Tráfico Humano



Tráfico Humano e exploração sexual

Vale o empenho e  interesse em assistir esse documentário sobre Tráfico humano e exploração sexual. É um crime bem perto de nós. Tomemos consciência. Denunciemos. Sugiro que também esse vídeo seja reproduzido em nossas escolas e igrejas, associações, alertando para o problema, cobrando soluções e livrando pessoas desse mal social.

A escravidão foi abolida oficialmente há mais de 100 anos, mas segundo dados da ONU milhões de pessoas ainda são traficadas e submetidas ao trabalho forçado, exploração sexual e remoção de órgãos. Diante desta realidade, o presente documentário trata da temática fazendo uma abordagem especial ao tráfico de mulheres para fins de exploração sexual. Além de fomentar a necessidade de intensificação

 

Comente aqui


Outubro: mês missionário

Campanha Missionária 2014.

O mês de outubro é, para a Igreja Católica em todo o mundo, o período no qual são intensificadas as iniciativas de informação, formação, animação e cooperação em prol da Missão universal. O objetivo é despertar a consciência, a vida e as vocações missionárias, bem como realizar a Coleta no Dia Mundial das Missões, penúltimo domingo de outubro (este ano dias 18 e 19). As ofertas são utilizadas para sustentar atividades de promoção humana e evangelização em todo o mundo.

Na Quaresma, a Igreja no Brasil já se questionou, por meio da Campanha da Fraternidade, sobre a realidade do tráfico humano. A Campanha Missionária 2014 retoma essa reflexão ao propor o tema “Missão para libertar”, e o lema: “Enviou-me para anunciar a libertação” (Lc 4, 18).

Hoje, as vítimas do tráfico humano representam a escravidão moderna. O conceito de tráfico humano, com seus desdobramentos, inclui o tráfico para a exploração do trabalho; para a exploração sexual; para a extração de órgãos; e tráfico de crianças e adolescentes. Por isso, o tema “Missão para libertar” surge hoje como um grande desafio para a evangelização e exige ações concretas em perspectiva universal.

Em uma sinagoga de Nazaré, Jesus inaugura seu ministério recordando a profecia de Isaías: “O Espírito do Senhor está sobre mim, porque me ungiu e enviou-me para anunciar a boa-nova aos pobres…” (Lc 4, 18). E continuou: “para pôr em liberdade os cativos…” (Lc 4, 19). Essa passagem inspira o lema da Campanha Missionária: “Enviou-me para anunciar a liberdade”. Essa missão libertadora vem do Deus da vida, pois é conferida a Jesus pelo próprio Espírito do Senhor, por quem já fora ungido como o messias por ocasião do seu batismo (Lc 3,22).

A missão do Messias é de esperança de vida digna, especialmente para quem sofre algum tipo de escravidão. Hoje, Jesus nos desafia a assumirmos essa mesma “Missão para libertar”. Nesse sentido, a Campanha Missionária 2014 nos pede uma postura diante da escravidão do tráfico humano em suas diversas expressões. Olhando para essa realidade à luz da Palavra de Deus, vemos que essa missão continua urgente e sem fronteiras.

Todas as famílias e comunidades são convidadas a viverem com maior intensidade o Mês das Missões. Com isso, a nossa Igreja no Brasil se fortalece e se abre com maior generosidade para a Missão Universal além-fronteiras, conforme o apelo do papa Francisco, “não nos deixemos roubar o entusiasmo missionário!” (EG 80).

Cartaz

A figura da Mão ao mesmo tempo em que diz PARE com o Tráfico de Pessoas, rompe a corrente da maior escravidão moderna. As imagens no fundo do Cartaz retratam a realidade do Tráfico Humano: exploração do trabalho; exploração sexual; extração de órgãos; crianças para adoção. Lembram também que, a Missão não tem fronteiras e os missionários e missionárias que atuam na Missão para libertar.

banner_chamada-campanha-2014

Comente aqui


Seminário sobre Mulheres e Tráfico Humano

Olha isso gente boa. Para quem acha que a Campanha do Fraternidade Acaba com a Quaresma. O tema do tráfico humano suscita debates específicos, como esse sobre mulher, o problema da fome e da pobreza. Que seja um evento exitoso, e ajude cada vez mais a nos livrar desse câncer que é exploração de mulheres especialmente para o prostituição. 

