Milton Ravagnani

Publicidade

Uma lágrima pelo grande mestre

Categorias: Sem categoria

Morreu Luciano do valle. Nos vimos pela última vez na convenção dos jornalistas da Band há dois anos em Brasília e ele confessou se recurerar de um AVC sofrido um ano antes. Por conta do acidente, teve dificuldades em seguir com as narrações pela emissora. Esquecia nomes, faltava vocabulário em momentos tensos da pArtida.
A crítica voraz nao perdoou. Chamaram-no de ultrapassado. Nao sabiam do detalhe e de sua luta em recuperar a fluência verbal. Resistiu e seguiu com o mister que fez dele um mito. Os espectadores mais jovens nao têm a dimensão do quanto Luciano foi grande. Na profissão e em caráter. Herdou na Globo o posto de número um na narração de José Geraldo de Almeida e lá reinou até ser substituído por um jovem de voz bonita que fazia a Formula Um pela Bandeirantes, chamado Galvão Bueno. Trocou de posto para ser o dono do Esporte na Band, de onde numca mais saiu. Foi o responsável por mudar a marca da emissora, cujas cores eram vermelho e preto e, por sua sugestão, viraram verde e amarelo. Dele aprendi o gosto pela Narração e foi o espelho em quem sempre me inspirei.
Na última vez que nos vimos, falamos de momentos históricos que ele guardava de memória. Coisas impressionantes como o público pagante de uma partida de vôlei do Brasil contra a União Soviética no Maracanã’ trinta anos depois de acontecido: “cento e dezoito mil e oitenta e três pagantes”. Só quem é completamente apaixonado pelo que faz guarda um dado desses de memória. Perguntei sobre quem via como seu sucessor na TV. Não apontou um nome, mas elogiou muito um rapaz que passou aqui por Maringa: Ulisses Costa.
Vai mestre, descansa sua voz e se junta outros craques, como Armando Nogueira e Nelson Rodrigues para narrar partidas memoráveis com Sócrates, Djalma Santos, Garrincha e tantos outros imortais.

  • por: Milton
  • Postado em: 19 de abril de 2014 às 18:20
  • tags:

Parole

Categorias: Sem categoria

Para quem só fala e nada faz, o trabalho alheio não tem valor.

  • por: Milton
  • Postado em: 10 de março de 2014 às 07:48
  • tags:

A ciclovia fica

Categorias: Sem categoria

Ansiosos por, enfim, terem um sistema cicloviário que integre  e possibilite o trânsito por bicicletas de um ponto a outro da cidade, um grupo de usuários de bicicletas se manifestou no último sábado pelo que entenderam ser a “suspensão da ciclovia da Brasil”. Bem, a ciclovia não está suspensa. O projeto está mantido. O que se acordou na reunião com os comerciantes da via foi que as obras da cilcovia teriam o local de início alterado. Em vez de começarem no sentido oeste/leste, da Praça Sete de Setembro em direção ao centro, as obras começarão no sentido inverso, da Nildo Ribeiro da Rocha em sentido ao centro. O que o prefeito Roberto Pupin concedeu à comitiva de comerciantes foi a oportunidade do grupo apresentar um projeto alternativo para o sistema cicloviário que não passe pela Brasil, mas contemple o acesso ao centro por ciclovia. Para que o grupo tenha tempo para apresentar o projeto, as obras seguirão até a Praça Souza Naves. Se até ali o projeto não for apresentado, ou não convencer, as obras seguirão conforme planejado até o encontro com a Praça Sete de Setembro. É isso.

  • por: Milton
  • Postado em: 25 de fevereiro de 2014 às 07:25
  • tags:

O motivo

Categorias: Sem categoria

Os tucanos já encontraram o motivo para a onda de boas novas que o Paraná começa a receber. Primeiro, a liberação de um empréstimo do Bird, de R$ 840 milhões que estava parado há um ano. Depois, a aprovação de outro, de R$ 144 milhões, do BID. Agora, a notícia de que o traçado da ferrovia Norte/Sul passará pelas principais zonas produtoras paranaenses, com Maringá em destaque. Para os tucanos, tudo é obra da saída da senadora Gleisi Hoffmann da Casa Civil. É a batalha das eleições que já começou.

