Mês: março 2012



51

Quase todo o estado… e a cidade marcaram presença na festa de aniversário de um deputado estadual, ontem -30- , em Maringá.  Se perguntar, ninguém sabia a idade do homem, o lance era aproveitar o primeiro grande evento coletivo com vistas às eleições deste ano. Segundo o site do deputado, mais de 2,3 mil pessoas participaram do regabofe, condicionado à 15 pilas por cabeça.

Pré candidatos de toda a região foram em peso, o momento máximo do evento, não foi nem os parabéns, nem os discursos, nem as idéias apresentadas, mas sim as fotos. Sim, as fotos.  Com o deputado, ministros e autoridades presentes. Munição sendo preparada para o que tem por vir.

No site do deputado há inclusive uma seção denominada:  Fotos com pré candidatos…

Propaganda eleitoral antecipada?

Não. Era só uma festa de aniversário.

 

 

Quem quer pão?

Loucuras
1 Comentário


Prefeitura pinta faixas para disciplinar uso de calçadas

A Prefeitura de Paiçandu está a partir de hoje, pintando faixas nas calçadas de alguns estabelecimentos comerciais, principalmente bares e lanchonetes, demarcando corretamente o espaço e mostrando o limite de onde podem ser colocadas as mesas e cadeiras.

A ação é para resguardar o direito de trânsito livre pelos cidadãos.  Vários locais abusam de tal maneira que toda a extensão das calçadas é ocupada, inclusive as que não pertencem aos estabelecimentos.

Pelo código de postura deve ser reservado nas calçadas para o pedestre, um espaço de 1,20 metros livre.

A questão é: quem vai fiscalizar tudo isso?

E a situação embora pareça piada,  já é adotada em várias cidades. É a confirmação do: Endenteu, ou quer que eu desenhe?  Como não entenderam foi preciso desenhar.

 

14 Comentários


Longe dos olhos, perto do coração

O Valter J. Almeida é nascido na cidade, e por questões profissionais vive hoje em São Paulo. Porém não esquece as origens e acompanha o dia a dia de sua terra natal, através do blog. Mesmo estando longe, ele nutre esperança de ver Paiçandu e Água Boa, onde viveu e onde vivem seus pais, definitivamente despertarem para o desenvolvimento em todas as esferas.

Ele dá dicas e busca respostas para alguns questionamentos.

“Nasci em Agua Boa, morei lá até meus 19 anos. Hoje tenho 34 anos, moro em Campinas-SP. Geralmente visito meus pais a cada 3 meses lá em Água Boa. Sempre vejo as noticias que vocês colocam no site e fico refletindo: “Até quando alguns representantes do poder publico vão continuar sacrificando o povo de Paiçandu e de Água Boa?”

 É lamentável, pois mesmo estando morando aqui em Campinas-SP,  há muitos anos, eu ainda amo muito esta terra vermelha. Um lugar que representa muito na agricultura do Brasil e que nos últimos anos vem se desenvolvendo na área industrial.

Já esta mais que na hora das autoridades olharem para a população de uma forma mais humana. É preciso melhorar a saúde, instalar logo essas passarelas, melhorar as condições dessa rodovia que já matou tanta gente que conheci.  Em relação a educação tenho uma outra dúvida: Por que Paiçandu até hoje não tem uma faculdade que forme profissionais para o mercado de trabalho?

Quando chego em Agua Boa, fico mais decepcionado ainda. O asfalto deteriorado, praça da rodoviária com reforma parada há anos, os galpões da estação ferroviária detonados. Um lugar com localização ótima, as margens de uma rodovia muito movimentada, com uma imensa área produtiva e tem até o privilegio de ter sua água mineral. O distrito de Água Boa merece mais atenção, porque não se tenta incentivar a criação de industrias pequenas naquele lugar? O povo de lá não pode ficar no esquecimento. Eu acredito muito no potencial que Agua Boa poderia mostrar, caso alguma autoridade viesse a olhar de uma forma mais clara e objetiva.  