CNBB e Cáritas promovem seminário “Mulheres: fome, pobreza e tráfico humano”

SeminrioMulheres_Critas2

Dentro das ações da Campanha Internacional da Cáritas contra a fome, no Brasil chamada de “Uma família humana: pão e justiça para todos”, acontece de 15 a 17 de outubro, em Brasília (DF), o seminário internacional “Mulheres: fome, pobreza e tráfico humano”. A organização do evento deseja debater a realidade feminina e seu papel no enfrentamento das realidades elencadas no tema, propondo pistas de transformação para relações de equidade e justiça social.

A inciativa da Comissão Episcopal para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e da Cáritas Brasileira reúne ainda a Pastoral da Mulher Marginalizada, a entidade norte-americana Catholic Relief Services e a Cáritas da França e da Espanha. As secretarias de Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres da Presidência da República e a de Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional – SESAN do Ministério do Desenvolvimento Social também participam do encontro.

Estão previstos na programação quatro colóquios, debates, momentos culturais e mini plenárias. Os diálogos tratarão de temas relacionados ao cenário da invisibilidade da fome, pobreza, exploração e tráfico humano; direitos humanos, direitos das mulheres e democracia brasileira; Cultura, religiões e desigualdade de gênero; e a questão da exploração.

 

Comente aqui


Igreja de Londrina promove Seminário sobre Tráfico Humano

cf 2014“ É para liberdade que Cristo nos libertou” GI 5,1.

Após um rico processo de preparação, reflexão e estudo sobre a Temática da CF 2014, somos convocados a pensar algumas ações e traçar algumas estratégias que o tema nos trouxe. Para isso convidamos a todos/as  para participar de um Seminário Arquidiocesano.

O Seminário tem por finalidade avaliar o processo e o trabalho realizado, publicizar os  desafios e as situações relatadas ou identificadas decorrentes do tema e  encaminhar propostas de ação concretas no enfrentamento ao Tráfico Humano e suas conseqüências. Ainda será um espaço para conscientizar sobre a importância de articular na base a ação permanente da Campanha da Fraternidade. 

Data11 de junho de 2014
Horário: 19h30 as 21h45
Local: Centro Arquidiocesano de Pastoral Jesus Bom Pastor
EndereçoRua Dom Bosco, 145.
Mais informações: 43 3371-3141
Comente aqui


Audiência Pública sobre CF 2014

emkt lenir final

 

CONFIRA DICAS PARA COMBATER O TRÁFICO HUMANO

1. Sempre duvide de propostas fáceis e lucrativas de trabalho

2. Leia atentamente o contrato de trabalho, procure conhecer a empresa e busque também ajuda de advogados

3. Não dê copias de seus documentos pessoais para ningém, nem para parentes

4. Deixe o endereço, contato de onde você está indo trabalho

5. Leve com você endereços e contatos de consulados, ONGs e de autoridades da cidade onde você vai ficar.

6. Sempre se comunique com seus familiares e amigos

7. Denuncie qualquer situação de trafico de pessoas, discando para o número 100.

Baseado no artigo de Gabriela Portilho, publicado na Revista Cidade Nova, Março de 2014.

 

Comente aqui


Hino da Campanha da Fraternidade

Olá, segue o hino da CF 2014. Vela a pena ouvir, aprender a letra que traz a realidade o tráfico humano. Lembrando que serão 40 dias  em reflexão estudo sobre a temática do tráfico de pessoas. O hino da CF 2014 já via nos ajudando a entrar no tema. 

Comente aqui


Papa envia mensagem para Campanha da Fraternidade

A Campanha da Fraternidade  (CF) está celebrando seu jubileu de ouro. O tema do Tráfico humano marca significativamente esses 50 anos do  papel da igreja no combate as situações de violação da dignidade da pessoa.  banners-miercoles-ceniza-PORT_1

A CF em sua história também tem marcado e dado ritmo na Quaresma da Igreja Brasileira. Consolidada, a CF tem hoje sido objeto de estudo de muitos pesquisadores, sendo mesmo tema de teses de doutorado. 

O fato é que a CF se tornou tradição e um jeito de viver a quaresma em nosso pais. O Vaticano sempre participou desse momento da Igreja do Brasil.. O papa faz questão de enviar sua mensagem, onde aborda e convoca o povo brasileiro a viver o tema da CF do ano. O Papa Francisco também fez o mesmo, convidando a todos para lutar contra o tráfico de pessoas. Confira suas palavras:

MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO
AOS FIÉIS BRASILEIROS
POR OCASIÃO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE DE 2014
Quarta-feira, 05 de março de 2014

