Mês: março 2017



Violação de Direitos humanos na Amazônia é denunciada na OEA

Repam apresenta casos de violações de direitos à à Comissão Interamericana de Direitos Humanos

O arcebispo emérito de São Paulo e presidente da Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam), cardeal Cláudio Hummes, apresenta nesta sexta-feira (17), em Washington, nos Estados Unidos, casos de violações direitos humanos e de degradação da natureza em uma audiência sobre o Direito do Território de Comunidades Indígenas e Comunidades Rurais da Pan-Amazônia.

A audiência foi solicitada pela Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam), Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM), Confederação Latino-Americana de Religiosos (CLAR), Caritas da América Latina e do Caribe, Conferência Episcopal dos Estados Unidos, lideranças indígenas e campesinas.

Entre os dias 21 e 24 de março de 2017, a Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam) representada pelo seu presidente, dom Cláudio Cardeal Hummes, também presidente Comissão Episcopal para a Amazônia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), terá uma reunião com membros da Comissão Interamericana de Direitos Humanos para dialogar sobre os casos de violações dos direitos humanos ocorridos na Pan-Amazônia. Na ocasião da viagem, o cardeal também participará de encontros e reuniões com o Episcopado Norte Americano, políticos, universidades e a sociedade civil dos EUA.

À Comissão Interamericana de Direitos Humanos serão apresentados dois casos brasileiros:  O “caso mineração” da comunidade Rural de Vila União, município de Buriticupu, no Maranhão, que vem sofrendo impactos pela concessão de suas terras à atividade ferroviária e à extração de minerais.

Casos

Do Brasil participarão do encontro representantes da comunidade campesina de Buriticupú, no Maranhão, afetada pela concessão de suas terras à atividade ferroviária e para a extração de minerais, o que produz uma grave deterioração de suas condições de vida.  Além do “caso Acre”, do povo indígena Jaminawa Arara, que vem sendo impactados pela não demarcação de suas terras, invasões e exploração de madeira, projetos de exploração de petróleo e gás natural e constante presença de narcotraficantes na fronteira com o Peru.

O Cardeal Hummes ressalta que essa ação junto à CIDH faz parte de um dos eixos de atuação da Repam: Direitos Humanos e Igreja de Fronteira. “Esse eixo é uma espécie de escola em que trabalha na formação e conscientização das pessoas. E assim vão aparecendo casos de violação dos direitos humanos, seja das comunidades ou de lideranças. São mais de dez casos apresentados à Comissão Interamericana de Direitos Humanos, e praticamente todos, ligados à questão da mineração”, afirma dom Cláudio. O cardeal ainda lembra de ter a Repam, um espaço de cooperação junto à CIDH.

Também serão apresentados mais dois casos: da Amazônia Equatoriana, indígenas e comunidades rurais de Tundayme, que vêm sendo afetados pela exploração de mineradoras na extração de ouro e cobre em suas terras. Essa realidade causa a poluição de rios e força a expulsão de seus lugares de habitação. Da mesma forma será apresentado o caso das comunidades indígenas do departamento de Wampis e Awajún Amazonas, no Peru, que vem sendo impactados pela alienação ou concessão de suas terras para fins de exploração de minérios.

A audiência na Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) faz parte de um processo de formação, promoção, defesa e exigência de Direitos Humanos que a Repam acompanha nos países amazônicos. A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) é uma das entidades do sistema interamericano encarregado da promoção e proteção dos direitos humanos no continente americano.

 

Cooperação

Em agosto de 2016 foi assinado um acordo de cooperação mútua com a Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA), o que torna possível à Repam expressar a problemática delicada e urgente que as populações indígenas e a própria Amazônia estão sofrendo. “Este acordo propicia a ambas as partes não interesses institucionais, mas o interesse de poder defender a vida e os direitos humanos das pessoas, especialmente dos pobres e das comunidades indígenas da Amazônia”, afirmou o arcebispo de Huancayo, no Peru, e referencial da Repam no Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam), dom Pedro Ricardo Barreto Jimeno.

O acordo busca a promoção, a defesa e a exigência de respeitar os direitos humanos na Pan-Amazônia, além de representar um incremento no acompanhamento eclesial no presente e no futuro de territórios e comunidades dos nove países da área.

