Valdo vem para dizer que não vem; Casca é o treinador

 

Impedido de consolidar o acordo verbal que tinha para dirigir o Grêmio Metropolitano na Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense, Valdo estará hoje em Maringá para, numa entrevista coletiva, esclarecer os motivos de sua desistência. Como não poderá contar com o ex-jogador de Grêmio Portoalegrense, Botafogo, Benfica e seleção brasileira, a diretoria optou por uma solução caseira. Assim, Rodrigo Casca, técnico da equipe de juniores, será efetivado no posto que vinha sendo ocupado interinamente pelo diretor de futebol Tico. Ele comandou a equipe de Engenheiro Beltrão na conquista do vice-título do Estadual de Juniores em 2009. No mesmo ano assumiu o comando da equipe de profissionais e teve ainda passagens por Operário de Ponta Grossa e Francisco Beltrão. E a missão de Casca será difícil. Sua estreia acontece nesta quinta-feira quando o time receberá no Estádio Willie Davids a visita do líder invicto da competição, o Londrina. No treino que comandou na tarde de ontem, o novo comandante técnico começou a montar a equipe titular para o esperado confronto. São certas as voltas dos meias Serginho Catarinense e Gilvan, ausentes do empate com o São José no último domingo em 3 a 3. O lateral esquerdo Tiaguinho, que foi substituído por Almir, tende a recuperar a posição. A dúvida é em relação aos zagueiros. No setor que foi criticado no jogo passado pode haver alteração com o recuo de Márcio para a entrada no meio-campo de Carlos Lima. É pouco provável também que o time repita o sistema de jogo adotado diante dos são-joseenses, o 4-4-3. Voltando ao 4-4-2 o treinador definirá entre Douglas Caê, Thiago Henrique e Souza a dupla que formará o taque diante do Tubarão.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.