OFICINA SOBRE JORNAL MURAL REPERCUTE NA REGIÃO

Professores de diferentes disciplinas participaram do encontro que instrumentaliza os educadores. A nova ferramenta estimula a cidadania e o letramento crítico

Da Redação

[email protected]

Ao final do encontro, a diversidade de temas e o visual dos projetos deixaram bem claro a versatilidade do modelo jornal mural   Foto: PM SANTA FÉ

A 2ª edição da oficina “Notícias na parede: O jornal mural na escola” aconteceu no dia 5 de julho, em Santa Fé, município a 47 km de Maringá. O jornal mural como ferramenta pedagógica foi o tema do encontro de professores e profissionais da educação da Escola Municipal 9 de Dezembro, da Escola Municipal Jardim Primavera e profissionais da Secretaria da Educação do município de Santa Fé.

O evento faz parte do ciclo de capacitação do Programa O Diário na Escola sob coordenação do professor Ricardo Pastoreli. A oficina foi ministrada pela jornalista e professora Mestre em Comunicação, Juliana Fontanella. Durante quatro horas, os 40 participantes foram convidados a refletir sobre novas formas de inserção da mídia na rotina escolar e como essa experiência pode ser aplicada como ferramenta de estímulo ao letramento crítico.

 

Como foi

Os professores de diferentes disciplinas foram apresentados à diversidade de gêneros que o jornal oferece como recurso transdisciplinar promovendo a união de saberes. Foram elencados temas de interesse dos professores e dos alunos sob o viés pedagógico estimulando o uso do jornal como um todo (reportagens, crônicas, tabelas esportivas e gráficos, charges, imagens e design).

Os profissionais observaram como é o processo de elaboração de um jornal mural, desde o planejamento e a seleção de conteúdos, as diferenças entre informação e notícia, as etapas de redação e edição. A elaboração de um jornal mural no meio escolar instrumentaliza os professores para utilizar esse produto de mídia como recurso pedagógico nas esferas turma/escola ou disciplina/projeto transdisciplinar.

O objetivo é promover a cooperação entre professores e alunos na construção do conhecimento.  Os participantes do encontro foram convidados a explorar as notícias de temas de interesse social como saúde, desporto, festas típicas e temas mais amplos como afetividade, bullying, entre outros.

E, para vivenciar a experiência prática de elaborar um jornal mural, os próprios professores foram dispostos em grupos e elaboram uma peça durante a oficina. O resultado foi que o trabalho coletivo proporcionou uma nova perspectiva para o uso da mídia em sala de aula: “Na oficina do Diário na Escola, conteúdo e metodologia integrados favorecem o aprendizado e a operacionalização no ensino”, afirmou Kátia B. da Silva Batista, professora das escolas 9 de Dezembro e Jardim Primavera.

 

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.