PSB no muro

O PSB, que já vinha articulando coligações estaduais com o PT começava a negociar uma aliança com Ciro Gomes para as eleições presidenciais. Mas recuou diante dos fatos ocorridos no último domingo, que na avaliação da cúpula do Partido Socialista, fortaleceu a estratégia petista, de insistir na candidatura Lula. Por mais que se saiba que o TSE não liberará Lula para concorrer, a avaliação é de que um novo crescimento ou a consolidação dos percentuais atuais pode aumentar a possibilidade de transferência de votos para quem o ex-presidente (preso) indicar como seu substituto na disputa.  O PSB, então, cresceu os olhos, não pensando na cabeça de chapa, mas na vice. A direita , penhoradamente, agradece.

Sem categoria

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.