Que Deus é esse de que tanto nos fala Bolsonaro?

 “A ideia de Deus começa a se tornar, como nas piores teocracias, um curinga para encobrir políticas de obscurantismo”, escreve Juan Arias na versão em português do jornal espanhol El País.

 

É de se pensar mesmo: Bolsonaro usa e abusa da palavra Deus em seus discursos e entrevistas. Seu Ministro das Relações Exteriores vai além, cometendo a suprema heresia de considerar deuses aqui na terra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump e o seu chefe Jair. “Ouvindo Bolsonaro, dá a impressão de que o Brasil deseja ser governado sob o amparo divino, mais do que sob as leis e a Constituição”, sapeca Juan.

O Deus do presidente , convenhamos, é um deus ambíguo, que não o inspira a se compadecer dos negros quilombolas, dos índios e dos pobres de um modo geral, aos quais ele se referia na pré-campanha como  gente burra, que “usa o título de eleitor numa mão e o diploma de burro na outra”. Qualquer  cidadão no pleno gozo das suas faculdades mentais,  por mais  cristão-bule que seja, jamais pensaria num Deus que avalizasse torturas, massacres de minorias e pregação da violência, tipo “O Brasil só vai melhorar no dia em que tivermos aqui uma guerra civil para matar pelo menos 30 mil pessoas, começando por FHC. Vai morrer inocente? Tudo bem , inocente morre mesmo numa guerra”.

Que Deus é esse que permite que seu filho-presidente fale em condecorar policiais que mataram a sangue frio mais de 20 trabalhadores sem terra, inclusive mulheres e crianças no pavoroso massacre de Eldorado dos Carajás? Que diz que quilombolas são pesados em arroba e que insinua, com gestos, querer fuzilar adversários políticos ?”.

Ah sim, é “um Deus que infunde medo nos que deveria acolher sob sua proteção. É um Deus que se faz ouvir só através das ordens, gritos e armas do poder, não o que fala no silêncio dos corações em busca de paz e de diálogo”.

O jornalista do El Pais nos leva a pensar sobre os países que colocaram “Deus acima de tudo e de todos . Esses costumam ser não só os mais autoritários e atrasados, mas também aqueles onde os pobres e as minorias sofrem com mais força a injustiça e a violência”.

Antes que pensem bobagem, é bom que fique claro o seguinte: o Brasil é um país politeísta, mas com uma população de muita fé em Cristo. Por isso , continuo perplexo com o fato da maioria do eleitorado ter feito e continuar fazendo ouvidos moucos para as sandices que Bolsonaro disse durante a campanha e continuou dizendo após assumir o cargo máximo da república.

O articulista do jornal espanhol termina advertindo:  “Alguém terá de explicar aos evangélicos de boa fé, que são a grande maioria, e também os mais castigados pelas injustiças sociais, que Deus, mais que uma bandeira nas mãos de conservadores e políticos que o anulam como propriedade, deveria ser uma força de resistência contra as desigualdades sociais e as intolerâncias. A excessiva presença de Deus na política acaba sempre se tornando um oculto e cruel inimigo dos que sempre pagam o preço da opressão. Os piores ditadores, de qualquer cor política, acabaram convertidos em grandes apaixonados por Deus”.

Que Deus tenha piedade de nós.

Sem categoria

41 comentários sobre “Que Deus é esse de que tanto nos fala Bolsonaro?

  1. Joao Maria 9 de janeiro de 2019 10:30

    Muitos creem no Deus do antigo testamento. Cheio de colera, de vingança, que manda raio na cabeça de quem ousa pensar diferente. Inimigo cruel, sanguinario, dos povos contrarios a Israel. Creio no Deus, apresentado por Jesus Cristo. Pai amoroso, de misericordia infinita, soberanamente justo e bom. Criador do universo. Pai de todos os seres e povos. Todos somos irmaos diante de Deus.

    • Zé Roberto 9 de janeiro de 2019 11:54

      Disse tudo João Maria, eles usam o velho testamento justamente para usarem seu ódio contra seus semelhantes, e Bolsonaro como representante do demonio aqui no Brasil, esta recrutando muitos adeptos para o inferno.

