Paiçandu inaugura aterro sanitário

aterro

Há alguns anos o então “lixão” da cidade foi fechado por determinação da justiça, visto que não atendia normas previstas pelo Instituto Ambiental do Paraná – IAP.

A Coleta de lixo tornou-se um problema para o Município que não enxergou outra solução: por meio de um contrato, o lixo passou a ser depositado no Aterro Sanitário da cidade de Sarandi, PR. Com isso a rotina dos caminhões passou a ser prejudicada, pois era perdido em torno de 04 horas diárias para ir até Sarandi descarregar o caminhão todas as vezes que estava com a capacidade máxima de lixo.

Com a inauguração e funcionamento do Aterro os gastos da cidade que era de aproximadamente 1.500.000/ano cai para menos da metade e poderá ser investido em outras melhorias.

Para o prefeito Tarcisio Marques do Reis é mais um momento vitorioso para o município e toda a população paiçanduense. “A partir de agora com o Aterro mais próximo queremos regularizar de forma ágil a coleta de lixo para que ela aconteça de forma satisfatória, gerando assim mais qualidade de vida para a população. Sem dúvida é um grande ganho”, destacou.

O secretário do Meio Ambiente Marcos Rogério disse que o local está devidamente preparado para atender a demanda da coleta de lixo na cidade, sob as normas do IAP, sem riscos de contaminar o solo ou mesmo qualquer outro tipo de contaminação.

Já o Secretário de Obras Renato Bariani salientou que todos os testes previstos foram realizados e o Aterro encontra-se apto e adequado para operar.

Com o Aterro Sanitário mais próximo estima-se que as coletas serão regularizadas não havendo mais atrasos no serviço que coleta em torno de 30 toneladas de lixo por dia. A obra que custou R$ 392.745,09, está concentrada num terreno de 05 alqueires e a previsão de vida útil do Aterro é de 30 anos.

O prefeito Tarcisio aproveitou a oportunidade e reforçou que em alguns meses, no mesmo terreno do Aterro terá início à construção de uma Central de Coleta e Venda de resíduos sólidos/ recicláveis.

Via assessoria

4 comentários sobre “Paiçandu inaugura aterro sanitário

  1. Geraldo Junior 14 de janeiro de 2014 20:38

    Ola, meu nome é Geraldo Junior e sou estudante do primeiro ano de Gestão ambiental.Primeiramente quero agradecer prefeitura local por essa iniciativa e porque nós precisávamos de um aterro o mais urgente possível,más não podemos esquecer que não há lixeiras no centro, e, por esse motivo não é possível realizar a coleta e a devida separação dos resíduos,quando se transita pelas principais vias da cidade é possível notar essa falta, o que ocasiona o motivo de muitas pessoas depositarem o resíduo na calçada,papel de bala,sorvete,latas de refrigerantes etc.

  2. Luciano Gonzales 21 de janeiro de 2014 07:51

    Ricardi, fiquei sabendo que este aterro não está funcionando….sabe de alguma coisa/

  3. João Pedro 25 de janeiro de 2014 12:44

    Porque a coleta de lixo não está ocorrendo com regularidade…No meu jardim está passando mais ou menos quatro vezes no mês…Quanta imundice….Nossa população ficará toda doente se continuarmos morando no meio do lixo como está, Sem falar na Dengue que vem com tudo….Imagine uma epidemia com esse nosso sistema de saúde…O poder público está brincando com coisa séria….

  4. ana 28 de janeiro de 2014 09:43

    bom dia,nada a ver com o post,mas venho te pedir um favor em prol de uma familia de paissandu,leia a história e vamos tentar ajudar,a mae esta em desespero e com depressao,deixo o link p vcs verem.gratahttps://www.facebook.com/groups/206069272910996/229391853912071/?notif_t=group_activity

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.