O Blog Paçoca com Cebola está mudando de endereço

Caros amigos e leitores e leitores amigos.

A partir de segunda-feira (27) o blog Paçoca com Cebola estará em novo endereço: www.pacocacomcebola.com.br.

Foram mais de dois anos aqui no portal ODiário, uma parceria que deu muito certo pelo respeito e liberdade editorial.

Só tenho a agradecer toda a equipe aqui do portal que sempre deu suporte técnico quando precisei.

ENTÃO GALERA, A PARTIR DE SEGUNDA(27/10): www.pacocacomcebola.com.br

 

Sem categoria
2 Comentários

Peixes mortos no Lago Igapó

O Instituto Ambiental do Paraná (IAP), coletou água do Lago Igapó nas proximidades da Avenida Castelo Branco, em direção a Universidade Estadual de Londrina (UEL). O primeiro teste mostrou  diminuição da quantidade de oxigênio na água. Exames do laboratório irão apontar a causa da morte. O órgão ambiental está apertando a fiscalização entre as indústrias locais para ver se há descarte de resíduos.

Sem categoria
Comente aqui

Trem Pé Vermelho

O trem Pé Vermelho vai abranger os trechos Paiçandu, Maringá, e Sarandi, além de Ibiporã e  Londrina e Cambé. A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Seil) recebeu autorização do Ministério de Cidades para dar andamento na contratação do projeto executivo para a obra. O projeto foi incluído na proposta do governo do Paraná, no PAC de mobilidade para garantir R$ 10,7 milhões para executar os projetos e recebeu  a aprovação. Porém serão necessários mais dois meses para acertar os trâmites burocráticos e a Caixa Econômica Federal liberar o dinheiro para a abertura do certame.

Sem categoria
Comente aqui

TRE dispõe telefone para tirar dúvidas e fazer denúncias

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) abriu os serviços de atendimento ao eleitor – que poderão consultar via telefone ou internet o local de votação. Os eleitores também poderão fazer denúncias a desrespeitos à legislação eleitoral. Até a sexta-feira é possível tirar dúvidas pelo telefone 148. No sábado e domingo é possível ligar nos telefones 3342-3457 e 3324-5780 / 3341-4223. Fica proibido o despejo de santinhos e material de propaganda nos locais de votação e ruas. Coligações, partidos e candidatos ficam sujeitos a multa de R$ 5 mil a R$ 50 milhões, segundo a Promotoria do Meio Ambiente.

Denúncias

Para realizar denúncias até sexta (dia 24) basta ligar para o telefone 3342-1870. Ou ir até o prédio do TRE em Londrina. Também é possível fazer a denúncia ao Comitê 4890 – telefone: 3294-5900.

Sem categoria
Comente aqui

Nanicos unidos jamais serão nanicos

G10E na próxima legislatura os nanicos querem virar Sansão. Dez partidos – PSL, PTN, PSDC, PRTB, PHS, PMN, PTC, PRP, PEN e PTdoB – formalizaram um acordo hoje para agirem em bloco nas votações da Câmara Federal. A bancada, com 24 deputados federais, autodenominada de G-10, representa 6.427.607 votos.

 

Sem categoria
Comente aqui

20% dos pacientes submetidos à Cirurgia bariátrica podem voltar a ganhar peso

Da Assessoria 

Dois fatores têm contribuído para que isso aconteça: a dilatação do estômago operado e o retorno da compulsão alimentar (ansiedade)

 Mais de 500 mil cirurgias bariátricas, de redução de gordura, são realizadas todos os anos no mundo. No Brasil foram 80 mil cirurgias apenas em 2013. Estudos revelam que, deste total de pacientes, 20% voltam a ganhar peso após a cirurgia e dois fatores têm contribuído para que isso aconteça: a dilatação do estômago operado e o retorno da compulsão alimentar (ansiedade).

Isto significa que milhares de obesos operados voltam a engordar e a apresentar doenças associadas à obesidade, como diabetes, hipertensão arterial, apneia do sono, sem falar na baixa autoestima e problemas psicológicos e psiquiátricos relacionados.

 “O aumento na ingestão de carboidratos (doces e massas) é muito comum neste grupo de pacientes e a explicação para este comportamento é simples: o carboidrato estimula nosso cérebro a produzir substâncias que nos dão bem estar”, afirma o cirurgião paranaense Caetano Marchesini, que é membro da Federação Internacional de Cirurgia para Obesidade (IFSO). Continue lendo

Sem categoria
Comente aqui

Hauly diz que inclusão do PSDB na Lava a Jato é factoide criado pelo PT

Tá cada vez mais enrolado essa história da Operação Lava a Jato e seus personagens. Agora os advogados do doleiro Alberto Youssef negam que seu cliente tenha feito negociações com o PSDB. Eles deram entrada ontem na Justiça Federal do Paraná com um pedido de acareação entre o doleiro e Leonardo Meirelles, diretor-presidente da Labogem. Eles pedem a impugnação do depoimento prestado por Meirelles na segunda-feira onde ele acusa Youssef de ter mantido negócios com o PSDB através do ex-presidente nacional da legenda Sérgio Guerra (PE), morto em março. As informações foram publicadas no Jornal O Globo.

“Meu cliente jamais teve negócios com Sérgio Guerra ou com quem quer que seja do PSDB. Em seu depoimento à justiça, como é do conhecimento de todos, ele disse que tinha negócios com o PP e que o dinheiro de propinas da Petrobras iam também para o PT e PMDB,” disse o criminalista Antônio Figueiredo Basto.

