JMJ 2016



Por que o Papa caiu na JMJ!

Papa revela porque caiu durante a missa na JMJ

4895

Durante a celebração de uma missa na Jornada Mundial da Juventude, o Papa Francisco tropeçou e caiu. Felizmente, as pessoas ao seu redor foram conseguiram ajudá-lo imediatamente e prosseguiu com o resto da JMJ sem nenhuma problema.

“Eu estava olhando para a Madonna”, disse Papa Francisco aos repórteres, e esqueci do degrau. Estava com o turíbulo na mão.”

Também explicou porque achou que não tinha sofrido nenhum ferimento na queda.

RT, YouTube

Comente aqui


A Igreja da Jornada Mundial 2016

JMJ Cracóvia: Alguns dados imperdíveis sobre a Igreja na Polônia

Imagem referencial. Crédito: Flickr Miguel A. T. Spezzia CC-BY-2.0
Comente aqui


Brasil na JMJ 2016

O Brasil se destaca na Jornada Mundial da Juventude em Cracóvia

País é o terceiro em número de peregrinos inscritos, à frente de muitas nações europeias

Cruz JMJ

Alessia GIULIANI/CPP/CIRIC

À espera de mais de 2 milhões de peregrinos, abre-se nesta semana a 31ª edição da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que vai até domingo, 31 de julho, na terra de São João Paulo II.

Cracóvia recebe o grande encontro de jovens pela segunda vez: a bela cidade do sul da Polônia também foi a sede da JMJ de 1991.

Cracóvia
Cracóvia

São João Paulo II, que idealizou as jornadas e realizou a primeira em 1986, em Roma, vai ser homenageado na missa de abertura desta edição, a ser celebrada nesta terça-feira, 26. O cardeal dom Orani João Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro e membro da comitiva papal em Cracóvia, recorda:

Tudo começou em Roma com João Paulo II e hoje corre mundo afora. Vendo a realidade do mundo na época, ele considerou importante fazer com que os jovens se aprofundassem na fé da forma que eles gostam, num evento grande em que estivessem juntos”.

gmg cracovia

O Papa Francisco presidirá os atos centrais do evento, como a Acolhida, a Via Sacra, a Vigília e a Missa de Envio, que encerra a jornada e, ao mesmo tempo, abre os preparativos da próxima.

O Brasil, que sediou a edição passada no Rio de Janeiro, tem importante presença no encontro de Cracóvia: apesar da distância, trata-se do terceiro país em número de peregrinos na Polônia, atrás da própria Polônia (com 25,5% dos jovens inscritos) e da Itália (com 13,6%). O Brasil supera países europeus muito mais próximos de Cracóvia, como a Alemanha, a França, a Espanha e Portugal, e países das Américas como os Estados Unidos, o México, a Argentina e o Chile.

Parte da grande participação brasileira se deve ao sucesso da JMJ no Rio, que superou todas as expectativas de público.

Missa de abertura JMJ 2013 Rio de Janeiro
WYD Rio 2013 - pt

_________

Números da JMJ de Cracóvia 2016

– São esperados 2 milhões de participantes nesta edição da Jornada.

– Os peregrinos são de mais de 100 países.

– O número de jovens inscritos previamente chega a 600 mil.

– Dos 600 mil inscritos, 13 mil são brasileiros.

– 150 voluntários do Brasil participam da organização do evento.

– 14 locais de catequese serão em língua portuguesa, 5 deles coordenados por brasileiros, inclusive 30 bispos do Brasil.

Preocupações e confiança

Dom Orani observa que há questões preocupantes, em particular a dos refugiados, a das ameaças terroristas e a da crise econômica, que afeta todos os países. No entanto, ele mantém a confiança:

Tudo isso gera preocupação, mas não pode chamar atenção apenas diante de um grande evento. São questões que precisam de prioridade o tempo todo. A Jornada é um evento muito pacífico e aberto a todos. Estou confiante“.

Participação à distância

Dom Frank Caggiano, arcebispo de Bridgeport, nos Estados Unidos, recorda que a jornada é para todos os católicos do mundo, e não só para os que puderem estar presentes em Cracóvia:

Queremos que todos saibam que ninguém está excluído de uma peregrinação como esta. Cada um é chamado a ser um peregrino, independentemente de poder ou não viajar à Polônia. Queremos que cada jovem, que cada adulto jovem, saiba que faz parte desta peregrinação, fisicamente em Cracóvia ou espiritualmente em casa

Fonte: Aleteia
Comente aqui


Conheça o Kit Peregrino da JMJ 2016

Os peregrinos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) de Cracóvia já sabem como estarão “equipados” para o evento. O Kit Peregrino foi apresentado na quinta-feira, 16, e traz em si um design que remete aos elementos da Jornada polonesa e à misericórdia.