Com informações e fotos da ascom da Repam
Comente aqui


Problemas da pornografia para os homens

A pornografia deixa homens insatisfeitos com as relações reais, indica estudo

 

 

Imagem referencial / Pixabay (Domínio Público)
Comente aqui


Papa visita presos em Milão

Papa visita presídio na Itália

AFP/EAST NEWS

O Papa Francisco visitou no final da manhã deste sábado em Milão a prisão San Vittore, onde estão reclusos 900 presos. Depois de percorrer os diferentes pavilhões e saudar os detentos, almoçou com cerca de cem deles.

As autoridades da prisão pensaram que o Papa se sentiria mais à vontade se durante o almoço pudesse trocar algumas palavras com detentos que falassem seu próprio idioma. Por esta razão, colocaram em sua mesa algumas detentas latino-americanas, como a equatoriana Dalia, a argentina Mónica e a chilena Gemma.

Os demais lugares no improvisado refeitório foram ocupados por presos representando diferentes nacionalidades e religiões, que aguardam a sentença definitiva.

Francisco visitou o primeiro pavilhão onde se encontram as mulheres detidas com seus filhos pequenos. O Papa saudou as detentas e conversou com os voluntários que trabalham no local.

Jorge Bergoglio percorreu os diversos setores da prisão até chegar na “Rotonda”, a parte central do complexo prisional, que serve de praça para os reclusos e onde pode saudar e ouvir uma ampla explanação.

“Me sinto em casa”, disse Francisco aos presos, segundo informou o jornal Avvenire.

Um representante dos presos pediu ao Papa para rezar por eles para “que seus erros possam ser perdoados” e “as pessoas não olhem para eles com desprezo”.

O almoço foi preparado por detentas que frequentam o curso da chamada “Escola Livre de Cozinha”. No menu, pratos típicos da cozinha milanesa, como risoto, chuleta empanada acompanhada por batatas e sobremesa.

Os responsáveis da prisão haviam colocado à disposição do Papa, segundo seu desejo pessoal, o quarto do Capelão para um breve repouso, fato não realizado pela falta de tempo, visto que presidiria logo após a Santa Missa no Parque de Monza, distante 20 km.

Francisco é o primeiro Pontífice a entrar na Prisão San Vittore, um cárcere utilizado durante a ocupação nazista como centro de tortura e detenção de judeus antes de sua deportação para Auschwitz.

Fonte: Rádio Vaticano
Comente aqui


Rezar com poesias

Poesias para rezar na Quaresma: “A Morte de Cristo” (Arthur Azevedo)

Jesus Christ in cross © life_in_a_pixel / Shutterstock

…e na pedra arfava um coração!

Pregado estava o Cristo à cruz que nos salvou;
Aproximou-se a Morte e, no auge do suplício,
Parecia hesitar e o braço retirou,
Temendo praticar o seu nefando ofício.

Mas Jesus, a cabeça inclinando, acenou
À executora atroz para que, sem flagício
Contra o Filho de Deus, que Deus nos enviou,
Pudesse consumar o negro sacrifício.

Dando um tremendo golpe a Morte obedeceu,

Abalou-se a natura e o sol empaleceu,
Qual se próximo fosse o termo deste mundo.

Tudo, tudo gemeu na terra e na amplidão;
Somente o homem mostrou ter do peito no fundo
Uma pedra, e na pedra arfava um coração!

Arthur Azevedo (1855 – 1908)

Fonte: aleteia
Comente aqui


Oração para dormir tranquilo

Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da noite

Nielskliim

Meu Pai,
agora que as vozes silenciaram
e os clamores se apagaram,
aqui ao pé da cama
minha alma se eleva a Ti, para dizer:
Creio em Ti, espero em Ti,
e amo-te com todas as minhas forças,
glória a Ti, Senhor!

Deposito nas tuas mãos a fadiga e a luta,
as alegrias e desencantos
deste dia que ficou para trás.
Se os nervos me traíram,
se os impulsos egoístas me dominaram
se dei lugar ao rancor ou à tristeza,
perdão, Senhor!
Tem piedade de mim.

 

Se fui infiel,
se pronunciei palavras em vão,
se me deixei levar pela impaciência,
se fui um espinho para alguém,
perdão Senhor!

Nesta noite
não quero entregar-me ao sono
sem sentir na minha alma
a segurança da tua misericórdia,
a tua doce misericórdia
inteiramente gratuita.

Senhor! Eu te agradeço, meu Pai,
porque foste a sombra fresca
que me cobriu durante todo este dia.
Eu te agradeço porque,
invisível, carinhoso e envolvente,
cuidaste de mim como uma mãe,
em todas essas horas.

Senhor! Ao redor de mim
tudo já é silêncio e calma.
Envia o anjo da paz a esta casa.
Relaxa meus nervos,
sossega o meu espírito,
solta as minhas tensões,
inunda meu ser de silêncio e de serenidade.

Vela por mim, Pai querido,
enquanto eu me entrego confiante ao sono,
como uma criança
que dorme feliz em teus braços.
Em teu Nome, Senhor, descansarei tranquilo.

Amém.

 

 

(Frei Ignacio Larrañaga, manual de oração “Encontro”)

Comente aqui


Defenda o Nascituro

Esse final de semana, nas leituras bíblicas, São Paulo nos chama a viver como filhos da luz, nós que conhecemos a Luz de Cristo. Ele nos pede para nos afastarmos do mal e também denunciar as obras que não são da luz, da bondade, da justiça e da verdade.

Pois é! Hoje temos essa audiência para discutir a criação do Dia do Nascituro em nossa Cidade. Para quem tem fé, é cristão, crê em Deus da Vida, trata-se de um momento importante para tomar parte desse debate, mostrar nossa fé, marcar presença.

Participe. Venha com toda sua família.

A vida pede ajuda, a sua Ajuda.

PS: das 17 às 19 horas, haverá um momento e oração pela vida. Chegue antes. Seja também intercessor… para que a vida triunfe sobre a cultura da morte.

Não se esqueça. Quando o bem se encolhe, se esconde, o mal sempre tende a avançar…

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Comente aqui


Brilhe a Luz de Cristo em Você

EVANGELHO (Jo 9,1.6-9.13-17.34-38)

4º DOMINGO QUARESMA – ANO A

Naquele tempo, 1ao passar, Jesus viu um homem cego de nascença. 6E cuspiu no chão, fez lama com a saliva e colocou-a sobre os olhos do cego. 7E disse-lhe: “Vai lavar-te na piscina de Siloé” (que quer dizer: Enviado). O cego foi, lavou-se e voltou enxergando.

8Os vizinhos e os que costumavam ver o cego — pois ele era mendigo — diziam: “Não é aquele que ficava pedindo esmola?” 9Uns diziam: “Sim, é ele!” Outros afirmavam: “Não é ele, mas alguém parecido com ele”.

Ele, porém, dizia: “Sou eu mesmo!”

13Levaram então aos fariseus o homem que tinha sido cego. 14Ora, era sábado, o dia em que Jesus tinha feito lama e aberto os olhos do cego. 15Novamente, então, lhe perguntaram os fariseus como tinha recuperado a vista. Respondeu-lhes: “Colocou lama sobre os meus olhos, fui lavar-me e agora vejo!”

16Disseram, então, alguns dos fariseus: “Esse homem não vem de Deus, pois não guarda o sábado”. Mas outros diziam: “Como pode um pecador fazer tais sinais?”

17E havia divergência entre eles. Perguntaram outra vez ao cego: “E tu, que dizes daquele que te abriu os olhos?” Respondeu: “É um profeta”.

34Os fariseus disseram-lhe: “Tu nasceste todo em pecado e estás nos ensinando?” E expulsaram-no da comunidade.

35Jesus soube que o tinham expulsado. Encontrando-o, perguntou-lhe: “Acreditas no Filho do Homem?” 36Respondeu ele: “Quem é, Senhor, para que eu creia nele?” 37Jesus disse: “Tu o estás vendo; é aquele que está falando contigo”. Exclamou ele: 38“Eu creio, Senhor!” E prostrou-se diante de Jesus.

ORAÇÃO PARA O 4º DOMINGO DA QUARESMA

Deus, grande és Tu, Tua luz me envolve e fascina. Quando penso em Ti, quando me volto para Ti, só vejo e sinto Teu amor, Tua misericórdia que me salva e cura, liberta, como Luz para meus dias, esperança para minha fé e vida.  Tu estás habitando em Luz inacessível, e vens em meu encontro, dando-me a graça da Tua Luz também, a mim tão pequeno. És Luz, és Amor, meu Deus amado e Pai, sempre se revela a nós, tomando a iniciativa de nos salvar a todos. Louvado sejas Tu, pelo imenso amor com que nos amas e salva. Honras e glórias, a Ti, oh Deus, Luz verdadeira dos corações, do meu coração.

