Parábola do semeador



Vale a pena ser do Bem, sempre

EVANGELHO: Mt 13,24-43

16º DOMINGO COMUM – ANO A

Naquele tempo, 24Jesus contou outra parábola à multidão: “O Reino dos Céus é como um homem que semeou boa semente no seu campo. 25Enquanto todos dormiam, veio seu inimigo, semeou joio no meio do trigo, e foi embora. 26Quando o trigo cresceu e as espigas começaram a se formar, apareceu também o joio. 27Os empregados foram procurar o dono e lhe disseram: ‘Senhor, não semeaste boa semente no teu campo? Donde veio então o joio?’

28O dono respondeu: ‘Foi algum inimigo que fez isso’. Os empregados lhe perguntaram: ‘Queres que vamos arrancar o joio?’

29O dono respondeu: ‘Não! Pode acontecer que, arrancando o joio, arranqueis também o trigo. 30Deixai crescer um e outro até a colheita! E, no tempo da colheita, direi aos que cortam o trigo: arrancai primeiro o joio e amarrai-o em feixes para ser queimado! Recolhei, porém, o trigo no meu celeiro!’”

31Jesus contou-lhes outra parábola: “O Reino dos Céus é como uma semente de mostarda que um homem pega e semeia no seu campo. 32Embora ela seja a menor de todas as sementes, quando cresce, fica maior do que as outras plantas. E torna-se uma árvore, de modo que os pássaros vêm e fazem ninhos em seus ramos”.

33Jesus contou-lhes ainda uma outra parábola: “O Reino dos Céus é como o fermento que uma mulher pega e mistura com três porções de farinha, até que tudo fique fermentado”.

34Tudo isso Jesus falava em parábolas às multidões. Nada lhes falava sem usar parábolas, 35para se cumprir o que foi dito pelo profeta: “Abrirei a boca para falar em parábolas; vou proclamar coisas escondidas desde a criação do mundo”.

36Então Jesus deixou as multidões e foi para casa. Seus discípulos aproximaram-se dele e disseram: “Explica-nos a parábola do joio!”

37Jesus respondeu: “Aquele que semeia a boa semente é o Filho do Homem. 38O campo é o mundo. A boa semente são os que pertencem ao Reino. O joio são os que pertencem ao Maligno. 39O inimigo que semeou o joio é o diabo. A colheita é o fim dos tempos. Os ceifeiros são os anjos. 40Como o joio é recolhido e queimado ao fogo, assim também acontecerá no fim dos tempos: 41o Filho do Homem enviará seus anjos, e eles retirarão do seu Reino todos os que fazem outros pecar e os que praticam o mal; 42e depois os lançarão na fornalha de fogo. Aí haverá choro e ranger de dentes.

43Então os justos brilharão como o sol no Reino de seu Pai. Quem tem ouvidos, ouça”.

ORAÇÃO PARA O 16º DOMINGO COMUM

Meu Deus, Meu Senhor Jesus, como és grande e bondoso. É o amor do Pai no mundo, amor de Deus por todos nós, humanidade frágil, pequena, pecador, limitada. Como compreender e viver  fé, ter vida sadia, longe de Ti? Como amar fora do Teu amor, meu Senhor? Confesso que sem Ti, Jesus, meu coração já não consegue encontrar vida, graça e felicidade. Oh Jesus, amor da minha alma, salvador da minha vida, como é bom seguir-Te, com fé, rumo a casa do Pai, ao Céus

Teu amor, meu Senhor, é cheio de esperança por nós, por  mim, pobre pecador. Sempre me tratas com carinho, ensinas a amar me amando, oh Jesus. Eu não sou digno do Teu amor Senhor, isso eu sei. Tens muita paciência comigo, com meus erros e limites. Sempre Te vejo, Te sinto, pronto a perdoar, a me ajudar a continuar na caminhada da fé e da salvação. Sei que tenho tantas dificuldades para responder com mais firmeza e força, alegria e entusiasmo ao chamado à Santidade que me fazes todos os dias.  Suplico-Te, oh Senhor, que me ajudes a não Te abandonar jamais, quando tudo parecer muito difícil, quase impossível caminhar, quando minhas forças se esgotarem. Jesus, eu Te amo, só a Ti, amado meu.

