Sexta-Feira Santa: Jesus nos amou até o fim…

Abaixo publico o vídeo narrado pelo nosso irmão radialista, Antonio Godoy, da Rádio alvorada. Traz a paixão de Cristo com imagens do filme do Mel Gibson.  O efeito é muito profundo. As palavras com imagens nos lançam para dentro do realidade, daquele momento histórico. Impossível não se comover… não se deixar tocar pela dramaticidade daquela sexta-feira, hoje santa para nós. Santa por tanto Amor de Cristo manifestado na sua cruz.

 

 

 

Sexta-feira Santa, dia de contemplar o mistério mais profundo da nossa história da Salvação. Um Deus poderoso, que escolhe o caminho da humilhação e do sofrimento para nos manifestar o amor. Seu poder está no amor, que desconcerta e vence o mal. Ensina-nos, assim, o Paixão de Jesus, que ele pode se compadecer de nossos dores porque sofreu, padeceu no calvário, foi traído, abandonado, negado. Viveu nossa vida até a morte para nos dar vida, libertar do egoismo, do orgulho e das forças do mal e morte. Sua Cruz aponta para vitória do bem e da vida, do amor. Santa-feira Santa, tempo para nos deixar nossos olhares se encontrar com o sofrimento de Jesus para uma profunda e verdadeira transformação em nossas vidas. Olhemos para Cruz e nos perguntemos hoje e sempre: Senhor, que poderei eu fazer por Ti, para retribuir tanto amor e carinho por mim? Também exclamemos Senhor, eu Te adoro e confio em Ti! Amém.

Oh Madeiro Sagrado, Oh árvore Bendita, oh Cruz sagrada por suster o Corpo chagado do Santo de Deus.

Vamos a ti, para adorar e bendizer a força do amor ali expressa com tanta eloquência. Cristo Jesus, ferido no corpo e alma pela cruz e paixão, cure nossas feridas interiores, sare nossas dores no corpo e na alma, abre nossos olhos e corações para o Teu amor.

Ajuda-nos  a fazer da Tua Cruz o sinal de nossa vitória também, por uma vida cheia de amor, bondade, solidariedade e misericórdia com nossos irmãos.  Tu és, Senhor, nossa Páscoa, cordeiro imolado verdadeiramente no altar da Cruz. Dá-nos por Tua Graça, oferecer e nos oferecer também como sacrífico agradáveis a Deus, de conversão e testemunho de fé

Teu amor nos salvou. Tua Cruz nos libertou, oh Cordeiro de Deus. Enche de vida e esperança os corações que creem no amor do Pai, por verem tanto amor em tua paixão salvadora. 

 

 Hoje também é dia de irmos logo mais  às 15 horas a qualquer Igreja celebrar a Paixão de Jesus, adorar o Madeiro da Cruz e rezar pelo mundo. È sempre uma ocasião privilegiada para aumentar nossa fé e fortalecer nossas decisões de conversão.  Até lá, também podemos ir participar da adoração eucarística nas Igrejas e da Via-Sacra. 

Também logo mais a noite, haverá teatros que recontam a paixão, morte ressurreição de Jesus. Os mais populares de Londrina acontecem a partir das 19 hora. Um,  no Centro Social da Vila Portuguesa, uma produção da Paroquia Nossa Senhora da Paz. O outro se realiza na frente da Igreja do Conjunto Lindoia, na zona Leste. Vale a pena terminar esse dia oração, meditação, assistindo toda a emoção e força do Teatro ao apresentar como foi a Paixão de Cristo. 

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.