Jesus, conhecestes a Luz do Pai. Vieste nos visitar, trazer até nós toda Luz do amor de Deus. És também Luz, tens em Ti, a Luz do céu, da graça e da salvação. Te louvo hoje e sempre porque me destes ser batizado, de crer e Te seguir. Tua paixão, morte e ressureição me fez passar da morte para luz, para Luz da Tua Fé e vida Divina.  Tu, oh Senhor Jesus, me encontraste quando eu ainda estava nas trevas da morte e do pecado. Dá-me sempre a graça de continuar saindo das trevas e ilusões deste mundo, que me vem sempre disfarçadas de luz. Só Tu, meu Jesus, és minha Luz.  Ajude-me a reconhecer que ainda há cegueiras em mim, que precisam somente de Ti, Jesus, Luz para todas as trevas da alma, da vida, do espírito. Que eu possa ver Tuas obras, Senhor, e participar dos Teus sacramentos, para que Tua Luz brilhe em mim, hoje sempre. Jesus, meu amado Senhor, tire toda pele da visão do meu coração para ver sempre Tua Luz, para contemplar as coisas divinas. Amém.

Santo Espírito, Tu és Fogo, Calor e Luz.  Venha aquecer e iluminar todo meu ser e minha vida, oh Poderoso Espírito Santo. Reaviva força do meu batismo, da minha fé, da Luz de Cristo, de Deus, que me foi dada desde o meu batismo. Meu doce Espírito Santo, livra-me da escuridão e do medo das noites que preciso atravessar nesta vida. Derrama sobre mim Tua Luz e Unção novas. Guarda-me das trevas do inimigo, para que eu siga sempre crendo na Palavra e na Mensagem da Pessoa Viva de Cristo, que veio armar sua Tenda no meio de nós.  Ajude-me a acolher a Luz de Cristo, de Deus, Tua Luz em minha com mais vontade, interesse, alegria, esperança e fé, para minha salvação, como expressão profética do Reino de Luz, Justiça e Bondade e Paz de Jesus. Fortaleça em mim, oh Maravilhoso Espírito Santo a busca pela Luz no meu interior, para que a Glória e a Luz da Ressurreição resplandeçam em mim e ao meu redor. Vem. Vem. Vem me iluminar…

Santa Maria, nossa Senhora da Luz, mãe e rainha do mundo e dos homens. Ajuda-me a participar da Vitória da Ressurreição de Jesus, da vitória da Luz sobre as trevas, da Vida sobre morte, do Bem sobre a mal, da Graça sobre o pecado. Mãezinha do céu, rogo-te que interceda por mim, para que eu me torne cada vez mais filho da Luz, e viva como alguém cheio da luz de Cristo, cheio de fé e de amor. Cuide de mim para eu fique sempre na Luz de Jesus, oh Maria Santíssima, e seja luz também para aqueles que ainda se encontram fechados em tantos horizontes de trevas e escuridão. Eles, oh mãe querida, sem a Luz de Cristo, vivem sem sentido, no desespero existencial. Tu que nos destes amar e conhecer a Luz, acolher e crer em Jesus, faça com que eu me torne testemunha da nova vida em Cristo que recebi no dia do meu Santo batismo, da Luz sem ocaso. Amém. Amém. Ave-maria.

Comente aqui


Vencendo a inveja

Oração contra a inveja

“Vem, Espírito Santo de Deus, blindar-me com Teu poder para me proteger contra os invejosos, que querem prejudicar a mim e a meus familiares”

Epicpew
“Bem-aventurados sereis quando vos caluniarem, quando vos perseguirem e disserem falsamente todo o mal contra vós por causa de mim. Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus, pois assim perseguiram os profetas que vieram antes de vós.” (Mt 5, 11-12)

 

Em nossas vidas, muitas vezes pensamos que o mal não existe e, por isso, não nos protegemos. Podemos ser vítimas e, mesmo que contra a nossa vontade, agentes do mal. Quantas vezes você não se pegou desejando o bem que alguém tenha adquirido?  Sim, o mal existe e temos que estar vigilantes contra qualquer sentimento que não é oriundo de Deus. Como fazer isso? Através da oração, que é nossa maior arma contra todos os malefícios, principalmente a inveja.

Abaixo, um exemplo de oração simples e bela que vem circulando pela internet. Sua autoria é desconhecida.

Oração contra a inveja

Neste momento em que me encontro em oração nos Teus braços Jesus, Te peço a graça de ser livre deste veneno que é a inveja, trazida ao mundo por satanás. Senhor, peço que venhas em auxílio de minhas fraquezas e de minhas fragilidades.

