maringá vôlei



VÍDEO – Copel Telecom pronto para encarar o Vôlei Renata no Ginásio Chico Neto

Orlando Gonzalez

A equipe do Copel Telecom volta a jogar neste sábado (17) contra o Vôlei Renata, às 21h30, no Ginásio Chico Neto, em Maringá. Será a última apresentação da equipe na fase de classificação da competição.

 

Na partida, o time maringaense precisa do resultado positivo e de um tropeço do JF Vôlei, contra o Corinthians, em Guarulhos, para se assegurar na décima primeira posição.

 

A posição é importante para o time. É que se alguma equipe desistir da próxima temporada, o Copel Telecom será o primeiro a ser convocado pela CBV para voltar à elite do vôlei brasileiro. +ESPORTE

 

EQUIPES PROVÁVEIS:

Copel Telecom: Ialisson, Alê, Wennder, Kaio, Ricardinho, Alisson Bastos e Daniel (líbero). Técnico: Alessandro Fadul

 

Vôlei Renata: Rodriguinho, Vissotto, Vini, Junior, Diogo, Renan e Facundo (líbero). Técnico: Horacio Dileo

 

Obs: imagens do treino de sexta (16).

@gonzalezorlando

www.radiomaringa.com.br

http://blogs.odiario.com/orlandogonzalez/

https://www.facebook.com/profile.php?id=100011095815065

Comente aqui


Copel Telecom sofre a 19ª derrota na Superliga masculina

Foto: Montes Claros

Orlando Gonzalez

O Copel Telecom / Maringá Vôlei realizou, neste sábado (10) a sua penúltima apresentação na Superliga masculina 2017/18. Em partida realizada no Ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros/MG, a equipe de Maringá abriu um set a zero na equipe local, mas finalizou o jogo com derrota de três sets a um. Foi a décima nona derrota da equipe em 21 jogos disputados. O próximo compromisso do já rebaixado Copel Telecom acontece no sábado (17), às 21h30, no Ginásio Chico Neto, em Maringá.

 

Na partida deste sábado, a equipe de Maringá venceu o primeiro set com parcial de 25 a 20. No segundo, o Montes Claros reagiu e fez 25 a 22. No terceiro, o Montes Claros ganhou por 25 a 20. Com a derrota parcial de dois sets a um o Copel Telecom não se encontrou mais em quadra e levou de 10 pontos no quarto set: 25 a 15.

 

O time da Cidade Canção se despede da Superliga no próximo sábado, em casa, contra o Vôlei Renata. Precisa da vitória e de um insucesso do JF Vôlei, contra o Corinthians, em Guarulhos, para encerrar o campeonato na penúltima posição. +ESPORTE

 

Hoje a colocação passa a ser a única esperança para o Copel Telecom retornar à Superliga 2018/19, mas somente se houver alguma desistência entre os 12 times para a próxima edição. Assim, será o primeiro time convidado para voltar à elite do voleibol brasileiro.

 

COPEL X JF VÔLEI

O Copel tem duas vitórias e soma sete pontos. O JF Vôlei tem três vitórias e oito pontos. A situação do Copel é tão ruim que a equipe só consegue superar os mineiros em pontos – isso quer dizer vencer e torcer por tropeço do JF na última rodada. Se o Copel empatar em número de pontos (8) com o JF, mesmo assim ficará na última posição, já que perde no número de vitórias, que é o primeiro critério e desempate.

 

CLASSIFICAÇÃO

Os piores

11 – JF Vôlei 8 pontos – 3 vitórias

12 – Copel Telecom 7 pontos – 2 vitórias

 

Obs: primeiro critério de desempate (vitórias)

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Montes Claros/MG vence SESC e joga Copel Telecom à Superliga B

Foto: Sérgio Vieira/SESC

Orlando Gonzalez

O Montes Claros/MG afundou de vez o Copel Telecom / Maringá Vôlei para a Superliga B de 2018/19. Enquanto alguns ainda acreditavam na possibilidade, inexistente, de que a equipe maringaense pudesse superar os mineiros no set average, como o blog antecipou, o Montes Claros eliminou com qualquer possibilidade, agora no número de pontos ganhos. No jogo de terça (6), o time venceu o SESC, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio Janeiro, por três sets a um, com parciais de 25 a 23, 19 a 25, 26 a 24 e 25 a 19.

