Mês: abril 2011



Os analfabetos no Brasil

Mesmo com as excelentes formas de acesso ao ensino, que têm dado chance a milhares de brasileiros de aprender, o Brasil ainda é cenário de uma forma horrível de exclusão social: o analfabetismo. A maioria está no Nordeste, mas há no país todo mais de 13 milhões de pessoas que não sabem ler nem escrever. As informações foram lançadas ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e se referem ao estudo realizado em 2010.

Em contrapartida, o Censo revelou uma significativa redução. Em 2000, 13,6% dos brasileiros eram analfabetos, atualmente o índice é de 9,6%. No campo eles são maioria, correspondem a 23,2%, enquanto na Zona Urbana, 7,3% não lê nem escreve. O Paraná é um dos estados que tem a taxa de analfabetismos acima de 10%. São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Distrito Federal são exceções e possuem as menores taxas de analfabetismo do país.

3 Comentários


Um dia estará no livro, hoje está no jornal

Maly Benatti, prefeita de Nova Esperança, cidade participante do Diário na Escola

Maly Benatti, prefeita de Nova Esperança, foi entrevistada hoje pelo Diário na Escola. A pauta discorreu, entre outros assuntos, sobre a relevância de democratizar o acesso ao jornal para os estudantes da rede municipal. Segue um trecho da entrevista que tem relação direta com o fato histórico ocorrido hoje: o casamento real.

 

 

“É de extrema importância que, o quanto antes,  a criança tenha acesso à leitura de livros e jornais. Os dois acrescentam – e muito – ao desenvolvimento de cada uma delas. Por exemplo, os pequenos moram aqui, mas estão conectados ao que ocorre mundo afora, como o casamento do príncipe Willian, que um dia estará nos livros, como parte do conteúdo de história, mas hoje está nos jornais. Por isso, é preciso que elas tenham acesso, também, ao que ocorre hoje, ao que ocorre agora!”

Maly Benatti

 

 

Comente aqui
 

Aula Espetáculo de Suassuna

O nome é mais do que sugestivo.  Ariano Suassuna ministra no próximo sábado, dia 30,  uma Aula Espetáculo às 17h. A transmissão vai ser ao Vivo pelo portal SESCSP. Aos 83 anos, o autor da consagrada peça ‘O auto da compadecida’ e defensor convicto da cultura nordestina vai falar sobre as manifestações culturais que têm contribuído para a formação da identidade do povo brasileiro, no Sesc Vila Mariana, em São Paulo. Aos leitores, um pouco da sabedoria, da sensbilidade e da história de Suassuna..

 

 

http://www.youtube.com/watch?v=_nLDgT3Ifmg

 

 

 

 

Comente aqui


Brasil é o último em acesso à universidade

Em um ranking de 36 países, o Brasil ficou em último lugar no quesito acesso à universidade. De acordo com dados do Plano Nacional de Educação (PNE), 17% da população hoje está matriculada no Ensino Superior, enquanto a meta para 2020 é que 33% de jovens de 18 até 24 anos estejam prestes a graduar. Números de 2008 apontam que apenas 11% da população de 25 a 64 anos possui diploma universitário. O Ensino Médio de má qualidade e a maioria das vagas em instituições privadas são os fatores principais da evasão das salas universitárias.

Comente aqui


Censo revela falta de acessibilidade na escola

Oferecer acessibilidade não é apenas construir uma rampa em frente ao portão da escola. Incluir todos os alunos vai além disso. É providenciar portas de sala mais largas, livros em braile, banheiros apropriados etc. O Censo de 2010 trouxe números assustadores sobre acessibilidade nas instituições de ensino brasileiras. Apenas 18% dos prédios escolares da rede pública têm vias de acesso e banheiros apropriados para alunos especiais. Nas redes privadas, a realidade não é tão diferente, cerca de 32% dos estabelecimentos educacionais são considerados acessíveis aos alunos com necessidades especiais.

 

 

 

3 Comentários


Bom professor, bom começo

Para enfatizar que todos passaram pelas mãos de bons professores, o Movimento Todos pela Educação disponibilizou o vídeo ‘um bom professor, um bom começo’. A ideia é  fazer das redes sociais espaços de debate e valorização do profissional, cuja postura tem impacto direto na formação de cidadãos e profissionais. Vale a pena conferir:

 

Comente aqui


A educação é o ponto de partida…

Na próxima quinta-feira, dia 28 de abril, se comemora o Dia da Educação.

Responsável pela transformação dos sujeitos, a educação é o ponto de partida para a evolução social e intelectual do ser humano.

 

Algumas frases célebres para refletirmos:

 

“O importante da educação não é o conhecimento dos fatos, mas dos valores”. (Dean William R. Inge)

“Educar a inteligência é dilatar o horizonte dos seus desejos e das suas necessidades”. (James Russell Lowell)

“A educação pelo medo deforma a alma”. (Coelho Neto)

“Educação não é o quanto você tem guardado na memória, nem mesmo o quanto você sabe. É ser capaz de diferenciar entre o que você sabe e o que você não sabe”. (Anatole France)


1 Comentário
 

Um questão de oportunidade

Comunidade da Penha

Dar a chance de uma criança – ou adulto – tornar-se um leitor em potencial. O projeto brilhante que permite o acesso à leitura é a ‘Barracoteca Hans Christian Andersen’ aberta pela primeira vez na última segunda-feira, no dia do livro, no Complexo da Penha, no Rio de Janeiro. São 20 metros quadrados que constituem o sonho de um morador da comunidade e idealizador do projeto, Otávio Júnior. O acervo já conta com mais de mil livros de autores como Clarice Lispector, Eça de Queiroz e Lima Barreto, doados pelo Ministério da Cultura.

Saiba mais sobre a iniciativa aqui

 

 

 

Comente aqui