Entrego de todo coração a Ti, Senhor, todos os momentos que experimentei o sentimento de inveja, seja com amizades ou bens materiais. Te peço Espírito Santo, que venhas sobre meu coração e sobre minha vida, libertando-me das raízes da inveja.

Vem, Espírito Santo de Deus, dá-me um coração puro e simples, que se alegra com aquilo que sou e que tenho. Vem, Espírito Santo, abrir meus olhos para as riquezas que possuo.

Vem, Espírito Santo de Deus, blindar-me com Teu poder para me proteger contra os invejosos, que querem prejudicar a mim e a meus familiares.
Eu renuncio TODA INVEJA em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Amém!

Comente aqui


Bom padre ou padre bom…

Como se avalia um padre?

As pessoas falam mal daquele, do outro e daquele outro padre. Dizem bem deste, do outro e deste outro, pelo menos neste momento. Noutros momentos esquecerão o bem que haviam dito.

Geralmente dizem melhor do outro que deste, pelo menos enquanto este estiver por perto. Quando este partir, ou para longe ou para sempre, era um bom padre. Usa-se mais o era que o é, o passado que o presente, para dizer bem de um padre.

Têm tendência a dizer bem dum padre novo, mas enquanto celebra de forma mais alegre ou aberta. Porque se acaso ousa dizer não posso, já não é assim tão bom. Se diz amén a tudo, não tem personalidade, é fraco.

Precisamos um mais forte. Se alterar algum hábito, tira-nos a fé. Se apresentar ideia novas, qualquer dia os santos caem do altar. Se entrar num café é dos nossos. Se entrar habitualmente, deixa de ser nosso para ser como os outros. Se fala com as pessoas é simpático, mas anda mal acompanhado. Se passa muito tempo em casa, não faz nada. E se vai à Igreja menos vezes que o padre antigo, só cá está para levar o dinheiro.
Os padres velhos são geralmente bons padres no sentido mais solidário que existe. Uns pobres padres. Já não fazem nada. Estragam tudo. Têm vícios. Há quem os abomine. E há quem os desculpe.

Os padres de meia-idade nem são uma coisa nem são outra. Não costumam ouvir gracejos ou piropos, mas também ninguém lhes dá o benefício da dúvida. São aqueles que aparentam a maturidade que precisamos no nosso padre, mas que já não conseguem engraçar, façam o que fizerem. Já não têm ponta para admirar e começam a cansar. É melhor vir outro antes que este chegue a velho.

Mas o que é um bom padre? Como se avalia?

Avalia-se pela quantidade de coisas que consegue fazer? Pela quantidade de coisas que consegue que outros façam? Pela forma como reza? Pela forma como faz rezar? Pelas vezes que se vê na rua? Pelas vezes que está em casa? Pelas vezes que vai à igreja? Porque bebe connosco? Porque não bebe? Porque tem personalidade? Porque é simples e humilde? Porque é sábio? Porque é culto? Porque é organizado? Pelas palavras que diz? Pela sua voz? Pelos sorrisos que dá? Pela qualidade da missa? Porque demora muito? Porque demora pouco? Pela sua criatividade? Pelas festas que faz? Pelos pulos que dá? Porque veste bem? Porque é bonito? Porque diz palavras sábias? Porque fala bem? Porque escuta melhor? Porque é novo? Velho? De meia-idade? Ou porque já se foi?

Fonte: Revista Paróquias, ed. 16.
1 Comentário


Pessoas solteiras

Por que tantas pessoas interessantes estão solteiras?

Quem nunca se fez esta pergunta alguma vez? Confira uma reflexão interessante sobre o tema

Por que tantas pessoas interessantes estão solteiras?

© Antonio Guillem / Shutterstock

Não é de hoje que me faço essa pergunta. Não é de hoje que paro e me questiono sobre esse assunto. Recentemente, o tema se tornou centro de meus pensamentos novamente: por que tantas pessoas interessantes estão solteiras?

Bom, para começo de conversa, sei que tem muita gente solteira por opção. Gente que está plena e feliz com esse status, e eu realmente admiro isso. No entanto, por outro lado, existe sim uma enorme quantidade de pessoas solteiras que desejam um relacionamento sério e não conseguem de jeito nenhum encontrar alguém legal. Essas pessoas não são chatas, burras, entediantes, nem nada disso… São pessoas cultas, interessantes, bonitas e tudo mais que você possa imaginar.

Então o que está acontecendo? Por que elas não encontram ninguém interessante para compartilharem momentos a dois?

Essa é uma pergunta traiçoeira e bem difícil de se responder. Fico aqui matutando em minha cabeça as razões disso tudo e confesso que não consigo chegar numa resposta que satisfaça a todos. Mesmo assim, levando em conta a minha própria experiência, chego naquilo que acredito ser a melhor resposta para esse questionamento.

Realmente, concordo que está difícil achar alguém legal para namorar hoje em dia. Com a transformação da maneira que nos relacionamos, tudo se tornou muito fácil e a durabilidade dos relacionamentos caiu absurdamente. A liquidez permitiu que descartássemos o outro como se ele fosse uma mera mercadoria, fazendo com que seja muito mais difícil encontrar alguém com coragem para colocar a cara para bater num relacionamento em meio a um universo de ofertas tão abundantes.

Outra conclusão que cheguei é muito simples: somos ansiosos por natureza. O ser humano tem a tendência de se comparar com o outro e de achar que a grama do vizinho é sempre mais verde. Com isso, vemos outras pessoas conquistando coisas que sonhamos ter e ficamos ansiosos para também alcançarmos tudo aquilo o mais rápido possível. A vida está completamente permeada por essa ansiedade maluca e não nos conformamos que talvez aquele não seja o nosso momento. Não tem problema estar solteiro, mas a ansiedade acaba fazendo com que isso seja algo que precise ser resolvido pra ontem.

Junto dessa ansiedade maluca sentimos a pressão da sociedade. Tem 25 anos e ainda não encontrou o namorado perfeito? As pessoas começarão a achar estranho, a suspeitar que tenha algo de errado com você, que vai ficar para a titia… Não é fácil lidar com toda essa pressão. É preciso ser forte para levantar a cabeça e dizer: “Tenho 25 anos sim, não encontrei um namorado perfeito e está tudo bem, o mundo não vai acabar. Estou feliz comigo mesma.” A sociedade exige certas coisas de nós e uma delas é a “fórmula da vida perfeita”: namorar, casar, ter filhos, ter netos, morrer. Muita gente nem quer seguir esse passo a passo, mas acabam se deixando levar pelas pressões e ficam desesperados para não sobrarem para a titia.

Por fim, tem o fator destino. Acredito nesse mais do que em qualquer outra coisa. Acredito que toda a nossa vida já foi traçada no momento em que nascemos e tem coisas boas e ruins reservadas para nós. Isso me acalma muito nos momentos de dificuldade, pois me ajuda a ter a certeza de que tudo acontece por um motivo. Se você quer muito um namorado e não o encontra de jeito nenhum é porque isso não foi destinado a você nesse momento da sua vida. É difícil entender essas coisas quando estamos sofrendo, mas para mim é uma grande verdade. Até porque não conseguimos alcançar tudo o que desejamos exatamente no momento que queremos. Se fosse assim a vida seria muito mais fácil. (Ps. Se você é cristão, substitua o termo “destino” por “Deus” – #ficaadica – N. do R.)

Enfim, não tiro a razão dos desiludidos. Está realmente muito difícil encontrar alguém que role aquela “química”, alguém que faça valer a pena. Porém, por outro lado, acho que essas pessoas podem estar solteiras porque elas ainda têm questões maiores para resolverem em outros âmbitos da vida. No entanto, ficam tão ansiosas, se comparam tanto com os outros e se deixam levar por tantas pressões alheias que se esquecem de que esse é o destino delas e realmente talvez esse não seja o melhor momento para se relacionarem com alguém.

O que eu aprendi foi que muita gente quer usufruir do corpo do outro apenas para suprir as suas dores, se auto afirmar ou até para mostrar que não está sobrando. Enquanto o outro ainda for um objeto no qual você concentra grande parte das energias da sua felicidade, realmente será difícil encontrar alguém. É extremamente clichê, mas é verdade: o amor aparece para os distraídos. Transformar a sua solteirice num problema faz com que isso se torne um grande redemoinho. Vou contar um segredo que ninguém deve ter te falado ainda: estar solteiro não é defeito nenhum.

Aproveite a sua própria companhia e se desligue de todas as pressões que te atormentam. Enquanto você não estiver bem com você mesmo não vai aparecer ninguém que te interesse. Mas eu garanto que a partir do momento em que isso não for mais um problema na sua vida, as coisas vão se ajeitar aos poucos e quando você menos esperar aquela pessoa incrível vai cruzar o seu caminho.

 

 

(via Resiliência Mag)
1 Comentário