Hoje, meu Jesus, Te vejo a me esperar a vencer meus limites, crescer, amadurecer, superar meu dificuldades, desenvolver uma vida espiritual e religiosa mais plena, sadia, verdade, pura, santa. Tu me ensinas assim, a amar, perdoar, esperar, confiar nos meus irmãos. Dá-me Teu Espírito Santo para que eu não tenha preguiça de orar, de conhecer a Bíblia, de Te adorar na Eucaristia, meu Jesus. Livra-me dos meus próprios apegos, me torna livre das minhas falsas seguranças deste mundo. Santifica-me, Jesus, com Teu Espírito para que o amor em mim seja reflexo, testemunho do Teu amor, Jesus. Que eu também perdoe, espere, confie no meu irmão que está no caminho de santificação, que saiba acolher e ajude a se levantar aquele que cai neste caminho de fé, vida e amor a Ti, meu Senhor. Jesus, que eu tenha misericórdia, que eu trate a todos, a começar por mim, com mais misericórdia, com a Tua bondade e misericórdia. 

Recorro também à tua intercessão, Maria, mãe de Deus. Peço-te que eu possas com tua ajuda cada vez mais me abandonar, me entregar a misericórdia, ao amor de Deus. Ajude-me me levantar, oh minha mãe, se eu cair, a retomar o caminho, prosseguir na fé quando o cansaço e o desânimo se abateram sobre mim. Maria, proteja-me com teu manto de toda arrogância e prepotência religiosas e espirituais, que não me ajudam a amar com teu filho Jesus me ama a mim e a todas as pessoas.  Desejo ser também paciente com quem não está mesma maturidade da fé do que eu. Peço-te a graça que não tratar os mais fracos e pequenos com violência, nem olhar para os maiores com inveja. Que eu saiba aceitar, oh minha mãe, meus limites e conheça minhas virtudes, para amar, amar, amar, sempre.  Maria, que cada vez mais eu experimente a misericórdia de Deus e o amor e graça, a  intercessão tua na minha vida, como mãe que não me deixa sucumbir, nem desistir diante de minhas misérias e dificuldades da vida. Amém. Amém. Amém.  Ave-Maria…

Comente aqui


Tua Palavra é vida, Jesus.

EVANGELHO: Mt 13,1-23

15º DOMINGO TEMPO COMUM -ANO A

1Naquele dia, Jesus saiu de casa e foi sentar-se às margens do mar da Galileia.

2Uma grande multidão reuniu-se em volta dele. Por isso, Jesus entrou numa barca e sentou-se, enquanto a multidão ficava de pé, na praia.

3E disse-lhes muitas coisas em parábolas: “O semeador saiu para semear. 4Enquanto semeava, algumas sementes caíram à beira do caminho, e os pássaros vieram e as comeram. Imagem relacionada

5Outras sementes caíram em terreno pedregoso, onde não havia muita terra. As sementes logo brotaram, porque a terra não era profunda. 6Mas, quando o sol apareceu, as plantas ficaram queimadas e secaram, porque não tinham raiz.

7Outras sementes caíram no meio dos espinhos. Os espinhos cresceram e sufocaram as plantas.

8Outras sementes, porém, caíram em terra boa, e produziram à base de cem, de sessenta e de trinta frutos por semente. 9Quem tem ouvidos, ouça!”

10Os discípulos aproximaram-se e disseram a Jesus: “Por que falas ao povo em parábolas?”

11Jesus respondeu: “Porque a vós foi dado o conhecimento dos mistérios do Reino dos Céus, mas a eles não é dado. 12Pois à pessoa que tem será dado ainda mais, e terá em abundância; mas à pessoa que não tem será tirado até o pouco que tem.

13É por isso que eu lhes falo em parábolas: porque olhando, eles não veem, e ouvindo, eles não escutam nem compreendem. 14Desse modo se cumpre neles a profecia de Isaías: ‘Havereis de ouvir, sem nada entender. Havereis de olhar, sem nada ver. 15Porque o coração deste povo se tornou insensível. Eles ouviram com má vontade e fecharam seus olhos, para não ver com os olhos, nem ouvir com os ouvidos, nem compreender com o coração, de modo que se convertam e eu os cure’.

16Felizes sois vós, porque vossos olhos veem e vossos ouvidos ouvem. 17Em verdade vos digo, muitos profetas e justos desejaram ver o que vedes, e não viram, desejaram ouvir o que ouvis, e não ouviram.

18Ouvi, portanto, a parábola do semeador: 19Todo aquele que ouve a palavra do Reino e não a compreende, vem o Maligno e rouba o que foi semeado em seu coração. Este é o que foi semeado à beira do caminho.

20A semente que caiu em terreno pedregoso é aquele que ouve a palavra e logo a recebe com alegria; 21mas ele não tem raiz em si mesmo, é de momento; quando chega o sofrimento ou a perseguição, por causa da palavra, ele desiste logo.

22A semente que caiu no meio dos espinhos é aquele que ouve a palavra, mas as preocupações do mundo e a ilusão da riqueza sufocam a palavra, e ele não dá fruto.