Foto de Jornada Mundial da Juventude.
Foto de Jornada Mundial da Juventude.
Foto de Jornada Mundial da Juventude.
Foto de Jornada Mundial da Juventude.

O Kit, desenhado com base no projeto vencedor de Hanna Talarek, inclui uma mochila disponível em três cores – azul, vermelha e amarela –, as quais serão atribuídas aleatoriamente. O seu desenho gráfico é a centelha da misericórdia, um dos elementos do logo da JMJ Cracóvia 2016.

Segundo a coordenadora do Setor de Design Gráfico da JMJ Cracóvia 2016, Monika Rybczy?ska, “quando a mochila estava sendo projetada, o gráfico e o formato eram o mais importante”.

“Para o gráfico – explica –, nós queríamos que nossa mensagem fosse consistente e que levasse em conta o tema da misericórdia e a centelha, que ‘sai de Cracóvia para o mundo inteiro’. É por isso que este elemento do logo estará na mochila”.

Em relação ao formato, a coordenadora afirma que a preocupação principal era no que diz respeito à funcionalidade. “Chegar à forma final da mochila nos tomou quase… três meses!”, recorda.

Dentro da mochila, o peregrino encontra um terço-bracelete para rezar o Terço da Divina Misericórdia, um lenço de microfibra, um xale multifuncional para proteger do sol de julho e uma capa, caso chova.

Há ainda um guia do peregrino, um guia de Cracóvia, uma oração “Jesus eu confio em Vós”, um livro de orações “Um Livro Extraordinário sobre a Divina Misericórdia” e, dependendo do tipo de pacote escolhido, vouchers para alimentação.

Os peregrinos devem chegar a Cracóvia para a JMJ 2016 no dia 25 de julho e as atividades acontecerão de 26 a 31 de julho. As inscrições para a Jornada terminam no próximo dia 30 de junho.

Ver imagem no Twitter

Fonte: ACI Digital
Comente aqui


JMJ na Polônia…

Por que o papa escolheu a Polônia para esta Jornada Mundial da Juventude?

Dicas: Divina Misericórdia, São João Paulo II, Santa Faustina…

Três anos atrás, no Rio de Janeiro, o Papa Francisco anunciou que a próxima Jornada Mundial da Juventude seria realizada em Cracóvia, na Polônia.

Para muitos jovens, foi um momento de júbilo, mas outros ficaram confusos: onde é a Polônia? Não é frio demais por lá?

“Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia” (Mt 5, 7).

Não é surpresa nenhuma que o Papa Francisco queira chamar a nossa atenção para a misericórdia durante este Ano Jubilar. E que lugar seria melhor para isso do que Cracóvia, a terra que nos deu a devoção à Divina Misericórdia? Foi por isso que o Santo Padre escolheu ninguém menos que São João Paulo II e Santa Faustina Kowalska para serem os padroeiros da JMJ de julho deste ano.

O Papa Francisco fez um breve comentário sobre estes dois santos e sobre a escolha de Cracóvia em uma mensagem do ano passado:

“Cracóvia, a cidade de São João Paulo II e de Santa Faustina Kowalska, está esperando por nós de braços e coração abertos. Eu acredito que a Providência Divina nos levou à decisão de celebrar o Jubileu da Juventude naquela cidade, que foi lar desses dois grandes apóstolos da misericórdia em nossos tempos. João Paulo II percebeu que este é o tempo da misericórdia. No início de seu pontificado, ele escreveu a encíclica Dives in Misericordia (Rico em Misericórdia). No Ano Santo de 2000, ele canonizou a Irmã Faustina e instituiu a Festa da Divina Misericórdia, no segundo Domingo de Páscoa. Em 2002, ele inaugurou pessoalmente o Santuário da Divina Misericórdia em Cracóvia e confiou o mundo à Divina Misericórdia, no desejo de que esta mensagem chegasse a todos os povos da terra e enchesse os seus corações de esperança: ‘Esta centelha precisa que a graça de Deus a acenda. Este fogo da misericórdia tem de ser passado para o mundo. Na Misericórdia de Deus, o mundo encontrará a paz e a humanidade encontrará a felicidade!’. Queridos jovens! No Santuário em Cracóvia, dedicado a Jesus Misericordioso, onde Ele é retratado na imagem venerada pelo povo de Deus, Jesus está esperando por vocês”.

Muito tem sido escrito sobre São João Paulo II, Santa Faustina e seu exemplo inspirador de santidade. No entanto, poucos dos que irão à Polônia para a JMJ conhecem a história e a cultura extraordinárias em que se formaram esses dois santos. Eles não cresceram no vácuo: foram formados desde cedo pela rica cultura polonesa.

“Desde as suas origens, a cultura polonesa traz em si claríssimos sinais cristãos… A inspiração cristã continua a ser a principal fonte de criatividade dos artistas poloneses. A cultura polonesa ainda flui numa ampla corrente de inspirações cuja fonte é o Evangelho. Isto contribui também para o caráter profundamente humanista desta cultura: ele a torna tão densa e autenticamente humana. Vocês estão ouvindo estas palavras de um homem que deve a própria formação espiritual, desde o início, à cultura polonesa, à sua literatura, à sua música… ao seu teatro; à história polonesa, às tradições cristãs polonesas, às escolas polonesas, às universidades polonesas. Ao falar com vocês, jovens, desta forma, este homem deseja, acima de tudo, pagar a dívida que tem com esta maravilhosa herança espiritual. Permaneçam fiéis a esta herança. Façam dela o alicerce da sua formação. Sejam nobremente orgulhosos dela. Mantenham esta herança e multipliquem-na; entreguem-na às gerações futuras”.

Durante o mês que vem, vamos destacar em Aleteia vários aspectos da cultura e da história polonesa em preparação para o grande evento de julho. Não percam!

Fonte: Aleteia
Comente aqui


Hino da JMJ 2016 em Libras

VÍDEO: Hino da JMJ Cracóvia 2016 na linguagem de sinais

Os organizadores da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Cracóvia 2016 lançaram a versão em linguagem de sinais do hino oficial deste evento, o qual acontecerá nesta cidade da Polônia entre os dias 25 e 31 de julho com a participação do Papa Francisco.

Comente aqui


Vídeo da Versão em Português do Hino da JMJ 2016

Vida Reluz e diversos outros cantores na gravação da versão em português do hino da JMJ Cracóvia 2016.

 

No último dia 30 de julho, nos estúdios da Gravadora Paulinas/Comep, em São Paulo (SP) diversos nomes da música católica se reuniram para a gravação do hino em português. Padre Joãozinho foi o responsável pela produção artística e musical e Jonas, que também é cantor e atua na Paróquia Nossa Senhora do Carmo de Mogi das Cruzes, também participou cantando a versão oficial.

Confira a ficha técnica:

Cantores: Fátima Souza, Walmir Alencar (Adoração e Vida), Thiago Costa, Lucimare Nascimento, Milton Fortes, Jake Souza (Vida e Comunhão), Rodrigo Pires (Adoração e Vida), Jonas Rodrigues, Fr. Bruno André, scj, Fr. Otávio da Silva, scj, Fr. Márcio Arantes Jr, scj, Fr. Eduardo Pugliesi, scj, Fr. Henrique Nascimento, scj, Fr. Eduardo Fonseca, scj, Grupo Chamas, Marília Mello, Jô D’Melo (Vida e Comunhão), Jake Trevisan, Simone Medeiros, Grupo Ir ao Povo, Bruna Farias, Cidinha Moraes (Vida Reluz), Felipe Souza (Vida Reluz).

Produção artística e musical: Pe. Joãozinho, scj

Adaptação musical e teclados: Maestro Luiz A. Karam

Bateria e percussão: Juninho Freire

Baixo: Adriano Reis

Violão e guitarra: Maercio Lopes

Violino: Alexandre Pinatto e Matheus Pereira

Viola: Digão

 

Assista também à explicação e ouça a música do hino com padre Zezinho e padre Joãozinho

Comente aqui


Hino da JMJ em Português será lançado hoje

Hino da JMJ 2016 em português será lançado em Aparecida

 

APARECIDA, 20 Ago. 15 / 01:02 pm (ACI).- A versão brasileira do Hino da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2016 será lançado nesta sexta-feira, 21, às 18h40, no Santuário Nacional de Aparecida, durante 8º Encontro dos Responsáveis Diocesanos pela Evangelização da Juventude.

