língua portuguesa



Saíram os campeões do Concurso Cultural da Semana de Trânsito

Olá pessoal!

 

Tivemos uma semana super movimentada por aqui! No dia 5 de setembro foram selecionados os campeões da 9ª Promoção Cultural Semana Nacional de Trânsito: “Minha escolha faz a diferença no trânsito”.

E como foram os bastidores?

O programa O Diário na Escola recebeu 398 frases de escolas participantes do programa. Na seleção prévia ficaram 60 concorrentes e entre elas, as sete campeãs.

A comissão

Marcelo Bulgarelli (Jornalista da Viapar), Priscila Gomes (Viapar), professora Alethéia Braga Ribeiro, Wilame Prado (editor de cultura do Diário) e Alexandre Gaioto (professor e repórter do Diário), sob a coordenação do professor Ricardo A. Pastoreli.

A comissão que selecionou as frases vencedoras foi formada por jornalistas e professores

Os alunos e professores vencedores serão premiados em breve. Confira os vencedores de 2017:
“Respeite as leis de trânsito e preste atenção no volante, se a vida está difícil, imagine como vive um cadeirante”.
Aluna: Ana Claudia Gonçalves Lemos – 5º ano A
Escola Municipal João Daniel Machado Benetti – Astorga
Professora: Fátima dos Santos Herrera
“No trânsito, sou o resultado das minhas escolhas”.
Aluna: Amanda Caroline dos Santos Neves – 5º ano A
Escola Municipal Amábile Tonetto Pozzobon – Astorga
Professora: Simone Maria Alves dos Santos Rodrigues
“Todos nós vamos cuidar, para no trânsito a vida não terminar”.
Aluno: Marcos V. – 5º ano C
Escola Municipal Mercedes R. Panzeni – Sarandi
Professora: Margarete
“No trânsito vou te falar! Não pode vacilar… Moto, carro, pedestre, bicicleta e circular… Todos têm que colaborar”.
Aluno: Jackson da Silva – 4º ano B
Escola Municipal Olinda Dias Pereira – Sarandi
Professora: Rosângela de Oliveira da Silva
“No trânsito não brinque com a sorte, compartilhe a vida não a morte”.
Aluna: Maria Julia Corsoline Silva – 5º ano
Escola Municipal Messias Barbosa Ferreira – Floresta
Professora: Adriana de Araujo Xavier Pelizer
 
“Na olimpíada da escola corro para ser campeão, no trânsito eu escolho ser ouro em colaboração!”
Aluna: Polyane Rebeca Guedes Pedro – 5º ano B
Escola Municipal Poetisa Cecília Meireles – Sarandi
Professora: Gisele Andreto Candido
“Toda diferença no trânsito começa com você”.
Aluno: Gabriel Ricardo de Andrade – 9º ano
Abrigo Provisório Municipal – Maringá
Professora: Fátima França Paulino
A equipe do Diário na Escola agradece a participação de todos e parabeniza os vencedores. 👏
Fotos: João Paulo Santos
Sem categoria
Comente aqui


O Dia do Folclore foi o tema da coluna do Diário na Escola de terça-feira

Olá pessoal! A semana começou agitada no programa O Diário na Escola! A segunda-feira, 21, foi dia de oficina pedagógica em Marialva. O assunto foram os Distratores e a Prova Brasil e os profissionais da Educação participaram de mais um encontro com a professora Alethéia Braga. Os distratores são aquelas alternativas que parecem certas na hora […]

Sem categoria
Comente aqui


“NICOLAU, O MENINO AZUL” FOI INSPIRADO POR UMA FOTO DO DIÁRIO

Olá pessoal! Na edição de hoje circula a nossa coluna O Diário na Escola, no Caderno D+. Para quem ainda não leu o Diário do Norte do Paraná hoje, apresentamos três trabalhos maravilhosos desenvolvidos nas cidades de São Jorge do Ivaí e Marialva. Linguagem jornalística desafia os alunos A turma do 4ºC da professora Simone Carbone,  de São Jorge do […]

Sem categoria
1 Comentário


Astorga recebe oficina Descritores

Olá pessoal!

Na tarde desta sexta-feira, dia 4, o Programa O Diário na Escola está em Astorga.

Os profissionais da Educação do município participam da oficina pedagógica “Descritores: um convívio diário”.

A professora Alethéia Braga Ribeiro vai falar sobre a contribuição da Prova Brasil para o ensino público e sobre os descritores.

E na segunda-feira, dia 7, estaremos em Sarandi.

Em breve, novidades por aqui!

Abração da Equipe O Diário na Escola

Sem categoria
Comente aqui


Amanhã a gente tem novidade por aqui

Olá pessoal!

A gente passou por aqui para antecipar as boas vindas para o mês de agosto e deixar todo mundo curioso!

Vamos dar apenas três palavrinhas e vocês tentam adivinhar:  frase + Viapar + escolas municipais. Descobriram?

Só um pedacinho da coluna de amanhã no Caderno D+

A Coluna Diário na Escola de amanhã está prontinha e apresenta alguns trabalhos que pessoal de Floraí fez. A gente agradece os professores e a diretora da Escola Municipal Elena Maria Pedroni que compartilharam os trabalhos!

Mão na massa

As professoras Tatiana e Eliane produziram o jornal mural com os alunos do Fundamental. Eles usaram a seção de Esportes aqui do Diário como inspiração porque a última edição regional dos Jogos Escolares foi sediada lá. 

Capacitação

E por falar em Floraí, os profissionais da Educação participaram da oficina “Descritores: um convívio diário”, com a professora Alethéia Braga Ribeiro. O encontro sobre  Prova Brasil  foi muito produtivo e teve elogio de todo mundo, até da Secretária de Educação. Parabéns aos professores que dividiram suas experiências no encontro!

Na semana que vem a oficina pedagógica vai acontecer em Sarandi e depois a gente conta como foi.

Até amanhã!

Abração da Equipe O Diário na Escola

Sem categoria
Comente aqui


Ensinamentos do impresso

O estudo dos gêneros textuais é a base da aprendizagem do ensino fundamental. E um material que tem somado à didática dos professores dentro dos espaços escolares, é o jornal. Rico em diversidade de textos, o impresso apresenta os conteúdos que estão em estudo nos livros didáticos, mas em seu suporte original, o que torna a atividade mais real e prazerosa.

Por exemplo, é muito mais interessante para a criança aprender sobre a estrutura de uma notícia folheando as páginas do Diário, do que ver uma cópia reduzida do impresso no livro escolar. Por isso, cada vez mais os professores têm levado o jornal para a sala de aula como suporte de ensino.

Foto AbreNa Escola Municipal São Jorge, em São Jorge do Ivaí, a professora Rosângela da Silva Oliveira já tem utilizado essa didática. Para cumprir o cronograma curricular de conteúdos, Rosângela levou exemplares do Diário e apresentou aos alunos os gêneros textuais presentes nesse veículo de comunicação, que neste caso além de informar, ensina.

“Eu precisava repassar o conhecimento às crianças sobre os diferentes tipos de textos que temos. Nessa proposta o jornal me auxiliou bastante, pois em um único material encontrei tudo o que precisava. Isso torna não só o meu trabalho mais fácil, como o aprendizado dos estudantes também”, enfatiza Rosângela.

Para iniciar a aula, a professora entregou os exemplares do Diário para os alunos do quarto ano e deixou que eles folheassem para conhecer o material que tinham em mãos. “Fui intervindo para apontar a estrutura, os assuntos e principalmente a diversidade textual”, diz.

Dentro do gênero notícia, que foi o foco da aula, Rosângela apresentou aos estudantes a manchete, ou seja, o título do texto. Em seguida, cada criança recortou as manchetes que mais lhe chamou a atenção e a classe toda montou um cartaz com as informações retiradas do jornal.

Em seguida, a turma do quarto ano leu as matérias do Diário e interpretou os conteúdos, sempre observando a estrutura do texto em estudo. A parte prática, também foi desenvolvida. Os alunos receberam o desafio de produzir manchetes, e a partir do momento que a professora percebeu o domínio da tarefa, eles foram motivados a produzir notícias sobre a cidade em que vivem.

“Apesar das crianças ainda terem pouco contato com o impresso e dificuldade em reconhecer os gêneros, essas atividades foram muito importantes para o aprendizado efetivo. É mais fácil o reconhecimento do texto dentro do seu suporte original”, comenta a professora.