 

Com o resultado, os mineiros subiram para 16 pontos, na décima posição, e não podem mais ser alcançados pelos rebaixados JF Vôlei, décimo primeiro, com oito pontos, e pelo lanterna Copel Telecom, que tem sete pontos. Restam apenas duas rodadas para o fim da fase de classificação. +ESPORTE

 

O que sobrou para o Copel Telecom é tentar se garantir na décima primeira posição e torcer para que ocorra alguma desistência. Assim, será o primeiro time a ser convidado para a Superliga 2018/19.

 

CLASSIFICAÇÃO

Últimos colocados

10 – Montes Claros 16

11 – JF Vôlei 8 (rebaixado)

12 – Copel Telecom 7 (rebaixado)

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Rebaixado, Copel Telecom briga agora pela 11ª posição na Superliga

Orlando Gonzalez

Rebaixado à Superliga B com duas rodadas antes do fim da temporada 2017/18, a equipe do Copel Telecom / Maringá Vôlei tem que pensar em terminar o campeonato na décima primeira posição e torcer por uma desistência entre os 12 times garantidos na edição 2018/19. Desta maneira, será convidado para disputar a próxima edição. É que o regulamento da Superliga prevê que caso haja alguma desistência ou impedimento de participantes para a próxima edição, o décimo primeiro colocado na atual edição será convocado, posteriormente o décimo segundo colocado, o terceiro na classificação final da atual Superliga B, e assim sucessivamente. A outra possibilidade para disputar a Superliga, é ficar nas duas primeiras posições da Segunda Divisão no campeonato 2018/19.

Na atual classificação da Superliga, o Copel Telecom é o lanterna – sete pontos -, enquanto o JF Vôlei é o penúltimo – oito pontos. Ambos os times têm mais dois jogos na competição. O Copel Telecom vai atuar como visitante contra o Montes Claros/MG e como mandante frente ao Vôlei Renata. O Juiz de Fora recebe o Canoas e depois encara o Corinthians, em Guarulhos. +ESPORTE

O Copel precisa de média superior ao rival nos dois jogos. Uma vitória, se o Juiz de Fora perder os dois jogos ou duas vitórias, caso o Juiz de Fora vença uma partida. O que não pode é repetir o desempenho do time adversário, ou somar apenas um ponto, mesmo com duas derrotas do rival. Desta maneira, o Copel vai chegar ao mesmos oito pontos, mas ficará atrás em número de vitórias (3 a 2), que é o primeiro critério de desempate.

A queda do Copel Telecom ocorreu na noite de sábado (3), após perder de três sets a um para o Minas Tênis. Apesar de ainda ter chances de alcançar o Montes Claros/MG em número de pontos (13) e em número de vitórias (4), isso se vencer os dois jogos que restam e o Montes Claros sofrer três derrotas nos jogos ainda a cumprir. Só que no segundo critério de desempate, o set average, mesmo com duas vitórias de três sets a zero, e com três derrotas do Montes Claros pelo mesmo placar, o Copel Telecom não conseguirá passar o Montes Claros.

JOGOS QUE RESTAM

COPEL TELECOM

Montes Claros x Maringá

Maringá x Vôlei Renata

JUIZ DE FORA

JF Vôlei x Canoas

Corinthians x JF Vôlei

CLASSIFICAÇÃO ATUAL

11 – JF Vôlei 8 pontos e 3 vitórias

12 – Copel Telecom 7 pontos e 2 vitórias

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Blog explica como Copel Telecom escapa do rebaixamento na Superliga

Orlando Gonzalez

O torcedor de Maringá é indiscutivelmente o campeão da Superliga masculina. Por isso, sofre com a péssima campanha da equipe na competição, que pode culminar no descenso já na vigésima rodada, prevista para ocorrer no próximo sábado (3). Se perder em casa para o Minas, ficará com sete pontos, e só poderá chegar a 13 se ganhar os últimos dois jogos. E essa é a pontuação atual do Montes Claros/MG, que supera Maringá nos critérios de desempate.

 

Mas o blog fez uma matemática otimista e que, no campo lógico pode até acontecer em razão do equilíbrio entre as equipes. E dentro deste otimismo, é claro, o Copel Telecom tem que vencer as últimas três partidas, contra o Minas (casa), Montes Claros (fora) e Vôlei Renata (casa). Assim, chegará a 16 pontos.