    • Andrade 9 de janeiro de 2019 12:49

      Jair das trevas já tem sua cadeira lá no inferno,é por isso que nao para com essas ondas erradas! ele já está com um pé na vida,e o outro no inferno,entao a cara dele é continuar ser anti Cristo mesmo!! BolsoVERME JÁ TÁ COM O PÉ NO LAGO DE FOGO.
      

    • helen 9 de janeiro de 2019 15:01

      é bem isso João

    • Hélio 9 de janeiro de 2019 16:41

      No governo Bolsonitro, quando os pobres de direita forem ao posto de saúde e não encontrarem médicos, haverá uma placa dizendo “VAI PRA CUBA, OTÁRIO”. ESSES BOSSAIS NATOS SÃO CRUÉIS, COMO O DEUS DELES, É SÓ LER A BIBLIA DELES, QUE ACHARÁ O DEUS CRUEL, VINGATIVO, E QUE SOBREVIVE COM OS DINHEIROS DOS POBRES. PROF. NÃO SÃO MALUCOS, PORQUE ELES SÃO CRUÉIS, PERVERSOS, VINGATIVOS, E MALIGNOS MALÉFICOS…

  2. Décio 9 de janeiro de 2019 11:10

    Até o capeta se converteu depois da contundência desses discursos. Se em nome de Deus, nesse governo, o neoliberalismo vai florecer, os direitos trabalhistas vão terminar, os velhinhos vão morrer de fome com a reforma da previdência, enquanto os bancos continuarão lucrando 400 % ao ano, então o Capeta não precisa fazer nada contra os bispos evangélicos. Na verdade, pensando bem alguns já foram convertidos e participaram assiduamente na campanha.

  3. Thiago 9 de janeiro de 2019 11:19

    Que Biblia esse demônio Bozo leu? Já começou tirando do salário mínimo dos mais pobres, restringindo. direito a terra dos quilombolas e dos índios, aliando-se somente a poderosos e disseminando preconceito?! O Cristo e que sacrificou sua vida pelos desvalidos , que eu conheci por meio da Bíblia e ao qual eu sigo é muito diferente….

    • Hélio 9 de janeiro de 2019 16:42

      Que texto bacana! Devemos compartilhar essa mensagem, pois é luz no meio de tanto obscurantismo vindo dos falsos cristãos que estão no poder.
      Bolsonaro ainda é um dos menores males, o perigo são 57 milhões de pessoas terem sido seduzidos por um discurso populista autoritário. Bolsonaro logo sai, mas a ignorância dos que o elegeram… Essa vai demorar.

  4. Francisco 9 de janeiro de 2019 12:26

    Deus só Bolsonaro é o Deus da maioria dos brasileiros decentes e honestos que acreditaram na proposta dele…

    Porém não é o deus ideológico da esquerda que defende bandidos ou coisas erradas como vcs

      • Francisco 10 de janeiro de 2019 20:12

        Vc deverias confessar então… cada vez que defende os malditos comunistas já repudiados pela Madre Igreja!

        • Messias Mendes 11 de janeiro de 2019 11:16

          Pelo jeito vê comunista em todo canto.É caso de tratamento.

          • Francisco 11 de janeiro de 2019 19:24

            Em todo canto ñ, pois o Brasil mostrou por 2 vezes que ñ se aceita esse lixo por aqui assim como a Madre Igreja tbm ñ aceita.

            Só vejo onde realmente eles estão… nos chiqueiros da esquerda… tentando fingir que ñ existem, mas afoitos a impor sua ideologia… até tentaram emplacar uma vice presidAnta comunista parceira de um candidato que responde a mais de 30 processos por corrupção e chegou a ser considerado o pior administrador de São Paulo!

              • Francisco 12 de janeiro de 2019 0:22

                Nessa mistura vc mostrou Sr expert. Na suas pitadas de ódio disfarçado de açúcar estão exageradas.

  5. Domingos Aparecido 9 de janeiro de 2019 12:45

    Existe “deus” e DEUS. Com letras minúsculas é de quem usa drogas, comete assaltos, assassinatos e políticos corruptos. Com letras maiúsculas e de quem é do bem, nasceu de novo e foi batizado nas águas.
    ***Sem JESUS CRISTO não dá.

