handebol maringá



Handebol feminino de Maringá inicia na segunda treinamentos para a temporada 2018

Orlando Gonzalez

As atuais campeãs do Campeonato Paranaense de Handebol adulto feminino e vice-campeãs dos Jogos Abertos do Paraná (JAPs) iniciam na segunda-feira (26) os treinamentos visando as competições oficiais de 2018. O calendário da equipe de Maringá está recheado de compromissos importantes. Além do campeonato adulto da Liga de Handebol do Paraná (LHPR) e da Secretaria de Estado do Esporte e do Turismo (SEET), também tem presença garantida na Liga Nacional, da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb).

O elenco maringaense, no comando dos técnicos Sebastião Fernandes e Valmir Fassina, conta com 16 atletas. Em relação à última temporada, o handebol feminino de Maringá repete o time, com as voltas de Anne e Mariana Merlin, ambas praticamente recuperadas de lesões. E a equipe muito provavelmente será reforçada por atleta que participou da última edição da Liga Nacional. +ESPORTE

Parte da equipe

As atividades iniciais serão em cima da recuperação física das atletas, seguidas de treinamentos com bola, e posteriormente os trabalhos coletivos. Os treinos, como na temporada passada, a partir das 19h30, no Ginásio Chico Neto.

ATLETAS

As atletas já confirmadas para a temporada 2018: Anne Caroline (foto), Caroline Duarte, Evellyn Cristine, Fernanda Lucchese, Gabriela Maciel, Geisa de Souza, Geise Lucena, Gisele Carina, Jhennyfer Beatriz, Keila Oliveira, Larissa Suelen, Luany Bulla, Mariana Borges, Mariana Merlin e Vivian Yuri.

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


IMAGENS – Garotas da base do handebol de Maringá treinam no Ginásio Chico Neto

Garotas da base iniciaram nesta segunda os treinamentos em 2018 já pensando na Copa Paraná em Cascavel! A técnica Clarice Braga e a auxiliar Elcia Picolo comandam o time feminino de Maringá.
Comente aqui


LANCES – Garotas da base do handebol de Maringá treinam no Chico Neto

Equipe de base do handebol feminino de Maringá iniciou, nesta segunda-feira (19), os treinamentos para a temporada 2018. Treino leve no Ginásio Chico Neto. Equipe já visa participação na Copa Paraná, que será em Cascavel, em março.

Handebol de base de Maringá treina no Ginásio Chico Neto

A post shared by Orlando Gonzalez – Assessoria (@orlandomgonzalez) on

Comente aqui


Ex-goleira de Maringá na Seleção Brasileira de Handebol juvenil

Orlando Gonzalez

A goleira Renata Bornia, 17 anos, que atuou pelo handebol maringaense nos últimos quatro anos e hoje está em início de temporada defendendo as cores do Pinheiros/SP, foi convocada na quinta-feira (8) para uma semana de treinamentos na Seleção Brasileira de Handebol juvenil.

A goleira é uma das 21 atletas convocadas pelo técnico Daniel Robert Suarez para a semana de atividades, de 19 a 28 de fevereiro, em São Bernardo do Campo/SP. +ESPORTE

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Arthur Pereira fala sobre a saída do handebol de Maringá

Arthur Pereira fala sobre a saída do handebol de Maringá. Armador direito vai defender o Pinheiros/SP em 2018.

Arthur Pereira está deixando o handebol de Maringá

A post shared by Orlando Gonzalez – Assessoria (@orlandomgonzalez) on

Comente aqui


O DIÁRIO AO VIVO – Entrevista com o armador Arthur que acertou com o Pinheiros/SP

O DIÁRIO AO VIVO – Ginásio Chico Neto com o armador Arthur Pereira, atleta do handebol de Maringá, que está se transferindo para o Pinheiros/SP.

Ao vivo do Ginásio Chico Neto – esporte Maringá

Publicado por O Diário do Norte do Paraná em Sexta, 12 de janeiro de 2018

Contato – (44) 9843-4677 – Email: [email protected]

Comente aqui


Atleta de Maringá vai para o maior clube de handebol do Brasil

Orlando Gonzalez

Agora é oficial. O armador direito Arthur William Pereira, 22 anos, que defendeu o handebol de Maringá nos últimos cinco anos, vai atuar pelo maior clube de handebol do Brasil, o Pinheiros/SP. Um time que invariavelmente é campeão da Liga Nacional de Handebol e que na última temporada conquistou a tríplice coroa. Foi campeão Paulista, Nacional e Panamericano. O jogador inicia em 5 de fevereiro os treinamentos no time paulistano.

 

A ida de Pereira para o Pinheiros não é comemorada apenas pelo jogador. Amigos, companheiros de equipe e rivais de handebol estadual também valorizam a transferência. É que a transferência demonstra que o handebol de Maringá e do Paraná é de qualidade, e que os grandes clubes estão de olho no Campeonato Paranaense.

O momento é ´mágico´. Na maioria das histórias dos jogadores, tem o sonho de um dia atuar pelo Pinheiros e de defender a Seleção Brasileira. Pereira vive essa euforia, mas ele relembra que seu início no handebol maringaense foi complicado. Ele sofreu uma séria lesão – dois fragmentos ósseos do fêmur direito se soltaram – e aí foram 11 meses de extremo empenho para voltar às quadras. O período foi difícil. Quatro meses sem colocar o pé no chão, e depois mais sete meses de fisioterapia. Nessa fase conheceu pessoas que o auxiliaram no momento difícil e veio a recuperação, e junto dois feitos inéditos para o handebol maringaense.

 

“Defender Maringá foi uma grande hora. Tive uma lesão muito séria logo que cheguei, mas consegui me fortalecer física e psicologicamente. Conheci grandes pessoas neste período, como o dr. Gilson Kuroda e toda a equipe do grupo SportFisio, liderada pelo Eduardo Ruhling. Já recuperado, fiz parte de duas conquistas inéditas do handebol de Maringá. Ficamos em terceiro lugar na Liga Nacional de 2014 e me tornei o artilheiro da Liga de 2016, com 69 gols”.

O armador canhoteiro, considerado hoje um dos principais atletas do Brasil, enaltece o apoio recebido na Cidade Canção. “Sou apaixonado pela cidade. Sou muito grato por esse período que fiquei no time e por todos que estão envolvidos com o handebol maringaense: dirigentes, técnicos (Leonardo Bortolini e Valmir Fassina). Todos que passaram pela equipe, amigos e torcida. Essas pessoas ficarão para sempre marcadas em minha carreira”.

 

Sobre a nova equipe, Pereira diz que será outro grande desafio. “Sigo agora para um novo desafio. Ter a oportunidade de vestir a camisa do maior clube do país vai ser incrível. Também terei a honra de trabalhar com um grande técnico, o Sérgio Hortelan. O grande objetivo é conseguir ajudar o Pinheiros a buscar mais títulos. Vou me dedicar ao máximo e espero ser tão feliz lá como fui aqui” finalizou.

Contato – (44) 9843-4677 – Email: [email protected]

Comente aqui


Armador Arthur William deixa handebol de Maringá

Orlando Gonzalez

O armador direito Arthur William Pereira, 22 anos, um dos principais nomes do handebol paranaense, está de saída após cinco anos de muitos gols, vitórias e títulos pelo handebol de Maringá. Nos ginásios da Cidade Canção, do Clube Olímpico, Valdir Pinheiro e Chico Neto (Vila Olímpica) não deixou de brilhar. Nos vários jogos do time, sempre se fez presente no auxílio ao sistema defensivo, assim como na linha ofensiva.  E lá na frente, o seu ponto forte, marcou muitos golaços, bastante comemorados pelos fanáticos torcedores do handebol maringaense. Em 2018, Arthur Pereira vai defender um dos gigantes da Liga Nacional. O anúncio oficial sobre o nome de sua equipe acontece nesta semana.

A passagem do armador pelo handebol de Maringá, comprovadamente, foi vencedora. Arthur ainda conseguiu um feito inédito. Foi o artilheiro da Liga Nacional de Handebol em 2016. Marcou 69 gols.

 

Nos campeonatos estaduais Liga de Handebol do Paraná (LHPR), subiu seis vezes ao lugar mais alto do pódio em sete campeonatos. Na Liga Nacional, foram quatro temporadas e em três ocasiões defendeu Maringá, que ficou entre as quatro melhores equipes do Brasil.

Contato – (44) 9843-4677 – Email: [email protected]

2 Comentários


Edney Silva Oliveira, o melhor do handebol de Maringá em 2017

Orlando Gonzalez

Aplicação tática e boa desenvoltura em jogadas individuais foram alguns pontos fortes do pivô Edney Silva Oliveira, escolhido o melhor atleta do handebol masculino de Maringá em 2017. A avaliação é do presidente da Associação Maringaense de Handebol (AMB), Rafael Fondazzi.

 

O atleta foi peça importante no time de Maringá, campeão do Campeonato Paranaense, vice-campeão dos Jogos Abertos do Paraná (JAPs), e também esteve em quadra por Maringá na Liga Nacional de Handebol. O time não realizou uma boa campanha e acabou eliminado na primeira fase. Mas encerrou a sua participação com vitória de um gol sobre Londrina no Ginásio Chico Neto (30 a 29).

Edney Silva Oliveira ainda disputou quatro campeonatos internacionais em equipes de base da Seleção Brasileira. Foi campeão Pan-Americano Sub-21 no Paraguai, vice-campeão Pan-Americano Sub-19 no Chile, e ganhou em experiência participando do Mundial Juvenil da Geórgia. O Brasil fechou na décima oitava posição, e ainda participou do Mundial Júnior na Argélia. A seleção encerrou no décimo nono lugar.

Contato – (44) 9843-4677 – Email: [email protected]

Comente aqui


Gisele Costa, a melhor do handebol de Maringá em 2017

A armadora Gisele Costa foi um dos nomes fortes da equipe de handebol feminino de Maringá na temporada 2017. Teve a responsabilidade de ´fazer´ o time jogar. Defendeu a equipe no título do Campeonato Paranaense, vice-campeonato dos Jogos Abertos do Paraná, e participação na Liga Nacional de Handebol.

 

Gisele acabou escolhida como a principal atleta do handebol maringaense na temporada 2017, em avaliação dos técnicos Valmir Fassina e Tião Fernandes.

Comente aqui