 

Por que vai depender do Caramuru? Primeiro, porque o Caramuru precisa de apenas um ponto nos três jogos que restam, e todos em casa, para tirar uma das duas vagas que restam para salvar o Copel Telecom. Então, o negócio é torcer em favor do Caramuru. +ESPORTE

 

E na verdade essa torcida vai ocorrer em duas ocasiões, e também significa que o Copel Telecom briga pela última vaga de permanência com o Montes Claros.

 

Na primeira, o time de Ponta Grossa joga em casa contra o JF Vôlei, já neste fim de semana. Com a vitória, recoloca os mineiros na lanterna, e dois pontos atrás do Copel (o cálculo sempre com placares de 3 sets a 0 ou 3 sets a 1).

 

E na última rodada o Copel também vai precisar do auxílio do Caramuru. É que o Montes Claros vai visitar o time de Ponta Grossa. Em caso de vitória do time ponta-grossense, o Copel Telecom se mantém na Superliga. Ah! E também vai precisar do apoio do SESC/RJ, que joga em casa neste fim de semana contra o Montes Claros. Mas essa situação, na teoria e na prática, aparentemente bem mais fácil. O SESC é o vice-líder e disputa com o Sada/Cruzeiro a liderança isolada na primeira fase.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

Projeção otimista….

10º lugar – Copel Telecom 16 pontos

11º lugar – Montes Claros 13 pontos

12º lugar – JF Vôlei – 11 ou 14 pontos (com mais uma vitória ou duas vitórias)

 

 

JOGOS QUE RESTAM

COPEL TELECOM

Maringá x Minas

Montes Claros x Maringá

Maringá x Vôlei Renata

 

MONTES CLAROS

SESC x Montes Claros

Montes Claros x Maringá

Caramuru x Montes Claros

 

CARAMURU

Caramuru x JF Vôlei

Caramuru x Minas

Caramuru x Montes Claros

 

JUIZ DE FORA

Caramuru x JF Vôlei

JF Vôlei x Canoas

Corinthians x JF Vôlei

 

CLASSIFICAÇÃO ATUAL

Para fugir do rebaixamento

9 – Caramuru 16 pontos e 4 vitórias

10 – Montes Claros 13 pontos e 4 vitorias

11 – JF Vôlei 8 pontos e 3 vitórias

12 – Copel Telecom 7 pontos e 2 vitórias

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Copel Telecom é derrotado pelo JF Vôlei, volta a ser lanterna e pode cair na Superliga

Orlando Gonzalez

O Copel Telecom / Maringá Vôlei sofreu na noite deste sábado (24) a sua 17ª derrota em 19 partidas na Superliga masculina 2017/18. E para piorar a situação da equipe, que luta para fugir do rebaixamento, o resultado adverso foi justamente contra o lanterna, o JF Vôlei, em partida realizada no Ginásio da UFJF, em Juiz de Fora. Com a derrota de três sets a zero, com parciais de 25 a 22, 25 a 16 e 25 a 20, a equipe retornou à lanterna, com sete pontos, enquanto o time mineiro pulou para oito pontos.

ATUALIZADO AQUI….

 

A décima nona rodada ainda está em andamento, e os principais rivais de Maringá estão jogando. O Caramuru está vencendo o Canoas, por dois sets a um, em Canoas. O Montes Claros, venceu o primeiro set contra o Sada/Cruzeiro, em contagem. Se Caramuru e Montes Claros vencerem na rodada o Copel Telecom estará virtualmente rebaixado à Superliga B.

 

Matéria completa ao fim da rodada…

Comente aqui


Sem vencer nenhuma partida na Superliga, Copel Telecom enfrenta o Caramuru em Ponta Grossa

Orlando Gonzalez

Ainda sem vencer na Superliga masculina, o Copel Telecom / Maringá Vôlei volta a jogar neste sábado (17) e com um único pensamento: fugir do rebaixamento à divisão B. A missão, porém, não será das mais fáceis. Tudo porque o Caramuru ainda tem chances de avançar à segunda fase e está motivado para buscar esse objetivo. Além disso, o rival terá o apoio de sua torcida, a partir das 20h, na Arena Multiuso, em Ponta Grossa.

 

Mesmo vindo de 16 derrotas consecutivas, time e diretoria de Maringá acreditam na reabilitação e na permanência do voleibol maringaense na elite. A diretoria, inclusive, fretou três ônibus e anunciou 100 torcedores maringaenses nas arquibancadas da Arena Multiuso. +ESPORTE

 

A tarefa ´permanência na elite´, entretanto, é das mais difíceis. É que o Copel Telecom precisa da vitória nos seis jogos que restam para o fim da primeira fase. E vitórias com valor de três pontos. E ainda vai ficar na dependência de tropeços de equipes que estão à sua frente, casos de Caramuru, Montes Claros e Juiz de Fora.

 

NO PRIMEIRO TURNO

No primeiro turno, em partida realizada no Ginásio Chico Neto, em 11 de novembro, o Copel Maringá perdeu de 3 sets a 0 para o Caramuru. As parciais foram de 25 a 21, 25 a 21 e 25 a 18.

 

CAMPANHA EQUIPES

O Copel Telecom perdeu os 16 jogos que disputou. Soma dois pontos na última posição.

 

O Caramuru venceu três vezes e sofreu 13 derrotas. Soma 11 pontos na décima posição.

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Copel Telecom freta 3 ônibus para levar ´galera´ a Ponta Grossa

Orlando Gonzalez

Último colocado na classificação da Superliga masculina e próximo do descenso, o Copel Telecom usa todas as ´fichas´ para abandonar a última posição no campeonato. Por isso, a diretoria se movimentou e fretou três ônibus para levar a sua torcida até Ponta Grossa. Além do transporte, os 100 torcedores também vão ganhar o ingresso do jogo. A alimentação ficará por conta de cada torcedor. A saída está prevista para as 10h de sábado, em frente ao Ginásio Chico Neto.

 

É evidente que atuar na quadra adversária, a presença de torcedores da Cidade Canção será importante para motivar o time no difícil compromisso.

 

O jogo de sábado, às 20h, na Arena Multiuso, em Ponta Grossa, é considerado de seis pontos. Tudo porque o adversário, o Caramuru, é o décimo colocado, com 11 pontos. É que o Caramuru, caso vença, ficará bem perto de uma das duas vagas que restam para a fuga do rebaixamento. Ao Copel Telecom o único resultado que interessa é o que vale três pontos, ou seja, vitória por 3 sets a 0 ou 3 sets a 1. +ESPORTE

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Copel Telecom terá o apoio de 100 torcedores em Ponta Grossa

Orlando Gonzalez

Na luta para fugir do rebaixamento na Superliga masculina, o Copel Telecom / Maringá Vôlei precisa da vitória no jogo do próximo sábado (17), às 20h, contra o Caramuru, na Arena Multiuso, em Ponta Grossa, pela décima sétima rodada. E o fundamental é um resultado positivo com valor de três pontos – por 3 sets a 0 ou 3 sets a 1. Tudo porque o rival é concorrente direto, e vitória por outro placar fará com que o Copel Telecom diminua em um ponto a vantagem do Caramuru. Hoje a diferença é de nove pontos para o time de Ponta Grossa: 11 contra 2 do Copel. E para manter os jogadores focados na partida, a diretoria conseguiu reunir 100 torcedores de Maringá, que estarão nas arquibancadas para incentivar a equipe.

 

Os dois times precisam do resultado positivo. O Copel Telecom ainda ganhou no campeonato. E o resultado é imprescindível para não abreviar o seu descenso. E o rival tem chance, apesar de pequena, de avançar à segunda fase, mas também corre o risco de ser rebaixado. Vive essas duas situações pelo fato de ocupar a décima posição, com 11 pontos. Está 10 pontos atrás do oitavo colocado, o Canoas, e nove pontos à frente do último colocado, o Copel Telecom. Por isso, a partida do próximo fim de semana promete ser tensa. +ESPORTE

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui


Na corda bamba, Copel Telecom pode cair em até duas rodadas

Na Rádio Jovem Pan Maringá o ouvinte/internauta acompanha diariamente as principais notícias do esporte de Maringá, nas duas edições do Pan News: às 9h10 e às 18h10.

Ouça as informações da segunda edição de sexta-feira (9)Copel Telecom pode cair para a segunda divisão em até duas rodadas. A Jovem Pan também destaca as principais informações de Maringá, com Paulo Caetano, Angelo Rigon, Agnaldo Vieira e Carioca.

Acompanhe a segunda edição de sexta! +ESPORTE

Danilo Gonzalez – Email: [email protected] Celular – (44) 9843-4677

Comente aqui