23A semente que caiu em terra boa é aquele que ouve a palavra e a compreende. Esse produz fruto. Um dá cem, outro sessenta e outro trinta”.

ORAÇÃO PARA O 15º DOMINGO COMUM

Meu amado Jesus, minha vida tem sido Te amar, Adorar e Servir. Sim, Te amo e sempre Te amarei, meu Senhor.  Tu és Meu Deus, Salvador e Redentor. Louvarei Teu Santo Nome para Sempre, Jesus. Es, Jesus, o Verbo do Pai, a Palavra de Deus, feito carne, que habitou e habita em nossos corações, em nossa vida, e história. Aleluia.  

A Fé que tenho em Ti, Jesus, alimenta minha alma e minha vida. Foi pela Tua Palavra que me amaste e me atraíste à  Tua presença. Fui conquistado pela Tua infinita misericórdia, quando era pecador, estava longe da Tua vida.Hoje, meu Jesus, posso dizer que Tua Palavra me salvou, me deu nova e me encheu de  esperança e alegria. 

Venho agora agradecer a todas as pessoas que me falaram da Tua Palavra, Jesus. Meus pais, que deram as primícias da Fé, mesmo na dificuldade de ler a Bíblia, a tinham e a tem no coração, na vida, na prática. Obrigado, Senhor, pelos ensinamentos que recebi deles, que moldaram minha base para a fé. Também, Jesus, sou grato aos meus catequistas, que me mostraram a beleza da Bíblia, me ensinaram a zerar com a Tua Palavra. Os  meus professores de teologia, que me ajudaram a fazer da Bíblia, da Palavra a razão central da minha vida. Meu Senhor, peço também que sempre me envie quem possa ainda hoje semear em meu coração Tua Palavra, sempre com novo ardor, zelo, beleza e entusiasmo. Ajude-me, Senhor a Ter sede e fome da Tua Palavra.

Na minha caminhada fé, de crescimento na Vida com Palavra de Deus, oh Jesus, preciso cada vez mais do Espírito Santo. Derrame sobre uma nova unção, para me aproximar sempre com mais amor da Tua Palavra, para que nada de perca do já foi semeado em meu coração, na minha vida. Vem Espírito Santo transformar tudo que já recebi de Deus, da Palavra, em vida, em amor, em testemunho da Fé em Cristo. Dá-me a graça de uma fé sempre mais bíblica, sadia, coerente com Vontade de Deus. Ajude-me com Tua Luz, a cada vez mais penetrar na riqueza infinita da Palavra de Deus, para orientar minha vida e realizar em mim as conversões que ainda preciso fazer. Faze-, oh Espírito Santo, que Palavra de Deus vivida, experimentada por mim, me leve a glória da Salvação, ao Céu. Que eu jamais desista de Te Buscar, amar a Palavra, apesar dos momentos de cansaço, tribulações, secura da alma. Vem me aquecer Espírito Santo, me curar das feridas que me impedem de viver conforme a Palavra de Deus.

Oh Virgem Maria, me ajude a ser sempre fiel a Palavra que recebi do Senhor, com tu sempre foste. Cuida do meu coração, para que possa se tornar terreno fértil para palavra de Deus. Afaste de mim as distrações deste mundo, que querem ofuscar a força e beleza da Palavra de Deus. Que tudo, oh mãe, que eu ouvir, ler e meditar reforce ainda mais meu amor pela Palavra, pela Bíblia. Dá-me também, por tua inspiração, oh virgem, encontrar tempo para estar com Palavra, quero cada vez mais ir a Missa e participar da liturgia da Palavra com atenção, com coração e mentes abertos para tudo que o Senhor Jesus  nos fala. Maria, minha mãe, peço que rogues por mim, para que eu cada vez mais descubra as promessas de vida, graça e benção que Deus tem para mim, minha vida e minha  fé, que estão contidas todas no Livro Santo, na Palavra. Amém. Amém. Ave-maria.

Comente aqui


Evangelho: Parábola do semeador

Evangelho: Mt 13,1-23 ou 1-9 –

15 DOMINGO DO TEMPO COMUM – ANO A

13 1 Naquele dia, saiu Jesus e sentou-se à beira do lago. 2 Acercou-se dele, porém, uma tal multidão, que precisou entrar numa barca. Nela se assentou, enquanto a multidão ficava à margem. 3 E seus discursos foram uma série de parábolas.

