futebol paraná



Maringá FC define preço dos ingressos para o Brasileiro da Série D

Orlando Gonzalez

O torcedor que acompanhar as três partidas do Maringá Futebol Clube na primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série D vai ter que desembolsar R$ 90,00. É que a diretoria do Tricolor anunciou nesta quinta-feira (12) os preços dos ingressos para as partidas da equipe na competição. Esse valor é referente ao setor das arquibancadas cobertas. Já no setor das descobertas, a galera vai pagar R$ 60,00.

 

A diretoria do Maringá definiu os preços em R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meio ingresso) para as cobertas e R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meio ingresso) para as descobertas.

 

Na primeira fase, o Maringá FC será mandante em três ocasiões: dia 22 de abril, às 16h, contra a Caldense/MG, pelo primeiro turno. Depois, dia 13 de maio, às 16h, contra o Madureira/RJ; e diante da Linense/SP, dia 20 de maio, às 16h. +ESPORTE

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Maringá Futebol Clube e Cianorte empatam de 0 a 0 em jogo-treino para o Brasileiro da Série D

Foto: Gabriela Sávio

Orlando Gonzalez

O Maringá Futebol Clube realizou na manhã deste domingo (8) o primeiro de dois jogos-treinos contra o Cianorte. O confronto ocorreu no Estádio Albino Turbay, em Cianorte, e terminou empatado por 0 a 0. No próximo sábado, o Maringá FC recebe o Cianorte. Foi o quarto jogo entre Tricolor e Leão. O balanço é de uma vitória para cada equipe, e três empates. Em jogos-treinos, o Maringá venceu de 1 a 0, em Maringá. E depois empatou de 0 a 0, em Japurá e de 2 a 2, em Cianorte. Pelo Campeonato Paranaense, o Tricolor perdeu de 2 a 0, em Cianorte. +ESPORTE

Foto: Gabriela Sávio

O jogo-treino deste domingo não foi dos melhores em termos coletivos, até porque ambos os times vêm de participação forte no Campeonato Paranaense, passaram por um período de relaxamento e agora entram em nova preparação. Ambos visando a Série D do Nacional.

 

Desta maneira, o técnico Fernando Marchiori utiliza as partidas com o objetivo de fazer com que os jogadores recuperem o ritmo de jogo, e que os novos contratados ganhem em entrosamento. Em relação aos últimos contratados, Marchiori colocou em campo o goleiro Matheus, lateral esquerdo Denis Neves, meio campista Vitinho e o atacante Juba.

Foto: Gabriela Sávio

No confronto, o Cianorte teve mais posse de bola, mas o Maringá não deixou de criar. Ambos os times tiveram três boas jogadas para mudar o marcador, mas as finalizações não terminaram nas redes. E, pelo lado Tricolor, o meia-atacante Everton, que entrou no intervalo, foi o principal destaque.

 

O Maringá FC utiliza os jogos-treinos como preparação para a estreia o Campeonato Brasileiro da Série D, programada para 22 de abril, contra a Caldense/MG, no Estádio Willie Davids, em Maringá.

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Motivado pela campanha no Estadual e vagas na Copa do Brasil e Série D, Foz do Iguaçu segue investindo na base

Foto: Divulgação

Orlando Gonzalez

O Foz do Iguaçu, presidido há seis anos pelo empresário iguaçuense Arif Ahmad Osman, vive o seu melhor momento. Encerrou o Campeonato Paranaense de 2018 atrás apenas do Atlético Paranaense na classificação geral, campanha que garantiu vagas à equipe na Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro da Série D de 2019. E o futebol voltado à base é o sinônimo do sucesso alcançado na temporada. A equipe, que investe nos pratas-da-casa desde 2016, disputa as competições oficiais com 80% de jogadores da base.

 

A empolgação toma conta da equipe, mas a meta permanece, e agora com mais apoio aos jovens valores. É que a diretoria anunciou os novos gestores para a base. O empresário e militar da reserva Raul Correa assume a direção geral. Outro reforço é o professor Ivan Carlos Mororo Alves, que inclusive já trabalhou como técnico da base e do profissional do Foz, que retorna à equipe na função de supervisor técnico da base. Alves será o responsável pela ligação base-profissional. +ESPORTE

 

Ainda em 2018, o Foz tem presença garantida nos campeonatos paranaenses Sub-13, Sub-15, Sub-16, Sub-17, Sub-19 e na Taça FPF (Sub-23).

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Foz Cataratas/Coritiba estreia dia 25 no Campeonato Brasileiro feminino

Foto: Christian Rizzi/Frontpress

Orlando Gonzalez

O Foz Cataratas/Coritiba vai representar o Paraná no Campeonato Brasileiro de futebol feminino. A estreia da equipe será diante do Audax, no próximo dia 25, às 15h, contra o Audax, no Estádio José Liberati, em Osasco/SP. Na sequência, pela segunda rodada, a equipe se apresenta diante de sua torcida, no Estádio Pedro Basso, em Foz do Iguaçu, dia 2 de maio, às 15h. +ESPORTE

 

Pela terceira rodada, teoricamente um jogo bastante difícil, contra o Santos, na Vila Belmiro, em Santos, dia 9 de maio, às 15h. Na rodada seguinte, o time paranaense volta a atuar em casa, contra o Flamengo/RJ, em 15 ou 16 de maio. Na quinta rodada, visita o Rio Preto, dia 22 ou 23 de maio, no Estádio Anísio Haddad, em São José do Rio Preto.

 

Nas duas últimas rodadas do turno o Foz Cataratas vai atuar como mandante. Pela sexta rodada, dia 29 ou 30 de maio, diante da Ponte Preta, e no encerramento do primeiro turno, dia 19 ou 20 de junho, frente ao Vitória/PE.

 

A competição será disputada por 16 equipes, divididas em dois grupos com oito equipes em casa, e que vão se enfrentar em turno e returno. Os quatro melhores avançam à segunda fase. Na sequência, os confrontos serão eliminatórios, em ida e volta, até a grande final.

 

O Foz Cataratas/Coritiba está no Grupo 2, ainda integrado por Vitória/PE, Rio Preto/SP, Flamengo/RJ, Santos/SP, Portuguesa/SP, Audax/SP e Ponte Preta/SP. O Grupo 1 tem São José/SP, São Francisco/BA, Ferroviária/SP, Iranduba/AM, Kindermann/SC, Pinheirense/PA, Corinthians/SP e Sport/PE.

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Operário Ferroviário, de Ponta Grossa, está a 5 partidas da Primeira Divisão do Paranaense de 2019

Foto: Bianca Machado/Operário

Orlando Gonzalez

O Operário Ferroviário, de Ponta Grossa, único invicto do Campeonato Paranaense da Segunda Divisão, é o grande favorito para ficar com uma das duas vagas de acesso à Primeira Divisão do Estadual de 2019. A equipe realizou até aqui 10 jogos, obteve nove vitórias e um empate. Trata-se de um time que joga no ataque, tanto que marcou 28 gols e sofreu apenas seis. O acesso, entretanto, só será definido daqui a cinco rodadas, já que a segunda fase da competição teve apenas uma rodada disputada. +ESPORTE

 

Nesta segunda fase, os dois melhores colocados dos grupos I e II disputam o título. O Operário lidera o Grupo I, com três pontos. Batel e PSTC, com um ponto e Iraty, sem pontuação, são os rivais dos ponta-grossenses em jogos dentro do grupo em turno e returno. No outro Grupo II, os confrontos são entre Cascavel e Rolândia, que dividem a liderança com três pontos. Paranavaí e Independente, que ainda não pontuaram, são os outros integrantes.

 

E a final da Segundona tem tudo para ocorrer em Ponta Grossa. É que assim como na Primeira Divisão, serão duas partidas decisivas, sendo que a segunda acontecerá no campo da equipe de melhor campanha na primeira fase, que teve o Operário como primeiro colocado, com 25 pontos, contra 18 pontos do segundo colocado, o Independente e 16 pontos do Paranavaí, terceiro colocado.

 

PRÓXIMA RODADA

A segunda rodada pelo turno da segunda fase começa no sábado (7), às 18h30, com Operário x Batel, em Ponta Grossa e PSTC x Iraty, no Estádio Ubirajara Medeiros, em Cornélio Procópio. No domingo (8), às 15h30, jogam Paranavaí x Rolândia, no Estádio Waldemiro Wagner, em Rolândia e Independente x Cascavel, no Estádio Pinhão, em São José dos Pinhais.

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Desfalcado, Maringá FC decide vaga à final do returno paranaense diante do Atlético

Foto: Rodrigo Araújo/Maringá FC

Orlando Gonzalez

O Maringá Futebol Clube enfrenta o Atlético, a partir das 20h deste domingo (25), na Arena da Baixada, em Curitiba, pelas semifinais do segundo turno do Campeonato Paranaense. A partida eliminatória – se ocorrer empate no tempo normal, haverá cobranças de penalidades máximas -, define o rival de Londrina e Paraná Clube, que se enfrentam um pouco mais cedo, às 16h, na Vila Capanema, em Curitiba. A decisão do returno está prevista para a próxima quarta-feira.

 

A equipe da Cidade Canção, apesar do revés na última rodada classificatória do returno – 1 a 0 para o Paraná Clube, em Curitiba -, está motivada. A meta é realizar uma grande apresentação e tentar superar o rival, mesmo atuando na capital.

 

Só que a tarefa não será das mais fáceis, até porque o Furacão é o único invicto e tem a melhor campanha na classificação geral. Além disso, o Atlético vai jogar com força máxima, e terá o apoio de sua torcida nas arquibancadas, que faz um grande diferencial, na questão motivacional. +ESPORTE

 

E para a missão se tornar mais difícil, o Maringá FC entra em campo com quatro desfalques. O técnico Fernando Marchiori não vai poder contar com o goleiro Fábio, que fez importantes defesas na última partida diante do Paraná Clube, e o meio-campista Carlão, ambos suspensos. O primeiro cumpre a automática pela expulsão, após tocar com as mãos na bola fora da área frente do Paraná Clube. Já Carlão, em razão do terceiro cartão amarelo. Além disso, o lateral direito Rhuan e o meio-campista Fabrício, lesionados, estão vetados. Ednaldo entra no gol, Danilo na lateral direita, Ícaro e Rodrigo Dantas, nas vagas de Carlão e Fabrício, respectivamente. E diante de tantos problemas, Marchiori só define o Tricolor maringaense momentos antes da partida.

 

O Atlético também espera alcançar a final, contra o Coritiba, campeão do primeiro turno. Desta maneira, o técnico Tiago Nunes terá a volta dos titulares e vai colocar o time em campo com força máxima.

 

EQUIPES:

O Atlético provável para o jogo é o seguinte: Caio; Diego, Zé Ivaldo, Léo Pereira e Renan; Deivid, Bruno Guimarães e João Pedro; Sandro, Marcinho e Éderson.

 

O Maringá provável: Ednaldo; Danilo, Alex Fraga, Egon e Thiago Cristian; Ícaro, Rodrigo Dantas, Éverton e Washington; Paulinho Moccelin e Bruno Batata.

 

A partida terá arbitragem de Adriano Milczvski. Ele será auxiliado por Pedro Martinelli Christino e Wesley Waldir Marmitt.

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Maringá FC vence Cascavel e fica próximo das semifinais do Campeonato Paranaense

Foto: Rodrigo Araújo/Maringá FC

Orlando Gonzalez

Na tarde deste domingo (18) o Maringá Futebol Clube se aproximou da classificação à fase semifinal do segundo turno do Campeonato Paranaense. É que no jogo da quarta rodada, a equipe recebeu o Cascavel, no Estádio Willie Davids, e venceu a partida por 3 a 1. Alex Fraga e Washington (Maringá) e Danilo (Cascavel), marcaram os gols, todos de cabeça, no primeiro tempo. Na etapa final, Everton anotou o terceiro gol maringaense. O Tricolor foi superior ao adversário durante toda a partida. Mas o primeiro tempo foi primoroso. Independentemente da qualidade adversária, o Maringá foi agressivo, criou oportunidades, entretanto, não foi tão eficiente. E um bom saldo de gols na partida poderia até garantir a classificação virtual às semifinais.

Foto: Rodrigo Araújo/Maringá FC

Com o resultado, o Maringá FC ocupa a vice-liderança do Grupo, com nove pontos, um atrás do líder Paraná Clube, rival da próxima quarta-feira, em Curitiba. Para chegar às semifinais, uma vitória será decisiva. Na verdade, até com um empate a equipe avança, mas Isso se o Cianorte não ganhar do Foz por mais de um gol de vantagem. +ESPORTE

 

Jogo

Logo que a bola começou a rolar no Estádio Willie Davids, aos 2 minutos, o Tricolor mostrou a sua força. Depois de escanteio, Alex Fraga, de cabeça, balançou as redes do Cascavel. E o gol foi importante, para motivar o elenco, e para recolocar o zagueiro na artilharia geral do campeonato, ao lado do atacante Bruno Batata, com cinco gols cada.

 

O atacante Batata até teve oportunidades para se distanciar na artilharia, mas era a sua tarde. Não conseguiu concluir no gol cascavelense. O ´guerreiro´ Paulinho Moccelin foi outro que se apresentou na linha ofensiva, e desperdiçou três grandes lances para ampliar o marcador. Washington também chegou com perigo, mas acertou a trave do Cascavel.

 

Em etapa de um time só, o Maringá alcançou o segundo gol com Washington, de cabeça, aos 15 minutos. Depois de cruzamento na meta do Cascavel, conseguiu finalizar no canto esquerdo do goleiro Vinícius.

 

A superioridade do Maringá era tamanha, que a vitória era uma certeza, em campo e nas arquibancadas. E neste excesso de otimismo, o sistema de marcação não conseguiu marcar Danilo, após escanteio. O zagueiro também usou a cabeça para registrar o gol de honra do Cascavel, aos 42 minutos.

 

Na etapa final, o desgaste de ambos os times em razão do sol forte, ficou evidente, mas o Maringá ainda assim chegou ao terceiro gol, com Everton, após ótima jogada de Carlão. O meia-atacante apareceu na cara do gol, teve tranqüilidade e mandou para as redes do Cascavel.

 

Alef Manga foi o mais ousado do Cascavel, em jogadas individuais e chutes de longe. O goleiro do Maringá, Ednaldo, que substituiu a Fábio (saiu por não estar se sentindo bem), teve ótima atuação. Fez duas grandes defesas, e ainda segurou jogadas contundentes de Gasperin e Raposa.

 

O Tricolor maringaense ainda teve bons lances, com Moccelin, Fabrício, em cobrança de falta, mas o jogo terminou em 3 a 1 para o Maringá. Vitória fundamental e que mantém o time com chances de chegar às semifinais.

 

TIMES

Maringá – Fábio; Rhuan, Alex Fraga, Egon e Thiago Cristian (Luan), Carlão, Fabrício, Washington e Lucão (Everton); Paulinho Moccelin e Bruno Batata. Técnico – Fernando Marchiori.

Cascavel – Vinícius; Líbano, Danilo, Murilo e Elivelton; Vinicius Hess (Alex Manga), Xaves e Tocantins (Raposa); Oberdan, Dinelson (Gasperin) e Weverton. Técnico: Gustavo Caiche.

 

Árbitro – Felipe Gomes da Silva

Auxiliares – Júlio César de Souza e Marcos Rogério da Silva

Cartão amarelo – Alex Fraga, Carlão e Egon (Maringá); Weverton, Gasperin, Danilo e Alef Manda (Cascavel)

Renda – 42.448,00

Público pagante – 2.295 pessoas

Público total – 2.482 pessoas

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


VEJA quem ganhou ingresso para Maringá FC x Cascavel!

GANHADORES Ingressos Maringá FC x Cascavel

Agradecer a participação de todos, no blog e nas redes sociais. A diretoria do Maringá disponibilizou 6 ingressos, e vamos a relação dos sorteados. Todos devem trazer DOCUMENTO para retirar o Ingresso. A entrega, das 14 às 15h, em frente ao O Diário. (Av. Mauá, 1988 – Zona 3). Contato – 9 9903-6304

 

NOMES GANHADORES – 1 ingresso cada

Diego Sobcsik

Edilson Rocha

Vagner Durlo

Mariana Melo

Márcio do São José de Sarandi

Rogério Vieira

 

18 Comentários


Veja quem ganhou a camiseta oficial do Coritiba!

GANHADOR da camiseta oficial (tamanho pequeno) do Coritiba.

Nome – Angela Maria Prestes

Retirar a camiseta, nesta quarta-feira (11), a partir das 15h, no Ginásio Chico Neto. Contato pelo whatts – 9 9903-6304.

Obrigado a todos pela participação!

 

Sorteio

O blog vai sortear uma camiseta oficial (tamanho – pequeno) do Coritiba entre os internautas que deixarem postagens. O Coritiba é o primeiro finalista do Campeonato Paranaense de 2018. Agradecer, obviamente, a gentileza da diretoria do Coritiba. Sorteio no dia 10 de abril. Deixem o número do whatsapp ou email para contato!

VEJA A CAMISETAVEJA A CAMISETA

17 Comentários


Sadia deixa de patrocinar o Toledo

Foto: Alberto Egon/Divulgação

Orlando Gonzalez

A boa campanha no Campeonato Paranaense não foi o suficiente para o Toledo, vice-líder do Grupo B com sete pontos, segurar o apoio da Sadia, que patrocina a equipe em todas as categorias desde 2016.

 

Em comunicado enviado à imprensa nesta quarta-feira (14), o Toledo informa que o Grupo BRF, indústria que tem o maior frigorífico da América Latina na cidade, não renovou o contrato de patrocínio com o time. +ESPORTE

 

Segundo a assessoria de imprensa do Toledo, o cenário econômico brasileiro, que afeta diretamente o setor avícola, é a principal justificativa para a saída da Sadia. Agora, o Toledo tenta viabilizar um novo patrocinador máster.

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui