Nova Esperança



Prefeitura de Nova Esperança assina acordo que contribuirá para melhorias no município

O prefeito, Gerson Zanusso, assinou um protocolo de intenções com o Banco do Brasil para beneficiar o município em diversas áreas de investimentos. A prefeitura tem inclusive a possibilidade de adquirir ônibus escolares, por meio do Programa Caminho da Escola. São ônibus para o transporte escolar com especificações exclusivas nos quesitos segurança, conforto, sinalização, acessibilidade e condições de trafegabilidade das vias urbanas e rurais do município. Criado em 2007 pelo Governo Federal, o Caminho da Escola permite às prefeituras renovarem a frota de veículos escolares, garantindo a qualidade e segurança do transporte de crianças e jovens. A utilização desse programa contribui para a redução dos valores gastos e transparência do processo. A futura aquisição, se concretizada , contribuirá para a diminuição da evasão escolar e possibilitar a ampliação da permanência e do acesso de crianças e jovens à educação básica na rede pública de ensino.

Comente aqui


Professora incentiva a reflexão sobre o consumo

Fim de ano, o poder de consumo aumenta e a impulsividade na hora das compras também! Na contra mão disso, a professora Sandra Cristiane Fratini de Castro, da Escola Municipal Padre Ladislau Ban, de Nova Esperança, trabalhou os encartes do jornal com as crianças de 4ª série. Leia a matéria completa abaixo, publicada na página do Diário na Escola de hoje:

 

 

Encartes viram objeto de reflexão em Nova Esperança

 Fernanda Accorsi

Os encartes comerciais chegam aos leitores junto com o jornal e não servem apenas para informar sobre promoções e lançamentos de produtos, mas na educação foram usados como recurso didático para o processo de ensino e aprendizagem. Foi o que fez a professora de 4ª série Sandra Cristiane Fratini de Castro, da Escola Municipal Padre Ladislau Ban, de Nova Esperança, que viu nos folhetos uma oportunidade de transformar as informações em fonte de conhecimento.

Depois de distribuir os encartes entre os estudantes, Sandra elaborou algumas questões para a interpretação dos anúncios de móveis e eletrodomésticos. Notícias sobre o Procon e o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) deram suporte a reflexão sobre os bens de consumo. “Levantamos questões como ‘de onde vem o produto anunciado? Por que fabricam? Para quem é voltado? Refletimos sobre o custo benefício”, contou a professora.

A análise crítica das informações deu abertura para que as crianças (re) pensassem a necessidade de compra, o consumismo desenfreado e também passassem a valorizar o que já têm. “Os alunos se interessaram muito pela atividade, interagiram sobre o assunto e com a análise dos panfletos conseguimos esclarecer algumas dúvidas sobre o consumo”. O desfecho da atividade aconteceu com a produção de poesias, em que o objeto central estivesse anunciado nos encartes. As estudantes Bruna Pessoa, Raiane da Silva e Mariane de Souza, da 4ª ‘A’ escreveram sobre a bicicleta anunciada.

 

 

 

 

 

 

 

 

Comente aqui


Aluno utiliza notícia para formar opinião

A vida de estudante e a importância da formação escolar na vida das pessoas foram temas da aula da professora Valquiria Kondraski, com a turma da 4ª série “A”, da Escola Municipal Nice Braga, de Nova Esperança. Ao ler a página do Diário na Escola com os alunos, a professora se deparou com o assunto e logo solicitou a elaboração de um texto opinativo sobre o tema.
“Como dia 11 de agosto se comemora o Dia do Estudante resolvi comentar a importância da educação formal na vida das pessoas e a matéria do Diário na Escola veio a calhar porque era aula de História e eu estava trabalhando datas comemorativas”, contou Valquiria. O texto enviado pela professora ao Diário na Escola contém a opinião da aluna Yasmin Tozza Sampaio, do João Vitor Staub Castanho e da Beatriz Sanches Soares.

 

Comente aqui


A consciência ambiental de Nova Esperança

A Constituição Federal foi elaborada em 1988 e funciona para nortear os direitos e deveres dos brasileiros. A Carta Magna, como também é conhecida, afirma que todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado. Da mesma maneira que o Poder Público e a coletividade têm o dever de defendê-lo e preservá-lo para as atuais e futuras gerações. Preocupados com a conscientização da população de Nova Esperança, os alunos da 4ª série “A”, da Escola Municipal Júlio Benatti, foram às ruas questionar como andam as atitudes dos moradores.

A professora Noemia dos Reis contou que o principal objetivo foi de verificar se a população se preocupa com a preservação ambiental, para depois, quem sabe, agir para a conscientização. Depois da coleta de dados foi feito um gráfico para todos visualizassem as constatações. A principal conclusão foi que a maioria da população da cidade realiza uma ou duas ações de proteção ao meio ambiente.

 

 

 

Gráfico produzido pela 4ª "A"

Comente aqui


Encontros pedagógicos em Ourizona e Nova Esperança

Na próxima segunda-feira, 04/07, será a vez dos professores, da rede municipal de educação de Ourizona – PR, participarem da oficina pedagógica “Aprofundando o conhecimento sobre os gêneros jornalísticos”, que será ministrada por Maisa Cardoso, professora doutoranda em estudos da linguagem pela Universidade Estadual de Londrina, UEL, e coordenada pela equipe de O Diário na Escola.

O encontro acontecerá das 13 às 17 horas, na Casa da Cultura. Um dos pontos altos do evento será a explanação de como o educador poderá montar suas sequências didáticas com os gêneros textuais presentes no jornal, para o trabalho em sala de aula.

No dia 06/08 (quarta-feira), a mesma oficina será desenvolvida aos educadores de Nova Esperança – PR.

Vale lembrar que os encontros são destinados aos profissionais que fazem parte de O Diário na Escola. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (44) 3221-6050.

Comente aqui


Um dia estará no livro, hoje está no jornal

Maly Benatti, prefeita de Nova Esperança, cidade participante do Diário na Escola

Maly Benatti, prefeita de Nova Esperança, foi entrevistada hoje pelo Diário na Escola. A pauta discorreu, entre outros assuntos, sobre a relevância de democratizar o acesso ao jornal para os estudantes da rede municipal. Segue um trecho da entrevista que tem relação direta com o fato histórico ocorrido hoje: o casamento real.

 

 

“É de extrema importância que, o quanto antes,  a criança tenha acesso à leitura de livros e jornais. Os dois acrescentam – e muito – ao desenvolvimento de cada uma delas. Por exemplo, os pequenos moram aqui, mas estão conectados ao que ocorre mundo afora, como o casamento do príncipe Willian, que um dia estará nos livros, como parte do conteúdo de história, mas hoje está nos jornais. Por isso, é preciso que elas tenham acesso, também, ao que ocorre hoje, ao que ocorre agora!”

Maly Benatti

 

 

Comente aqui


Educomunicação em Nova Esperança

A última sexta-feira, dia nove, foi de muito trabalho na Escola Municipal Nice Braga, de Nova Esperança. A equipe do Diário na Escola esteve no colégio para fazer, com os alunos, atividades de educomunicação que misturaram leitura, cidadania e reflexão. A turma da 4ª série ‘B’ foi extremamente participativa e demonstrou gostar do trabalho com o jornal na sala de aula.

Como escreveu certa vez o professor Ismar de Oliveira Soares, coordenador do Núcleo de Comunicação e Educação da ECA/USP, um dos objetivos da educomunicação é “criar e fortalecer ecossistemas comunicativos em espaços educativos”. A seguir alguns registros da oficina ‘Leituras, imagens e sentimentos’.

Comente aqui