“Preciso ler mais o Diário, com tantas informações tive mais gosto em fazer a tarefa escolar”, ressalta a aluna Raiane de Paula Souza. O colega de turma José Daniel Ramanhk de Jesus acrescenta que “o contato com o jornal nos faz ter mais interesse pela leitura e torna o trabalho em prazer.”

Nas aulas seguintes, Rosângela ainda ensinou às crianças sobre os outros gêneros vistos no impresso, como: carta do leitor, artigo, enquete, resumo, horóscopo e outros. Além de desenvolver trabalhos com enfoque nos anúncios e nas charges.

Sem categoria
Comente aqui


Os melhores versos e rimas

Para completar o time de vencedores do Concurso de Poesias “Notícias em Versos” vamos apresentar hoje a Maria Eduarda Stersi. Aluna da Escola Municipal Miriam Leila Palandri, em Maringá, ela é conhecida por toda sua dedicação em sala de aula e o reconhecimento pode ser efetivo com a premiação do Diário na Escola.

“A Maria Eduarda é uma menina muito engajada em tudo o que faz. Em casa, está sempre lendo ou pesquisando novos conhecimentos, isso faz com que ela desenvolva o vocabulário e tenha boa fala e escrita. Desde muito nova, já é um orgulho para nós”, conta a mãe, Fernanda Stersi.

A estudante vencedora comenta que a poesia é uma paixão em sua vida. “O desafio do concurso não foi tão difícil porque este é um gênero textual que eu tenho facilidade para produzir, eu gosto dos versos e rimas, isso torna a tarefa prazerosa.”

Maria Eduarda teve a orientação da professora Cleonice Teixeira Marques e usou uma notícia sobre as delícias culinárias das festas juninas, publicada no jornal O Diário do Norte do Paraná, para inspirar seu poema. Mas o texto da aluna foi além, trouxe também informações sobre as brincadeiras típicaFoto Abres, músicas, danças, e outros elementos que encontramos nessas comemorações.

“Hoje nossa escola está em festa. Uma premiação é sempre reconhecimento de um trabalho diário, e ficamos muito contentes ao perceber que nossa forma de cuidar da educação tem dado certo. Agradeço a toda equipe que se esforça para oferecer sempre o melhor para nossas crianças”, ressalta a diretora Sandra Liberatti.

“A Secretaria Municipal de Educação considera a parceria com o Diário na Escola de extrema importância, pois proporciona aos alunos o acesso à diferentes gêneros textuais, estimulando o gosto pela leitura e a produção textual, contribuindo para a formação do cidadão atuante na sociedade”, enfatiza a secretária da educação de Maringá, Solange Lopes.

“Eu não esperava ser uma das vencedoras do concurso, afinal, foram mais de 10 mil inscritos. Mas hoje, recebendo meu prêmio, só tenho a agradecer a todos que contribuem com a evolução do meu saber, em especial, minha família, professores e meus colegas de classe que estão todos os dias ao meu lado”, comemora Maria Eduarda.

A coordenadora do Diário na Escola, Loiva Lopes finaliza agradecendo a todas as escolas, alunos e professores que se dedicaram para participar da segunda edição do Concurso Cultural Notícias em Versos. “É uma satisfação ver a adesão de tantos profissionais e crianças em nossa promoção, foram muitos poemas de excelente qualidade recebidos, isso mostra o quanto a leitura crítica em sala de aula tem contribuído com a formação dos pequenos enquanto estudante e cidadão. Parabéns aos que nos enviaram as produções, aos que não venceram, ano que vem teremos novas oportunidades.”

Sem categoria
Comente aqui


O fato que inspira

Hoje vamos conhecer mais uma vencedora do Concurso “Notícias em Versos”. A poesia foi inspirada na notícia com a manchete ‘Morte de onça após cerimônia da tocha repercute até no Oriente Médio’ publicado no jornal O Diário do Norte do Paraná. A aluna premiada é Marisol Nietto Ribeiro que estuda na Escola Municipal Professora Maria Celestina Machado, em Astorga, e foi orientada pela educadora Paula Morgana Lopes.

Foto Abre“Quando li a matéria fiquei bastante triste. Ao meu ver, a onça foi morta de forma injusta. Não havia necessidade de tirar a vida de uma animal criado de maneira tão dócil. Para mostrar a minha comoção com o fato, escolhi a notícia para ser base do meu poema e consegui alcançar meus objetivos, o de ganhar o prêmio e o de mostrar a mais pessoas o valor da vida daquela onça”, enfatiza Marisol.