A questão chegou ao tribunal conduzida pelo advogado de Meirelles, Haroldo Nater, que argumentou sobre o possível envolvimento de tucanos com esquema que teria beneficiado PP, PT e PMDB.

— Acredito eu que o PSDB e eventualmente algum padrinho político do passado e provável conterrâneo ou da região do senhor Alberto — disse Meirelles à justiça que teria confirmado ainda uma conversa por telefone entre Youssef e Sérgio Guerra. O ex-senador estaria cobrando uma promessa não devidamente cumprida pelo doleiro.

Nater teria dito que outros personagens políticos tucanos, da mesma região  de Yousseff teriam se beneficiado dos esquemas do doleiro.

Segundo o deputado federal Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) Nater quer criar um factoide. “É uma manobra política diversionista para desviar a atenção do maior esquema de corrupção da história do Brasil comandados por Dilma e Lula”, disse o deputado. Segundo ele a ação deve ter o dedo do ministro Paulo Bernardo.

Com informações de O Globo e F.São Paulo

 

Sem categoria
1 Comentário

Médico é condenado por cobrar cirurgia do SUS

A 5ª Vara Criminal de Londrina condenou médico, cuja identidade foi preservada, a pena de dois anos de prisão em regime aberto, pelo crime de corrupção passiva. Em 2006, médico e o sócio teriam cobrado R$ 2,8 mil por uma videocirurgia gástrica. O médico teve a pena substituída pelo pagamento de 50 salários mínimos à uma instituição carente, além de prestação de serviços à comunidade durante dois anos. A paciente morreu em dezembro, após três intervenções cirúrgicas devido às complicações hemorrágicas e refluxo. Eis as iniciais do médico C.T.F.S.

Sem categoria
Comente aqui

Da Ruth Bolognese: A vez do Osmar

A VEZ DO OSMAR
A depender do resultado das eleições no domingo, o ex-senador Osmar Dias (PDT), também conhecido como “Urtigão”, surgirá automaticamente como o candidato natural ao Governo do Paraná em 2018. Não se coloca aqui o carro na frente dos bois, até porque carro de boi é coisa antiga por demais, mas em política o futuro é pra ontem.

BOM MOMENTO
Vamos aos fatos: se Dilma Rousseff ganhar a eleição, Osmar Dias fica muito maior do que está hoje, por ser um nome fortíssimo eleitoralmente no Paraná, por fazer parte do Governo Federal em Brasília e, principalmente, porque todos os petistas de primeira hora, como Gleisi, Paulo Bernardo, Dr. Rosinha e Ênio Verri, estão de crista baixa. Se o irmão, Alvaro Dias (PSDB), não lhe atrapalhar os planos, eis o homem para concorrer com quem vier daqui a quatro anos.

PARA O SENADO

E já que estamos de volta para o futuro, as duas vagas para o Senado em 2018, tanto a de Gleisi Hoffmann (PT) quanto a de Roberto Requião (PMDB), serão disputadas como briga de gente grande. Da própria Gleisi ao governador Beto Richa, dos deputados Luiz Carlos Hauly ao nosso Alfredo Kaefer, ambos do PSDB, todos se preparam para chegar lá.

http://www.oparana.com.br/blogs/ruth_bolognese

Sem categoria
1 Comentário

Pagamento de Agosto

Sabe-se agora que os 5 mil ingressos do jogo Brasil e Londrina em Pelotas serão revertidos para pagamento dos salários de agosto dos jogadores do time gaúcho. Está na hora do Tubarão fazer valer a melhor campanha da Série D. Olha a matéria do Diário Popular: http://www.diariopopular.com.br/index.php?n_sistema=3056&id_noticia=OTExODA=&id_area=Mw==

Sem categoria
Comente aqui

Bola fora, em Maringá

Por ANGELO RIGON

O jornalista esportivo Juca Kfouri, repassa JC Cecílio, contou na última segunda-feira no programa Linha de Passe (ESPN Brasil) que quando esteve em Maringá (pela CBN) numa palestra sobre “legado da copa do mundo” (setembro de 2014), citou que seus filhos resolveram torcer para a Argentina e adotaram o Londrina Esporte Clube por ter a camisa com as cores iguais ao do selecionado “hermano”. Ao contar esta história para a plateia, notou que os ouvintes não acharam graça e ficaram calados. Juca pensou: “que plateia fria, sem humor!”.
Em seguida, cai a ficha! Ele não estava em Londrina e sim em Maringá. Um mico…

Sem categoria
Comente aqui

Cluster Sisters vai tocar no aniversário de Londrina

A Sercomtel contratou a banda Clusters Sisters, por R$ 28 mil, para realizar um show de celebração de oito décadas, no anfiteatro do Zerão, no dia 14 de dezembro (domingo). O valor do show foi publicado no Jornal Oficial do Município. A banda ficou conhecida por participar do programa Superstar da Rede Globo.

Sem categoria
Comente aqui

O medo dos servidores na CMTU

Se tem um órgão em Londrina que onde a galera está tensa é na Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU). O medo, óbvio, é de perder os empregos. Nos últimos anos a empresa assumiu uma série de serviços, porém sem a estrutura e o orçamento necessário.

Agora a ideia da prefeitura, e está claro isso, é aos poucos, desmobilizá-la. O parecer jurídico da Procuradoria Geral do Município (PGM), disse que os funcionários não poderiam ser reaproveitados em outras secretarias. E por isso, seriam demitidas. O procurador geral Paulo Valle explicou que o caminho não seria acabar com o órgão. Segundo ele seria impossível transpor empregados celetistas  para órgãos públicos, onde os funcionários são estatuários. O clima está de apreensão entre os funcionários.

Sem categoria
1 Comentário