Água Boa, juntamente com Paiçandu, se encontram numa área de logística muito importante. Como um segundo eixo de ligação do sul e o sudeste do Brasil. Um lugar que poderia progredir ainda mais, com uma população mais bem atendida pelo poder publico. Esta na hora de pensar alto, reestruturar as condições de atendimento a população, incentivar o desenvolvimento industrial. 

 

Mais

Longe dos olhos, perto do coração…  13/11/2010
Longe dos olhos, perto do coração… 31/10/2010
4 Comentários


Procura-se: Lhasa desaparecido

Desapareceu na noite de ontem (27) da residência de minha sogra, localizada na Rua Sorocaba, no Jardim Paulista, um cachorro da raça Lhasa. Ele é este da foto, só esta com o pelo mais baixo.  Atende pelo nome de Bily e pertence a minha esposa Fran.

A criançada está muito triste, pois o Bily era a alegria da casa.

Quem tiver informações pode ligar no meu telefone: 9978-5275.

Outras
4 Comentários


A ata

Do Rigon

“Uma denúncia de improbidade administrativa no Ministério Público Estadual ameaça o presidente da Câmara de Paiçandu, Carlos da Creche (PDT), que não encaminhou documentos oficiais solicitados formalmente ao Legislativo. Carlos da Creche estaria agindo em conjunto com o prefeito Vladão (PMDB), ao não atender o advogado Moacyr José de Oliveira, pois teme que ele, segundo suplente da coligação PMDB-PR-PTN, assuma uma cadeira na câmara municipal e possa votar pela cassação do prefeito, que vem conseguindo adiar a votação na justiça. Moacyr, ex-prefeito de Paiçandu, entende que a posse de Kátia da Auto Escola e Walter Novelli (foto), ocorrida no último dia 14, foi irregular; Novelli teria problemas com aprovação de contas e Kátia, que deixou a presidência do PR em julho passado, sequer está filiada a partido político. Para ingressar com a ação, é necessário anexar a ata da posse dos dois, mas o Legislativo estaria enrolando.”

25 Comentários
 

Moradores do Jardim Canadá em Paiçandu cobram melhorias

Moradores do Jardim Canadá em Paiçandu reclamam da falta de atenção do poder público. Algumas ruas do bairro estão intransitáveis.

Desde 2010, quando um projeto da prefeitura foi aprovado no PAC 2, para asfaltar todo o bairro, não são feitas melhorias nas ruas. As obras porém ainda não foram iniciadas e  os moradores alegam que  foram esquecidos.

Fomos lá conferir.

8 Comentários


IV Caminhada Penitencial

Foi realizada ontem a IV Caminhada Penitencial da Paróquia Santo Cura d´Ars de Paiçandu.  Foi percorrido um trajeto de 9 km saindo da Igreja Matriz até a Capela Nossa Senhora das Graças, na comunidade do Marilá.

Veja como foi, assistindo ao vídeo editado pelo Aguinaldo com imagens do Perna, que estreiou a câmara nova.

1 Comentário


Opinião

Do leitor Eduardo, morador da Espanha e que esteve visitando a cidade:

“soy de madrid ( españa ) y tube la suerte de conocer paiçandu,  me encontre con una ciudad con mucha tranquilidad y gente muy amable pero tambien carencias algo notables,( con esto no quiero comparar paiçandu con ninguna ciudad europea) primero, el hospital parece que esta desabastecido con una recepcion con ordenadores apagados y falta de personal pero con buenos profesionales, segundo la seguridad, estube un mes en paiçandu y solo vi dos coches patrulla haciendo rondas en 30 dias y de noche ninguna, tercera el trasporte muy escaso y horarios poco frecuentes, cuarto ,la educacion esta a un nivel bajo sobre todo en los niños pequeños. por lo demas nada diferente a cualquier pueblo de españa en tema de tiemdas y supermercados e infractucturas, me parecio una ciudad en desarroyo con mucho que ofrecer y cosas que mejorar pero con un futuro muy bueno, tanto es asi que me mudare en breve a vivir a paiçandu.Un saludo!!”

 

Comente aqui