visita



Visita ao Diário resulta em produção

Todas as escolas municipais de Astorga estão trazendo seus alunos para visitar a sede do Grupo O Diário. Durante o passeio educativo, as crianças conhecem desde a produção da notícia até a impressão do jornal e os diferentes profissionais envolvidos neste processo.

Na última semana, as turmas do quinto ano da Escola Municipal Alfredo Sofientini estiveram na empresa e voltaram para a sala de aula prontos para criar conteúdos a respeito de tudo o que aprenderam.

“Eu me senti emocionado em ver a rotina de trabalho dos funcionários e fiquei muito feliz em poder conhecer como o jornal é feito antes de ser entregue em nossas casas”, destaca o aluno, Everton da Silva.

A professora Sonia Gimenes solicitou que as crianças relatassem através de uma poesia, história em quadrinhos (HQ) ou tirinha, algo que demonstrasse o que o passeio representou para elas. “Percebi que mais do que um momento de entretenimento fora da escola, os estudantes trouxeram valores que acrescentaram à vida deles, no momento da produção todos queriam participar, pois estavam cheios de ideias”, conta.

A aluna, Maria Clara Lopes de Souza comenta que ficou surpresa com o número de pessoas envolvidas na produção do jornal. “Achei que a diagramação do jornal era feita por algum sistema, mas não, este trabalho é feito pelo diagramador.” Quando foi desenvolver a atividade, Maria Clara optou por fazer uma HQ e assim, apresentar a função de cada um dos profissionais da redação. “Reforcei o que aprendi no passeio, quando criei a minha historinha. O dia da visita ao Diário foi maravilhoso e eu nunca vou esquecer tudo o que vi”, relata.

NA PRÁTICA

O aluno, Everton Luiz da Silva desenvolveu um poema sobre o passeio educativo ao Diário. Leia:

Visitamos o Diário

E eu achei tudo muito legal

Tem repórter e fotógrafo

Subindo e descendo degraus

 

Tem a sala pré-impressão

Fechada em todos os lados

Para não entrar nenhuma luz

Onde na placa de metal, o jornal é revelado

 

O galpão de impressão

Tem uma máquina comprida

Que produz 18 mil jornais

Para a leitura da nossa população querida

Voltamos de ônibus

Curtindo a visita

Foi um momento formidável

Que vou guardar para toda a vida.

Comente aqui


O Diário na Escola: aprendizado dinâmico e ensino qualitativo

Desde 2001 o programa educacional O Diário na Escola, que é alinhado ao modelo “Jornal e Educação” da Associação Nacional de Jornais (ANJ), é desenvolvido pelo O Diário do Norte do Paraná.

Em parceria com as Secretarias de Educação de Maringá e região e também empresas privadas, o programa tem por objetivo estimular nos alunos o gosto pela leitura contribuindo com o estudo de diversos conteúdos, formação cidadã e o desenvolvimento do senso crítico dos envolvidos.

Atualmente O Diário na Escola está presente em 117 instituições de ensino atendendo aproximadamente oito mil alunos e 300 educadores, em 19 municípios. Além de realizar concursos culturais, o Programa tem como prioridade oferecer encontros de formação aos professores e oficinas pedagógicas aos estudantes, a fim de maximizar a utilização dos jornais enviados às escolas e propiciar um novo olhar sobre os textos de circulação social.

“O Diário na Escola permite o trabalho com a diversidade textual, além de proporcionar aos alunos o contato com o jornal, algo que muitos não tem acesso fora da escola. Permite também que os pais possam ler as notícias com seus filhos, pois eles pedem o jornal para levar para casa”, conta a professora da Escola Municipal Alfredo Sofientini, de Astorga, Valéria Nunes de Jesus.