    • maso 10 de janeiro de 2019 21:37

      falou bonito

  6. Andrade 9 de janeiro de 2019 12:52

    Os discursos e as posições de Bolsonaro são incompatíveis com os ensinamentos de Jesus. Com integridade e coragem, é preciso ter posição. Falas que estimulam o ódio não tem base no Evangelho.
    O Bozo e o Cristianismo Verdadeiro é como água e azeite. Não se misturam ele é um típico “cristao” FARISEUS.

  7. helen 9 de janeiro de 2019 15:00

    O diabo tb é deus, de quem cultua o mal kk

  8. augusto faria 9 de janeiro de 2019 15:20

    Não tem que necessariamente acreditar em DEUS, para fazer o bem. O DEUS, que o Bozo, fala, só pode ser o DEUS da guerra.

  9. Maso 9 de janeiro de 2019 15:41

    Quanta confusão. Quanta mistureba para confundir. Quanta bobagem para esmiuçar. Mas estou na estrada. Tempo curto.

    • Messias Mendes 10 de janeiro de 2019 19:08

      Boa viagem e cuidado com a confusão mental. Na estrada é sempre um perigo.

  10. Irineu 9 de janeiro de 2019 16:11

    Defende a tortura, homenageia um torturador e depois agradece a Deus?
    Este que se elegeu não com o meu voto quer um país sem ideologias e prevalecendo os exploradores que já roubam nossas riquezas e deixam aqui somente pobreza, miséria, desigualdades e desilusões mantendo nosso país escravizado pelos banqueiros que dominam nossas riquezas, instituições e nossa economia.

    realmente não me representa…fraco demais. vai ser um marionete na mão dos ávidos políticos de rapina que habitam o congresso e senado…com esse papo de ideologia direitista e ufanismo de milico barato

  11. Hélio 9 de janeiro de 2019 16:45

    Bolsonaro e os seus minions de estimação vão entrar para a história (e para todos os livros de psiquiatria) como o governo mais patético, delirante e ineficiente que já existiu. Aguardem bolsominions o que é de vocês está chegando
    Se Trump abdicar ou sofrer impeachment, BôzôÁsno, o bozotralha mitotralha, vai continuar roubando, pois é a única coisa que ele sabe fazer, aliás são 28 anos de experiência, vide Queiroz, laranjas, açaí, Onix, moro, fantasmas, Psicopatas e maníacos em geral, os quais ele sustenta e admira.

  12. Vitória 9 de janeiro de 2019 17:12

    Os bolsominus seguem o jegue Bolsonariano tão cegamente , que se o comedor de capim cair,, eles dirão que a esquerda envenenou o capim!
    A paz de não ter votado no asno Bozo e ter previsto que este embuste não demoraria para começar a cair, não tem preço.

    • Eduardo 11 de janeiro de 2019 7:21

      Também estou em paz Vitoria, não votei no Coiso.

  13. Jornal do Bozo 9 de janeiro de 2019 20:01

    E disse o Çábio ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles: “Bolsonaro não foi multado por pescar. Ele foi multado porque estava com uma vara de pesca. O fiscal presumiu que ele estava pescando”. Faz sentido. A vara de pesca do presidente não foi feita para pescar. A vara do presidente foi usada para remar. Verdade que Bolsonaro foi flagrado num bote dentro da Estação Ecológica de Tamoios, área protegida e que não permite a presença humana, em Angra dos Reis. Mas é claro, há de pensar Salles, ali estava o Messias, presença divina. E remando! Ou Salles conhece outra utilidade para a vara de pescar do presidente? Já sabemos. Vara especial que o torna inimputável….

    https://blogdojuca.uol.com.br/2019/01/a-vara-do-presidente/?cmpid=copiaecola

  14. maso 9 de janeiro de 2019 21:34

    Juan Arias faz uma declaração mas não se refere a Bolsonaro. Lendo o longo texto cria se a impressão de que todo ele foi declarado ou baseado no tal Juan Arias de El Pais. Uma maneira de embromar e criar sentido numa declaração, e usando o famoso jornalista dar ênfase a uma argumentação particular e ideológica.

    Assisti várias vezes a reação da polícia no caso Carajás. A polícia se defendeu. Foi atacada e atirou. Discutir o direito dos sem terras e reforma agrária é outra questão. E a culpa ali foi do governador que jogou para a PM limpar a estrada e não cumpriu o prometido para os sem terras.