  • por: Milton
  • Postado em: 21 de fevereiro de 2014 às 07:21
  • tags:

Com três falhas, Maringá perde para o Londrina

Categorias: Sem categoria

Um festival de lambanças da defesa maringaense resultou na derrota do Maringá para o Londrina, na casa do adversário. No primeiro do Tubarão, Marcelo Xavier espirra o taco e deixa Arthur tranquilo para marcar. No segundo, dormida geral na zaga e Celsinho aproveita. O terceiro dos azuis, falha do goleiro Ney, no mais autêntico estilo “mão de alface”.
Barcos e Gilvan descontaram para os maringaenses. Aqui os gols, por obra do Esporte na Área:

Imagem de Amostra do You Tube

 

Aqui o super frango do goleiro Ney por outro ângulo:

Imagem de Amostra do You Tube
  • por: Milton
  • Postado em: 16 de fevereiro de 2014 às 22:01
  • tags:

Beto com Pupin

Categorias: Sem categoria

beto
O governador Beto Richa, que esteve em Sarandi para o lançamento do ano escolar, aproveitou para ter uma conversa reservada com o prefeito Roberto Pupin, no gabinete da prefeitura de Maringá. A visita foi de cortesia, mas óbvio que o cenário político e as demandas de Maringá ao Governo do Estado estiveram na pauta.

  • por: Milton
  • Postado em: 10 de fevereiro de 2014 às 19:54
  • tags:

Vitória do Maringá foi na raça

Categorias: Sem categoria

A vitória do Maringá sobre o Paraná Clube com gol de Gabriel Barcos teve zagueiro tirando gol em cima da linha e dois atletas(Barcos e Marcelo Xavier) jogando os últimos minutos no sacrifício. O treinador já havia feito as três substituições quando ambos sentiram. O time começa a mostrar uma determinação que Só os times vencedores têm. Bom sinal.

  • por: Milton
  • Postado em: 23 de janeiro de 2014 às 21:31
  • tags:

JL reconhece avanço econômico de Maringá sobre Londrina

Categorias: Sem categoria

Depois da Folha de Londrina, agora é a vez do Jornal de Londrina reconhecer o desempenho econômico maringaense que vai deixando Londrina para trás.
Na manchete de hoje do jornal, a comparação entre as exportações dos dois municípios. Aqui na íntegra.

  • por: Milton
  • Postado em: às 17:00
  • tags:

Imagens do contorno

Categorias: Sem categoria

Vídeo da Sanches Tripoloni mostrando o movimento do Contorno Norte, após a inauguração. Imagem de Amostra do You Tube

  • por: Milton
  • Postado em: 21 de janeiro de 2014 às 11:31
  • tags:

Estreia com vitória

Categorias: Sem categoria

O Maringá FC empolgou o torcedor (quase dez mil pessoas assistiram a vitória sobre o Coritiba por 2 x 1) na partida de estreia do Campeonato Paranaense 2014, a edição nº 100 da competição. O Coxa, que mandou um time “alternativo” para a abertura do campeonato foi surpreendido por um time com muita disposição e com qualidades individuais. Fora um recuo desnecessário depois do primeiro gol, que deu oportunidade do Coritiba reagir, o Maringá mandou na partida. Aí os melhores momentos, na participação que fizemos depois da transmissão para o Troca de Passes do SporTv, com o elucidativo comentário de Cláudio Viola.
http://globotv.globo.com/sportv/troca-de-passes/t/ultimos/v/para-viola-coritiba-foi-apatico-na-partida-faltou-audacia/3088633/

  • por: Milton
  • Postado em: 20 de janeiro de 2014 às 07:06
  • tags:

O novo modal

Categorias: Sem categoria

A ciclovia da Avenida Brasil, cujo projeto foi apresentado pelo prefeito Roberto Pupin aos vereadores na reunião de ontem, segunda-feira, quando da devolução dos recursos economizados pela Câmara em 2013 é parte de um projeto amplo que o prefeito quer implantar em toda a cidade. No final de 2013, Pupin determinou que as secretarias de Planejamento e Trânsito e Segurança estudassem a elaboração de um projeto viário para as bicicletas que permita o acesso dos bairros ao centro.
Os estudos estão avançados e o ramal da Brasil é o primeiro a ser apresentado oficialmente. A ideia é, neste momento, interligar os ramais da Pedro Taques e da Mandacaru à Brasil. Hoje, as ligações da Zona Norte se diluem na falta de uma ligação leste/oeste. A Brasil será esta ligação. Para tanto, é preciso encaixar a ciclovia da Mandacaru à Brasil através da Dezenove de Dezembro. Equação sobre a qual estão debruçados os técnicos de ambas as secretarias citadas.
Mas, o projeto total é bem mais amplo. Ele prevê um ramal ao sul, pela Avenida Cerro Azul até a Nildo Ribeiro. A primeira etapa, até a Perimetral já tem estudos mais avançados. A partir dali há mais complexidadade para as transposições. E prevê, também, outro ramal que vai da Kakogawa ao centro, utilizando a Avenida Morangueira, derivando para a Herval e contornando por trás da Catedral e retornando para a UEM pela Duque de Caxias. Esta ligação, todavia, só é possível dentro das intervenções do projeto do novo terminal intermodal no centro, cujos recursos de R$ 70 milhões já foram garantidos. Mas, depende da negociação com a UEM no contorno Leste da Universidade, pelo prolongamento da Avenida Herval.
Os estudos estão em andamento e devem ser apresentados ainda no primeiro semestre, se não houver maiores dificuldades.
Com estas intervenções, a cidade passará a ter um novo modal de transportes, o da bicicleta.
Com as mudanças viárias do centro, mais as implantações nas avendias Nildo Ribeiro e João Pereira, que você pode acompanhar no post anterior, a administração vai destravando o tráfego na cidade, priorizando o transporte público sobre o individual e criando alternativas para novos modelos de transporte, sem suprimir as vagas existentes para estacionamento. Para compensar a perda das vagas com o fim das espinhas de peixe e na Joubert de Carvalho, serão criadas mais 700 vagas no primeiro piso do Terminal Intermodal.

 

  • por: Milton
  • Postado em: 14 de janeiro de 2014 às 07:09
  • tags:

