Sociedade



Falta de bovinos fecha abate de frigorífico

O frigorífico Big Boi, do norte do Paraná, interrompeu o abate de bovinos devido à baixa oferta de animais disponíveis na região e por condições ruins de mercado, disse à Reuters um executivo da empresa.

Cerca de 150 do total de 500 funcionários da unidade, localizada em Paiçandu, município ao lado de Maringá, foram demitidos na semana passada, com rescisões sendo assinadas ao longo desta semana, informou o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação da região (Stiam).

O setor de desossa permanecerá funcionando e o frigorífico deverá continuar fornecendo carne para a região de Maringá a partir de carcaças compradas de outras regiões do país.

A decisão da empresa é um exemplo da situação difícil enfrentada por algumas companhia do setor de carne bovina em todo o país.

A seca que afeta pastagens em diversas regiões desde o ano passado, além de gargalos na reprodução de animais, tem reduzido a oferta às indústrias, catapultando os preços do boi gordo a patamares recordes e apertando as margens dos frigoríficos, que não conseguem repassar aos consumidores toda a alta no custos de produção.

“É uma junção de fatores. Uma das razões é a falta de matéria-prima… É uma coisa que acaba inviabilizando algumas opções de negócio”, disse o gerente da unidade, Alex Costa, por telefone.

Segundo ele, a capacidade instalada do frigorífico é de abater 650 a 700 bovinos por dia. Nos últimos tempos, a unidade vinha operando em apenas dois ou três dias na semana, dependendo da disponibilidade de animais, disse o executivo.

“É o único frigorífico de boi ativo nessa região… A produção de boi nessa região é muito pequena”, disse o tesoureiro do Stiam, Roberto Pino de Jesus.

Há cerca de três anos, a gigante JBS fechou um frigorífico em Maringá, demitindo centenas de funcionários.

Fonte – br.reuters.com

Comente aqui
 

Paiçandu inaugura aterro sanitário

aterro

Há alguns anos o então “lixão” da cidade foi fechado por determinação da justiça, visto que não atendia normas previstas pelo Instituto Ambiental do Paraná – IAP.

A Coleta de lixo tornou-se um problema para o Município que não enxergou outra solução: por meio de um contrato, o lixo passou a ser depositado no Aterro Sanitário da cidade de Sarandi, PR. Com isso a rotina dos caminhões passou a ser prejudicada, pois era perdido em torno de 04 horas diárias para ir até Sarandi descarregar o caminhão todas as vezes que estava com a capacidade máxima de lixo.

Com a inauguração e funcionamento do Aterro os gastos da cidade que era de aproximadamente 1.500.000/ano cai para menos da metade e poderá ser investido em outras melhorias.

Para o prefeito Tarcisio Marques do Reis é mais um momento vitorioso para o município e toda a população paiçanduense. “A partir de agora com o Aterro mais próximo queremos regularizar de forma ágil a coleta de lixo para que ela aconteça de forma satisfatória, gerando assim mais qualidade de vida para a população. Sem dúvida é um grande ganho”, destacou.

O secretário do Meio Ambiente Marcos Rogério disse que o local está devidamente preparado para atender a demanda da coleta de lixo na cidade, sob as normas do IAP, sem riscos de contaminar o solo ou mesmo qualquer outro tipo de contaminação.

Já o Secretário de Obras Renato Bariani salientou que todos os testes previstos foram realizados e o Aterro encontra-se apto e adequado para operar.

Com o Aterro Sanitário mais próximo estima-se que as coletas serão regularizadas não havendo mais atrasos no serviço que coleta em torno de 30 toneladas de lixo por dia. A obra que custou R$ 392.745,09, está concentrada num terreno de 05 alqueires e a previsão de vida útil do Aterro é de 30 anos.

O prefeito Tarcisio aproveitou a oportunidade e reforçou que em alguns meses, no mesmo terreno do Aterro terá início à construção de uma Central de Coleta e Venda de resíduos sólidos/ recicláveis.

Via assessoria

4 Comentários


Campanha de combate ao abuso e violência sexual contra crianças e adolescentes

Foi realizado hoje nas dependências da Câmara Municipal o seminário com tema “O Olhar Multiprofissional no Atendimento a Vitimas de Abuso e Violência”, com a presença da psicóloga do Hospital Universitário de Maringá/UEM, Jane Biscaia Hartmann. O evento faz parte da campanha para o Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes que está sendo realizado nesta semana em Paiçandu.

O Dia Nacional de Luta contra o Abuso e a Exploração Sexual, 18 de maio, instituído pela Lei Federal nº 9970/00, terá mobilizações em todo o País. O objetivo das atividades é sensibilizar a sociedade brasileira para o enfrentamento da violência sexual infanto-juvenil.

Em Paiçandu a campanha está sendo direcionada pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS, que  pretende mobilizar e convocar toda a cidade a participar dessa luta e proteger nossas crianças e adolescentes. A data reafirma a importância de se denunciar e responsabilizar os autores de violência sexual contra a população infanto-juvenil.

Comente aqui


“Mudinho” bomba na net

Na noite desta sexta (19) uma foto de autoria do fotógrafo Victor Hugo Fernandes Knabben, já atingia quase 400 compartilhamentos no Facebook.

E o personagem em questão é uma figura conhecida quase que basicamente na cidade. O famoso “Mudinho” presente há décadas em suas caminhadas nas ruas de Paiçandu e Maringá.

Dificilmente alguém sabe o nome, história ou origens deste senhor, mas que ele faz parte do imaginário de todos os moradores, isto é fato.