4 Disse ele: “Um semeador saiu a semear. E, semeando, parte da semente caiu ao longo do caminho; os pássaros vieram e a comeram. 5 Outra parte caiu em solo pedregoso, onde não havia muita terra, e nasceu logo, porque a terra era pouco profunda. 6 Logo, porém, que o sol nasceu, queimou-se, por falta de raízes. 7 Outras sementes caíram entre os espinhos: os espinhos cresceram e as sufocaram.8 Outras, enfim, caíram em terra boa: deram frutos, cem por um, sessenta por um, trinta por um. 9 Aquele que tem ouvidos, ouça”.

10 Os discípulos aproximaram-se dele, então, para dizer-lhe: “Por que lhes falas em parábolas?” 11 Respondeu Jesus: “Porque a vós é dado compreender os mistérios do Reino dos céus, mas a eles não. 12 Ao que tem, se lhe dará e terá em abundância, mas ao que não tem será tirado até mesmo o que tem. 13 Eis por que lhes falo em parábolas: para que, vendo, não vejam e, ouvindo, não ouçam nem compreendam.14 Assim se cumpre para eles o que foi dito pelo profeta Isaías: ´Ouvireis com vossos ouvidos e não entendereis, olhareis com vossos olhos e não vereis, 15 porque o coração deste povo se endureceu: taparam os seus ouvidos e fecharam os seus olhos, para que seus olhos não vejam e seus ouvidos não ouçam, nem seu coração compreenda; para que não se convertam e eu os sare´. 16 Mas, quanto a vós, bem-aventurados os vossos olhos, porque vêem! Ditosos os vossos ouvidos, porque ouvem!17 Eu vos declaro, em verdade: muitos profetas e justos desejaram ver o que vedes e não o viram, ouvir o que ouvis e não ouviram.

18 Ouvi, pois, o sentido da parábola do semeador: 19 quando um homem ouve a palavra do Reino e não a entende, o Maligno vem e arranca o que foi semeado no seu coração. Este é aquele que recebeu a semente à beira do caminho.20 O solo pedregoso em que ela caiu é aquele que acolhe com alegria a palavra ouvida, 21 mas não tem raízes, é inconstante: sobrevindo uma tribulação ou uma perseguição por causa da palavra, logo encontra uma ocasião de queda.22 O terreno que recebeu a semente entre os espinhos representa aquele que ouviu bem a palavra, mas nele os cuidados do mundo e a sedução das riquezas a sufocam e a tornam infrutuosa.23 A terra boa semeada é aquele que ouve a palavra e a compreende, e produz fruto: cem por um, sessenta por um, trinta por um”.

images

ORAÇÃO

 Bondoso Deus, que plantaste em nossos corações o dom da Fé, nos destes a graça de Crer no Teu nome, de esperar no Tua Paz. Somos  envolvidos no Teu amor. Sentimo-nos agraciado pela Tua presença, pelo Teu cuidado e carinho.Capaz de doar tudo por nós, mesmo teu Único e amado Filho, Jesus Cristo.

Obrigado, Senhor, por nos amar tanto assim, apesar das nossas infidelidades , pecados, afastamentos. Nossas fraquezas, Senhor, torna nossa experiência de fé um tanto superficial. Muitas vezes nos enchemos de entusiasmos, mas não suportamos as exigências da caminhada, ficando triste, perdido, com dúvidas. Perdoa-nos, Senhor.

Nosso coração, Senhor, pertence a Ti.  Estamos ainda a caminho. Vamos avançando na experiência de amor e fé, comunhão e intimidade Contigo. Queremos ser e ter coração aberto a Tua Palavra, terra boa, que produza os frutos que o Senhor deseja de cada um nós. Somos pequenos, mas amamos. Que  a Tua graça nos fortaleça na fé e testemunho, faça-nos capazes de crescer no amor. 

Pai Santo, Pedimos que o Teu Espírito Santo venha sobre nós, com unção e poder. Transforme este coração que não ama ainda na plenitude do Amor que recebe de Ti. Queremos ser pessoas novas, cheios de fé, alegria e coragem profética para anunciar Tuas boas obras de salvação.  Afasta, com Teu braço forte, as ciladas do inimigo, as tentações que nos devoram a Fé e a Palavra semeadas em nossa vidas e corações. Proteja-nos, oh Deus. 

Alegria e Paz nos vem da Fé em Ti, Senhor. Nossas Vidas, são Tuas. Nossa está no Teu Nome glorioso. Crescemos na Tua misericórdia e na Tua Graça.  Se caímos, levanta-nos. Não queremos abandonar-Te, jamais. Nosso Amor é Teu. Caminha conosco, liberta-nos dos medos, anseios, pecados, que tornam nosso coração terreno pouco fértil. Confiamos em Ti, e vamos adiante na Fé. Para honra e Glória do Teu Reino e Nome. 

 

Comente aqui