A professora Paula conta que as etapas que antecederam a produção da poesia foram bastante trabalhosas, “começamos lendo o impresso, separando as reportagens que os alunos consideravam mais interessantes, pesquisamos mais conteúdos no jornal online, entrevistamos os pais sobre a polêmica da morte da onça Juma, para só depois irmos efetivamente para a escrita”, diz.

A premiação de Marisol e Paula foi uma verdadeira comemoração na Escola em Astorga. “Trabalhamos diariamente em busca do melhor ensino. Nossa comunidade é carente e por isso nosso comprometimento com o desenvolvimento escolar das crianças é ainda maior. Este foi um ano de muitas lutas, mas as conquistas já estão sendo colhidas. Receber a notícia de que nossa aluna e professora foram uma das vencedoras do Concurso Notícias em Versos, o qual teve mais de dez mil participantes, nos dá mais garra para continuar evoluindo”, comenta a diretora, Andréa Cristina Verri.

Os pais de Marisol, Vilson Ribeiro e Aparecida de Fátima Nietto, não se continham de emoção pela filha. “É uma menina brilhante, dedicada em tudo o que faz. Mesmo em casa está estudando, ela merece o reconhecimento, é o nosso orgulho!”

“Sou apaixonada pela educação, momentos como esse nos dão ainda mais forças para sempre darmos o nosso melhor em sala de aula. Receber o prêmio é gratificante e me renova, todo o trabalho vale a pena”, aponta a professora, Paula.

A secretária da educação de Astorga, Neuza Maria Julião Fortunato destaca que a parceria com o Diário na Escola é algo fundamental para o município. “Posso dizer que é o programa mais importante que temos em relação a motivação da leitura e da aprendizagem através da pesquisa. Recebo esse prêmio hoje com a mesma alegria das vencedoras. Todo o trabalho que realizamos tem sido reconhecido, isso é uma grande alegria.”

 

Conheça abaixo o poema produzido pela aluna Marisol Nietto Ribeiro que foi uma das ganhadoras do Concurso Notícias em Versos. Parabéns, Marisol!

 

Uma agressão à natureza

 

Pela tocha olímpica Manaus foi visitada,

Mas pagou com a vida Juma, a onça pintada

Por uma arma de fogo foi alvejada

 

O mundo inteiro comovido ficou

Porque a pobre onça

Com o fogo da tocha se assustou

 

As olimpíadas ainda vão acontecer,

Mas a vida de Juma

Ninguém vai devolver

 

A notícia se espalhou por toda nação

Deixando todos

Em forte comoção.

Sem categoria
Comente aqui


A escrita por emoção

O Concurso promovido pelo Diário na Escola “Notícias em Versos” – no qual os participantes deveriam escrever poesias a partir das notícias publicadas no jornal O Diário do Norte do Paraná – resultou em mais do que prêmios, professores descobriram verdadeiros poetas dentro das salas de aula. E uma dessas boas surpresas foi a aluna Vanessa Aparecida Ferreira, que estuda na Escola Municipal Yoshio Hayashi, em Sarandi, e que com a criação de um texto cheio de sentimento foi escolhida uma das vencedoras do Concurso.

Foto AbreVanessa teve a orientação da professora Amanda Manha para a criação da poesia, mas Amanda garante que o mérito é todo da estudante. “Foram várias aulas trabalhando a estrutura desse gênero textual que as crianças teriam que produzir para enviar ao Diário na Escola. Mas a parte de conteúdo, ficou a escolha de cada aluno. Lemos a matéria do jornal juntos, sensibilizei eles sobre as informações da notícia, e na sequência cada um criou seu poema de forma independente. E os resultados foram os melhores possíveis”, conta a professora.

A matéria com a manchete “Tem coisas que só vidas dão sentido”, retratava o abandono de uma casa. A partir da leitura desse texto Amanda ajudou os alunos a se inspirarem para as criações. Vanessa destaca que foi muito prazerosa a produção da poesia, “no meu texto falei um pouco da realidade que vivo, coloquei tudo aquilo que se passa dentro do meu coração no papel. Não tenho uma casa de luxo, mas a que moro é bastante acolhedora e para mim ela é linda não pela estrutura, mas pelas pessoas que moram lá dentro e me fazem uma menina muito feliz”.