    O jornalista deve estar falando lá de Cuba e Venezuela onde ocorrem torturas nesse momento. Seria interessante mostrar o Bolsonaro incentivando ou elogiando a tortura. Mas lá em Cuba nem se fala nisso que é proibido. De 40 dias para cá 326 professores e artistas foram presos em Cuba porquê pedem liberdade e melhor ganho. Alguns devem estar sendo torturados.

    Alguém deve mostrar ao Urias que o povo cristão brasileiro não aguenta mais a violência que está o Brasil. Que nos 15 anos de governo do PT houve uma adulação e proteção a bandidagem.

    Em nenhum momento da história um povo cristão foi desarmado por uma liderança de salafrários corruptos, e ficaram a mercê de bandidos adulados por essa liderança. A igreja católica e as protestantes sempre orientaram seus povos a não brigarem, a não guerrearem, mas se desarmarem nunca! Em nenhum lugar da bíblia fala para o judeu, ou cristão, para ser banana. Isso deve estar lá na bíblia marxista onde um canalha como Raul Castro é Deus. Outro canalha como The Guevara é canonizado. Seu Messias está entrando em campo errado! Discutir matéria que não conhece nunca foi sábio!

    • Messias Mendes 10 de janeiro de 2019 19:01

      Está tudo muito claro. Pelo jeito, você leu o texto e não entendeu. Ou melhor, entendeu, mas sua interpretação é a que melhor lhe convém. Tudo bem, é um direito seu ver as coisas pelo seu ângulo.Mas não queira achar que tem o monopólio da capacidade interpretativa.

      • Victor H dugo 10 de janeiro de 2019 23:06

        Coisa de bloqueio de fundo de quintal, deve morar no Requião ou no Borba Gato só pode , não erro!!!!

        • Messias Mendes 11 de janeiro de 2019 11:02

          Preconceito social e geográfico. É isso que é. Desculpe, mas não me é nenhum pouco gratificante ter no meu blog leitor que pensa desse modo.

      • José Paulo 11 de janeiro de 2019 21:08

        Sim, porque esse monopólio pertence ao escrevinhador. Lamentável!

        • Messias Mendes 11 de janeiro de 2019 23:50

          Monopólio de que, meu caro? Não tenho monopólio de nada, apenas gerencio o blog do jeito que eu acho que devo gerenciar.Tenho dito.

    • Joao Maria 12 de janeiro de 2019 9:18

      Ser de paz, não significa ser banana. Se assim fosse, Jesus Cristo seria uma banana, pois em seu evangelho, combateu a violencia. Amai vos como eu vos amei. Perdoai 70 vezes 07 vezes. Ouvistes dizer amem vossos irmãos e odeiem vossos inimigos, porem eu vos digo amem vosso inimigos, pois amar os irmaos e natural.

  15. Rodrigo 10 de janeiro de 2019 5:20

    Frases de Bolsonaro comprovam que ele não é cristão:
    “Eu acredito em Deus. Sou católico (…). Eu já li a Bíblia inteirinha, com atenção. Levei uns sete anos para ler. Você tem bons exemplos ali.”.

    “Pinochet devia ter matado mais gente.”
    Bolsonaro sobre a ditadura chilena de Augusto Pinochet.
    Disponível na revista Veja, edição 1575, de 2 de Dezembro de 1998 – Página 39 [2].

    “Seria incapaz de amar um filho homossexual. Prefiro que um filho meu morra num acidente”
    Jair Bolsonaro em entrevista sobre homossexualidade na revista Playboy [3].

    “Não te estupro porque você não merece.”
    Jair Messias Bolsonaro, para a deputada federal Maria do Rosário [4].

    “Eu não corro esse risco, meus filhos foram muito bem educados”
    Bolsonaro para Preta Gil, sobre o que faria se seus filhos se relacionassem com uma mulher negra [5]OU com homossexuais (há controvérsias sobre isso, mas isso não torna a frase menos terrível).

    “A PM devia ter matado 1.000 e não 111 presos.”
    Bolsonaro, sobre o Massacre do Carandiru [6].

    “Não vou combater nem discriminar, mas, se eu vir dois homens se beijando na rua, vou bater.”
    Afirmação de Jair Bolsonaro após caçoar de FHC sobre este segurar uma bandeira com as cores do arco-íris [7].

