Os pilares do Marketing Digital

You think it's good?

Os pilares do Marketing Digital

Antes de conhecermos os pilares que sustentam o marketing digital, precisamos compreender o comportamento do consumidor atual e sua relação com as marcas. Antes, ele era passivo e a atividade de divulgar produtos ou serviços era de exclusividade da empresa, sendo o consumidor obrigado a aceitar e acreditar no que era anunciado. Hoje, esses possíveis compradores são independentes, tomam decisões sozinhos, querem pesquisar, escolher, comentar, indicar, compartilhar e até ajudar a produzir o produto se possível (Ex: http://www.camiseteria.com ), e se a empresa não oferecer esse relacionamento, corre sério risco de ser atacada sem ter como se defender.

Diante desse cenário, eu pergunto, por que não aproveitar essa disposição dos consumidores em compartilhar experiências, abraçá-los e fazê-los trabalhar para nós? Sim, é isso mesmo. Hoje, nós temos a oportunidade de resgatar o bom e velho boca a boca, mas com uma proporção muito maior com as redes sociais, blogs, etc. Isso significa delegar aos usuários a prática de falar da marca, empresas que conseguem isso, alcançam resultados muito melhores.

Em vez de fazer o trabalho por todos os consumidores, é mais sensato fazer com que esses milhões investidos em comunicação acabem sendo produzidos pelos mouses de mais de um bilhão de usuários .

(Conrado Adolpho)

Toda a estratégia de marketing está sustentada por quatro pilares básicos, são eles:

  • Encontrabilidade
  • Usabilidade
  • Credibilidade
  • Vendabilidade

1º Pilar do Marketing Digital –ENCONTRABILIDADE

É muito parecido com “Praça”, um dos “P” tradicionais do marketing. Para reter o consumidor e vender para ele, primeiro é preciso que ele chegue até você. Se eu não sei aonde está e como chegar, eu não vou comprar, óbvio assim. Na web, as regras são parecidas, mas com alguns acréscimos.

Quando falamos de encontrabilidade na web, também estamos falando de confiança. Estima-se que mais de 70% dos usuários de internet iniciam sua navegação por algum site de busca e há pelo menos 85% de chance desse site ser o Google. É de extrema importância que a empresa ou marca apareça logo na primeira página dos resultados de pesquisa, mais de 50% dos internautas acreditam que as empresas que aparecem na primeira página são as melhores na palavra chave pesquisada. No entanto, não basta você simplesmente cadastrar o nome da sua empresa, se alguém pesquisar pelo seu nome é óbvio que ela estará na primeira página (pelo menos na maioria das vezes), e se alguém procura pelo nome da sua empresa é porque já a conhece ou já é cliente, então o grande lance é você aparecer bem em palavras chaves do seu nicho, dessa forma pode-se captar novos clientes cada vez que ele for usar um site de busca.

EXEMPLO:

Digamos que eu quero comprar um carro novo, se eu pesquisar direto por Fiat, será muito provável que ela apareça na primeira página. Neste caso podemos concluir que eu já conheço a marca ou já sou cliente. Mas e se eu ainda não decidi pela marca e quero saber tudo sobre carros 1.4?

É aí que entra a estratégia de palavras chaves de nicho, é nesse momento que usamos a busca para trabalhar a nosso favor como uma ferramenta de prospecção de novos clientes. Mas ainda não é só isso, além de estar na primeira página, eu preciso convencer o internauta a clicar no meu link e acessar a minha página. Então não basta estar na primeira página, preciso ser considerado como a escolha certa.

Concluindo, a encontrabilidade significa ser encontrado e clicado. Significa ganhar a confiança das pessoas que buscam uma resposta a sua pergunta, estar nas primeiras posições nos dá o posto de ser reconhecido como referência e isso gera credibilidade.

Trabalhar com busca foca a sua atuação em como entender o que as pessoas querem e como lhes dar isso.

(Stephen Governale, diretor executivo da AT&T)

Para entender um pouco mais: Por que investir em SEO?

2º Pilar do Marketing Digital – USABILIDADE

Tornar o simples complicado é fácil; tornar o complicado em uma coisa simples é criatividade. (Charles Mingus)

A frase acima define bem esse pilar do marketing digital. O Google é maior exemplo disso, com sua simplicidade e objetividade, o maior buscador da internet fatura bilhões com uma página branca sem nenhuma firula. Hoje ninguém quer perder tempo, ninguém quer ficar brincando de procurar o menu no site ou ser obrigado a interpretar qual foi a motivação do designer ao fazer aquele layout que ninguém entende.

De acordo com a ISO 9241-11, usabilidade é “a extensão na qual um produto pode ser usado por usuários específicos para alcançar objetivos específicos com efetividade, eficiência e satisfação em um contexto de uso específico.”

A usabilidade de um site é um dos fatores críticos que fazem com que ele tenha retenção (tempo que o usuário navega efetivamente pelo site) e taxa de retorno (número de vezes que ele retorna ao site) elavadas. Quanto maior a retenção e a taxa de retorno, maior é a fixação da marca na mente do usuário. Nem preciso dizer a importância disso.

Conrado Adolpho (Google Marketing)

Em resumo, site bom é site fácil de mexer e de encontrar tudo que é necessário sem invenção de modinha, coisas piscando e pulando. Site bom é aquele que até a sua mãe consegue sem ter que gritar o seu nome para pedir ajuda.

3º Pilar do Marketing Digital – CREDIBILIDADE

Para toda e qualquer empresa que oferece um produto ou serviço ao mercado, é de extrema importância o conhecimento das motivações de seus consumidores. Essa informação, quando usada de maneira estratégica , pode trazer excelentes resultados às empresas. Porém, hoje esse processo de conhecimento caminha nos dois sentidos, o cliente (muito mais exigente e atento) também procura conhecer a empresa, é uma via de mão dupla. A busca de informações sobre produtos e serviços minimiza o medo de uma compra errada.

…no mundo on-line a atividade do consumidor faz com que ele tenha uma enorme capacidade de fazer amigos e unir-se em redes sociais, às vezes com mais de mil amigos, e, de certa forma, de manter contato com todos eles por meio de um twitter ou um blog. Desde que o mundo é mundo, sabemos que a melhor propaganda que existe é o boca-a-boca. Pessoas falando bem de seu negócio para outras pessoas. Na internet isso é potencializado ao máximo pelas redes sociais. 

(Conrado Adolpho, 8Ps do Marketing Digital)

Nesse novo mercado, a opinião de alguém ou de um grupo de pessoas em relação a sua empresa, pode valer muito mais que um comercial caro na TV. Você já deve ter escutado aquele jargão que diz: “Um cliente satisfeito fala para mais 3 pessoas, um insatisfeito fala para 10”. Imagine isso na internet em proporção muito maior. Do mesmo jeito que um ou vários consumidores podem destruir a reputação da sua marca, eles também são capazes colocá-lo no topo, basta que estejam muito satisfeitos. Para entender melhor esse conceito, pergunte-se:

Eu acredito mais em uma propaganda ou em uma indicação de um amigo?

Internautas só vão até 3ªpágina em resultados de buscas

Apesar das dezenas de páginas de resultados apresentadas pelos buscadores, são raros os internautas que passam da terceira, se é que chegam lá. De acordo com um estudo das empresas de pesquisa Jupiter Research e iProspect, 90% das buscas terminam antes de chegar à quarta página e mais da metade das solicitações (62%) nem sequer ultrapassa a primeira página.

As constatações só confirmam o que as empresas já sabiam: atualmente, figurar entre os primeiros links apresentados em uma pesquisa é algo valioso. Ainda mais quando 36% dos internautas acreditam que as companhias que aparecem em primeiro lugar representam as principais marcas do mercado. Quando não encontram o que procuram, os usuários tendem a usar outro mecanismo de busca ou mudar a palavra-chave. Os que fornecem mais termos para aprimorar a pesquisa são minoria.

Fonte: Folha de São Paulo, em 26 de abril de 2006

4º Pilar do Marketing Digital – VENDABILIDADE

A profissão de vendedor é uma das mais antigas do mundo, veio antes mesmo do dinheiro, o que nos mostra que o papel da venda não está ligado unicamente ao papel da troca monetária. Vender é ajudar alguém a solucionar um problema com as soluções que o vendedor possui.

Como eu já disse anteriormente, o novo consumidor não é convencido tão facilmente com uma campanha bonita na TV, outdoor, etc. O novo mercado compra baseado em informações, para convencer um consumidor de qualquer coisa hoje em dia é preciso informá-lo sobre o produto ou serviço tanto quanto ele queira. Antes de comprar um produto, ele compra a informação, consumidor informado é consumidor comprador, por isso é tão importante gerar conteúdo, por isso é tão importante fazer com que os próprios clientes falem de você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


9 + dois =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Publicitário com atuação específica no ambiente online com estratégias Marketing Digital, é co-fundador da Click Storm Agência Digital e tenta ser guitarrista nas horas vagas.