copel telecom



CBV pode confirmar Copel Telecom na próxima Superliga. Definição ocorre no dia 30

Orlando Gonzalez

O Copel Telecom / Maringá Vôlei, décimo primeiro colocado na Superliga masculina 2017/2018, acabou rebaixado à Superliga B. Mas a posição final na tabela mantém a equipe com chances de participar da elite do voleibol nacional na próxima edição caso alguma equipe desista de participar ou não reúna condições exigidas Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). E como penúltimo colocado, pelo regulamento, o Copel Telecom será a primeira equipe convidada para disputar a Superliga. E esta possibilidade de voltar à elite do voleibol evoluiu nos últimos dias. + ESPORTE

 

Tudo em razão da frágil situação do time de voleibol de Canoas/RS, eliminado nas quartas de final da última temporada pelo campeão Sada/Cruzeiro/MG, que está com os salários em atraso com o elenco. E o time, assim como as demais equipes confirmadas para a Superliga 2018/19, tem que confirmar a inscrição no evento até o próximo dia 30. E no regulamento da CBV, há a informação que para disputar competições as equipes têm que apresentar quitação e não possuir qualquer dívida com jogador contratado para a temporada anterior.

 

A partir de 30 de maio a CBV deverá se pronunciar sobre os próximos participantes da Superliga masculina 2018/19.

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Copel Telecom / Maringá Vôlei pode voltar à Superliga masculina

Orlando Gonzalez

O Copel Telecom / Maringá Vôlei encerrou a sua participação na Superliga masculina 2017/18 na décima primeira posição, com 10 pontos, e acabou rebaixado à Superliga B. Mas a posição, passa a ser privilegiada caso alguma equipe, das 12 que vão disputar a próxima temporada – 10 da atual Superliga e os dois que sobem da Superliga B -, desista de participar do campeonato. E o blog foi informado que duas equipes já manifestaram o desejo de abrir mão do campeonato. Assim, o Copel Telecom será o primeiro time convidado para disputar a próxima temporada. É claro que qualquer desistência só será oficializada após o fim da Superliga. +ESPORTE

 

No regulamento da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) consta que caso ocorra alguma desistência, o décimo primeiro colocado será convidado. Caso não aceite, o décimo segundo, o terceiro da Superliga B, e assim sucessivamente, até se definir o número exato de 12 participantes.

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui
 

VÍDEO – Copel Telecom vence o Vôlei Renata por 3 sets a 0 pela Superliga masculina

Copel Telecom 3 x 0 Vôlei Renata pela Superliga masculina

A post shared by Orlando Gonzalez – Assessoria (@orlandomgonzalez) on

Em partida disputada na noite deste sábado (17), no Ginásio Chico Neto, em Maringá, o Copel Telecom derrotou o Vôlei Renata, por três sets a zero, pela Superliga masculina. As parciais foram de 28 a 26, 25 a 22 e 25 a 20.

 

Com o resultado, a equipe somou 10 pontos e fechou na décima primeira posição, já que o JF Vôlei perdeu para o Corinthians, em Guaraulhos/SP, por três sets a um, e se manteve com oito pontos.

Comente aqui


VÍDEO – Copel Telecom pronto para encarar o Vôlei Renata no Ginásio Chico Neto

Orlando Gonzalez

A equipe do Copel Telecom volta a jogar neste sábado (17) contra o Vôlei Renata, às 21h30, no Ginásio Chico Neto, em Maringá. Será a última apresentação da equipe na fase de classificação da competição.

 

Na partida, o time maringaense precisa do resultado positivo e de um tropeço do JF Vôlei, contra o Corinthians, em Guarulhos, para se assegurar na décima primeira posição.

 

A posição é importante para o time. É que se alguma equipe desistir da próxima temporada, o Copel Telecom será o primeiro a ser convocado pela CBV para voltar à elite do vôlei brasileiro. +ESPORTE

 

EQUIPES PROVÁVEIS:

Copel Telecom: Ialisson, Alê, Wennder, Kaio, Ricardinho, Alisson Bastos e Daniel (líbero). Técnico: Alessandro Fadul

 

Vôlei Renata: Rodriguinho, Vissotto, Vini, Junior, Diogo, Renan e Facundo (líbero). Técnico: Horacio Dileo

 

Obs: imagens do treino de sexta (16).

@gonzalezorlando

www.radiomaringa.com.br

http://blogs.odiario.com/orlandogonzalez/

https://www.facebook.com/profile.php?id=100011095815065

Comente aqui


Copel Telecom finaliza preparação para jogo contra o Vôlei Renata

Orlando Gonzalez

A equipe do Copel Telecom finalizou há pouco a sua preparação para a partida deste sábado (17) contra o Vôlei Renata, prevista para as 21h30, no Ginásio Chico Neto, em Maringá. Será a última apresentação da equipe na fase de classificação da competição. O treino foi de bastante movimentação e a equipe demonstrou otimismo para o jogo deste sábado.

 

Na partida, o time maringaense precisa do resultado positivo e de um tropeço do JF Vôlei, contra o Corinthians, em Guarulhos, para se assegurar na décima primeira posição.

 

A posição é importante para o time. É que se alguma equipe desistir da próxima temporada, o Copel Telecom será o primeiro a ser convocado pela CBV para voltar à elite do vôlei brasileiro.  +ESPORTE

 

EQUIPES PROVÁVEIS:

Copel Telecom: Ialisson, Alê, Wennder, Kaio, Ricardinho, Alisson Bastos e Daniel (líbero). Técnico: Alessandro Fadul

 

Vôlei Renata: Rodriguinho, Vissotto, Vini, Junior, Diogo, Renan e Facundo (líbero). Técnico: Horacio Dileo

Comente aqui


Copel Telecom sofre a 19ª derrota na Superliga masculina

Foto: Montes Claros

Orlando Gonzalez

O Copel Telecom / Maringá Vôlei realizou, neste sábado (10) a sua penúltima apresentação na Superliga masculina 2017/18. Em partida realizada no Ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros/MG, a equipe de Maringá abriu um set a zero na equipe local, mas finalizou o jogo com derrota de três sets a um. Foi a décima nona derrota da equipe em 21 jogos disputados. O próximo compromisso do já rebaixado Copel Telecom acontece no sábado (17), às 21h30, no Ginásio Chico Neto, em Maringá.

 

Na partida deste sábado, a equipe de Maringá venceu o primeiro set com parcial de 25 a 20. No segundo, o Montes Claros reagiu e fez 25 a 22. No terceiro, o Montes Claros ganhou por 25 a 20. Com a derrota parcial de dois sets a um o Copel Telecom não se encontrou mais em quadra e levou de 10 pontos no quarto set: 25 a 15.

 

O time da Cidade Canção se despede da Superliga no próximo sábado, em casa, contra o Vôlei Renata. Precisa da vitória e de um insucesso do JF Vôlei, contra o Corinthians, em Guarulhos, para encerrar o campeonato na penúltima posição. +ESPORTE

 

Hoje a colocação passa a ser a única esperança para o Copel Telecom retornar à Superliga 2018/19, mas somente se houver alguma desistência entre os 12 times para a próxima edição. Assim, será o primeiro time convidado para voltar à elite do voleibol brasileiro.

 

COPEL X JF VÔLEI

O Copel tem duas vitórias e soma sete pontos. O JF Vôlei tem três vitórias e oito pontos. A situação do Copel é tão ruim que a equipe só consegue superar os mineiros em pontos – isso quer dizer vencer e torcer por tropeço do JF na última rodada. Se o Copel empatar em número de pontos (8) com o JF, mesmo assim ficará na última posição, já que perde no número de vitórias, que é o primeiro critério e desempate.

 

CLASSIFICAÇÃO

Os piores

11 – JF Vôlei 8 pontos – 3 vitórias

12 – Copel Telecom 7 pontos – 2 vitórias

 

Obs: primeiro critério de desempate (vitórias)

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Montes Claros/MG vence SESC e joga Copel Telecom à Superliga B

Foto: Sérgio Vieira/SESC

Orlando Gonzalez

O Montes Claros/MG afundou de vez o Copel Telecom / Maringá Vôlei para a Superliga B de 2018/19. Enquanto alguns ainda acreditavam na possibilidade, inexistente, de que a equipe maringaense pudesse superar os mineiros no set average, como o blog antecipou, o Montes Claros eliminou com qualquer possibilidade, agora no número de pontos ganhos. No jogo de terça (6), o time venceu o SESC, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio Janeiro, por três sets a um, com parciais de 25 a 23, 19 a 25, 26 a 24 e 25 a 19.

 

Com o resultado, os mineiros subiram para 16 pontos, na décima posição, e não podem mais ser alcançados pelos rebaixados JF Vôlei, décimo primeiro, com oito pontos, e pelo lanterna Copel Telecom, que tem sete pontos. Restam apenas duas rodadas para o fim da fase de classificação. +ESPORTE

 

O que sobrou para o Copel Telecom é tentar se garantir na décima primeira posição e torcer para que ocorra alguma desistência. Assim, será o primeiro time a ser convidado para a Superliga 2018/19.

 

CLASSIFICAÇÃO

Últimos colocados

10 – Montes Claros 16

11 – JF Vôlei 8 (rebaixado)

12 – Copel Telecom 7 (rebaixado)

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Rebaixado, Copel Telecom briga agora pela 11ª posição na Superliga

Orlando Gonzalez

Rebaixado à Superliga B com duas rodadas antes do fim da temporada 2017/18, a equipe do Copel Telecom / Maringá Vôlei tem que pensar em terminar o campeonato na décima primeira posição e torcer por uma desistência entre os 12 times garantidos na edição 2018/19. Desta maneira, será convidado para disputar a próxima edição. É que o regulamento da Superliga prevê que caso haja alguma desistência ou impedimento de participantes para a próxima edição, o décimo primeiro colocado na atual edição será convocado, posteriormente o décimo segundo colocado, o terceiro na classificação final da atual Superliga B, e assim sucessivamente. A outra possibilidade para disputar a Superliga, é ficar nas duas primeiras posições da Segunda Divisão no campeonato 2018/19.

Na atual classificação da Superliga, o Copel Telecom é o lanterna – sete pontos -, enquanto o JF Vôlei é o penúltimo – oito pontos. Ambos os times têm mais dois jogos na competição. O Copel Telecom vai atuar como visitante contra o Montes Claros/MG e como mandante frente ao Vôlei Renata. O Juiz de Fora recebe o Canoas e depois encara o Corinthians, em Guarulhos. +ESPORTE

O Copel precisa de média superior ao rival nos dois jogos. Uma vitória, se o Juiz de Fora perder os dois jogos ou duas vitórias, caso o Juiz de Fora vença uma partida. O que não pode é repetir o desempenho do time adversário, ou somar apenas um ponto, mesmo com duas derrotas do rival. Desta maneira, o Copel vai chegar ao mesmos oito pontos, mas ficará atrás em número de vitórias (3 a 2), que é o primeiro critério de desempate.

A queda do Copel Telecom ocorreu na noite de sábado (3), após perder de três sets a um para o Minas Tênis. Apesar de ainda ter chances de alcançar o Montes Claros/MG em número de pontos (13) e em número de vitórias (4), isso se vencer os dois jogos que restam e o Montes Claros sofrer três derrotas nos jogos ainda a cumprir. Só que no segundo critério de desempate, o set average, mesmo com duas vitórias de três sets a zero, e com três derrotas do Montes Claros pelo mesmo placar, o Copel Telecom não conseguirá passar o Montes Claros.

JOGOS QUE RESTAM

COPEL TELECOM

Montes Claros x Maringá

Maringá x Vôlei Renata

JUIZ DE FORA

JF Vôlei x Canoas

Corinthians x JF Vôlei

CLASSIFICAÇÃO ATUAL

11 – JF Vôlei 8 pontos e 3 vitórias

12 – Copel Telecom 7 pontos e 2 vitórias

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Copel Telecom perde para o Minas e está virtualmente rebaixado na Superliga

Orlando Gonzalez

O Copel Telecom / Maringá Vôlei sofreu na noite deste sábado (3) a décima oitava derrota na Superliga 2017/18. O confronto diante do Minas Tênis/MG, pela vigésima rodada, ocorreu no Ginásio Chico Neto, em Maringá, e os mineiros venceram por três sets a um, com parciais de 22 a 25, 25 a 19, 25 a 20 e 25 a 16. Com o resultado, a equipe da Cidade Canção acabou rebaixada à Superliga B.

E a queda acontece antes do jogo entre Montes Claros/MG diante do SESC, no Rio de Janeiro, adiado para o próximo dia 6. E, para confirmar, o blog ´pega´ o regulamento. Nele, a informação é que caso ocorra empate entre duas ou mais equipes, os critérios de desempate são os seguintes, pela ordem: número de vitórias, sets average, pontos average e confronto direto. A equipe de Maringá está atrás em todos os critérios em relação ao Montes Claros. Veja a classificação técnica aqui!

Para ratificar o rebaixamento do Copel Telecom após a derrota para o Minas Tênis, nesta vigésima rodada, o blog apresenta a seguinte matemática, e dentro de uma projeção totalmente otimista para o Copel, que mesmo assim não alcança o Montes Claros. +ESPORTE

O Copel neste momento tem sete pontos enquanto o Montes Claros soma 13, e três jogos a cumprir. Calculando duas vitórias do Copel nas rodadas que restam (Montes Claros, fora e Vôlei Renata, em casa) e três derrotas do adversário (SESC, fora; Copel Telecom, em casa; e Caramuru, fora), o time maringaense vai se igualar aos mineiros em número de pontos (13), em número de vitórias (4), mas no set average a vitória será por diferença mínima em favor do Montes Claros (0,38) e o Copel (0,37) em números arredondados, como calcula a Confederação Brasileira de Voleibol (CBF). Em números reais: Montes Claros (0,379) e Copel Telecom (0,368).

O cálculo otimista em favor de Maringá no set average é o seguinte: vencendo tudo, de 3 sets a 0, e não perdendo mais nada, o Copel Telecom chegará a 21 sets ganhos (hoje tem 15) e se manterá com os 57 sets perdidos. Já o Montes Claros, com três derrotas de 3 sets a 0, permanecerá com os 22 sets ganhos e pulará para 58 sets perdidos (hoje tem 49). Para calcular o set average, se faz a divisão de número de sets ganhos por sets perdidos. O time com maior coeficiente está à frente.

E no regulamento da CBV hoje não existe mais aquela repescagem para as equipes rebaixadas tentarem retornar no mesmo ano para a divisão de elite. Os 10 primeiros se mantêm na competição e as duas melhores equipes da Superliga B sobem para a temporada 2018/19. Caso ocorra alguma desistência serão convidados, pela ordem, o décimo primeiro colocado da atual Superliga, o décimo segundo colocado e, por fim, o terceiro colocado na Superliga B deste ano, e assim sucessivamente.

O JOGO

Na partida deste sábado, o Minas Tênis iniciou forte, mas o Copel Telecom não deixou o adversário se distanciar no placar. Os mineiros ficaram à frente até o décimo terceiro ponto, quando o Copel Maringá encostou e assumiu a dianteira: 14 a 13. E o time de Maringá, com o apoio de sua torcida, se manteve à frente com média de dois e três pontos (22 a 19 e 22 a 20) e garantiu o set em 25 a 22.

No segundo set, o Minas voltou mais forte, enquanto o Copel Telecom não mostrou a mesma eficiência. Assim, o Minas abriu cinco pontos (9 a 4), ampliou para dez (17 a 7), mas Copel Telecom conseguiu baixar a diferença para cinco pontos (15 a 20). Depois disso, o Minas voltou a abrir seis pontos (23 a 17), e o resultado do set ficou em 25 a 19 para o rival.

No terceiro set, o Minas manteve o ritmo e abriu cinco pontos (6 a 1). E a diferença se manteve até pouco mais da metade do set (17 a 9). E a equipe mineira aumentou para oito pontos (19 a 11). A vantagem, entre pontos ganhos e perdidos, prosseguiu restando dois pontos para os rivais fecharem o set (23 a 15). Sem desistir, o Copel Telecom se aproveitou de erros do rival, foi eficiente nas defesas e últimas bolas, e diminuiu a vantagem mineira para quatro (23 a 19). Só que o Minas fez o vigésimo quarto ponto, e se aproximou da conclusão do set, que ocorreu com parcial de 25 a 20.

No quarto set, os mineiros seguiram com bom aproveitamento e abriram 6 a 3. A vantagem rival subiu para nove pontos (16 a 7), e por duas vezes ficou em dez pontos (17 a 7 e 19 a 9). O Copel Telecom tentou encostar e a vantagem rival caiu para sete pontos (16 a 23), mas aí o jogo já se encontrava em momento difícil para o Copel Telecom, que perdeu por 25 a 16.

Caramuru escapa do rebaixamento

O Caramuru, de Ponta Grossa, venceu na noite deste sábado a equipe do JF Vôlei, por três sets a um (27 a 29, 25 a 19, 25 a 19 e 26 a 24), e se garantiu na próxima edição da Superliga masculina. Com 19 pontos, o time não pode mais ser alcançado pelos últimos Colocados JF Vôlei e Copel Telecom.

Além de escapar oficialmente do descenso, o time ainda está em disputa direta com o Canoas pela última vaga à segunda fase. O Canoas é o oitavo colocado, com 23 pontos.

JOGOS QUE RESTAM

COPEL TELECOM

Montes Claros x Maringá

Maringá x Vôlei Renata

MONTES CLAROS

SESC x Montes Claros

Montes Claros x Maringá

Caramuru x Montes Claros

JUIZ DE FORA

JF Vôlei x Canoas

Corinthians x JF Vôlei

CLASSIFICAÇÃO ATUAL

Para fugir do rebaixamento – os dois últimos caem

10 – Montes Claros 13 pontos e 4 vitorias

11 – JF Vôlei 8 pontos e 3 vitórias

12 – Copel Telecom 7 pontos e 2 vitórias

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui