Mês: agosto 2014



Evangelho Dominical: Tome sua cruz e siga-me.

Evangelho Mateus 16,21-27 (22 DOMINGO TEMPO COMUM – ANO A)

Naquele tempo, Jesus começou a mostrar a seus discípulos que devia ir a Jerusalém e sofrer muito da parte dos anciãos, dos sumos sacerdotes e dos mestres da Lei, e que devia ser morto e ressuscitar no terceiro dia.

Então Pedro tomou Jesus à parte e começou a repreendê-lo, dizendo: “Deus não permita tal coisa, Senhor! Que isso nunca te aconteça!” Jesus, porém, voltou-se para Pedro e disse: “Vai para longe, Satanás! Tu és para mim uma pedra de tropeço, porque não pensas as coisas de Deus, mas sim as coisas dos homens!”

Então Jesus disse aos discípulos: “Se alguém quer me seguir, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e me siga. Pois, quem quiser salvar a sua vida vai perdê-la; e quem perder a sua vida por causa de mim, vai encontrá-la. De fato, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro, mas perder a sua vida? O que poderá alguém dar em troca de sua vida? Porque o Filho do Homem virá na glória do seu Pai, com os seus anjos, e então retribuirá a cada um de acordo com sua conduta”.

 ORAÇÃO

Diante da Palavra de hoje, Senhor, vemos o quanto precisamos também nós aprofundar nossa experiência de fé e seguimento de Cristo. A Cruz, vemô-la, com o grande e inefável sinal do Teu amor por cada uma nós. Compreendemos que esse foi o jeito que Tu, o Pai, encontraste, pela obediência e confiança de Teu Filho, Jesus, para nos revelar o amor com o qual amas toda a humanidade. Louvamos e bendizemos pela Cruz que nos Ama. Bendita e louvada seja a Tua cruz Oh, Deus redentor, que nos aponta a gloriosa ressurreição a nós reservada.

Pai Santo, ainda que saibamos da verdade dessa cruz salvadora não é sem dificuldade que a enfrentamos em nossas vidas. A dor e sofrimento nos incomoda, parece  quase sem sentido, carregar a cruz hoje. Não queremos fazer isso de modo superficial, no desespero, ou na resignação. Livra-nos, Senhor, dessas tentações.  Ajuda-nos a fazer da Cruz, um signal do quanto também Te amamos, de quanto estamos comprometido com seguimento de Cristo e confiamos em Ti, oh Pai. Afasta de cada um nós, as mortificações falsas, o ascetismo barato, ou a resistência em assumir os padecimentos como conseqüência de nossa fé. Também pedimos que nos liberte da engano de buscar o Cristo vitorioso, triunfante, sem passar pela cruz do seguimento. Ensina-nos a doar-nos sempre, inclusive a própria vida.  

Deus amoroso, que não quer a dor e sofrimento, ou morte de seus filhos amados, suplicamos a força e a luz do Teu Santo Espírito para nos empenharmos nossa vidas  na missão de libertar e aliviar sofrimentos de nossos irmãos. Imitaremos, com Tua graça, o amor e confiança com os quais Jesus se vincula a Ti,  do mesmo modo, que carregaremos a cruz do seguimento de Jesus na solidariedade com aqueles que sofrem com as desgraças e injustiças do mundo.  Não permita, Senhor, que confessemos a Fé em Jesus, sem olhar para dor daqueles que sofrem perto nós. Inspira-nos, palavras e ações para torna esse mundo mais próximo da beleza, da verdade, da alegria, da paz e da vida do Reino celeste. Amém.

É  Ti,  Jesus, que seguimos. Nossa fé em Teu Nome, coloca-nos em missão. E assim, vamos servindo-Te. Alegraremo-nos pela Cruz que carregamos em nossa caminhada de Fé. Cruz pelo Reino. Cruz pelo amor. Cruz do serviço. Cruz do profetismo. Cruz pela Verdade. Sustenta-nos nessa aventura da fé. Fica conosco, em nossos padecimentos e sofrimentos, cura-nos das dores da alma, provocadas pelos desapontamentos, frustrações e cansaços da missão e do seguimento da Fé em Ti, Senhor. Que confiemos sempre na Tua força e ternura, sem medos, livres para responder com amor ao amor de Ti recebido pela Tua Cruz Santa, salvadora, redentora. Assim seja. Aleluia. 

 

Comente aqui


Agenda do Padre

SÁBADO,  30.

@ PROGRAMA FÉ NO CORAÇÃO. Das 11 ao meio dia. Pela Rádio Terra Nativa de Cambé. Ouça pela internet: www.radioterranativacambe.com.br.

Louvor. Oraçoes. Espiritualidade. Músicas. Bençãos. Serviço.

Participe. Ligue 43 3154-1580. Acompanhe nesse sábado o 8 dia da Novena de São Bento (de libertação).  Também entrevista com dois seminaristas do Propedêutico.

Curta também a página do Programa no Facebook: Clique aqui.

Acesse também o canal no YOUTUBE do Programa Fé do Coração, acessando aqui.

†MISSA DO 22 TEMPO COMUM.    Às 19 horas. Capela Santa Rita. Cambé

 DOMINGO, 31

† MISSA GRUPO AUJE (ENCONTRO DE DONS).  Às 8 horas. Seminário São Vicente de Paulo. Londrina

¶ PALESTRA. Sacramentos da Iniciação Cristã. As 9h45  horas. ECC 2 Etapa. Paróquia São Luiz Gonzaga, Londrina

† MISSA VOCACIONAL. Às 19 horas. Paróquia Santo Antonio., Jardim Messiânico, Londrina

Terça-feira, 2/09

† MISSA NOVENA  DA PADROEIRA. Às 19 horas. Paróquia Nossa Senhora da Luz. Jardim do Sol. Londrina

Quarta-feira, 03/9

† MISSA COM LOUVOR E ADORAÇÃO. À s 20 horas. Capela São Judas Tadeu. Jardim Dequech, Londrina.

 UM SÁBADO ABENÇOADO PRA VOCÊ. UMA SEMANA NA GRAÇA DE DEUS. 

Comente aqui


Deus Não está morto… A liberdade religiosa

Está em exibição nos cinemas do Brasil, o Filme Deus não está morto. Trata-se de uma produção cinematográfica com uma clara orientação cristã evangélica. Se você tem fé, acredita em Deus, participa de uma Igreja cristã, vale a penas assistir esse filme. Lá, encontrará pessoas transformadas pela fé. Agora, se você não  crer em nada, ou não se interessa pela religião, pela vida fé, o filme para ser um convite a buscar os elementos mais filosóficos de toda crença, no caso do cristianismo. Com o risco de se cair num jogo de palavras que não prova nada. Aliás, Deus é uma experiência de fé, com sua própria estrutura epistemológica.

Não quero entrar aqui no debate se Deus está morto ou não, nem apresentar os argumentos da discussão do filme entre o professor ateu de filosofia, ou do jovem estudante, calouro cristão, que aceita o desafio de provar para sua turma a existência de Deus.  Fiquei lendo os créditos finais do Filme, e vi que sua produção é uma espécie de homenagem aos alunos, professores e pastores, que foram condenados por praticarem a fé cristã nas universidades norte-americanas. (Isso me faz recordar o triste episódio envolvendo UEL e a pastoral universitária, em que o resultado é o foi o fechamento da Capela do campus para celebrações religiosas)

O filme traz tona a questão da liberdade religiosa, do direito de se crer em Deus, de viver sua fé com todas as suas manifestações, de ser respeitado na sua crença, inclusive por ateus e agnósticos.  Hoje, esse debate precisa ser feito no Brasil. Diante das mudanças sociais e culturais que vem acontecendo em nosso país, especialmente com reflexos fortes da nossa legislação, aqueles que não pertencem ao cristianismo, católico ou não, precisam respeitar nosso direito de viver e praticar nossa fé. A liberdade religiosa num Estado laico, como é o brasileiro,  é um elemento fundamental para a verdade da  democracia e da  convivência cidadãs. Não se pode sair por ai destruindo símbolos e agredindo pessoas só por pertencerem a grupos religiosos. Também as igrejas e seus membros não devem realizar caças às bruxas.

Então: em nome da liberdade, creia e deixe crer. Quem crê em Deus não é pior nem melhor do que tem seus argumentos e motivações pessoais para não crer nada.  Não é obscurantista, muito menos tolo, contra o progresso da humanidade e de toda ciência. Crer está ao alcance da razão humana, e não é nenhum absurdo.   E viva a liberdade religiosa.

10452321_653860148024109_3976360606392238652_n

 

8 Comentários


Entidades de Londrina se reúnem para tratar da Situação Carcerária

O Mndeh-Pr,Movimento Nacional de Direitos Humanos do Paraná convida as entidades e movimentos de Londrina a participar de uma reunião sobre a situação carcerária de Londrina e do Paraná.

Data: 29 de agosto de 2014
Horário: 16 horas
Local: Sindarspen-Ld: Endereço:Rua:Goias,610.

A Pastoral Carcerária confirmou presença. Mais uma vez vamos juntar nossa voz a voz tantos que preocupam com questão carcerária em Londrina e em todo Paraná. Não descansaremos enquanto governo Estadual não levar a sério os problemas que existentes em nossas penitências e cadeias. Está na pauta da pastoral: a superlotação no sistema prisional, a carência de funcionários, técnicos e agentes penitenciários, a falta de distribuição de produtos de higiene e limpeza, Implementação da Defensoria, Construção de novas unidades penais e a transferências de presos. 

 

4 Comentários


Gesto Vocacional da Paróquia Nossa Senhora do Amparo

Mês de agosto é o tempo dedicado especificamente às vocações: orações, reflexões, meditações, gestos concretos. E nesse ano, nossa Arquidiocese realiza o Ano Vocacional, num claro esforço para se criar em nossas comunidades paroquiais uma cultura vocacional.  E vejam que exemplo.

A Paróquia Nossa Senhora do Amparo, de Londrina, a muitos anos tem “aproveitado” da Semana da Família para estimular as pessoas a ajudarem os seminários. Esse ano, o gesto concreto de doação de alimentos e material limpeza e higiene pessoal foi em favor do Seminário Propedêutico São José. Uma graça de Deus para nós, resposta de amor às nossas orações.

Eu tive a graça de celebrar nessa Paróquia abertura da Semana da Família. Nem sabia de nada. Uma comunidade animada, consciente da sua fé e das responsabilidades pastorais. Também tive a alegria de celebrar a Eucaristia Domingo passado, quando nos foram entregue as doações. Agradeço a todos pela imensa generosidade, pela empenho na questão vocacional, e pela confiança e esperança em nossos seminaristas. Deus abençoe a todos, guie e proteja. Obrigado padre Valter Diniz, pelo apoio, atenção e amizade. 

Comente aqui


Brasil agora tem Comitê de Combate e Prevenção à Tortura

Tomaram posse no último dia 25 de  julho),  no Palácio do Planalto, os membros do Comitê Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (CNPCT). Instalado no âmbito da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), o colegiado tem a missão de fortalecer o enfrentamento à tortura em instituições de privação de liberdade, como delegacias, penitenciárias, locais de permanência para idosos e hospitais psiquiátricos. Presidido pela ministra, Ideli Salvatti, o Comitê é composto por 23 integrantes, sendo 11 do Poder Executivo Federal e 12 indicados por organizações da sociedade civil, escolhidas por meio de uma consulta pública promovida pela Secretaria.
O colegiado terá como atribuições a avaliação e a proposição de ações de prevenção e combate à tortura, integrando a atuação de órgãos do governo e segmentos sociais.  Deverá também acompanhar a tramitação dos procedimentos administrativos e judiciais, que visem à apuração de denúncias de tortura. Além disso, será responsável pela manutenção de um banco de dados com informações de denúncias, decisões judiciais e ações institucionais e governamentais sobre o tema.
Com o início dos trabalhos, uma das primeiras atribuições do CNPCT será a escolha dos 11 peritos integrantes do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (MNPCT). A indicação deverá ser feita em até 90 dias, a contar desta sexta-feira. A função do MNPCT é a realização de visitas periódicas e regulares aos locais de privação de liberdade, com a finalidade de verificar as condições das pessoas privadas de liberdade e recomendar medidas para adequação das instituições aos parâmetros nacionais e internacionais.
A escolha dos locais a serem visitados será definida pelo MNPCT com base nas informações e dados fornecidos pelo Comitê. Segundo a coordenadora-geral de Combate à Tortura da Secretaria de Direitos Humanos, Ana Paula Moreira, o Comitê e o Mecanismo atuarão em conjunto. “Se por um lado, o CNPCT vai subsidiar o Mecanismo com informações e dados; por outro lado, o MNPCT realizará visitas, emitir relatórios e fazer recomendações às autoridades estaduais e o Comitê, em conjunto, articulará o cumprimento dessas recomendações”, explicou.
Além do Mecanismo Nacional, sete unidades federativas já criaram seus mecanismos locais por meio de Lei estadual: Rio de Janeiro, Paraíba, Alagoas, Espírito Santo, Rondônia e Minas Gerais. O mecanismo do Estado do Rio de Janeiro está em funcionamento desde 2011, e, recentemente, o Estado de Pernambuco concluiu o processo de seleção dos membros do seu mecanismo estadual.
Tanto o Comitê quanto o Mecanismo integram o Sistema Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (SNPCT), criado ano passado com a finalidade de consolidar a formalização de uma rede nacional de enfrentamento a essa violação. O sistema facilita o intercâmbio de boas práticas e a articulação entre órgãos e entidades responsáveis pela segurança pública, por locais de internação de longa permanência e pela proteção dos direitos humanos.
O Sistema, assim como o CNPCT e do MNPCT, foi instituído pela Lei Nº 12.847, de 2 de agosto de 2013 e regulamentado pelo Decreto Nº8.154, de 16 de dezembro de 2013.
Assessoria de Comunicação Social – Secretaria Nacional de Direitos Humanos 
Comente aqui


Ação entre amigos. Obrigado.

Agradeço de coração aos alunos, professor e coordenação desse curso do Senar, pelo gesto de generosidade para com o Seminário onde sou reitor. Certamente uma ajuda valiosa, uma ação vocacional nesse mês de agosto, dedicado às vocações. Nossa gratidão pela confiança, por acreditar na formação de novos padres, santos padres para nossa Igreja, pelo incentivo aos jovens seminaristas. Deus abençoe a todos.

 __________________

Ação entre amigos...O grupo do curso Empreendedor Rural que está sendo realizado no Sindicato Rural de Ibiporã, sob a orientação do instrutor do Senar-PR Cristiano Leite Ribeiro, se mobilizou com o pedido da colega Elizabeth, para a colaboração com alimentos para o Seminário Propedêutico São José de Londrina. O Pe Edivan veio receber neste dia, 26/08/2014 e participou de um lanche da tarde e abençoando os colaboradores desta ação social.

2 Comentários


CNBB lança Cartilha sobre eleições 2014

Já começou o horário eleitoral gratuito no rádio e na TV.

Talvez você esteja cansado das eleições. Chateado com tanta corrupção, desiludido com nossa política. Não desamine. O nosso voto é esperança de mudanças na vida política do nosso Brasil.

Essa Cartilha vai nos ajudar a fazer um processo democrático, visando sempre o voto carregado de cidadania, para o bem comum. Leia. 

Não se esqueça: o mal avança no silêncio e na omissão do Bem. Você cristão é um um agente do Bem. Teu voto consciente democrático também é uma forma de  realizar o bem no mundo.  Vote sempre. Vote consciente. 

Banner-2014-CartilhaPolitica-700x500O objetivo da cartilha produzida pela CNBB – Regional Sul 2 é contribuir para a formação política das pessoas, motivá-las à participação no processo político e fornecer critérios para orientar os cidadãos nas eleições deste ano.

Ela é voltada para os grupos das comunidades: grupo de jovens, de oração, de estudo, de reflexão, e até mesmo associação de moradores.

É elaborada numa linguagem simples, traz indicações básicas sobre o universo da política a partir do olhar da Igreja Católica, reúne informações sobre o sistema político brasileiro e também sobre as eleições que teremos neste ano.

Informações: site da CNBB, regional Sul II (Paraná)

Comente aqui


Pastoral Carcerária do Paraná se manifesta sobre a Rebelião em Cascavel

NOTA PASTORAL CARCERÁRIA SOBRE REBELIÃO EM CASCAVEL

A Pastoral Carcerária do Paraná se solidariza com as pessoas envolvidas neste momento de rebelião na Penitenciária Estadual de Cascavel.

Não podemos nos calar mediante o caos em que o sistema do Paraná se encontra devido a falta de investimento de pessoal, material e infra-estrutura. Não se resolve as questões de segurança superlotando os presídios do Estado do Paraná.

Estamos apenas transferindo os problemas que historicamente são desafiados a serem resolvidos por nossas autoridades, mas também não podemos compactuar com a instalação da barbárie. Colocamos-nos ao lado dos familiares e dos funcionários na busca da resolução de mais este conflito latente no Estado do Paraná.

Que o Pai misericordioso nos oriente e nos conduza na resolução. Rezemos também por todas as vítimas que neste momento sofrem.

 “Confia os teus cuidados ao Senhor, e Ele te sustentará, jamais permitirá que o justo seja abalado.” 

COORDENAÇÃO DA PASTORAL CARCERÁRIA ESTADUAL

1 Comentário


Aprovada Lei que põe fim à Revista vexatória em SP. E o Paraná?

São Paulo já começou. Mais uma vitória pelo fim da revista vexatória. Agora precisamos fiscalizar e fazer cumprir a Lei com toda sua força e verdade. Um ganho para a cidadania, sinal claro do amadurecimento de nossa democracia.  E da vontade política de nossos governantes.

 Esperamos ansioso o dia que o Paraná fará o mesmo também.

Agora é hora dos movimentos sociais e de direitos humanos, como também os grupos religiosos que vistam os presídios paranaense pressionar os deputados estaduais e nosso governadores e secretárias de segurança e justiça para discutir em audiências públicas o fim da revista vexatória em nossas penitências e cadeias públicas.

Vamos lá. A pastoral carcerária entra nesta Campanha aqui no Paraná.

FIM DA REVISTA VEXATÓRIA JÁ.

_______________________

É caso de celebração sem dúvida que São Paulo aprovou a lei. Porém, também acho que é momento de muita cautela e muita atenção- pois, a lei abre a possibilidade de negar o direito de visita se há suspeita “justificada” que a pessoa está carregando algo.  Acho MUITO possível que vão começar negar entrada para muitas mulheres.

É importantíssimo que há procedimento do que farão quando há “suspeita justificada” . Pois a lei federal obriga registrar em um livro oficial e também entregar uma cópia disso para a pessoa que não vai entrar.. ou seja,  quem resolve dificultar a visita vai ter de assinar seu nome num livro de registro cada vez que nega acesso ao presídio para a visita.

Assim que entra em vigor,  precisa ir para as filas de visita para ver como está sendo implantado.É  é um grande passo para frente- sem dúvida, mas não confio no Estado de garantir os direitos dos familiares.

Para quem desejar conhecer o teor da Lei Lei nº 15.552, de 12/08/2014, pode acessar o link : Diário Oficial de SP

Informações e texto da Heidi, do grupo Pastoral Nacional, no yahoo.
Comente aqui