Vôlei feminino

Vôlei feminino do Paraná



Londrina não terá equipe na Superliga feminina

Reprodução facebook Vôlei Londrina

Orlando Gonzalez

Após a brilhante campanha na Superliga B feminina e do acesso conquistado à elite do voleibol nacional, a cidade de Londrina não vai contar com equipe na competição. Após perder o patrocinador máster, o time não conseguiu patrocinador na cidade – só teria um patrocínio da Copel, que é destinado às equipes do Paraná em competições nacionais, e que não seria suficiente. O time tem presença confirmada na competição, mas estará em quadra defendendo o Balnerário Camboriú/SC.

 

A responsável pelo projeto, a londrinense Elisangela Almeida, medalhista olímpica nos Jogos de Sidney/2000, lamentou a falta de apoio, e confirmou o interesse de três grandes empresas catarinenses, e a mudança para Santa Catarina. + ESPORTE

Comente aqui


Vôlei de praia de Maringá tem atleta na expectativa do Circuito Mundial da China

Orlando Gonzalez

A gaúcha Cristiele Scwartzhaupt, 18 anos, já passa por momentos de ansiedade em razão da proximidade do início do Circuito Mundial de vôlei de praia de Nanjin, na China, no começo de julho. Será a primeira competição internacional da atleta.

“Os treinamentos estão dentro da programação da técnica Nayara (Malheiros Caruzzo). Estamos treinando forte, e na expectativa de realizar boa apresentação e conquistar bons resultados no mundial. A ansiedade é grande, mas os treinamentos me ajudam a controlar isso”, comentou. +ESPORTE

 

Cristiele treina há um mês com as demais atletas do vôlei de praia de Maringá, na Vila Olímpica, justamente para aprimorar a parte técnica e tática, e também pelo fato da técnica Nayara ser uma das profissionais da comissão técnica do Brasil no Mundial.

 

No Mundial da China, Cristiele terá como parceira a mineira Maria Luiza.

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Londrina tem o apoio da torcida, mas perde para Curitiba na decisão da Superliga B feminina

Foto: Curitiba Carol House/CMP

Orlando Gonzalez

O torcedor londrinense compareceu ao Ginásio Moringão na noite desta segunda-feira (9) para apoiar o time da casa, o Vôlei Positivo/Londrina, na decisão do título da Superliga B feminina diante do Curitiba Carol House/CMP. Mesmo com a força dos 4.280 torcedores, a equipe de Londrina acabou perdendo no tie-break para as curitibanas, que fecharam a temporada como campeãs. O jogo serviu para se estabelecer a classificação final, mas o londrinense não deixou o ginásio desanimado, já que as londrinenses, assim como as curitibanas já haviam conquistado o acesso à Superliga feminina 2018/19. +ESPORTE

CURITIBA CAMPEÃO DA SUPERLIGA B DE VÔLEI FEMININOQue ironia! A primeira derrota do Vôlei Positivo foi justamente na final, em Londrina, com grande presença da torcida no Moringão. Curitiba venceu a final por 3 sets a 2. Parabéns ao time da capital. Mesmo assim, parabéns também para a equipe londrinense pela campanha. As duas equipes estão garantidas na Superliga da próxima temporada! #VôleiPositivo #SuperligaB #Superliga #Vôlei #Londrina #Curitiba

Publicado por Tarobá Esporte Londrina em Segunda, 9 de abril de 2018

Ambas as equipes entraram em quadra motivadas. As londrinenses, pela ótima campanha, com sete vitórias consecutivas, e as curitibanas, com seis vitórias e uma derrota, justamente para o Londrina, por três sets a zero, na primeira rodada da temporada, em jogo disputado em Curitiba.

 

A partida decisiva desta segunda-feira teve 2h24min de duração. No primeiro set, Londrina ganhou de 31 a 20. No segundo, Curitiba fechou em 25 a 22. A equipe da capital, no comando do técnico Clésio Prado, manteve o bom ritmo do set anterior e encerrou o terceiro set em 25 a 19. No set seguinte, Londrina reagiu, mas Curitiba se manteve forte, e apertado placar foi de 26 a 24 para Londrina. Aí veio o tie-break, e a equipe de Curitiba se manteve eficiente e encerrou a partida com parcial de 15 a 11.

 

EQUIPES:

Londrina: Ana Maria, Lia, Carla, Adri, Amanda e Ju Odilon. Líbero – Silvana. Entraram: Mayara, Nathália, Ana Paula Guth. Técnica: Ivomari Ramos

Curitiba: Paty, Wime, Valeskinha, Vivi, Fofinha, Verônica. Líbero – Aninha. Entraram: Jéssica, Marina, Ana Paula. Técnico: Clésio Prado

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Londrina e Curitiba decidem título da Superliga B feminina

Foto: Thiago Paes/FPV

Orlando Gonzalez

A noite desta segunda-feira (9) vai coroar o voleibol feminino do Paraná com a partida entre Londrina e Curitiba na disputa do título da Superliga B feminina, a partir das 19h30, no Ginásio Moringão, em Londrina. Tudo porque ambos os times conquistaram o acesso à Superliga feminina 2018/19 e o Paraná, que não contava com representante há 14 anos, agora terá duas equipes na principal competição feminina do País. +ESPORTE

 

A decisão deve levar mais de dois mil torcedores para o Moringão, já que pelas semifinais em torno de 1.800 pessoas acompanharam o Londrina eliminar o Bradesco/SP.

