

    23) Elevou o volume de crédito na economia brasileira de cerca de 23% do PIB, em 2002, para 46% do PIB, em 2010;

    24) Criação do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) que prevê investimentos públicos e privados de R$ 646 Bilhões entre 2007/2010; até 2013 os investimentos previstos chegam a R$ 1,14 Trilhão;

    25) Reduziu a taxa de desemprego de 10,5% (Dezembro de 2002) para 6,8% (Dezembro de 2008);

    26) Reduziu os gastos públicos com pagamento de juros da dívida pública para 5,9% do PIB (em 2008), representando uma queda de cerca de 36% quando comparado com o segundo mandato de FHC.

    • Wilson 16 de maio de 2018 13:14

      Lula livre. Lula presidente.

      • Sérgio 16 de maio de 2018 17:26

        2030 é quando saí da cadeia, isso se não for condenado no caso do sítio e dos jatos suecos aí é prisão perpétua

      • Sérgio 16 de maio de 2018 21:08

        2030 ele será solto, dependendo dos outros processos, sítio,mais jatos suecos

  11. Carlos 16 de maio de 2018 16:32

    Moro : A serviço da corrupção partidarista, parcialista e arbitrarista. Em Nova York hoje está sendo chamado de ‘OFFICE BOY DA CASA BRANCA’, Só não estão lhe chamando de santo, o resto tudo que se possa imaginar. Imaginem…

    • Sérgio 16 de maio de 2018 21:06

      Kkkkkkkkkk,esses mortadelas tem cada uma

  12. Justiceiro 17 de maio de 2018 4:44

    Seis personalidades da política europeia – incluindo dois ex-presidentes e três ex-primeiros-ministros – se manifestaram nesta terça-feira (15) em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, reivindicando sua presença na disputa eleitoral à Presidência da República, em outubro. Lula está preso na sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde 7 de abril, após ter sido condenado em primeira e segunda instâncias por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, em um processo eivado de irregularidades envolvendo um apartamento no Guarujá, litoral sul de São Paulo.
    A declaração é assinada por François Hollande, ex-presidente da França; Elio di Rupo, ex-primeiro-ministro da Bélgica; José Luis Rodriguez Zapatero, ex-presidente da Espanha; e três ex-primeiros-ministros da Itália: Massimo D’Alema, Enrico Letta e Romano Prodi. Com o título “Chamada de Líderes Europeus em apoio a Lula”, o manifesto, segundo a agência EFE, foi organizado por Jean-Pierre Bel, enviado pessoal de Hollande para a América Latina (2015-2017) e ex-presidente do Senado francês (2011-2014).
    No texto, os líderes afirmam que “a luta legítima e necessária contra a corrupção não pode justificar uma operação que questiona os princípios da democracia e o direito dos povos a escolher seus governantes”.
    “A prisão precipitada do presidente Lula, incansável artífice da diminuição das desigualdades no Brasil e defensor dos pobres, só pode suscitar nossa comoção”, afirmam os signatários do manifesto.
    No documento, os seis líderes também demonstram “uma séria preocupação”, em relação ao impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff, e destacam que ela foi “democraticamente escolhida pelo seu povo e cuja integridade jamais foi posta em interdição”.
    Por fim, os autores do texto solicitam “solenemente que o presidente Lula possa concorrer livremente perante o sufrágio do povo brasileiro”.
    Leia o manifesto na íntegra:
    A prisão apressada do presidente Lula, incansável arquiteto da redução das desigualdades no Brasil, defensor dos pobres de seu país, só pode despertar nossa emoção.
    O impeachment de Dilma Rousseff, eleita democraticamente por seu povo e cuja integridade nunca foi questionada, já era uma preocupação séria. A luta legítima e necessária contra a corrupção não pode justificar uma operação que questiona os princípios da democracia e o direito dos povos de eleger os seus governantes.
    Nós solenemente solicitamos que o presidente Lula possa se submeter livremente ao sufrágio do povo brasileiro.

  13. Marcelo 17 de maio de 2018 10:31

    François Holland – Partido Socialista;
    Elio di Rupo – Partido Socialista Belga;
    Zapatero – Partido Socialista Operário Espanhol;
    Massimo D’Alema- Ex- Partido Comunista e atual Movimento Democrático e Progressista;
    Enrico Letta – Partido Democrático, de centro-Esquerda;
    Romano Prodi – Partido Democrático, de centro-Esquerda

    Ou seja…..

    • Sérgio 18 de maio de 2018 10:49

      Ou seja todos comunistas

  14. Jotinha 17 de maio de 2018 11:03

    Desses 60 que lá estavam, tem de fazer um levantamento se alguns não estão gastando o dinheiro brasileiro desviado da educação por aquele tal projeto ciência sem fronteiras, inventado para mandar esquerdistas estudarem em outros países para ficar pregando ideologia aos brasileiros mais humildes.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.