O ano da mobilidade

Categorias: Sem categoria

O prefeito Roberto Pupin tem dito, neste final de ano, que 2014 será o ano da mobilidade para Maringá. Não sem razão.
Além da entrega do tão esperado Contorno Norte, uma série de intervenções na malha viária foram programadas para o ano que entra.
Claro que o Contorno, por si, já é uma intervenção e tanto. A maior obra viária do Sul do País trará um desafogo no tráfego dos veículos pesados pela Avenida Colombo. E, desafogando aquela via, se presume alívio também para as avenidas que a transpõem.
Mas, só o Contorno não é a solução que a cidade precisa. Isso porque hoje entram pela Colombo no sentido do Oeste para o Leste, cerca de 30 mil veículos por dia. Na cidade, transitam cerca de 200 mil. A intervenção para uma via que recebe 15% do tráfego é sim importante para amenizar os congestionamentos em horário de pico, principalmente por conta das carretas pesadas que tomam destino pela Avenida Morangueira. Mas esperar que só a abertura do Contorno solucione o empastelamento do trânsito é muito.
Por conta disso, a administração planejou novas intervenções para que, em conjunto com a abertura do Contorno, a cidade respire melhor.
Para auxiliar o fluxo no sentido Oeste/Leste, duas obras viárias são planejadas para 2014.
Para quem vem do oeste ou noroeste do Estado e busca a Zona Norte da cidade, a implantação da Avenida João Pereira, que sai do entroncamento da PR 317 com a BR 376 (ou para quem não está acostumando com esta sopa de números, no balão do Shopping Catuaí no início da Avenida Colombo), cruza a Avenida Alziro Zarur e vai desembocar na rotatória da confluência das avenida das Torres, Mandacaru e Palmeiras. A abertura da via também permitirá a transposição para Sarandi, bem como acesso ao Contorno Norte sem passar pelo centro ou pela Avenida Colombo.
Para quem vem do oeste ou noroeste do Estado e busca a Zona Sul da cidade, o prolongamento da Avenida Nildo Ribeiro da Rocha até o entroncamento com o viaduto da PR 317 ( o viaduto de acesso a Paiçandu) será uma alternativa muito boa. A obra também deve sair em 2014. Assim, o acesso ao centro da cidade pode se dar pela Avenida Cerro Azul, pela Carlos Borges ou pela Joaquim Moleirinho, que já está em obras.
Estas intervenções permitem a divisão do tráfego de quem vem de fora para Maringá sem congestionar o centro.
Mas, para o trânsito interno, novas intervenções estão previstas. O prolongamento da Itororó, pelo antigo Frigorífico Maringá é uma delas, que dará mais fluidez para a Zona Sul, desafogando a Cerro Azul. A via dividirá o fluxo com a Joaquim Moleirinho na continuação do Bosque 2 pelo lado oeste, destravando o trânsito naquele ponto.
Já para o lado Norte, a grande intervenção é a transposição da UEM pelos contornos Oeste, que já está pronto para licitação, e o lado leste, que ainda demanda negociações com a Universidade. As conversas evoluíram e há uma boa perspectiva de solução para o prolongamento da Avenida Herval.
O conjunto destas intervenções, somados à mudança na Avenida Brasil, com o fim das espinhas de peixe, implantação do binário e corredor exclusivo para ônibus gerarão um alívio nas confluências das principais avenidas e o destravamento do trânsito. E tudo isso está planejado para 2014.
Sim, tem razão o prefeito Roberto Pupin: 2014 é o ano da mobilidade para Maringá.

  • por: Milton
  • Postado em: 30 de dezembro de 2013 às 11:58
  • tags:

Como ficou

Categorias: Sem categoria

Vídeo produzido pela Sanches Tripoloni mostrando o resultado final das obras do Contorno Norte, que aguarda agenda da Presidente Dilma para ser entregue:

  • por: Milton
  • Postado em: 19 de dezembro de 2013 às 07:33
  • tags:

O último prego

Categorias: Sem categoria

Saiu a publicação do decurso de prazo para apresentação de recursos naquele processo do TSE em que se tentava solapar o mandato de Roberto Pupin no TSE. Com a publicação, transitou em julgado a decisão da corte, contra o desejo de alguns afogados que se abraçaram aos jacarés ao longo de 2013.

  • por: Milton
  • Postado em: 12 de dezembro de 2013 às 07:24
  • tags:

Política e gestão explicam o desempenho melhor de Maringá sobre Londrina

Categorias: Sem categoria

Hoje, o Jornal da Massa, pelo SBT paranaense, comentou o desempenho maringaense que fez a cidade ultrapassar Londrina, de acordo com reportagem da Folha de Londrina, em vários indicadores. Comandado pelo jornalista Denian Couto e com os comentários de Ruth Bolognese, Paulo Martins e Ogier Buch, o jornal deu a letra pelo real motivo pela inversão de posições entre as duas cidades: a condução política dos dois municípios. Veja na íntegra.

  • por: Milton
  • Postado em: 27 de novembro de 2013 às 11:32
  • tags:
  • Publicidade
  • Perfil

    miltonravagnani Advogado, jornalista, pós-graduado em jornalismo digital. Colunista de O Diário do Norte do Paraná.

  • Classificados

  • Shopping

  • Publicidade
  • Viva Maringá

  • Publicidade
  • Admin

Milton Ravagnani

odiario.com 2010 - 2014 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda.