handebol paranaense



Handebol do Paraná está de luto com a morte do árbitro Antônio César Oliveira

Cesinha

Orlando Gonzalez

Faleceu na manhã desta terça-feira (13) o árbitro de handebol Antônio César Oliveira, o Cesinha (55 anos). Um árbitro que teve uma história vencedora no handebol do Estado. Cesinha integrava o quadro de árbitros da Liga de Handebol do Paraná (LHPR), assim como da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb).

 

Nos últimos dois anos teve que parar de apitar em razão de um câncer no esôfago. Lutou o quanto pôde, mas sem abandonar a modalidade. Mesmo com o tratamento forte da quimioterapia, vinha atuando como coordenador da modalidade nas competições da Secretaria de Estado do Esporte e Turismo (SEET). E isso não quer dizer que ´ganhava´ em conforto. Nada disso, e ele fazia até questão de desenvolver a função normalmente, porque entendia que o esporte o deixava mais resistente para encarar o ´desafio´ da recuperação.

 

Na manhã desta terça-feira, a triste notícia de seu falecimento comove o handebol do Paraná.

2 Comentários


Ex-Miss Alto Paraná hoje é professora e árbitra de handebol

Orlando Gonzalez

A jovem Karina Vasconcelos é um grande exemplo de dedicação em busca de sonhos. E as metas da hoje professora de Educação Física sempre estiveram ligadas ao esporte, mais especificamente à modalidade de handebol. Com 26 anos, já obteve muitas conquistas, sempre conciliando o esporte com os estudos. A grande virada em sua vida, entretanto, ocorreu fora das quadras, mas não distante do público.

O início foi no handebol mesmo. Desde os 9 anos já corria atrás da bola no João Honório Luiz. Praticando, mas nesta fase era mais ou menos como uma brincadeira, saudável, de criança. Ainda tinha tempo para o karatê. Também foi campeã em diversas competições regionais e, inclusive, no Paraguai conquistou um título, aos 11 anos. Com o passar do tempo, começou a defender as equipes do colégio Agostinho Stefanello e posteriormente do município de Alto Paraná em competições da Liga de Handebol do Paraná (LHPR) e do Governo do Paraná

Depois desse período se aventurou às passarelas. Em 2011, se inscreveu para o concurso de Miss Alto Paraná, e venceu, justamente no dia 16 de abril, dia de seu aniversário de 20 anos. No ano seguinte participou do Miss Paraná. Não conseguiu a coroa, mas de 68 participantes esteve entre as 17 mais belas do Paraná, feito muito comemorado por parentes e amigos. “Ninguém acreditava em mim. Acho que só a minha família. Foi muito bom ter tido essa experiência fora das quadras. Primeiro ser escolhia a Miss Alto Paraná e depois de ter participado do Miss Paraná. Emocionante mesmo. Minha cidade se orgulhou de mim”, relembra.

Aí, com a autoestima lá em cima, não parou de sonhar com os ´pés no chão´. Voltou a praticar handebol, mas na areia, e na sequência o indoor novamente, e foram vários títulos na carreira, atuando por Alto Paraná, Nova Esperança, Araçatuba/SP e São Paulo/SP.

Em 2017, mais duas grandes conquistas: “Fiz o curso de arbitragem da Associação Paranaense de Árbitros de Handebol e fui a segunda melhor do curso. Quero muito atuar em 2018. Realizar um grande trabalho. Mais uma situação bacana em 2017 foi que consegui me formar no curso de Educação Física. Agora vou me dedicar ao bacharelado”.

 

Comente aqui


Cascavel e Jussara ficam com o bronze no Campeonato Paranaense de Handebol

Foto: Wellington Carvalho/WCR Photopress

Orlando Gonzalez
As disputas de medalhas de bronze no Campeonato Paranaense e Handebol Sub-18 da Chave Ouro ocorreram na manhã deste domingo, no Ginásio Chico Neto, em Maringá. No feminino, a conquista ficou com o time do Santa Maria/Unioeste/JADA/Cascavel, que teve como rival o time da Prefeitura de Toledo. Depois de 14 a 6 nos primeiros 30 minutos, o equipe cascavelense ampliou a vantagem na etapa complementar e confirmou a vitória pelo placar de 31 a 17. Lara Beatriz, de Cascavel, foi escolhida a melhor atleta em quadra.
No jogo de fundo, valendo o terceiro lugar no masculino, outro grande jogo entre as equipes de Jussara e Prefeitura de Colorado. No primeiro tempo, Jussara teve melhor rendimento e encerrou com cinco gols à frente no marcador (16 a 11). No segundo tempo, porém, Colorado evoluiu em quadra, mas não o suficiente para alcançar a vitoria, que ficou com a equipe de Jussara por 26 a 24. Gustavo, de Jussara, foi o destaque da partida.
DECISÕES
A partir das 13h30 acontece a grande final feminina entre as equipes da Prefeitura de Maringá/Unimed/Unicesumar e Prefeitura de Alto Paraná e, na sequência, às 15h, o confronto entre a Prefeitura de Maringá/Unimed/Unicesumar e FECAM/Campo Mourão, valendo o título masculino.
A etapa final do Campeonato Paranaense de Handebol Sub-18/Juvenil da Chave Ouro é promovida pela Liga de Handebol do Paraná (LHPR), e tem o apoio da Prefeitura de Maringá, através da Secretaria de Esportes e Lazer de Maringá, Federação Internacional de Handebol (IHF), Confederação Brasileira de Handebol, Secretaria do Estado do Esporte e do Turismo (SEET), Associação Paranaense de Árbitros de Handebol (APAH), CREF9/PR, Taluana Sports e Caio Eventos.
Comente aqui