A professora comenta que a estudante é merecedora do prêmio do Concurso. “A Vanessa é uma aluna bastante tímida e se revelou nesse trabalho, descobri um talento nela que só precisava ser motivado para florescer. Tenho certeza que essa premiação despertará em toda a classe o prazer em ler e escrever, pois eles viram que com o esforço vem o reconhecimento”, diz Amanda.

A secretária da educação de Sarandi, Adriana Palmieri comemorou com a aluna vencedora e com toda a equipe pedagógica que trabalha diariamente para que o ensino melhore e consiga bons resultados como este. “Estou muito feliz pela educação de Sarandi, a cada dia vemos novos avanços. Esta é a segunda edição do Concurso Notícias em Versos e é a segunda vez que algum aluno do município é premiado, é muito orgulho! Como secretária e professora acredito que estas propostas tendem a incentivar o trabalho dos educadores que são os mediadores do ensino e consequentemente o interesse das crianças pelo aprendizado.”

Adriana ressalta que a parceira com o Diário na Escola rende bons frutos, e que para 2017 pretende expandir ainda mais o atendimento incluindo todas as séries do ensino fundamental no Programa para que mais estudantes tenham acesso a informação e à leitura de textos de circulação social, como também para que os professores possam receber uma formação contínua.

Sem categoria
Comente aqui


Jornal em sua forma e conteúdo

Na Escola Municipal Padre Mateus Elias, em Doutor Camargo, as remessas de jornais que chegam semanalmente à instituição têm sido muito bem exploradas pelas professoras Edilaine Ghiraldi Poletine e Maria de Fátima Bortolucci, que lecionam para as turmas de quintos anos.

Foto AbreAlém da leitura e interpretação dos fatos publicados, as educadoras propõem atividades em classe que levam os estudantes ao conhecimento das regras gramaticais da Língua Portuguesa e a reflexão sobre temas de interesse social.

Edilaine conta que costuma começar as propostas em sala de aula com uma breve discussão sobre as notícias, já aproveitando a atenção dos alunos para apresentar exemplos de tempos verbais, grafia, vocabulário e os gêneros textuais presentes nas páginas do Diário.

“Em um de nossos momentos com o jornal, entreguei às crianças a narrativa ‘A convenção das jararacas’ para que eles tentassem aliar o lúdico da história que estavam lendo, com o real, que são as matérias publicadas. Desafiei-as a escreverem uma notícia sobre as jararacas, para que pudessem misturar os dois tipos de textos que tinham em mãos”, ressalta Edilaine.

A professora enfatiza o sucesso dessa proposta didática, pois os alunos criaram reportagens a partir de algo lúdico, que era a história da jararaca. Em algumas matérias fictícias a cobra foi presa por estar rastejando em alta velocidade, e em outras, a personagem se tornou atleta da seleção brasileira de basquete e participou dos jogos olímpicos do Rio.

Com tantas boas produções, Edilaine convidou as crianças a formarem um círculo em sala, apresentaram as notícias criadas sobre a jararaca e produziram um painel nas paredes dos corredores da escola para que toda a comunidade tivesse conhecimento do trabalho realizado.

A turma da Maria de Fátima também fez bonito no trabalho com o jornal. Preocupada com os fatos sobre acidentes de trânsito na região em que mora, a professora optou por utilizar os textos jornalísticos para realizar uma proposta de conscientização com os estudantes.

“Fizemos uma seleção de todas as notícias encontradas no Diário sobre as colisões no trânsito. Em seguida, debatemos o assunto e elegemos as causas para que houvesse um aumento tão significativo do número de acidentes. No quadro criamos uma lista das possíveis soluções para que se diminuam essas estatísticas tão ruins. E o desafio final foi solicitar às crianças a produção de uma letra de rap que alertasse os motoristas e motociclistas sobre os riscos da imprudência no trânsito, focando nas mensagens de proteção à sua vida e à do próximo”, enfatiza a professora.

Edilaine e Maria de Fátima concordam que o trabalho com o jornal em sala de aula possibilita um maior interesse dos alunos no momento da escrita, pois eles se sentem parte das notícias e gostam de produzir sobre aquilo que é real na vida deles. “As propostas didáticas com o impresso tornam as crianças cidadãos mais conscientes, com certeza teremos um futuro de adultos responsáveis”, afirmam.

Sem categoria
Comente aqui