Queridos brasileiros

Sempre lembrado do coração grande e da acolhida calorosa com que me estenderam os braços na visita de fins de julho passado, peço agora licença para ser companheiro em seu caminho quaresmal, que se inicia no dia 5 de março, falando-lhes da Campanha da Fraternidade que lhes recorda a vitória da Páscoa: «É para a liberdade que Cristo nos libertou» (Gal 5,1). Com a sua Paixão, Morte e Ressurreição, Jesus Cristo libertou a humanidade das amarras da morte e do pecado. Durante os próximos quarenta dias, procuraremos conscientizar-nos mais e mais da misericórdia infinita que Deus usou para conosco e logo nos pediu para fazê-la transbordar para os outros, sobretudo aqueles que mais sofrem: «Estás livre! Vai e ajuda os teus irmãos a serem livres!». Neste sentido, visando mobilizar os cristãos e pessoas de boa vontade da sociedade brasileira para uma chaga social qual é o tráfico de seres humanos, os nossos irmãos bispos do Brasil lhes propõem este ano o tema “Fraternidade e Tráfico Humano”.

Não é possível ficar impassível, sabendo que existem seres humanos tratados como mercadoria! Pense-se em adoções de criança para remoção de órgãos, em mulheres enganadas e obrigadas a prostituir-se, em trabalhadores explorados, sem direitos nem voz, etc. Isso é tráfico humano! «A este nível, há necessidade de um profundo exame de consciência: de fato, quantas vezes toleramos que um ser humano seja considerado como um objeto, exposto para vender um produto ou para satisfazer desejos imorais? A pessoa humana não se deveria vender e comprar como uma mercadoria. Quem a usa e explora, mesmo indiretamente, torna-se cúmplice desta prepotência» (Discurso aos novos Embaixadores, 12 de dezembro de 2013). Se, depois, descemos ao nível familiar e entramos em casa, quantas vezes aí reina a prepotência! Pais que escravizam os filhos, filhos que escravizam os pais; esposos que, esquecidos de seu chamado para o dom, se exploram como se fossem um produto descartável, que se usa e se joga fora; idosos sem lugar, crianças e adolescentes sem voz. Quantos ataques aos valores basilares do tecido familiar e da própria convivência social! Sim, há necessidade de um profundo exame de consciência. Como se pode anunciar a alegria da Páscoa, sem se solidarizar com aqueles cuja liberdade aqui na terra é negada?

Queridos brasileiros, tenhamos a certeza: Eu só ofendo a dignidade humana do outro, porque antes vendi a minha. A troco de quê? De poder, de fama, de bens materiais… E isso – pasmem! – a troco da minha dignidade de filho e filha de Deus, resgatada a preço do sangue de Cristo na Cruz e garantida pelo Espírito Santo que clama dentro de nós: «Abbá, Pai!» (cf. Gal 4,6). A dignidade humana é igual em todo o ser humano: quando piso-a no outro, estou pisando a minha. Foi para a liberdade que Cristo nos libertou! No ano passado, quando estive junto de vocês afirmei que o povo brasileiro dava uma grande lição de solidariedade; certo disso, faço votos de que os cristãos e as pessoas de boa vontade possam comprometer-se para que mais nenhum homem ou mulher, jovem ou criança, seja vítima do tráfico humano! E a base mais eficaz para restabelecer a dignidade humana é anunciar o Evangelho de Cristo nos campos e nas cidades, pois Jesus quer derramar por todo o lado vida em abundância (cf. Evangelii gaudium, 75).

Com estes auspícios, invoco a proteção do Altíssimo sobre todos os brasileiros, para que a vida nova em Cristo lhes alcance, na mais perfeita liberdade dos filhos de Deus (cf. Rm 8,21), despertando em cada coração sentimentos de ternura e compaixão por seu irmão e irmã necessitados de liberdade, enquanto de bom grado lhes envio uma propiciadora Bênção Apostólica.

Vaticano, 25 de fevereiro de 2014.

Franciscus PP.

Comente aqui


Abertura da Campanha da Fraternidade em Londrina

Hoje, dia 05,  às 11 horas da manhã, Dom Orlando Brandes preside a missa de Abertura da Campanha da Fraternidade para Arquidiocese de Londrina. O tema é Tráfico Humano. A celebração será na Catedral.

As paróquicartaz2014as também farão hoje a noite ou no final de semana a abertura da Campanha em nível local.  E no tempo da quaresma haverá um série de atividades para se compreender e participar da Campanha desse ano. 

Não deixe de se interessar por essa discussão. Afinal, conhecer esse tema, é o primeiro passo para combater o Tráfico de Pessoas, para exploração do trabalho, prostituição, extração de órgãos, adoções ilegais de crianças. 