  16. Luiz 10 de janeiro de 2019 6:19

    Diálogo. Bolsonaro x Mourão. – Aí Mourão explica aí essa promoção do filho aí, pega mal pro governo aí. – Pois é Capitão explica aí o assessor do filho aí com aquela dinheirama dos funcionários da ALERJ, pega mal para o governo aí. _ Então tá nós sabemos que eles são honestos e competentes e tudo isso aí que falam é coisa de comunista aí, e avise a nossa assessoria para desmentir tudo aí.

  17. Ronaldo 10 de janeiro de 2019 12:18

    Os empresários gastaram mais de 55 milhões de reais para repetir fakes news do Bolsonaro nas eleições. Filho de Bolsonaro viajou para outros estados para praticar tiro com dinheiro do congresso. filho de Bolsonaro e a mulher dele roubaram dinheiro do assessor, ex-lider da ku klux kan diz que Bolsonaro é um deles. De onde veio a riqueza de Bolsonaro? Será que o dinheiro caiu do céu? Ora, o Lula considerado o pior “ladrão” da história dahumanidade só tem um patrimônio de uns 10 milhões, já Jair Massisas Bolsonaro tem um patrimônio de mais de 105 milhões. Como conseguiu?

  18. Mineiro 10 de janeiro de 2019 15:10

    KKKKKK, chorem mais que tá bonito de ver…kkkkkk

  19. João Pedro dos Reis 10 de janeiro de 2019 21:09

    Ladrão por ladrão deixem o Bolso(vo)mito lá que certamente morrerá pela boca. A vaca já está em cima da árvore e sabemos que logo despencará de lá… Eu ainda vou rir muito…

  20. maso 11 de janeiro de 2019 2:39

    Deus não precisa de advogado! Os petebas e perebas falaram tanto de Deus, do deus vingador, terrível, mostrado no antigo testamento, e alguns na confusão separaram o deus do novo com o do velho testamento. Não sou padre, pastor, teólogo, nada! Sou palpiteiro como os outros daqui. Então vou palpitar ou dar pitaco da minha opinião,
    O deus do antigo testamento, quando ordenou que se dizimasse um povo, um grupo, ou que o fez pessoalmente como fez em Sodoma, Gomorra, ou no dilúvio, Ele exterminou o que não valia nada. Gente com costumes e vícios intoleráveis e sem uma condição de se arrepender e mudar de vida.
    Da mesma forma que nós repudiamos certas atitudes humanas deus também tem seus limites. Quando há esperança de salvação, de mudança de vida, de arrependimento do pecado, ele providencia o tempo ou avisa o pecador. Fez isso com Ló e sua família antes de destruir Sodoma. Ló era pecador mas não estava perdido e contaminado como todo o povo daquele lugar. {Ló era pecador mas não era contaminado em suas gerações}
    Aquele povo antigo, judeu, vivia pela lei. Jesus trouxe o tempo da graça. No tempo da lei havia as promessas do redentor, do perdoador de pecados. Jesus veio cumprir a promessa. Vivemos o tempo da graça, o tempo das boas novas dadas por Jesus. O que Deus no antigo testamento destruiu era o que estava contaminado a tal ponto que não havia chance de mudança e arrependimento. A maldade demasiada e justificada no prazer do mal. E a contaminação nas gerações. Alguma coisa ruim contaminou a carne humana e animal e o dilúvio fez a limpeza.
    Também temos de considerar que a grande promessa de Deus não é para este mundo. Aqui podemos ter prosperidade, mas as adversidades, dores, sofrimentos, estão sempre presentes nessa vida. Há igrejas pelo mundo pregando um evangelho distorcido de riquezas mundanas e negociatas com Deus. As verdadeiras igrejas pregam a pessoa de Jesus e seu plano de salvação. Pregam as promessas do A.T. e a realização em Jesus e sua palavras
    Se incorri em erros não vou corrigir. Deixo para o Domingos Aparecido fazer esse trabalho.

    • Joao Maria 11 de janeiro de 2019 15:03

      Jesus em seu evangelho: Se teu filho pedir um pao, voce da uma pedra? E se teu filho pedir um peixe, voce da uma cobra? Se vos que sois maus, sabeis dar boas coisas ao teu filho, imagine Deus que esta no ceu. Deus nao castiga seus filhos com a pena de morte.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.