4 Comentários
 

Lideranças, moradores e empresa discutem obras do BV

A Câmara ficou lotada na reunião desta quarta(10) entre os moradores, representantes poder público e da empresa responsável pelas obras de galerias e pavimentação no Jardim Bela Vista, Novo Horizonte e Pacaembu.

O objetivo da proposta, uma iniciativa do presidente da casa o vereador Diego Matheus Sanches, foi propor um diálogo sério entre as partes, com a intenção de que as obras que ainda devem durar 180 dias, causem o menor impacto possível na vida dos moradores.

O prefeito Tarcísio Marques dos Reis, em sua fala disse estar na mesmo barco dos moradores, pois já encontrou a situação da obra fora do ideal. Toda atenção tem sido dada pela administração na fiscalização dos serviços, levando-se em conta critérios técnicos e observando as cláusulas contratuais.

As reclamações dos moradores estiveram focadas na demora das obras, falta de acessibilidade às residências e comércios locais, segurança (sinalização); bem como com relação às ruas que já são asfaltadas mas em virtude do alto tráfego,  estão sendo destruídas.

O representante da empresa Lepavi Construções Ltda, Lucas Fukagawa argumentou que a chuva atrapalhou sobremaneira nos últimos 60 dias o que tornou impossível o trabalho por dias seguidos, dada a complexidade da obra em si.

Diante deste quadro foi firmado compromisso entre empresa e moradores para adequações na sinalização e reparações de danos.

Sociedade
2 Comentários


Ato Público em defesa do MP

Amanhã (10) acontece o Ato Público contra a impunidade e contra a PEC 37. O evento será  às 9h30 na Câmara Municipal de Maringá.

O  presidente da Câmara de Paiçandu Diego Mathues Sanches entregará o documento de apoio do MP organizado na cidade. O manifesto “Paiçandu contra a impunidade. Estamos com o Ministério Público. Estamos de olho aberto”, é uma nota pública assinada por diversas entidades, poder público e partidos políticos. O documento foi fruto de um debate ocorrido no início do mês na Câmara Municipal com líderes religiosos (padres, pastores, leigos) onde todos dispuseram-se a esclarecer a população sobre o tema.

O próprio vereador e presidente da Câmara Diego Sanches apresentou na sessão do dia 1º um requerimento para envio à Câmara Federal de uma Moção de Apoio ao MP, foi um dos primeiros do país partindo de uma instituição política.

Entenda

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) n.º 37/2011, acrescenta o §10º ao art. 144 da Constituição Federal, e se aprovada, vai retirar os poderes investigatórios do Ministério Público e de outras instituições fazendo com que as investigações de crimes de corrupção, por exemplo, sejam feitas unicamente pelas Polícias Federal e Civis dos Estados e do Distrito Federal.

CNBB já se manifestou contra a PEC 37/2011 em carta divulgada no dia 07 de fevereiro de 2013.

O Blog teve recorde de acessos ao publicar informações sobre a mobilização nacional AQUI.

Geral, Sociedade
Comente aqui


Boletim de Acidente de Trânsito Eletrônico Unificado – BATEU

Um sistema para registro de boletim de ocorrência de trânsito que foi implantado pela Polícia Militar do Paraná, e que está disponível desde segunda (1) em Paiçandu, deverá  proporcionar comodidade ao cidadão permitindo efetuar, por meio virtual (internet), o registro de acidente de trânsito SEM PESSOAS FERIDAS, com apenas danos materiais.

Através do Boletim de Acidente de Trânsito Eletrônico Unificado (Bateu) a  partir de agora, os envolvidos em acidentes não vão precisar chamar a Polícia Militar. O processo para a obtenção do documento, que serve, entre outras coisas, para dar entrada em pedidos de sinistro no seguro obrigatório DPVAT, passa a ser online.

Sargento Felipe: sistema deve reduzir a burocracia

O Sargento Gilberto Felipe, comandante da PM em Paiçandu explica a mecânica do serviço “após alguém se envolver em algum acidente (sem vítimas), basta procurar acesso a internet e registrar o BATEU. Neste documento poderá constar placas do veículo:  dele e do outro envolvido, há a possibilidade de anexar fotos, vídeos e  narração do fato, etc… Depois ele gera a guia de pagamento da taxa ao Detran e após alguns minutos do pagamento no Banco do Brasil o boletim ficará disponível para impressão.”

É possível anexar até cinco arquivos, e quem tiver acesso à conta bancária pela internet poderá pagar a guia online. Todo o processo pode ser acompanhado por e-mail.

Porém, como destaca o Sargento, “em caso de acidente de trânsito com vítima, com pessoas feridas, poderá também ser elaborado o BATEU, mas neste caso a PM deverá fazer o boletim no local, tendo em vista que existe uma complexidade maior, como a necessidade da confecção de um croqui do acidente“.

Serviço
Para efetuar o registro da ocorrência o endereço é : www.bateu.pr.gov.br
O Sargento Felipe também divulga seu e-mail corporativo para eventuais dúvidas:  “[email protected]
Comente aqui


Expoingá 2013

O prefeito Tarcísio Marques dos Reis esteve presente no lançamento oficial da 41ª edição da Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá (Expoingá) realizada na última sexta-feira (22).

Na solenidade foram divulgadas quais serão as atrações da Expoingá 2013, que acontece de 9 a 19 de maio no Parque de Exposições.

O evento, que reuniu cerca de dois mil convidados no pavilhão do Parque de Exposições Francisco Feio Ribeiro, também contou com a presença do secretário de Agricultura de Paiçandu, Fernande Fernandes e do secretário de Meio Ambiente, Marcos dos Santos.

1 Comentário