Veja também o spot sobre o tema da CF 2014. Não podemos ficar parados, enquanto 20 milhões de pessoas são traficadas  mundo afora, num negócio de movimenta milhões de dólares explorando especialmente as pessoas mais vulneráveis socialmente.

 

Comente aqui


Exploração de mão-de-obra traficada em Londrina ?

No último domingo, participei da formação promovida pela Arquidiocese de Londrina sobre a Campanha da Fraternidade, que esse ano discute a questão do tráfico humano. Foi uma manhã muito proveitosa.  Entendemos que se trata de um de problema de direitos humanos. O Tráfico de Pessoas está relacionado diretamente ao trabalho escravo, ou análogo à escravidão-servidão, exploração sexual e  prostituição, turismo sexual. Também há o tráfico de crianças para adoção; muitas pessoas são traficadas para extração de órgãos.

O que parece tão distante de nós, ou uma realidade apenas de novelas que já tocam nesse assunto,  pode estar bem perto da nossa realidade. Londrina tem recebido ondas de imigrantes haitianos e bengaleses – que vem do Bangladesh, país do sudeste asiático. Eles vem para nossa região em busca de oportunidades de emprego, hoje estão na sua imensa maioria trabalhando na construção civil e frigoríficos.  Afinal, esse frigoríficos vendem carne para países islâmicos, que tem um jeito especial de cortar a carne por causa de religião muçulmana. E os bengaleses que estão vindo para nossa cidade professam a fé islâmica e sabem como fazer esses cortes para o mercado do sudeste asiático muçulmano.

Os haitianos estão vindo ao Brasil, porque o governo brasileiro tem um programa  migração para recebê-los, motivado pela trágico terremoto  de 2010. Já os  bengaleses entram no Brasil ilegalmente pela Bolívia, passando  antes por vários países. Pedem refúgio ou asilo alegando perseguição por parte do governo de Bangladesh, que é socialista.  A Cáritas Londrinense tem procurado fazer os encaminhamentos dos bengaleses junto a Polícia Federal, para legalizar a permanência deles no país, na nossa região são mais de 400.. Porém, está sendo investigado se não está acontecendo tráfico humano para exploração do trabalho. Eles dizem que não, mas a um padrão de saída e entrada deles no Brasil. Vamos aguardar o resultado das investigações do  Ministério Público, desde da entrada desses irmãos em nosso país às condições de trabalho e vida em nossa região.

Denunciemos qualquer sinal de Tráfico Humano. É um crime horrível. E como diz o papa Francisco, é uma vergonha para a sociedades ditas civilizadas negociar pessoas humanas.

Comente aqui


Coletiva de Imprensa sobre CF 2014

imprensa d olrandoLevando em conta que no próximo dia 05 de março acontecerá a Missa de Abertura da Campanha da Fraternidade e Início da Quaresma em nossa Arquidiocese, venho por meio deste, a pedido de Dom Orlando Brandes, Arcebispo Metropolitano de Londrina convidá-los para a Coletiva de Imprensa no dia 28 de fevereiro às 10h na Mitra Arquidiocesana – Rua Dom Bosco 145 – Londrina.

A Coletiva terá início com Palavra do Arcebispo sobre o tema da Campanha da Fraternidade deste ano, “ Fraternidade e Tráfico Humano” e o lema, “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl 5,1). Logo após a fala do Arcebispo todos poderão fazer suas matérias. Também estarão presentes membros da Organização da Campanha da Fraternidade da Arquidiocese e convidados.

Contamos com sua presença e desde já com sua divulgação do Evento.

EVENTOS DA CF 2014

  1. 28 de fevereiro às 10 horas, acontecerá a Coletiva de Imprensa concedida por Dom Orlando Brandes, Arcebispo Metropolitano de Londrina sobre a Campanha da Fraternidade cujo assunto será o Tráfico Humano. Local: Mitra Arquidiocesana – Rua Dom Bosco 145 – Londrina.
  2. 05 de março às 11 horas acontecerá Missa de Cinzas e Abertura da Campanha da Fraternidade na Catedral de Londrina em âmbito Arquidiocesano com a presidência de Dom Orlando Brandes.
  3. 13 a 20 de abril – Semana Santa
  4. 14 de abril as 19h30 no Ginásio de Esportes Moringão acontecerá a Missa dos Santos Óleos para toda a Arquidiocese.

ASSESSORIA DE IMPRENSA ARQUIDIOCESANA

Assessor: Pe. Claudinei Souza da Silva

Celular: (043) 9994-5500

Email: [email protected]

Site: www.arqlondrina.com.br

Com  Informações do site da Arquidiocese de Londrina

Comente aqui