Capacitação

foto materia dois“Trabalho há muitos anos na mesma escola. Fui coordenadora pedagógica, diretora e hoje sou professora do 5º ano. De início foi uma resistência para meus superiores entenderem a importância do Programa, mas assim que assumi a direção junto à nova secretaria de educação, conseguimos. E hoje, trabalhando com meus alunos vejo que não foi em vão a insistência. As crianças adoram o jornal e são leitores assíduos. Através dos encontros, estou me capacitando e levando conhecimento aos estudantes”, destaca a professora da Escola Municipal Menino Jesus, de Uniflor, Cristiani Maria Baptista Gati.

Alunos do ensino fundamental e médio, de escolas públicas e particulares, entre outros ambientes educativos como comunidades sociais e abrigos, são o público alvo do Diário na Escola. As instituições parceiras recebem os jornais semanalmente para desenvolverem atividades e os trabalhos realizados a partir da leitura do jornal O Diário são publicados nas colunas semanais do programa, no caderno de Cultura, e nas mídias onlines, a exemplo do blog, facebook e twitter do Programa.

Os profissionais da educação recebem assessoria pedagógica especializada nos encontros de capacitação, palestras com grandes nomes das áreas de educação e comunicação, materiais de apoio com sugestões de atividades para o trabalho interdisciplinar com o impresso, atendimento da equipe do Diário na Escola para suprir dúvidas, bem como visita as escolas.

Em 2013, foram realizados os seguintes encontros de capacitação: “O jornal como aliado para os estudos da Prova Brasil”; “A diversidade dos gêneros no universo jornalístico”; “Artigo de Opinião: um espaço de argumentação no jornal”; “Histórias em quadrinhos: linguagens e ludicidade nas produções textuais”; “Notícia e Reportagem – bastidores e processos de produção” e “O professor na sala de aula – buscando estratégias de superação do mal estar docente”.

Concursos

CColuna Jornal Semana Nacional do Transito - 2013O Programa realizou nos meses de setembro e outubro duas promoções culturais: Concurso de Frases sobre a temática da Semana Nacional de Trânsito (6ª edição) e Concurso de Gibi (8ª edição). Ambos têm como objetivo propiciar que crianças e adolescentes, juntamente com seus professores, desenvolvam um trabalho de leitura crítica diante dos assuntos relacionados às notícias veiculadas nas páginas do jornal e produzam diferentes gêneros textuais.

anúncio“Tivemos dois alunos premiados no Concurso de Frases, é uma enorme satisfação. Em especial, porque as crianças vencedoras apresentavam dificuldade de aprendizado em sala de aula, com a vitória mostramos não só para elas, mas para os colegas, que com dedicação e esforço, tudo é possível”, enfatiza Vilma Spinella, assessora pedagógica na secretaria de educação de Astorga.

A vencedora do Concurso de Gibi na categoria “escolas da região” foi Gabriela Fusco dos Santos. A mãe, Maria Cristina Fusco conta que a filha é dedicada em tudo o que faz. “Ela esteve realmente empenhada no período de produção da história em quadrinhos. Concursos como este incentivam as crianças a buscarem o sucesso”.

Dia das CrinaçasEm comemoração ao Dia da Criança foi lançada a promoção cultural online “Livro também é diversão!”. Para participar bastava acessar o regulamento e o formulário de inscrição pelo blog do Diário na Escola e contar como faz para estimular a leitura da criançada. Podendo ser filho, neto, sobrinho ou aluno. O autor da história mais criativa recebeu seis livros de histórias infanto juvenis.

“Com tantas opções tecnológicas as crianças estão se afastando do contato com os livros. Quero que na vida do meu filho isso seja diferente. Percebo que o ato de ler é algo prazeroso para ele, e espero que continue assim”, enfatiza a mãe do ganhador e incentivadora do hábito da leitura, Leia Rachel Teixeira de Souza.

Visitas monitoradas

QUARTOANOVITORBELOTIDM3Os participantes ainda podem conhecer a sede do grupo O Diário, onde é apresentado aos visitantes todo o processo da produção da notícia até o sistema de impressão e distribuição do jornal nas casas, escolas e empresas.