A próxima JMJ, evento que reúne jovens do mundo todo, acontecerá de 25 a 31 de julho de 2016, na Cracóvia, Polônia.

Adaptada da original, em polonês, a canção é uma composição de Padre Zezinho e Padre Joãozinho, da Congregação do Sagrado Coração de Jesus, a pedido da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O Hino foi gravado por jovens paroquianos de várias regiões do país.

Os autores da adaptação ao português têm um extenso histórico de evangelização pela música, sobretudo à juventude. Ambos estarão presentes no Encontro para o lançamento do Hino.

O lançamento acontecerá no segundo dia do Encontro de Responsáveis pela Evangelização da Juventude, evento que começou nesta quinta-feira e segue até sábado, 22, e tem como objetivo aprofundar os três eixos do projeto de evangelização dos jovens proposto pela CNBB: missão, assessoria e estruturas de acompanhamento.

O evento busca dar continuidade ao processo de revitalização da Pastoral Juvenil. São convidados bispos referenciais, responsáveis e assessores adultos das Dioceses e de cada expressão juvenil. Entre os presentes, estará o Bispo de Caxias do Maranhão e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB, Dom Vilsom Basso, que conduzirá o encontro.

Outro projeto que será abordado durante a programação é o Rota 300, que está envolvendo a juventude católica na comemoração do Jubileu de 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida nas águas do Rio Paraíba do Sul, data a ser comemorada em 2017.

Como preparação para a celebrar este Jubileu, uma imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida está percorrendo as Dioceses do Brasil. O Projeto Rota 300 estimula que a acolhida da Imagem seja feita pela juventude local, fortalecendo o engajamento em suas comunidades de origem.

Fonte: ACIDigital
Comente aqui


A JMJ já está chegando…

Essa, eu vou de novo…

Uma graça e benção de Deus no coração da Igreja. Não nos esqueçamos das palavras encorajadoras do Santo João Paulo II, criador da JMJ: a Igreja só será jovem quando os jovens forem a Igreja. Também o Papa Bento disse algo muito inspirador e motivador acerca do papel e da importância dos jovens na vida da Igreja, quando esteve com juventude brasileira no Estádio do Pacaembu, em 2017. Sem os jovens a Igreja se apresenta desfigurada. 

E isso, Vamos todos a Cracóvia. Vai ser um pedaço e momento do Céu na Terra. E na companhia firme, serena, alegre e entusiasmada do Papa Francisco, cuja ousadia e coragem são próprias da juventude. 

Faltam 500 dias para a JMJ Cracóvia 2016

Faltam 500 dias para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que se realizará em Cracóvia (Polônia) em julho de 2016 com a presença do Papa Francisco sob o lema “Bem-aventurados os misericordiosos porque eles alcançarão a misericórdia”.

O Papa Francisco convocou todos os jovens do mundo para participarem deste encontro em Cracóvia e nomeou São João Paulo II como padroeiro de todas as jornadas.

O Santo Padre evoca a passagem das Bem-aventuranças porque nela Jesus nos convida a segui-lo e a percorrer com Ele o caminho do amor para chegar à santidade. Por isso, a figura do peregrino é uma das mais importantes.

“Jesus ensina o caminho da vida, o caminho que Ele mesmo percorre, que Ele mesmo é, e o propõe como caminho para a verdadeira felicidade. Em toda sua vida, do nascimento na gruta de Belém até a morte na cruz e a ressurreição, Jesus encarnou as Bem-aventuranças.”, assinala o Papa Francisco na primeira mensagem para a Jornada Mundial da Juventude.

Os eventos principais da JMJ na Cracóvia serão realizados no parque da Blonia. A Santa Missa de abertura será em 26 de julho. Em 28 de julho acontecerá o primeiro encontro dos jovens com o Papa Francisco na cerimônia de acolhida. Será feita uma liturgia da palavra e o Papa dará seu primeiro discurso. Também convidará todos os jovens do país anfitrião a unir-se à jornada.

Na sexta-feira 29 será a Via Sacra onde a Cruz da JMJ será carregada por um trajeto indicado por um grupo de jovens. O objetivo da Via Sacra é mostrar o sentido penitencial da jornada, este remete ao testemunho e ao encontro com Jesus Cristo na Cruz.

Um dos momentos mais importantes da JMJ é a vigília com o Santo Padre. Este dia se destaca pela alegria e o espírito dos jovens; e por ser um momento intenso de oração e reflexão. Os jovens junto com o Papa farão uma adoração ao Santíssimo. A vigília começará na tarde do sábado, 30 de julho.

No dia seguinte, o Papa Francisco presidirá a Santa Missa Final. Esta celebração é o momento culminante da Jornada Mundial da Juventude. Durante a Eucaristia, o Pontífice dará uma mensagem aos jovens.

Os organizadores da JMJ convocaram todos os fiéis para que se unam em oração pelos preparativos do evento. Também foi elaborado um mapa virtual onde aparecem os lugares onde se está rezando por este importante evento eclesial e mundial.

A Jornada Mundial da Juventude se realiza a cada 2 ou 3 anos e consiste em um encontro de milhares de jovens provenientes de todo o mundo com o Santo Padre em um determinado país. Este evento foi instituído há 30 anos pelo Papa São João Paulo II. A anterior JMJ foi em 2013 no Rio de Janeiro (Brasil) e contou com a participação de mais de 3 milhões de jovens.

Fonte: ACIdigital

Comente aqui


Contagem regressiva para JMJ 2016

Padre João Chagas diante dos cartazes das JMJ’s na sede do PCL em Roma – RV

Cidade do Vaticano (RV) – Em pouco mais de um mês terá início a contagem regressiva de um ano para a Jornada Mundial da Juventude 2016, em Cracóvia, na Polônia. A Rádio Vaticano prepara uma série de entrevistas com o Padre João Chagas, responsável pela organização da Jornada no Pontifício Conselho para os Leigos (PCL). Neste primeiro encontro, ele nos fala sobre os locais da vigília e missa final, sobre como os jovens que tem o desejo de participar devem se preparar, dos pedidos do Papa para a JMJ e da Porta Santa da Jornada.

É muito interessante perceber que os trabalhos de preparação daquele que está sendo chamado de “Campo da Misericórdia” já estão em fase adiantada. Estive lá no ano passado. O mato era alto e nos perguntávamos: vai dar para fazer aqui? Hoje, já vendo o terreno mais preparado, até conseguimos contemplar aquela multidão de jovens que em julho do ano que vem vai estar lá no Campus Misericordie em Cracóvia.

Preparação dos jovens

O primeiro de tudo é o desejo de participar. Às vezes, podemos desejar e dizer imediatamente: é impossível. Mas é característica dos jovens ao ouvir que algo é impossível, por isso mesmo, realizar. “Fui lá e fiz”. Os jovens gostam de desafios.  Eu acho que nenhum jovem que deseja participar da JMJ deveria desistir de antemão, porque não tem dinheiro. Deveria começar a pensar – e a rezar – e ver se não teria uma forma concreta, inteligente, de como levantar algum recurso para participar a Jornada. E, isso, fazendo em grupo, no grupo de oração, da paróquia, da comunidade. Juntos somos mais fortes. Como é que a gente pode se preparar juntos para participar da jornada, como grupo? Ou, se o grupo inteiro não conseguir ir, pelo menos para trabalhar mandar alguns representantes.

Pedidos do Papa

O presidente do nosso dicastério, o Cardeal Rylko, tem encontros periódicos com o Papa e ele vai atualizando Francisco. Por exemplo, acredito que neste período ele deve ter atualizado do desejo de viver também o Jubileu da misericórdia lá em Cracóvia. Como é prevista a peregrinação dos jovens que, a partir de algum ponto da cidade, se dirijirão até o santuário da Divina Misericórdia, esperamos que ali eles possam viver o Jubileu e usufruir de todas as graças que serão dispensadas neste ano.  Há uma sintonia muito grande entre aquilo que vai sendo preparado para a JMJ e aquilo que também a Igreja vai vivendo. Exemplo disso é o Ano Santo da Misericórdia, que foi anunciado depois da escolha do tema da Jornada de 2016. Isso mostra que há uma sintonia espiritual e de programação entre o que fazemos aqui no PCL com as propostas do Santo Padre.

Porta Santa da JMJ

Em Cracóvia, temos dois santuário juntos, de dois grandes apóstolos da misericórdia: de São João Paulo II, que está sendo construído, em grande parte pronto, ao lado do santuário da Divina Misericórdia.  É muito provável que ali haverá também uma grande Porta Santa, um grande portal, por onde os jovens poderão passar e realizar este ato simbólico.

Fonte: Rádio Vaticano Brasil
Comente aqui