Handebol feminino

Handebol feminino do Paraná



Árbitra de handebol do Paraná vira DJ no Norte do Brasil

Karina Vasconcelos

Orlando Gonzalez

A árbitra Karina Vasconcelos, que atua no handebol do Paraná, inovou durante a passagem de ano. Virou DJ após aulas com o profissional Vagner Santiago. Ela passou os últimos dias de 2018 em Porto Velho, em Rondônia e começou 2019 na Bolívia.

A DJ Karina comandou na véspera, passagem de ano e no primeiro dia de 2019, o agito noturno na Bimbo’s, em Rondônia e na fazenda Extrema, em Guayaramerín, cidade no departamento do Bêni, na Bolívia.

Agora, a árbitra/DJ curte férias no litoral catarinense.

Comente aqui
 

Vivian Yuri Kimura, a melhor do handebol juvenil de Maringá em 2018

Vivian Yuri Kimura, a melhor de Maringá em 2018

Orlando Gonzalez

Fôlego é o que não falta para a armadora central Vivian Yuri Kimura, 18 anos, do handebol feminino de Maringá. Aliás, atleta de força física e muita qualidade técnica e coletiva. Com freqüência aparece em jogada de contra-ataque, e manda para as redes das adversárias, além de boas trocas de passes e lançamentos.

Vivian Yuri Kimura também atuou pelo time adulto em 2018

Na temporada, Vivian Kimura sagrou-se campeã dos Jogos da Juventude do Paraná, Campeonato Paranaense Sub-18 e, como também esteve em quadra pelo time adulto de Maringá, as conquistas dos Jogos Abertos do Paraná e Campeonato Paranaense adulto.

Vivian Yuri Kimura, o pulmão da equipe maringaense

Kimura foi o destaque do handebol maringaense na categoria Jogos da Juventude do Paraná. A escolha é das integrantes da comissão técnica, Clarice Braga da Silva (técnica) e Elcia Picolo (auxiliar técnica).

Comente aqui


Larissa Suelen termina 2018 em alta e fecha ano como artilheira de Maringá no Campeonato Paranaense de Handebol

Ponteira marcou 54 gols no Campeonato Paranaense

Orlando Gonzalez

A ponteira direita Larissa Suelen, do handebol feminino adulto de Maringá, campeã no último fim de semana do Campeonato Paranaense de 2018, tem mais um bom motivo para continuar comemorando o seu desempenho em quadra no certame estadual.

 

É que a atleta, mesmo ausente em duas das seis etapas do estadual, aparece como principal artilheira da equipe de Maringá e terceira goleadora do Campeonato Paranaense com 54 gols marcados.

 

Suelen fica atrás apenas das atletas Francinete Carneiro, do vice-campeão Cascavel, que fez 57 gols e de Vilma Oliveira, do quarto colocado Matelândia, que balançou as redes 65 vezes.

Comente aqui


Isabella Ansolin, a conquistadora de títulos, é a melhor do handebol de Maringá em 2018

Isabella, a craque do handebol maringaense em 2018

Orlando Gonzalez

O torcedor já sabe. Quando tem jogo do handebol feminino de Maringá e a armadora central Isabella Ansolin, 26 anos, está em quadra, a visão clara é de jogadas de habilidade e extrema categoria da garota que começou a jogar aos 9 anos. Que vestiu as camisetas das seleções do Paraná e do Brasil, que acumulas vários títulos estaduais, nacionais e internacionais e que não se cansa de treinar para conquistar mais títulos.

 

Bella é o nome da craque do handebol feminino de Maringá em 2018. Foi escolhida pelos técnicos Valmir Fassina e Sebastião Gonçalves como a principal atleta de Maringá na temporada finalizada no último domingo. E que teve Maringá no pódio, mais uma vez, como campeã do Campeonato Paranaense de Handebol feminino adulto.

No último fim de semana, Bella conquistou o título do Campeonato Paranaense

Ainda sem saber que havia sido escolhida pelos técnicos  como a melhor da equipe em 2018, Bella falou sobre a temporada na equipe maringaense. “Foi muito bom. Gostei bastante. Mesmo já tendo vivenciado muito do handebol, e em muitos lugares, sempre estamos em constante aprendizado, e aqui aprendi muitas coisas. Revi muitas pessoas dentro do handebol que não via há anos, fiz novas amizades e vivi novas experiências. Foi um ano de grande valia!”.

 

Há um ano jogando por Maringá, Bella acumula os títulos dos Jogos Universitários do Paraná e do Campeonato Paranaense adulto, o vice-campeonato nos Jogos Abertos e o quinto lugar nos Jogos Universitários Brasileiros. O histórico da atleta comprova o seu verdadeiro potencial.

 

CURRÍCULO:

Isabella Maria Araldi Ansolin, nascida em 21/02/1992 (26 anos), na cidade de Toledo – Paraná, filha de Mauro José Ansolin e Alice Maria Araldi Ansolin. Formada em Fisioterapia (2016) pela Universidade do Contestado – Concórdia/SC.

 

Iniciou a carreira no handebol aos 9 anos, na cidade natal, por influência do pai que é técnico de handebol. Aos 14 anos, foi convocada para a Seleção Paranaense de Handebol, onde sagrou-se campeã brasileira. Aos 15 anos, teve sua primeira convocação para a Seleção Brasileira de Handebol, onde participou de uma fase de treinamento. Aos 16 anos, integrou pela primeira vez a Seleção Brasileira, onde sagrou-se campeã Pan-americana. Aos 17 anos, deixa a cidade natal, para atuar pela equipe de Cianorte-Paraná, onde atuou durante um ano e conquistou diversos títulos estaduais e nacionais. Aos 18 anos, passa a integrar a equipe UnC- Concórdia, onde atuou durante 7 anos. Ainda participou da Seleção Brasileira Juvenil (2010) e Junior (2012), sagrando-se tri-campeã Pan-americana e participou de dois Mundiais.

 

No ano de 2013, sagrou-se campeã da Liga Nacional com a equipe de Concórdia. Em 2014, tornou-se campeã Mundial Universitária, na cidade Guimarães-Portugal. Neste ano, também foi eleita a melhor atleta e artilheira da Liga Nacional de Handebol. Em 2015, tornou-se campeã dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), representando a Universidade do Contestado – Concórdia.

 

Participou da Universíade, representando a Seleção Brasileira Universitária. Ainda em 2015, teve sua primeira convocação para a Seleção Brasileira Adulta, onde participou de amistosos internacionais. Também foi eleita a melhor atleta de handebol feminino, pela CBDU, nos jogos Universitários. No ano de 2016, despede-se do handebol de Concórdia conquistando o bicampeonato dos JUBs, e terminando em 4° lugar na Liga Nacional de Handebol.

 

CARREIRA:

TOLEDO / PARANÁ / BRASIL

Campeã da Copa Oeste 2007/2008

Campeã Paranaense Cadete 2008

Campeã Brasileiro de Seleções 2008 (Paraná)

 

CIANORTE / PARANÁ / BRASIL

Campeã Brasileiro Juvenil 2009

Vice Campeã Olimpíadas Escolares 2009

Campeã Paranaense Adulto 2009

 

CONCÓRDIA / SANTA CATARINA / BRASIL

3º lugar Liga Nacional 2010

Vice-campeã Brasileiro 2010

Campeã dos Jogos Abertos de Santa Catarina 2010

3º lugar Liga Nacional 2011

Campeã dos Jogos Abertos de Santa Catarina 2011

2° lugar Liga Nacional 2012

Campeã dos Jogos Abertos de Santa Catarina 2012

Campeã Jogos Abertos Brasileiro 2013

Campeã do Estado de Santa Catarina 2013

Campeã dos Jogos Abertos de Santa Catarina 2013

Campeã dos Jogos Regionais Abertos de São Paulo 2013 (Rio Claro)

Campeã da Liga Nacional de 2013

Campeã Mundial Universitário 2014

2° lugar Liga Nacional 2014

Campeã dos Jogos Universitários de Santa Catarina 2015

Campeã dos Jogos Abertos de Santa Catarina 2015

Campeã Jogos Universitários Brasileiro 2015

2° lugar Liga Nacional 2015

Campeã dos Jogos Universitários de Santa Catarina 2016

Campeã dos Jogos Universitários Brasileiro 2016

4º lugar Liga Nacional 2016

 

BRASIL / SELEÇÃO UNIVERSITÁRIA DO BRASIL

Campeã Pan-americano Cadete 2008

Campeã Pan-americano Juvenil 2010

12º lugar Campeonato Mundial Juvenil 2010

Campeã Pan-americano Junior 2012

9º lugar Campeonato Mundial Junior 2012

Campeã Mundial Universitário de 2014

3º lugar no Torneio Internacional Senior Women-Angola 2015

5° lugar no Summer Universíad 2015

 

DESTAQUES

Participação na seleção nacional desde 2008, nas categorias cadete, juvenil, júnior e adulto;

Melhor armadora central do Campeonato Paranaense em 2007;

Melhor armadora central do Campeonato Catarinense 2013;

Artilheira da Liga Nacional 2014;

Melhor jogadora da Liga Nacional de 2014;

Prêmio Melhores do Ano (Handebol Feminino) CBDU 2015.

 

PRINCIPAIS TÍTULOS

Campeã Pan-americana em 2008/2010/2012;

Campeã brasileiro em 2008 e 2009;

Final Four da Liga Nacional 2012/2014/2015;

Campeã da Liga Nacional de 2013;

Campeã Mundial Universitária de 2014.

Comente aqui


Maringá comemora títulos e mantém hegemonia no handebol do Paraná

Handebol de Maringá fatura títulos no Chico Neto

Orlando Gonzalez

As equipes de handebol feminino e masculino de Maringá conquistaram, neste domingo (2), o título do Campeonato Paranaense adulto. Os jogos decisivos do Campeonato Paranaense ocorreram no Ginásio Chico Neto, em Maringá. Fernanda, da equipe feminina e João Vitor, do time masculino, foram os destaques dos jogos decisivos.

 

Na decisão feminina, como esperado, Maringá teve pela frente a boa equipe de Cascavel. A Cidade Canção ganhou por três bolas: 27 a 24.

 

Cascavel iniciou o jogo melhor e chegou a abrir 4 a 0 no marcador. Aos poucos a equipe de Maringá foi se encontrando em quadra. Até abriu 14 a 13, mas sofreu o gol de empate nos instantes finais.

 

Na etapa complementar, o time visitante começou mais ousado e abriu dois gols. O time maringaense não se afobou, e voltou a mandar na partida. Tanto que conseguiu três gols de superioridade e confirmou o bicampeonato.

 

A equipe maringaense formou com Fernanda, Geisa, Anne, Gisele, Isabella, Larisa Suelen, Mariana Borges, Gabriela Maciel, Caroline, Luany, Viviane e Keila. Técnicos: Sebastião Gonçalves e Valmir Fassina.

 

Masculino supera Londrina na final

A equipe masculina de Maringá atuou diante do Londrina na final. Como o adversário jogou desfalcado de alguns atletas, nos Jogos Escolares da Juventude de Natal-RN e sem alguns atletas que atuaram na Liga Nacional, Maringá mandou no jogo e ganhou de 23 a 15, após 14 a 6 no primeiro tempo.

Comente aqui


Handebol de Maringá briga em casa por títulos do Campeonato Paranaense

Orlando Gonzalez

As equipes de handebol feminino e masculino de Maringá são apontadas como favoritas ao título do Campeonato Paranaense adulto. Os confrontos acontecem sábado (24) e domingo (25), nos ginásios do Centro Esportivo do Jardim Paulista e Chico Neto, respectivamente. O torcedor não paga para acompanhar as partidas.

 

No sábado, as partidas das semifinais estão programadas para o Centro Esportivo do Jardim Paulista. O time masculino de Maringá joga às 16h30, contra Cascavel. Na partida seguinte, às 18h, as garotas de Maringá encaram Campo Mourão.

 

Os vencedores disputam o título no domingo, a partir das 8h30, no Ginásio Chico Neto. A primeira final será a feminina e, logo a seguir, às 10h, a decisão masculina.

Comente aqui


Em São Bernardo do Campo, Maringá perde para o vice-campeão nacional da Liga de Handebol feminino

Orlando Gonzalez

O handebol feminino de Maringá enfrentou, neste sábado (22), outro gigante do handebol nacional, o São Bernardo/SP, atual vice-campeão nacional, em partida da terceira rodada, no Ginásio da UNIP, em São Bernardo do Campo. O time paulista venceu o jogo por 26 a 20. No primeiro tempo, o São Bernardo conseguiu quatro bolas de vantagem, 13 a 9.  + ESPORTE no Portal da Rádio Maringá

Handebol de Maringá é superado pelo atual vice-campeão nacional

Para o técnico Valmir Fassina, que também é secretário de Esportes de Maringá, foi um grande jogo, e de muito equilíbrio.

 

“Jogo duro contra as vice-campeãs de 2017. A partida foi equilibrada. No primeiro tempo o São Bernardo fez 13 a 9, e conseguimos igualar e passar um gol à frente, mas tivemos alguns momentos ruins, seguidos de finalizações precipitadas, aí o São Bernardo abriu essa diferença. Foi um grande jogo, mas, é claro, que precisamos evoluir para buscar algo mais na Liga Nacional”, observou.

 

A armadora Mariana Merlin, de Maringá, foi a artilheira da partida, com 12 gols. E Maringá ainda teve gols anotados por Gisele Costa (3), Larissa (2) e Geisa, Isabella e Fernanda Wessling (1).

 

Para o São Bernardo marcaram Gilvana (6), Marlene e Débora (3), Carolina, Ana Borba, Daniele, Bruna e Bárbara (2), Bruna Barbosa, Tainara, Débora Feitoza e Maria Macedo (1).

 

A equipe maringaense volta a jogar no dia 18 de outubro, às 20h, contra o Blumenau/SC, no Ginásio Chico Neto, em Maringá.

 

Na Liga Nacional, em três jogos a equipe obteve uma vitória, contra o Cascavel, em casa, e duas derrotas, diante de Pinheiros e São Bernardo, em São Paulo.

 

ELENCO:

A equipe maringaense participa da Liga Nacional com as atletas Anne Caroline, Caroline Duarte, Isabella Ansolin, Fernanda Wessling, Fernanda Lucchese, Gabriela Maciel, Geisa de Souza, Geise Lucena, Gisele Costa, Evellyn Tofanello, Jhennyfer Beatriz, Keila Alves Oliveira, Larissa Suelen, Luany Bulla, Giorgea Márcio, Mariana Borges e Mariana Merlin. Técnicos: Sebastião Fernandes e Vamir Fassina.  + ESPORTE no Portal da Rádio Maringá

Comente aqui


Maringá realiza grande jogo, mas perde do Pinheiros na Liga Nacional de Handebol feminino

Orlando Gonzalez

Foi um grande jogo o duelo entre Pinheiros/SP e Maringá pela segunda rodada da Liga Nacional de Handebol feminino.  Na noite de quinta-feira (20), o time maringaense realizou a segunda apresentação na competição e conheceu o seu primeiro resultado adverso, no Ginásio Henrique Villaboim, em São Paulo. E o revés foi por três bolas de diferença: 31 a 28. Mariana Merlin terminou como a principal goleadora de Maringá, com oito gols. + ESPORTE no Portal da Rádio Maringá

Handebol de Maringá é superado pelo Pinheiros

Como anunciado pela maioria das atletas durante a semana, a equipe de Maringá foi em busca do resultado positivo. E foi para cima mesmo. O primeiro tempo terminou com a equipe de Maringá em vantagem, por 17 a 16.

 

Na etapa final, Maringá não voltou bem à quadra, e o Pinheiros aproveitou o ´momento ruim´ para abrir uma pequena vantagem. Mas as maringaenses reagiram rápido e encostaram novamente no marcador, mas o time paulista garantiu a vitória.

 

Maringá volta a jogar neste sábado (22), às 16h, em São Bernardo do Campo/SP, diante do São Bernardo, atual vice-campeão da Liga Nacional.

 

No campeonato, o time maringaense realizou dois jogos: uma vitória contra o Cascavel, em Maringá e uma derrota para o Pinheiros, em São Paulo.

 

ELENCO:

A equipe maringaense participa da Liga Nacional com as atletas Anne Caroline, Caroline Duarte, Isabella Ansolin, Fernanda Wessling, Fernanda Lucchese, Gabriela Maciel, Geisa de Souza, Geise Lucena, Gisele Costa, Evellyn Tofanello, Jhennyfer Beatriz, Keila Alves Oliveira, Larissa Suelen, Luany Bulla, Giorgea Márcio, Mariana Borges e Mariana Merlin. Técnicos: Sebastião Fernandes e Vamir Fassina. + ESPORTE no Portal da Rádio Maringá

Comente aqui


Handebol feminino de Maringá encara o poderoso Pinheiros pela Liga Nacional

Orlando Gonzalez

A equipe de handebol feminino de Maringá realiza, nesta quinta-feira (20), a sua segunda apresentação na Liga Nacional de Handebol 2018. E a parada será das mais difíceis, já que terá pela frente o poderoso Pinheiros, em partida programada para as 20h, no Ginásio Henrique Villaboim, em São Paulo. + ESPORTE no Portal da Rádio Maringá

 

Keila disputa a Liga Nacional pela sexta vez

Apesar de reconhecer o potencial adversário, o time maringaense vai tentar surpreender e desbancar o favoritismo adversário. Em termos de motivação, as garotas de Maringá estão muito bem, até porque a equipe vem de vitória na competição. Na estreia diante do Cascavel, no Ginásio Chico Neto, em Maringá, o time ganhou de 28 a 27, em jogo de ótima qualidade técnica.

 

A armadora esquerda Keila Alves Oliveira, que disputa a Liga Nacional pela sexta vez, confia na qualidade da equipe. “Trabalhamos bastante nesses últimos dias para jogarmos de acordo com a características delas e conseguirmos o resultado desejado, que é a vitória. O Pinheiros é um time bastante competitivo, mas a nossa equipe também é de muita qualidade”.

Keila confiante em bom jogo em São Paulo

Após a partida, a equipe permanece em São Paulo, porque terá pela frente no sábado (22), às 16h, a UNIP/São Bernardo, atual vice-campeão nacional, no Ginásio Baetão, em São Bernardo do Campo/SP.

 

ELENCO de Maringá:

A equipe maringaense participa da Liga Nacional com as atletas Anne Caroline, Caroline Duarte, Isabella Ansolin, Fernanda Wessling, Fernanda Lucchese, Gabriela Maciel, Geisa de Souza, Geise Lucena, Gisele Costa, Evellyn Tofanello, Jhennyfer Beatriz, Keila Alves Oliveira, Larissa Suelen, Luany Bulla, Giorgea Márcio, Mariana Borges e Mariana Merlin. Técnicos: Sebastião Fernandes e Vamir Fassina. + ESPORTE no Portal da Rádio Maringá

Comente aqui