“É importante para o aluno conhecer o espaço físico da empresa jornalística, conversar com os funcionários, tocar os equipamentos, tudo isso faz com que ele volte pra a sala de aula com um olhar diferente. As crianças estão mais abertas do que imaginamos para a leitura crítica da mídia”, conclui a coordenadora do Diário na Escola, Loiva Lopes.

Comente aqui


Visita ao Diário: Diversão e Conhecimento

Mais do que um momento de entretenimento ou um passeio, a visita ao Diário proporciona aprendizagem. Alunos da Escola Municipal Victor Beloti, de Maringá, recebem o jornal semanalmente em sala de aula para o desenvolvimento de atividades e junto com as professoras, Silvana Aparecida Barela, Keise Santos Marques e Amália Bovolin tiveram a oportunidade de conhecer a estrutura do Grupo O Diário.

TERCEIROANOVITORBELOTIDM6Na sala de redação os estudantes descobriram como a notícia é produzida, o trabalho do pauteiro, repórter, fotógrafo, diagramador e editor. No parque gráfico foi apresentado todo o sistema de impressão, desde as placas de zinco que são feitas para cada página do jornal, o tipo de papel que é utilizado, as cores das tintas, até o sistema de empacotamento e o processo de distribuição para que o jornal impresso chegue todas as manhãs às bancas, casas, empresas e escolas.

QUARTOANOVITORBELOTIDM2“É bom poder satisfazer a curiosidade dos pequenos. Olhinhos brilhando, muitas perguntas. Para gente é sempre um privilégio receber essas turminhas”, conta a jornalista do Diário, Juliana Fontanella.

A coordenadora do Diário na Escola, Loiva Lopes foi quem orientou a visita com as crianças. “É importante para o aluno conhecer o espaço físico da empresa jornalística, conversar com os funcionários, tocar os equipamentos, tudo isso faz com que ele volte pra a sala de aula com um olhar diferente. As crianças estão mais abertas do que imaginamos para a leitura crítica da mídia”, conclui.

 

Comente aqui


Visita ao Diário

Esta semana foi a vez dos alunos da Escola Municipal Menino Jesus, de Uniflor, conhecerem as instalações do jornal O Diário. No passeio eles descobriram como funciona a produção da notícia no impresso, o trabalho de cada profissional da área, e por fim, o sistema de impressão e distribuição do jornal.

 

Comente aqui


Visita ao Diário

Mais do que um momento de entretenimento ou um passeio, a visita ao Diário proporciona conhecimento e aprendizagem. Turmas do 4º e 5º ano da Escola Municipal Padre José de Anchieta, de Sarandi, conheceram a estrutura do Grupo O Diário e como é feito o jornal impresso para que chegue todas as manhãs às bancas, casas, empresas e escolas. Na sala de redação os alunos descobriram como a notícia é produzida, o trabalho do pauteiro, repórter, fotógrafo, diagramador e editor. No parque gráfico foi apresentado todo o sistema de impressão, desde as placas de zinco que são feitas para cada página do jornal, o tipo de papel que é utilizado, as cores das tintas, até o sistema de empacotamento e todo o processo de distribuição do material.

Professores que tenham interesse em trazer seus alunos para uma visita entrem em contato pelo telefone (44) 3221-6050.

Alunos conheceram a sala de redação do Diário

Comente aqui


Como transformar uma visita à empresa jornalística em conhecimento

Frequentes são as visitas dos alunos e professores de escolas de Maringá e região ao jornal O Diário. Nesses passeios, os visitantes têm a oportunidade de conhecerem todo o processo de produção do impresso, que chega toda manhã às casas, empresas e escolas.

Nossa dica é que os profissionais da educação aproveitem esse momento de entretenimento para que as crianças e adolescentes transformem o que vivenciaram em aprendizagem. E como fazer isso? Sugerimos que o professor deixe bem claro o objetivo da visita, que pode ser, por exemplo, verificar a capacidade de observação e compreensão dos envolvidos em relação ao processo de confecção do jornal.