 

No compromisso final, o Londrina é o favorito, até porque venceu as sete partidas que disputou e perdeu apenas dois sets. Já a equipe curitibana ganhou seis vezes e sofreu apenas um revés, e justamente diante do Londrina, por três sets a zero, pela primeira rodada da competição, dia 27 de janeiro, no ginásio do Círculo Militar, em Curitiba.

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Bruna dos Santos, atleta da Amavolei, comemora aprovação nos vestibulares da UEM e Unifamma

Orlando Gonzalez

É campeã! É campeã! Por muitas vezes a central Bruna Paloma de Deus dos Santos, 17 anos, ouviu esse grito atuando pela Amavolei em competições do Governo do Paraná e da Federação Paranaense de Voleibol (FPV). Grito de conquista de título, de façanha coletiva. Desta vez foi diferente. Uma conquista que até ela desconhecia: um título individual. É que a dedicada Bruna dos Santos obteve aprovação dupla em vestibulares de universidades pública e particular: 1° lugar no curso de Educação Física, Licenciatura Integral, da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e no curso de Fisioterapia Noturno da Unifamma.

 

É inegável que se trata de uma terça-feira inesquecível para a jovem atleta. “Passei em 1° lugar na UEM e também na Unifamma! Estou muito feliz, meus pais também! Muita alegria, graças a Deus!”, comemora.

 

Bruna, inclusive, já definiu o curso que seguirá para a sua ´construção´ profissional. “São dois cursos que gosto muito, mas já escolhi a Educação Física”.

 

É luta em quadra, e fora dela também. Bruna reside em Sarandi, no bairro Independência III. E a sua rotina semanal, a de uma ´guerreira´. Às 6h30 embarca em ônibus com destino ao Colégio Anglo, em Maringá. A aula começa às 7h20 e se encerra às 12h15. ´Hora´ do almoço. Tira a marmita da mochila e almoça ali no Anglo mesmo. Às 14h, já está na Academia Elysium. Às 15h20, a última atividade diária. No Ginásio Valdir Pinheiro, na Vila Olímpica, para mais um dia de treinamentos da Amavolei. Às 18h30, ´pega´ ônibus para Sarandi. E quando tem competição do Governo do Paraná ou Federação Paranaense de Voleibol (FPV), o fim de semana é recheado de jogos.

 

Independentemente do desgaste físico, de treinamentos e competições, manteve o foco nos estudos, e veio a primeira grande recompensa. O acesso ao ´mundo universitário´.

 

Os pais Márcia da Silva e João de Deus são só alegria neste dia especial em ver a filha aprovada em dois vestibulares de universidades que são referência no Paraná. +ESPORTE

Contato – (44) 9843-4677 – Email: [email protected]

Comente aqui


FELIZ NATAL! Laura Luana, ex-atleta de Maringá e hoje no vôlei de Sarandi

FELIZ NATAL! Laura Luana, ex-atleta de Maringá e hoje no vôlei de Sarandi

Feliz Natal! Laura Luana, atleta de vôlei de Sarandi

A post shared by Orlando Gonzalez – Assessoria (@orlandomgonzalez) on

Comente aqui
 

É de Maringá a melhor do vôlei do Paraná em 2017!

A levantadora Milla brilhou na rede do Maringá / Famma / Amavolei na temporada 2017. Aliás, nos ginásios do Paraná! Foi eleita a melhor atleta do vôlei paranaense em 2017!

 

Defendeu o time maringaense nos campeonatos Paranaense e Jogos Abertos do Paraná, e foi peça importante na conquista das duas competições.

Comente aqui


Amavolei realiza peneira em dezembro para reforçar as equipes de base

Orlando Gonzalez

A Associação Maringaense de Voleibol (Amavolei) agendou peneira para descobrir novos talentos para reforçar as equipes de base. As atividades estão previstas para os dias 11, 12 e 13 de dezembro, a partir das 8h, para as meninas e 10h, para os garotos. Somente poderão participar estudantes-atletas nascidos a partir de 2000 a 2003. Os 20 primeiros inscritos que não residem em Maringá terão alojamento gratuito. Contatos pelo celular (44) 99816-9099.

 

A Amavolei, como em 2017, já tem o ano de 2018 recheado de competições. As equipes femininas do Maringá/Famma/Amavolei e as masculinas do Maringá/Uningá/Amavolei têm participações agendadas nos campeonatos da Federação Paranaense de Voleibol (FPV), e da Secretaria de Estado do Esporte e Turismo do Paraná (SEET), como nos Jogos Escolares, Jogos da Juventude e Jogos Abertos do Paraná.

Comente aqui


IMAGENS – Premiação e festa do Maringá / Famma / Amavolei campeão estadual de 2017

Comente aqui