Lc 2 22-40



Evangelho: e o menino crescia…

Evangelho:  Lc 2,22-40: FESTA DA SAGRADA FAMÍLIA – ANO Bsf

Quando se completaram os dias para a purificação da mãe e do filho, conforme a lei de Moisés, Maria e José levaram Jesus a Jerusalém, a fim de apresentá-lo ao Senhor. Conforme está escrito na lei do Senhor: ‘Todo primogênito do sexo masculino deve ser consagrado ao Senhor”. Foram também oferecer o sacrifício – um par de rolas ou dois pombinhos – como está ordenado na lei do Senhor.

Em Jerusalém, havia um homem chamado Simeão, o qual era justo e piedoso, e esperava a consolação do povo de Israel. O Espírito Santo estava com ele e lhe havia anunciado que não morreria antes de ver o messias que vem do Senhor. Movido pelo Espírito, Simeão veio ao templo. Quando os pais trouxeram o menino Jesus para cumprir o que a lei ordenava, Simeão tomou o menino nos braços e bendisse a Deus: “Agora, Senhor, conforme a tua promessa, podes deixar teu servo partir em paz; porque meus olhos viram a tua salvação, que preparaste diante de todos os povos: luz para iluminar as nações e glória do teu povo Israel”.

O pai e a mãe de Jesus estavam admirados com o que diziam a respeito dele. Simeão os abençoou e disse a Maria, a mãe de Jesus: “Este menino vai ser causa tanto de queda como de reerguimento para muitos em Israel. Ele será um sinal de contradição. Assim serão revelados os pensamentos de muitos corações. Quanto a ti, uma espada te traspassará a alma”.

Havia também uma profetisa, chamada Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Era de idade muito avançada; quando jovem, tinha sido casada e vivera sete anos com o marido. Depois ficara viúva, e agora já estava com oitenta e quatro anos. Não saía do templo, dia e noite servindo a Deus com jejuns e orações. Ana chegou nesse momento e pôs-se a louvar a Deus e a falar do menino a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém. Depois de cumprirem tudo, conforme a lei do Senhor, voltaram à Galiléia, para Nazaré, sua cidade. O menino crescia e tornava-se forte, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava com ele.

ORAÇÃO À SAGRADA FAMÍLIA DE NAZARÉ

Deus Eterno, Teu amor por nós nos surpreende. Tua bondade e misericórdia nos fascinam. Tu, Divino, eterno, grandioso, santo, quiseste ficar perto de nós, fizeste-te  pequeno, no tempo e na história, desceste do céu e entraste na casa da nossa humanidade, simples e frágil. Sonhaste o amor e a paz para todos nós, escolhendo a família de Nazaré como a Tua casa na Terra. Glória a Ti, Senhor, cantamos também juntos com Teu anjos e santos.
Sim, oh Pai Santo, Teu Unigênito cresceu no seio da família de Maria e José. Essa presença do Teu Cristo santificou essa família, consagrando todas as famílias a Ti. Ali, Jesus aprendeu a caminhar, falar. Ali recebeu cuidado, atenção e carinho de Maria e José, teus escolhidos para serem os pais de Jesus. Ali, Teu Filho que é amor, viveu o amor de uma família, experimentou a partilha, a solidariedade, a mutua ajuda, a generosidade, Aprendeu como vivemos todos os seus filhos, com seus dramas, pecados e limites, com seus vícios e virtudes.
Suplicamos, com muita fé, oh Senhor Jesus, por nossa famílias, tu que viveste todas as tribulações de uma família humana. Como santificou a família de Nazaré, santifica e proteja a nossa também. Abençoe e guarde cada esposa e esposo, cada filho, livrando-os das ciladas do antigo inimigo. Vem com Teu poder libertar nossas famílias das seduções do mundo, de tudo aquilo que coloca em risco a integridade e a beleza da família que Teu Pai sonhou para os homens desde a eternidade. Que nossas famílias sintam- se assistidas por Ti , experimentem Tua Presença amorosa e TE busquem  de coração e vida abertos.
Espírito Santo, que a Tua a Graça e e a Tua Ternura envolvam nossas famílias, assim, como selou para sempre a família de Nazaré. Com Tua Luz e sabedoria, ajude-nos a viver na verdade do projeto de salvação. Aprendamos com Maria e José a disponibilidade em se deixar conduzir pelos planos de Deus, abertos a alterar seus projetos pessoais, para fazer com alegria a vontade de Deus, na obediência da fé e do amor.  Fortaleça nossas famílias Cristãs para continuar testemunhando a beleza de ser uma família constituída pelo e no sacramento do matrimônio, sempre a favor da vida e do amor esponsal, fiel.
Oh Família de Nazaré, Grande são os desafios que passam nossas famílias hoje. Maria, mãe do Emanuel, esposa de José, intercede por nossos esposos, liberto-os da adultério, da bebida, do jogo, da crise financeira. Pede por nossos filhos também, para seja livres do vício das drogas e da crise de fé, da secura espiritual, da uma vida vazia, da inversão de valores, da sedução dessa sociedade sem Deus. Maria, roga por nossas esposas e mães que sofrem com dores e tribulações de suas famílias, fortalece seu coração. Sim, Oh virgem Maria, Sim, o São José, a vós consagramos nossas famílias. Amém. Aleluia.fm

 

 

Comente aqui