Esse trabalho pode ser realizado em três etapas. Na primeira parte, o professor pode fazer levantamento de hipóteses, isto é, verificar como os estudantes imaginam que acontece o processo de produção do jornal. Após as observações apontadas, poderá trabalhar vídeos, textos e imagens (fotos) sobre processos de produção do impresso. E disso originar produções orais e escritas, ilustrações etc. Que tal a elaboração de uma carta à equipe de “O Diário na Escola” para agendar a visita. Essa produção pode ser um ótimo recurso para que os alunos sintam interagidos no processo de comunicação.

O segundo passo é o “passeio” ao Diário. Nesse momento os alunos devem saber os objetivos a serem alcançados e o porquê da visita. Muitas vezes pode ser apenas por entretenimento. O  importante é que o professor deixe bem claro os objetivos da aula passeio. Algumas questões poderão ser elaboradas anteriormente para que sejam questionadas no momento da visita. Os alunos poderão ser divididos em equipes para que cada grupo anote sobre uma determinada etapa, assim o grupo A pode tomar nota sobre a Redação; o grupo B sobre a criação de imagens gráficas; o grupo C atentar ao processo de impressão e expedição, por exemplo.

Alguns materiais deverão ser providenciados com antecedência, para que as equipes tenham êxito no trabalho, tais como lápis, caneta, máquina fotográfica ou celular etc.

Por fim, na terceira etapa, o professor propõe uma apresentação oral, para que cada grupo aponte  suas observações e anotações de cada etapa. Feito isso, todos terão muito o que escrever e divulgar para toda a escola e comunidade, através de um jornal mural, de um fanzine, cartazes, Blog, facebook… Mãos à obra!

Observação: Jornal mural não deve ser entendido apenas como simples recorte e colagem de textos e imagens, e sim produções que façam com que os alunos reflitam e aprendam sobre a escrita e sobre o que estão escrevendo.

2 Comentários


Aproximando crianças e mídia

Hoje pela manhã, os alunos da 4ª série  e do 4º ano da Escola Municipal Nadir Alegrette, de Maringá, visitaram o Grupo O Diário. Acompanhados pelos professores, as crianças puderam passear pela redação, pela impressão e distribuição do jornal impresso. Conheceram a Rádio CUltua Am que completou nessa semana 60 anos no ar.

 

 

A turma da 4ª série e do 4º ano juntas na redação de O Diário

1 Comentário


Alunos de Marialva visitam Grupo O Diário

Turma da 4ª série da tarde da Escola Municipal Maria dos Santos Severino, de Marialva

Para que cada prática de Educomunicação seja singular e respeite as características e necessidades de cada grupo, é fundamental aproximar os receptores do modo como a disseminação de informação acontece e quem faz isso. Os alunos da 4ª série da Escola Municipal Maria dos Santos Severino, de Marialva, vieram conhecer o Grupo O Diário e entenderam como funciona o processo de produção do jornal impresso e os programas de rádio.

Comente aqui


Alunos conhecem empresa de comunicação

Duas turmas de 4ª série da Escola Municipal Duque de Caxias, de Flórida, vieram, na última quarta-feira, conhecer O Diário e a rádio Cultura AM. O objetivo dos professores foi de apresentar às crianças uma empresa que exerça o papel de difundir informação. Durante o passeio, eles puderam compreender como funciona o processo de produção do jornal impresso e acompanhar ao vivo o Programa Cristiano Silva, da Cultura AM.

Comente aqui


Alunos descobrem universo da comunicação

Os alunos da 4ª série da Escola Municipal Professora Nadyr Maria Alegretti, de Maringá, vieram conhecer o jornal O Diário e a rádio Cultura AM. Durante o percurso da visita, conheceram o estúdio da rádio, onde aconteciam programas ao vivo e também visualizaram todas as fases de elaboração do jornal: redação, diagramação, criação de imagens gráficas, impressão e expedição. Desta forma, as crianças perceberam como é amplo e complexo o universo da comunicação.

13 Comentários